Uploaded on

www.conage.com.br

www.conage.com.br

More in: Spiritual , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
2,749
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
46
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1.  
  • 2. O exemplo de liderança de São Paulo Apóstolo
    •  O impacto causado por Paulo:
    •  O Apóstolo Paulo, nos textos canônicos do NT,
    •  Paulo na literatura apócrifa.
    •  Paulo, o líder criativo:
    •  O apóstolo dos gentios,
    •  O grande missionário,
    •  O evangelizador epistolar,
    •  A releitura cristã do AT ,
    •  O homem dos contatos humanos,
    •  O organizador de “coleta”,
    •  Paulo e a inculturação do Evangelho.
  • 3. O IMPACTO CAUSADO POR PAULO 
    • Paulo
    • nos
    • Escritos do Novo Testamento
    • e nos
    • Livros Apócrifos
  • 4. O impacto causado por Paulo: o Apóstolo no NT
    • a) Cartas protopaulinas ou autênticas: 1Ts , 1Cor , Fl , Fm , 2Cor , Gl , Rm ;
    • b) Cartas deuteropaulinas , atribuídas a Paulo pela Tradição: Cl , Ef , 2Ts , 1Tm , Tt , 2Tm , Hb ;
    • c) Lucas : At ;
    • d) Provável vínculo com Lc
    • e possível proximidade com Mc .
  • 5. O impacto causado por Paulo: o Apóstolo nos apócrifos
    •  Atos de Pedro e Paulo (séc. II),
    •  Atos de Paulo (séc. II),
    •  Atos de Paulo e Tecla (séc. II),
    •  Apocalipse de Paulo (séc. III-IV),
    •  Prece do Apóstolo Paulo ,
    •  Revelação de Paulo ,
    •  Visão de Paulo ,
    •  Martírio de Paulo (séc. IV-V),
  • 6. O impacto causado por Paulo: O Apóstolo nos apócrifos
    •  Epístolas apócrifas de Paulo (séc. III -IV,
    • às Igrejas de Corinto, Laodicéia, Alexandria e Colossos),
    •  Correspondência de Paulo com o filósofo Sêneca,
    •  Homilias de Clemente Romano ,
    •  Recognitiones/Reconhecimentos (séc. IV, fruto da polêmica antipaulina, já a partir do séc. II).
  • 7. O IMPACTO CAUSADO POR PAULO 
    • Importância
    • de
    • Paulo
    • no passado
    • e
    • no presente
  • 8. O impacto causado por Paulo: celebrado junto a Jesus e Maria
    • Junto a Jesus (Jubileu de 2000)
    • e de sua Mãe Santíssima (Ano Mariano: 1987-1988), Paulo é o único dos personagens bíblicos do NT , de quem celebramos o bimilenário de nascimento
    • (2008-2009).
  • 9. O impacto causado por Paulo: confronto com Pedro?
    • As obras apócrifas das Homilias de Clemente Romano e as Recognitiones estão entre as que opõem Paulo a Pedro.
    • São 112 os apócrifos conhecidos {ἀπό (apó) + κρύπτω (krypto) = ἀπόκρυϕος (apócrifos)}: 50 do AT e 62 do NT (com três significados: escondido, de um grupo, falso...).
  • 10. O impacto causado por Paulo: PAULO INVENTOU O CRISTIANISMO? (Paulo traiu Jesus?)
    • (Revista Superinteressante , dez./2003)
    • ************************************************************
    • Paulo não traiu Jesus,
    • mas foi atraído por Jesus;
    • Paulo não viveu com Jesus,
    • mas viveu Jesus;
    • Paulo não inventou Jesus,
    • mas foi reinventado por Jesus;
    • Sem Jesus,
    • Paulo teria desaparecido da
    • história.
  • 11. Paulo, o líder criativo, convertido fervoroso
  • 12. Paulo, o líder criativo 
    • Paulo,
    • o
    • Apóstolo
    • dos
    • Gentios
  • 13. Paulo, o líder criativo: o Apóstolo dos Gentios
    • Paulo foi o personagem providencial pelo qual o cristianismo se tornou uma religião universal. Humanamente, sem ele, talvez, o cristianismo teria permanecido uma seita judaica...
    • Já desde sua “conversão”, na experiência de Damasco, Paulo recebe a certeza de ser o apóstolo dos gentios: “... Este homem é para mim um instrumento especial para levar o meu nome diante das nações pagãs...” ( At 9,15), disse o Senhor a Ananias.
  • 14. Paulo, o líder criativo: o Apóstolo dos Gentios
    •  Narrando a referida experiência de Damasco aos seus concidadãos de Jerusalém, Paulo interpreta o que, então, lhe fora dito por Ananias: “O Deus de nossos pais te predestinou para conheceres a sua vontade, veres o Justo e ouvires a voz saída de sua boca. Pois tu hás de ser sua testemunha, diante de todos os homens, do que viste e ouviste” ( At 22,15);
    •  Lembra, também, uma visão tida no templo de Jerusalém, em que o Senhor lhe assegurou: “Vai, porque é para os gentios, para longe, que quero enviar-te” ( At 22,21).
  • 15. Paulo, o líder criativo: o Apóstolo dos Gentios
    • Sabe-se “Paulo, servo de Cristo Jesus, chamado para ser apóstolo, escolhido para anunciar o evangelho de Deus... entre todas as nações”
    • ( Rm 1,1.5).
    • Na verdade, Paulo sempre começa por pregar aos judeus, embora por três vezes, na versão lucana, decida ir aos pagãos:
    • At 13,46-49; 18,6; 28,28.
  • 16. Paulo, o líder criativo 
    • Paulo,
    • o
    • Grande
    • Missionário
    • de
    • Todos os Povos
  • 17. Paulo, o líder criativo e grande missionário
    • Apresentando três ou quatro viagens do grande Paulo, Lucas tem um escopo preciso de mostrar o modelo de missionário e, através dessas viagens, oferecer um esquema que abranja a totalidade da missão.
  • 18. Paulo, o líder criativo e grande missionário
    • Viajava-se: por terra (a pé, no lombo de animal, de carroça); por mar (barcos à vela ou remo).
    • Paulo chegou, assim, às grandes cidades do Império: Antioquia, Atenas, Corinto, Éfeso,... Roma. Ele viajava em companhia de outros missionários.
  • 19. Paulo, líder e missionário Primeira Missão ( At 13,1 – 14,28) SEMEADURA
  • 20.
    • « Disse o Espírito Santo: “Separai para mim Barnabé e Saulo, para a obra à qual os destinei” » ( At 13,2)
  • 21. Barnabé e Saulo são enviados e repletos do Espírito Santo (cf. At 13,4.9 + 11,24)
  • 22. Paulo, líder e missionário Segunda missão ( At 15,40 – 8,22): Cultivo
  • 23. Não temas, continua a falar, eu estou contigo (cf. At 18,9-10)
  • 24. Paulo escolhe Silas e Timóteo (cf. At 15,40; 16,3)
  • 25. Paulo, líder e missionário Terceira Missão ( At 18,23 – 21,26): COLHEITA
  • 26. O Espírito me adverte que me aguardam tribulações (cf. At 20,23)
  • 27. “ O Espírito Santo vos constituiu guardiães para apascentar a Igreja de Deus” ( At 20,28)
  • 28. Paulo, líder e missionário Quarta Missão ( At 21,27 – 28,31) “ARMAZENAMENTO”
  • 29. Testemunho: Jerusalém, viagem, Roma...
  • 30. Tem confiança, como deste testemunho em Jerusalém, deves dá-lo em Roma (cf. At 23,11)
  • 31. Paulo, o líder criativo 
    • Paulo,
    • o
    • Pioneiro Cristão
    • no uso de
    • Cartas
    • para
    • evangelizar
  • 32. Paulo, o líder criativo e evangelizador epistolar
    • Paulo começa as comunidades e vai adiante. A partir da Segunda Viagem escreve cartas que deviam ser lidas nas comunidades ( 1Ts 5,27) e trocadas entre as comunidades ( Cl 4,16). Escreveu muitas cartas, mas nem todas foram conservadas e outras foram ajuntadas numa só. É Paulo que inaugura este jeito de evangelizar por meio de epístolas Lembramos que escreveu 7, enquanto outras tantas a Tradição lhe atribuiu.
  • 33. Paulo, o líder criativo e evangelizador epistolar
    •  As Cartas de Paulo são textos ocasionais. Por isso, precisam ser lidas no contexto.
    •  Paulo não escreve no conforto de um escritório, mas em meio às atividades missionárias, talvez num albergue ou tenda, à noite, à luz de vela.
    •  Certamente trocava idéias com seus companheiros de missão que também conheciam os destinatários.
    •  Normalmente Paulo não escrevia de próprio punho (exceção feita a Fm ). Ele ditava e um secretário escrevia (veja-se Rm 16,22: Tércio).
  • 34. Paulo, o líder criativo 
    • Paulo,
    • o
    • Discípulo e Missionário exemplar
    • na releitura do
    • Antigo Testamento
    • para interpretar
    • Jesus Cristo
  • 35. Paulo, o líder criativo: a releitura cristã do AT
    • Paulo continua querendo ser fiel a Deus e ao seu povo. Cristão, ele não deixa de ser judeu. Por ser fiel às esperanças de seu povo é que acaba reconhecendo em Jesus a realização das promessas de Deus ( 2Cor 1,20).
  • 36. Paulo, o líder criativo: a releitura cristã do AT
    • Mais que os outros apóstolos, Paulo conhece bem o AT . Ele não ouviu o Mestre falar. O Evangelho que recebe, ele o reflete e confronta com as Escrituras, aprofunda-o e coloca seus conhecimentos a serviço das comunidades. A partir da fé em Jesus relê o AT e elabora uma reflexão sobre a obra da salvação e, com essa visão, interpreta os acontecimentos. Exemplo típico dessa releitura encontramos em Gl 3 – 4; Rm 11; At 13,16-43.
  • 37. Paulo, o líder criativo 
    • Paulo,
    • o Protagonista
    • de
    • múltiplos contatos
    • com
    • inúmeras Pessoas
  • 38. Paulo, o líder criativo: o homem dos contatos humanos
    • Paulo não foi um pregador solitário. Pelo contrário, foi um homem de comunidade: viveu em comunidade e relacionou-se assiduamente com as comunidades. Típico líder das origens cristãs, manteve amplo leque de contatos. Apreciemos apenas alguns dados demonstrativos:
  • 39. Paulo, o líder criativo: o homem dos contatos humanos
    •  At individua ao menos 32 pessoas (3 mulheres) com quem Paulo manteve contato personalizado, sem contar os fiéis de, ao menos, 10 comunidades;
    •  Sua última Carta (aos Romanos) apresenta um elenco com nada menos de 29 pessoas (com qualificativos), entre as quais 11 mulheres, além de 08 irmãos que estão com o Apóstolo (cf. Rm 16).
  • 40. Paulo, o líder criativo: o homem dos contatos humanos
    •  Paulo, geralmente, escreve as cartas em companhia de seus companheiros de missão:
    •  Escreve 1Cor com Sóstenes ( + Estéfanas, Fortunato e Acaico );
    •  Com Timóteo escreve 2Cor ( + Tito ), Fl ( + Epafrodito ), 1Ts ( + Silvano ) e Fm ( + Epafras, Marcos, Aristarco, Demas e Lucas ).
  • 41. Paulo, o líder criativo 
    • Paulo,
    • o
    • organizador
    • da primeira
    • coleta cristã
    • de que
    • se tem conhecimento
  • 42. Liderança de Paulo na organização da coleta pelos pobres
    • 2Cor 8 – 9 (também Rm 15,26-27) apresenta longa explicação e motivação de Paulo, sobre a coleta em favor da comunidade de Jerusalém (não é a de At 11,27-30). Destacamos alguns elementos:
    •  O pioneirismo da iniciativa;
    •  A generosa contribuição dos irmãos da Macedônia e da Acaia;
    •  A importante colaboração e o zelo de Tito;
  • 43. Liderança de Paulo na organização da coleta pelos pobres
    •  Liberalidade, sem prejudicar-se;
    •  Bom senso de Paulo que delega funções;
    •  A recompensa dos que participam;
    •  A “teologização” do gesto:
    •  Inspiração em Jesus ( 2Cor 8,9),
    •  Intercâmbio de bens, espirituais e materiais ( Rm 15,27).
  • 44. Paulo, o líder criativo 
    • Paulo,
    • o pioneiro exemplar
    • na inculturação
    • do Evangelho
    • em novas culturas
  • 45. Paulo, o líder criativo que sabe inculturar o Evangelho
    •  Aos judeus em Antioquia ( At 13,16-41);
    •  Aos pagãos em Licaônia ( At 14,15-17);
    •  Aos atenienses no Areópago ( At 17,22-31);
    •  Às lideranças cristãs de Éfeso, em Mileto
    • ( At 20,17-35);
    •  Aos judeus em Jerusalém ( At 22,1-21);
    •  No tribunal do governador romano ( At 24,10-21);
    •  Diante de Agripa e Berenice ( At 26,1-23);
    • {- Aos judeus, em Roma ( At 28,17-20)}
  • 46. Paulo, o líder criativo que sabe inculturar o Evangelho
    • Paulo não conviveu com Jesus , mas viveu Jesus . Reinterpreta a mensagem do Mestre essencialmente rural e palestinense para o meio urbano do mundo greco-romano. É-nos, assim, modelo em nossas atuais buscas de falar ao cidadão/cristão da cidade, é mestre na arte de inculturar o Evangelho.
  • 47. Paulo, o líder criativo que sabe inculturar o Evangelho
    • Somos destinatários e herdeiros de Paulo
    • Também a nós são dirigidas as cartas de Paulo, não como a pessoas individuais, mas comunitariamente. O que descobrimos é para benefício comum.
    • O que nos é transmitido e acolhemos é para ser relevante e pertinente hoje. Portanto, cabe-nos estar atentos à realidade, aos problemas da comunidade e do povo. A Palavra de sempre é para iluminar nossos caminhos de hoje, uma vez que ela nos foi transmitida para ajudar a viver e testemunhar o Senhor.