O MÉTODO CIENTÍFICO:da idéia ao início da pesquisa         Paolo Salvalaggio
Etapas do método• Observação• Pergunta• Hipótese• Verificação: experimento controlado• Análise e interpretação dos dados• ...
Observação• curiosidade• impressão• Acaso• Confrontar com conhecimento existente
Pergunta• Dividir o problema• Foco• Permitir isolar todas as outras variáveis quepodem influenciar esta pergunta• PARTE CR...
Pergunta• Dividir o problema• Foco• Permitir isolar todas as outras variáveis quepodem influenciar esta pergunta
Pergunta Idiota…“garbage in, garbage out…!”
Elaboração da hipótese• Possível resposta a sua pergunta• Baseado no conhecimento e sua observação• Não precisa estar cert...
Verificação da hipótese• experimento controlado• Comparar com algo (grupo controle)• Amostra (numero de observações)  adeq...
Análise e interpretação dos dados• Números• Gráficos, tabelas e figuras• Testes estatísticos que confirmem ou não aHipótes...
DA IDÉIA AO INÍCIO DA PESQUISA(Planejamento e projeto de pesquisa)• Observa fenômeno• Revisão da literatura (RL)• Qual PER...
DA IDÉIA AO INÍCIO DA PESQUISA• Observa infecção cirúrgica com seus  pacientes operados• RL• PERGUNTA RELEVANTE• HIPÓTESE•...
DA IDÉIA AO INÍCIO DA PESQUISA• Percebe que num hospital novo tem pior  resultado com pacientes infartados no PA• RL• PERG...
DA IDÉIA AO INÍCIO DA PESQUISA• Grande incidência de gemelares em uma  regiâo• RL• PERGUNTA RELEVANTE• HIPÓTESE• Testar hí...
DA IDÉIA AO INÍCIO DA PESQUISA• Nota um comportamento diferente em uma  parte da célula• RL• PERGUNTA RELEVANTE• HIPÓTESE•...
DA IDÉIA AO INÍCIO DA PESQUISA• Novo remédio a ser testado• RL• PERGUNTA RELEVANTE• HIPÓTESE• Testar hípótese: Desenho da ...
Construção de evidência médico-              científica• Publicação• Aceitação comunidade científica• Conjuntos de hipótes...
Construção de evidência médico-           científica
Construção de evidência médico-              científica• Publicação inicial• Gera novas perguntas novos testes  publicaçõe...
PARTES DO TRABALHO    CIENTÍFICO     Paolo Salvalaggio
O MÉTODO E PARTES DE UM TRABALHOINTRODUÇÃO- Revisão da literatura- Racional ou justificativa- objetivosMATERIAIS E MÉTODOS...
Partes do trabalho Científico• Título• Resumo/Abstract• Introdução• Métodos• Resultados• Discussão (e conclusões)• Referên...
Outras partes de alguns tipos de       trabalho científico• Pré-textuais: capa, agradecimento,  dedicatória, sumário, folh...
A primeira página• Título• Autores, títulação e afiliações• Autor para correspondência• Palavras-chave e contagem de palav...
A proposal to grade the severity of early allograft dysfunctionafter liver transplantationAuthors: Paolo R. Salvalaggio, M...
Título• Estilos variados• Curto, claro e chamativo!!!• TODO MUNDO LÊ (as vezes só lêem isto!!!)• Tem que ter tema• O que s...
Resumo• Claro e dentro das normas• Tem que ler, entender e ficar interessado• As vezes só lê até aqui!!!• Introdução/Racio...
ABNT- Resumo/Abstract• Folhas separadas• 250 palavras• Título centralizado• Parágrafo único• Espaço simples
Vancouver-Resumo estruturado• Objetivo         • intervenção ou                     teste• tipo de estudo                 ...
Introdução• geral para o específico: 1-2 PGS• O que se sabe e não se sabe:Define o problema=REVISÃO DA  LITERATURA• QUAL A...
Introdução• Por que é importante que se responda?  RACIONAL OU JUSTIFICATIVA• QUAL A HIPÓTESE SER TESTADA?• Qual a pergunt...
Objetivo=Pergunta• O QUE VOCE QUER FAZER?• O QUE QUER TESTAR?• O QUE QUER RESPONDER?PRECISA SER RESPONDIDODESEJA OBTER RES...
Método (COMO?)• Material e métodos ou pacientes e  métodos: 1-3pgs• Normas que se seguiram e  aprovações• Documentos e con...
Método (COMO?)• Tipo de estudo• Onde e quando se fez estudo?• Como se obtiveram os dados?• Materiais e maquinários:  “ingr...
Método (DESENHO EXPERIMENTAL)• Grupos e controles (números)• População (inclusão e exclusão)• Variáveis (chave ou principa...
Resultados• O que foi achado?• Contar uma história ao descrever as  figuras• Provar o mesmo ponto mais de uma vez• Sequenc...
QUALIDADE DE TRABALHO• Método rigoroso• Pergunta relevante, inovadora, importante• Resultados convincentes
Discussão• 3-4 pgs: mais longa, complicada• Reitera o racional e a pergunta• Discute os achados do trabalho:  INTERPRETAR ...
Discussão• Um parágrafo para cada achado  importante• Do mais importante para o menos• Quais seriam os próximos estudos?• ...
Conclusão• Separada ou parte da discussão• RESPONDE OBJETIVO• O que o leitor tem que gravar!!!• “Take home message”• Semel...
ABNT- Referências Bibliográficas• ABNT 6023• Referência de 1, 2, 3, 4 ou mais autores• Autor em maiúsculo• Título em negri...
Referências Bibliográficas- Vancouver• citação numérica• Referências: Autores, Título, Periódico,  Ano, Numero, Volume, Pa...
Sequencia de escrita• Método (Desenho do experimento)• Introdução• Figuras: Tabelas/Gráficos• Discussão e conclusões• Resu...
ERROS MAIS COMUNS• Objetivo sem racional• Pergunta não relevante• Método- tipo de estudo errado pra responder  pergunta- n...
ERROS MAIS COMUNS• População nos resultados• Resultados não respondem a pergunta: má  interpretação• Conclusão diferente r...
CONCLUSÕES• Lembrar da aula “O método”:  observação, hipótese, pergunta. Teste,  resultados• Pergunta relevante, método pr...
www.hepatogastro.com.br salvalaggio@einstein.br     (11) 99665-6620
PESQUISA NA INTERNET     Dr. Paolo Salvalaggio
CONHECIMENTO NA ÁREA MÉDICA• Como se produz conhecimento• Como se transmite o conhecimento• Velocidade de transmissão do  ...
ANTIGAMENTE…
Pra que serve a pesquisa na web?• Localizar conhecimento disponível• Achar informação relevante• Revisar assunto• Manter-s...
O que se pesquisa?• Revisão (múltiplos artigos)• Conhecimento específico (tratamento de  doença rara)• Artigo específico (...
Como se pesquisa?• Acesso online• Website escolhido• Base de dados
Base de dados da área de saúde• Medline-Pubmed• Portal Capes• Lilacs• Scielo• Google scholar• outras
PUBMED
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed
PUBMED• Biblioteca nacional americana• gratuito• online• Pós 1966 - 16MILHÔES de citações• +de5000 revistas
PUBMED• +de 80 países• 90% idioma inglês• Resumo qdo disponível sempre em inglês
PUBMED• Título da revista• Autores (sobrenome, iniciais): Pinto, PS• Afiliação• Idioma• Resumo• Tipo de publicação• Volume...
BUSCA• VISÃO GERAL DO SITE• Palavra chave e combinações (AND, OR,  NOT)• Truncar (child*)• Limitar• Avançado• Filtros
BUSCA• logar (log in)• Interpretar logos e ícones• Download• Email
ACHEI ARTIGO(S) E AGORA?• Download (e-journals)• Biblioteca e ler/pedir
E-journals         Biblioteca: Menu>recursosvirtuais>periódicos digitais e online>setor de              ciências da saúde ...
Bibliotecas e E-journals mundo afora• Yale Harvey Cushing Medical Library• Galter Health Sciences Medical Library• SLU Med...
• Revisões de experts• Atualizadas• “curtas”• Medicina Geral
CONCLUSÕES•   Acesso online•   Manejar bem Pubmed•   Usar biblioteca
Aula1 hiaefev2013
Aula1 hiaefev2013
Aula1 hiaefev2013
Aula1 hiaefev2013
Aula1 hiaefev2013
Aula1 hiaefev2013
Aula1 hiaefev2013
Aula1 hiaefev2013
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Aula1 hiaefev2013

127
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
127
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Overall center follow-up reporting often inadequate -> reliance on select reports Single center studies - limited by power, bias from subject loss-to-follow-up
  • Aula1 hiaefev2013

    1. 1. O MÉTODO CIENTÍFICO:da idéia ao início da pesquisa Paolo Salvalaggio
    2. 2. Etapas do método• Observação• Pergunta• Hipótese• Verificação: experimento controlado• Análise e interpretação dos dados• Aceitação comunidade científica/sociedade
    3. 3. Observação• curiosidade• impressão• Acaso• Confrontar com conhecimento existente
    4. 4. Pergunta• Dividir o problema• Foco• Permitir isolar todas as outras variáveis quepodem influenciar esta pergunta• PARTE CRUCIAL DO TRABALHO CIENTÍFICO
    5. 5. Pergunta• Dividir o problema• Foco• Permitir isolar todas as outras variáveis quepodem influenciar esta pergunta
    6. 6. Pergunta Idiota…“garbage in, garbage out…!”
    7. 7. Elaboração da hipótese• Possível resposta a sua pergunta• Baseado no conhecimento e sua observação• Não precisa estar certo• A ser testado através da experimentação proposta
    8. 8. Verificação da hipótese• experimento controlado• Comparar com algo (grupo controle)• Amostra (numero de observações) adequados• Focado em uma (ou poucas) perguntas• Procura resposta a uma (ou poucas) perguntas
    9. 9. Análise e interpretação dos dados• Números• Gráficos, tabelas e figuras• Testes estatísticos que confirmem ou não aHipótese• Ideal que se demonstre em mais de umExperimento o mesmo achado
    10. 10. DA IDÉIA AO INÍCIO DA PESQUISA(Planejamento e projeto de pesquisa)• Observa fenômeno• Revisão da literatura (RL)• Qual PERGUNTA RELEVANTE ainda não foi totalmente respondida• Baseado no conhecimento vigente e na observação: HIPÓTESE• Testar hípótese: Desenho da pesquisa
    11. 11. DA IDÉIA AO INÍCIO DA PESQUISA• Observa infecção cirúrgica com seus pacientes operados• RL• PERGUNTA RELEVANTE• HIPÓTESE• Testar hípótese: Desenho da pesquisa
    12. 12. DA IDÉIA AO INÍCIO DA PESQUISA• Percebe que num hospital novo tem pior resultado com pacientes infartados no PA• RL• PERGUNTA RELEVANTE• HIPÓTESE• Testar hípótese: Desenho da pesquisa
    13. 13. DA IDÉIA AO INÍCIO DA PESQUISA• Grande incidência de gemelares em uma regiâo• RL• PERGUNTA RELEVANTE• HIPÓTESE• Testar hípótese: Desenho da pesquisa
    14. 14. DA IDÉIA AO INÍCIO DA PESQUISA• Nota um comportamento diferente em uma parte da célula• RL• PERGUNTA RELEVANTE• HIPÓTESE• Testar hípótese: Desenho da pesquisa
    15. 15. DA IDÉIA AO INÍCIO DA PESQUISA• Novo remédio a ser testado• RL• PERGUNTA RELEVANTE• HIPÓTESE• Testar hípótese: Desenho da pesquisa
    16. 16. Construção de evidência médico- científica• Publicação• Aceitação comunidade científica• Conjuntos de hipóteses geram TEORIAS• Sociedade aceita este conhecimento como verdade
    17. 17. Construção de evidência médico- científica
    18. 18. Construção de evidência médico- científica• Publicação inicial• Gera novas perguntas novos testes publicações subsequentes mais tijolos pra parede!!!• Aceitação comunidade científica verdades para sociedade
    19. 19. PARTES DO TRABALHO CIENTÍFICO Paolo Salvalaggio
    20. 20. O MÉTODO E PARTES DE UM TRABALHOINTRODUÇÃO- Revisão da literatura- Racional ou justificativa- objetivosMATERIAIS E MÉTODOSRESULTADOSDISCUSSÃOCONCLUSÕES
    21. 21. Partes do trabalho Científico• Título• Resumo/Abstract• Introdução• Métodos• Resultados• Discussão (e conclusões)• Referências bibliográficas
    22. 22. Outras partes de alguns tipos de trabalho científico• Pré-textuais: capa, agradecimento, dedicatória, sumário, folha de rosto, ficha catalográfica• Anexos, glossários, listas (figuras ou abreviações)
    23. 23. A primeira página• Título• Autores, títulação e afiliações• Autor para correspondência• Palavras-chave e contagem de palavras• abreviações
    24. 24. A proposal to grade the severity of early allograft dysfunctionafter liver transplantationAuthors: Paolo R. Salvalaggio, MD, PhD1; Guilherme E. Felga, MD1; Rogerio C. Afonso,MD1; Ben-Hur Ferraz-Neto, MD, PhD1.Affiliations: 1Liver Transplantation Unit, Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo,Brazil.Keywords: early allograft dysfunction, complications, re-transplantation, survival, livertransplantation.Word-count: Text: 2994 words (24 pages, 3 tables, 2 Figures-not colored.). Abstract: 237 words.Corresponding author and contact for information:Paolo Salvalaggio, MD, PhDLiver Transplant UnitAv Albert Einstein, 627, room 401, building A1São Paulo, SP, Brazil, 05652-900phone: 55-11-2151-1381email: salvalaggio@einstein.br
    25. 25. Título• Estilos variados• Curto, claro e chamativo!!!• TODO MUNDO LÊ (as vezes só lêem isto!!!)• Tem que ter tema• O que se propõe: ou pergunta ou resposta• Pista sobre tipo de estudo
    26. 26. Resumo• Claro e dentro das normas• Tem que ler, entender e ficar interessado• As vezes só lê até aqui!!!• Introdução/Racional; objetivos, método, resultados e conclusões• Principal parte: RESULTADOS
    27. 27. ABNT- Resumo/Abstract• Folhas separadas• 250 palavras• Título centralizado• Parágrafo único• Espaço simples
    28. 28. Vancouver-Resumo estruturado• Objetivo • intervenção ou teste• tipo de estudo • Variáveis• Local • resultados• Amostra • conclusões
    29. 29. Introdução• geral para o específico: 1-2 PGS• O que se sabe e não se sabe:Define o problema=REVISÃO DA LITERATURA• QUAL A OBSERVAÇÃO QUE GEROU A PERGUNTA
    30. 30. Introdução• Por que é importante que se responda? RACIONAL OU JUSTIFICATIVA• QUAL A HIPÓTESE SER TESTADA?• Qual a pergunta a ser respondida? =OBJETIVO (última linha, sentença ou parágrafo)
    31. 31. Objetivo=Pergunta• O QUE VOCE QUER FAZER?• O QUE QUER TESTAR?• O QUE QUER RESPONDER?PRECISA SER RESPONDIDODESEJA OBTER RESPOSTANOVO, CRIATIVO, IMPORTANTE, RELEVANTEADICIONA AO CONHECIMENTO VIGENTE
    32. 32. Método (COMO?)• Material e métodos ou pacientes e métodos: 1-3pgs• Normas que se seguiram e aprovações• Documentos e consentimentos
    33. 33. Método (COMO?)• Tipo de estudo• Onde e quando se fez estudo?• Como se obtiveram os dados?• Materiais e maquinários: “ingredientes”
    34. 34. Método (DESENHO EXPERIMENTAL)• Grupos e controles (números)• População (inclusão e exclusão)• Variáveis (chave ou principal e secundárias)• estatística
    35. 35. Resultados• O que foi achado?• Contar uma história ao descrever as figuras• Provar o mesmo ponto mais de uma vez• Sequencia lógica de achados de um experimento que gerou nova pergunta e outros achados
    36. 36. QUALIDADE DE TRABALHO• Método rigoroso• Pergunta relevante, inovadora, importante• Resultados convincentes
    37. 37. Discussão• 3-4 pgs: mais longa, complicada• Reitera o racional e a pergunta• Discute os achados do trabalho: INTERPRETAR OS DADOS!!!
    38. 38. Discussão• Um parágrafo para cada achado importante• Do mais importante para o menos• Quais seriam os próximos estudos?• Quais as deficiência/limitações?• Qual aplicabilidade?
    39. 39. Conclusão• Separada ou parte da discussão• RESPONDE OBJETIVO• O que o leitor tem que gravar!!!• “Take home message”• Semelhante as conclusões do resumo
    40. 40. ABNT- Referências Bibliográficas• ABNT 6023• Referência de 1, 2, 3, 4 ou mais autores• Autor em maiúsculo• Título em negrito• Edição, local, editora, ano, páginas
    41. 41. Referências Bibliográficas- Vancouver• citação numérica• Referências: Autores, Título, Periódico, Ano, Numero, Volume, Paginação
    42. 42. Sequencia de escrita• Método (Desenho do experimento)• Introdução• Figuras: Tabelas/Gráficos• Discussão e conclusões• Resultados (revisa figuras)• Resumo• Título
    43. 43. ERROS MAIS COMUNS• Objetivo sem racional• Pergunta não relevante• Método- tipo de estudo errado pra responder pergunta- n errado- sem controle- sem estatística
    44. 44. ERROS MAIS COMUNS• População nos resultados• Resultados não respondem a pergunta: má interpretação• Conclusão diferente resultados ou do objetivo
    45. 45. CONCLUSÕES• Lembrar da aula “O método”: observação, hipótese, pergunta. Teste, resultados• Pergunta relevante, método preciso, resultado convincentes• Seguir dicas para cada sessão• Evitar erros mais comuns• PRATICAR!!!!
    46. 46. www.hepatogastro.com.br salvalaggio@einstein.br (11) 99665-6620
    47. 47. PESQUISA NA INTERNET Dr. Paolo Salvalaggio
    48. 48. CONHECIMENTO NA ÁREA MÉDICA• Como se produz conhecimento• Como se transmite o conhecimento• Velocidade de transmissão do conhecimento• TERMO: Evidência médica• Como se acha informação sobre conhecimento?
    49. 49. ANTIGAMENTE…
    50. 50. Pra que serve a pesquisa na web?• Localizar conhecimento disponível• Achar informação relevante• Revisar assunto• Manter-se informado
    51. 51. O que se pesquisa?• Revisão (múltiplos artigos)• Conhecimento específico (tratamento de doença rara)• Artigo específico (noticiado na imprensa leiga)• Publicações de um pesquisador ou Departamento
    52. 52. Como se pesquisa?• Acesso online• Website escolhido• Base de dados
    53. 53. Base de dados da área de saúde• Medline-Pubmed• Portal Capes• Lilacs• Scielo• Google scholar• outras
    54. 54. PUBMED
    55. 55. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed
    56. 56. PUBMED• Biblioteca nacional americana• gratuito• online• Pós 1966 - 16MILHÔES de citações• +de5000 revistas
    57. 57. PUBMED• +de 80 países• 90% idioma inglês• Resumo qdo disponível sempre em inglês
    58. 58. PUBMED• Título da revista• Autores (sobrenome, iniciais): Pinto, PS• Afiliação• Idioma• Resumo• Tipo de publicação• Volume, número, página da revista
    59. 59. BUSCA• VISÃO GERAL DO SITE• Palavra chave e combinações (AND, OR, NOT)• Truncar (child*)• Limitar• Avançado• Filtros
    60. 60. BUSCA• logar (log in)• Interpretar logos e ícones• Download• Email
    61. 61. ACHEI ARTIGO(S) E AGORA?• Download (e-journals)• Biblioteca e ler/pedir
    62. 62. E-journals Biblioteca: Menu>recursosvirtuais>periódicos digitais e online>setor de ciências da saúde http://biblioteca.up.com.br/conteudo/ 3664/periodicos---ciencias-da- saude.aspx
    63. 63. Bibliotecas e E-journals mundo afora• Yale Harvey Cushing Medical Library• Galter Health Sciences Medical Library• SLU Medical Center Library• UW Medical Center Library http://hsl.uw.edu/ www.nejm.orgc
    64. 64. • Revisões de experts• Atualizadas• “curtas”• Medicina Geral
    65. 65. CONCLUSÕES• Acesso online• Manejar bem Pubmed• Usar biblioteca
    1. A particular slide catching your eye?

      Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

    ×