Your SlideShare is downloading. ×
0
Guia de desenvolvimento biométrico <br />Guia de desenvolvimento Biométrico<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazev...
1. Como garantir a qualidade da impressão digital?<br />1.1 Características biométricas(diferem de pessoa para pessoa)<br ...
1.1 Características Biométricas <br />Há que ter em conta que cada impressão digital tem as suas características e por tal...
1.2 Parâmetros de qualidade<br />Após seleccionarmos os indivíduos passíveis de ser identificados recorrendo à biometria, ...
1.2 Parâmetros de qualidade<br /><ul><li>Brilho - Para imagens secas (dedos secos) gera uma imagem habitualmente clara e é...
1.2 Parâmetros de qualidade<br /><ul><li>Contraste - Intervêm no pré-processamento da imagem, é conveniente jogar com este...
Ganho - Intervêm no pré-processamento da imagem, uma alteração neste valor pode ocasionar resultados drásticos, só se reco...
1.2 Parâmetros de qualidade<br />Outros parâmetros poderão ser especificados para garantir o sucesso da identificação/veri...
1.2 Parâmetros de qualidade<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />De acordo com o manual do SDK este parâmetro tem...
1.2 Parâmetros de qualidade<br /><ul><li> Enroll Image Quality - este parâmetro está compreendido entre [0..100] e deverá ...
1.3 Evento QualityInfo<br />Sugerimos a utilização deste evento como regra para adicionar uma impressão digital à base de ...
1.4 Funções Biométricas(API’S)<br />O NBioBSP SDK é baseado na especificação da NBioAPI projectado pela NITGEN Co., LTD., ...
1.4 Funções Biométricas (API’S)<br />Fluxograma Identificação (1:N)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi ...
1.4 Funções Biométricas(API’S)<br />Fluxograma Identificação (1:N)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi L...
1.4 Funções Biométricas(API’S)<br />Fluxograma Identificação (1:1)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi L...
1.4 Funções Biométricas(API’S)<br />Fluxograma Identificação (1:1)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi L...
1.5 Factores ambientais<br />Os sensores biométricos Nitgen funcionam segundo as leis da reflexão, o que significa que for...
1.6 Posição do dedo no acto da aquisição<br />Outro importante factor na aquisição é a interacção do utilizador final com ...
2. Desenvolvimento de um projecto Biométrico<br />2.1 Conceitos importantes(on-line e off-line)<br />2.2 Captura da impres...
2.1 Conceitos importantes<br />Antes de avançar no projecto há que compreender as suas necessidades, e mediante esta decis...
Save DB to File<br />eNSearch<br />Ficheiro<br />eNSearch SDK<br />eNBSP SDK<br />Load DB From File<br />Aplicação do clie...
2.1 Conceitos importantes<br /> Rede<br />Aplicação do Cliente<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Projecto Off-...
2.1 Conceitos importantes<br />Inicio<br />Capturar FP’SHamster<br />Nsearch(memória volátil)<br />Capturar FP’SBiomax2<br...
2.2 Captura da impressão Digital<br />Sistema On-line<br />Sistema Off-line<br />Sistema On-line<br />Sistema On-line<br /...
As FP são guardadas no módulo biométrico
Inconveniente de não termos a informação centralizada num servidor
Existe a possibilidade da perca de informação.
Não há informação visual sobre a FP quando adquirida directamente no módulo biométrico(FIM)</li></ul>Inicio da Captura<br ...
Barreira Óptica  </li></ul>Instruções para iniciar captura<br /><ul><li>FIM16     (Formato  HV)
FIM16HD(Formato HD)</li></ul>Resposta do terminal-Aplicação<br /><ul><li>Tramas Ascii - Hexa
1Byte =2Bytes (ex: 0xC4 gerado = “0x43-0x34 que corresponde ao “C” e “4” AScii</li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico...
2.2 Captura da impressão Digital<br />Sistema On-line( Terminal )<br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biomét...
2.2 Captura da impressão Digital<br />Sistema On-line( Hamster )<br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométr...
2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster)  Exemplo Visual Basic 6.0<br />Rec...
2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster)  Exemplo Visual Basic 6.0<br />3. ...
2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster)  Exemplo Visual Basic 6.0<br />3. ...
2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Deplhi 7.0 <br />3.  Conve...
2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Deplhi 7.0 <br />Sistema O...
2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo C# .NET<br />Sistema On-li...
2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Deplhi 7.0 <br />Sistema O...
2.4 Verificação/Identificação<br />Dependendo das necessidades do projecto há que escolher claramente um tipo de autentica...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Programar Biometria Nitgen

8,423

Published on

Guia de Programação Biometria - Protudos Nitgen

Published in: Technology
2 Comments
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
8,423
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
256
Comments
2
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Programar Biometria Nitgen"

  1. 1. Guia de desenvolvimento biométrico <br />Guia de desenvolvimento Biométrico<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  2. 2. 1. Como garantir a qualidade da impressão digital?<br />1.1 Características biométricas(diferem de pessoa para pessoa)<br />1.2 Alterar os respectivos parâmetros de qualidade em função das necessidades<br />1.3 Registar em Base de Dados o respectivo valor calculado pelo SDK(Protecção do integrador/Fornecedor)<br />1.4 Funções Biométricas(API’s)<br />1.5 Factores ambientais<br />1.6 Posicionamento correcto do dedo sobre o leitor<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  3. 3. 1.1 Características Biométricas <br />Há que ter em conta que cada impressão digital tem as suas características e por tal é necessário fazer uma pré-selecção, e apurar se é possível identificar uma determinada pessoa recorrendo à biometria.<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Impressão com boa qualidade<br />Impressão danificada<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  4. 4. 1.2 Parâmetros de qualidade<br />Após seleccionarmos os indivíduos passíveis de ser identificados recorrendo à biometria, há que analisar se é necessário alterar os parâmetros de aquisição.<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  5. 5. 1.2 Parâmetros de qualidade<br /><ul><li>Brilho - Para imagens secas (dedos secos) gera uma imagem habitualmente clara e é recomendado baixar o brilho a um valor como 30, contrariamente para imagens húmidas (dedos sobre-hidratados ou suados) gera uma imagem escura e é recomendado subir o brilho para equalizar a imagem a um nível como 60.</li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico <br />Dedo húmido<br />Dedo muito seco<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  6. 6. 1.2 Parâmetros de qualidade<br /><ul><li>Contraste - Intervêm no pré-processamento da imagem, é conveniente jogar com este parâmetro, para dedos secos ou húmidos pode melhorar a relação FRR (índice de falsos rejeitados) é no entanto complexo recomendar um valor distinto ao valor por defeito.
  7. 7. Ganho - Intervêm no pré-processamento da imagem, uma alteração neste valor pode ocasionar resultados drásticos, só se recomenda se se observar uma melhoria notável para todos os casos possíveis.</li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  8. 8. 1.2 Parâmetros de qualidade<br />Outros parâmetros poderão ser especificados para garantir o sucesso da identificação/verificação:<br /><ul><li>Nível de segurança  é um parâmetro que nos permiti definir a quantidade de pontos de Matching (pontos a azul na imagem abaixo) da impressão digital; ao aumentar este nível estamos a aumentar o nível da exigência de identificação entre a impressão digital adquirida no momento e aquela que está na base de dados. [0..9]</li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  9. 9. 1.2 Parâmetros de qualidade<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />De acordo com o manual do SDK este parâmetro tem uma forte dependência com os factores de erro (pág. 37)<br />Valor aconselhado = 5 (normal)<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  10. 10. 1.2 Parâmetros de qualidade<br /><ul><li> Enroll Image Quality - este parâmetro está compreendido entre [0..100] e deverá ser usado SEMPRE para a aquisição da impressão digital. O capture deverá ser usado apenas à posteriori para a identificação/verificação. Ao usar este método vamos ficar com a impressão digital numa variável que depois será reencaminhada para um tratamento de Matching ou verify.</li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico <br /><ul><li>Verify Imagequality este parâmetro está compreendido entre [0..100] e como o próprio método indica funciona como um teste à qualidade de verificação/identificação que o algoritmo faz. O ideal é localizar este parâmetro nos 50</li></ul>Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  11. 11. 1.3 Evento QualityInfo<br />Sugerimos a utilização deste evento como regra para adicionar uma impressão digital à base de dados, caso este valor seja menor do que três não se deve considerar o armazenamento da impressão digital capturada.<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Se q &gt;= 3 Então guardo na Base de Dados<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  12. 12. 1.4 Funções Biométricas(API’S)<br />O NBioBSP SDK é baseado na especificação da NBioAPI projectado pela NITGEN Co., LTD., e provêm de uma avançada tecnologia de autenticação de impressões digitais. O NBioAPI é composto por dois tipos de API’s biométricas, chamadas de API primitiva e API de alto nível. <br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />NBioAPI<br />Baixo nível<br />Caputurar = Capture<br />Aquisição = Enroll<br />Verificação = VerifyMatch“Cliente-servidor”<br />Alto Nível<br />Aquisição = Enroll<br />Verificação = Verify<br />“Stand-alone”<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  13. 13. 1.4 Funções Biométricas (API’S)<br />Fluxograma Identificação (1:N)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  14. 14. 1.4 Funções Biométricas(API’S)<br />Fluxograma Identificação (1:N)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  15. 15. 1.4 Funções Biométricas(API’S)<br />Fluxograma Identificação (1:1)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  16. 16. 1.4 Funções Biométricas(API’S)<br />Fluxograma Identificação (1:1)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  17. 17. 1.5 Factores ambientais<br />Os sensores biométricos Nitgen funcionam segundo as leis da reflexão, o que significa que fortes fontes de luz direccionadas sobre o sensor poderão implicar uma má aquisição da impressão digital. Para além disso dispositivos como o Hamster II dispõem de sensores infra-vermelhos que facilmente poderão ser “enganados” com fortes fontes de radiação.<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  18. 18. 1.6 Posição do dedo no acto da aquisição<br />Outro importante factor na aquisição é a interacção do utilizador final com o leitor, a colocação do dedo de uma forma errada poderá originar a uma fraca impressão digital. <br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  19. 19. 2. Desenvolvimento de um projecto Biométrico<br />2.1 Conceitos importantes(on-line e off-line)<br />2.2 Captura da impressão digital<br />2.3 Tratamento dos dados da impressão digital<br />2.4 Verificação/Identificação do utilizador<br /> 2.4.1 Verificação 1:1<br /> 2.4.2 Identificação 1:N<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  20. 20. 2.1 Conceitos importantes<br />Antes de avançar no projecto há que compreender as suas necessidades, e mediante esta decisão ajustar o tipo de software e hardware.<br />Entram então para o nosso vocabulários dois novos conceitos:<br />Terminal On-line - existe comunicação constante com o host, onde está a ser executada uma aplicação que geralmente controla em tempo real todas as operações. <br />Terminal Off-line - não existe qualquer tipo de aplicação a controlar o terminal e nesta situação, o dispositivo possui inteligência suficiente para gerir a informação que o utilizador lhe faz chegar. <br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  21. 21. Save DB to File<br />eNSearch<br />Ficheiro<br />eNSearch SDK<br />eNBSP SDK<br />Load DB From File<br />Aplicação do cliente<br />Base de Dados Cliente<br />OCX’s/DLL’s<br />2.1 Conceitos importantes<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Projecto On-line – todos eventos são controlados em tempo real pela aplicação<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  22. 22. 2.1 Conceitos importantes<br /> Rede<br />Aplicação do Cliente<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Projecto Off-line – não há comunicação permanente entre o terminal e a aplicação do cliente<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  23. 23. 2.1 Conceitos importantes<br />Inicio<br />Capturar FP’SHamster<br />Nsearch(memória volátil)<br />Capturar FP’SBiomax2<br />objExtraction.Enroll( Null)<br />objNSearch.addFP<br />outputUART(“FIM16”)<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Conversão<br />Identificação/Verificação<br />objFPData.Import<br />objNSearch.IdentifyUser<br />Fim<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  24. 24. 2.2 Captura da impressão Digital<br />Sistema On-line<br />Sistema Off-line<br />Sistema On-line<br />Sistema On-line<br /><ul><li>Possibilidade de adicionar FP directamente no terminal
  25. 25. As FP são guardadas no módulo biométrico
  26. 26. Inconveniente de não termos a informação centralizada num servidor
  27. 27. Existe a possibilidade da perca de informação.
  28. 28. Não há informação visual sobre a FP quando adquirida directamente no módulo biométrico(FIM)</li></ul>Inicio da Captura<br /><ul><li>Pressionar uma tecla
  29. 29. Barreira Óptica </li></ul>Instruções para iniciar captura<br /><ul><li>FIM16 (Formato HV)
  30. 30. FIM16HD(Formato HD)</li></ul>Resposta do terminal-Aplicação<br /><ul><li>Tramas Ascii - Hexa
  31. 31. 1Byte =2Bytes (ex: 0xC4 gerado = “0x43-0x34 que corresponde ao “C” e “4” AScii</li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  32. 32. 2.2 Captura da impressão Digital<br />Sistema On-line( Terminal )<br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  33. 33. 2.2 Captura da impressão Digital<br />Sistema On-line( Hamster )<br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  34. 34. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Visual Basic 6.0<br />Recebemos a FP na AnsInputFP (817bytes)<br />Trama[0…817] [0..17] códigos de sucesso/erro [18…817] Impressão digital<br />Conversão <br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  35. 35. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Visual Basic 6.0<br />3. Conversão <br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  36. 36. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Visual Basic 6.0<br />3. Conversão <br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  37. 37. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Deplhi 7.0 <br />3. Conversão <br />Sistema On-line<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Inicialmente carrego um ficheiro do tipo *.fdb com algumas impressões digitais<br />Carregada a informação na base de dados eNSearch, faço a respectiva importação para formato Biomax2 e faço identificação(1:N)<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  38. 38. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Deplhi 7.0 <br />Sistema On-line<br />Pedido de FP<br />Recebo a informação<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  39. 39. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo C# .NET<br />Sistema On-line<br />1. Enroll FP Hamster <br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  40. 40. 2.3 Tratamento da informação<br />Conversão (Biomax2 &lt;&gt; Formato eNSearch Hamster) Exemplo Deplhi 7.0 <br />Sistema On-line<br />2. Pedido de informação ao Biomax2 e Conversão<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  41. 41. 2.4 Verificação/Identificação<br />Dependendo das necessidades do projecto há que escolher claramente um tipo de autenticação :<br /><ul><li> Verificação (1:1) - Extremamente rápida, o utilizador é convidado a apresentar um dado identificativo (FP ou Cartão de proximidade) que será comparado com os registos existentes
  42. 42. Identificação(1:N) - Depende da quantidade de utilizadores registados, depende das potencialidades da máquina. Aqui o utilizador é convidado a entrar um dado identificativo (FP) , por sua vez a aplicação vai pesquisar na Base de Dados até encontrar o utilizador </li></ul>Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  43. 43. 2.4.1 Verificação<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Como parâmetros, tenho que passar duas impressões digitais a primeira capturada no momento a segunda é a impressão digital que está armazenada para o respectivo utilizador<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  44. 44. 2.4.2 Identificação<br />Após a conversão concluída, o resultado é passado como parâmetro deste método<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  45. 45. 3. Segurança e análise de erro<br />3.1 O sistema biométrico é seguro?<br />3.2 Análise de erro para os dispositivos biométricos<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  46. 46. 3.1 O sistema biométrico é seguro? <br />Em termos de segurança, a Kimaldi Lusa disponibiliza aos seus integradores documentação que garante perante a Comissão Nacional de Protecção de Dados é impossível desencriptar uma Impressão Digital depois de ter sido encriptada pelos algoritmos da Nitgen<br /> “…<br />…“<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  47. 47. 3.2 Análise de erro para dispositivos Biométricos<br />Como em todos os dispositivos, há sempre uma taxa de erro associada seja por problemas relacionados com o hardware seja com problemas relacionados com o software, na biometria não poderia ser excepção. <br />FRR – Falsos Negativos, um falso negativo significa que o utilizador já está registado na base de dados contudo quando é feita uma verificação/identificação o algoritmo rejeita o utilizador, ou seja, é como se o utilizador nunca tivesse sido registado <br />FAR – Falsos Positivos, um falso positivo por sua vez, é a situação em que existe uma identificação mas o algoritmo aponta para um utilizador errado, retornando um nome errado ou até mesmo um ID errado dependendo da aplicação <br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  48. 48. 3.2 Análise de erro para dispositivos Biométricos<br />Estes valores podem ser considerados para uma pequena gama de produtos normalmente, aqueles que não necessitam de qualquer tipo de integração com software. <br /><ul><li> FFR: 1/1,000
  49. 49. FAR: 1/100,000</li></ul>Na gama de produtos de integração não é aplicável valores de FFR e FAR.<br /><ul><li> Hardware – Leitores de secretária (ex. Hamster I e II)
  50. 50. Software – SDK de desenvolvimento</li></ul> <br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Uso negligente SDK = Impossibilidade de prever FRR e FAR<br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  51. 51. 4. Conclusão<br />Sistemas Biométricos<br />Segurança, Fiabilidade e Funcionalidade<br />Produtos Kimaldi + Produtos Nitgen<br />Solução viável, segura de rápida implementação<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  52. 52. 4. Conclusão<br />Fim <br />Obrigado pela vossa atenção!<br />Dúvidas?<br />Departamento Técnico<br />Paulo Azevedo<br />pazevedo@kimaldi.com<br />www.kimaldi.com<br />Guia de desenvolvimento biométrico <br />Kimaldi Lusa, Lda - Paulo Azevedo - pazevedo@kimaldi.com<br />
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×