Excreção - Aula em Power Point
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Excreção - Aula em Power Point

on

  • 20,934 views

 

Statistics

Views

Total Views
20,934
Views on SlideShare
7,714
Embed Views
13,220

Actions

Likes
4
Downloads
167
Comments
0

23 Embeds 13,220

http://biologiaprofvasco.blogspot.com.br 11399
http://www.biologiaprofvasco.blogspot.com.br 1272
http://biologiaprofvasco.blogspot.com 211
http://biologiaprofvasco.blogspot.pt 180
http://biologiaprofvasco.blogspot.ru 105
http://www.blogger.com 10
http://biologiaprofvasco.blogspot.com.es 8
http://biologiaprofvasco.blogspot.it 7
http://webcache.googleusercontent.com 3
http://www.biologiaprofvasco.blogspot.de 3
http://biologiaprofvasco.blogspot.jp 3
http://biologiaprofvasco.blogspot.mx 3
http://biologiaprofvasco.blogspot.com.ar 3
http://biologiaprofvasco.blogspot.in 2
http://biologiaprofvasco.blogspot.ro 2
http://biologiaprofvasco.blogspot.ca 2
http://www.biologiaprofvasco.blogspot.com 1
http://biologiaprofvasco.blogspot.de 1
http://2.bp.blogspot.com 1
http://biologiaprofvasco.blogspot.fr 1
http://biologiaprofvasco.blogspot.nl 1
http://biologiaprofvasco.blogspot.gr 1
http://www.google.com 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Excreção - Aula em Power Point Presentation Transcript

  • 1. EXCREÇÃOPROFESSOR VASCO
  • 2. EXCREÇÃO• Através da excreção são eliminadas substâncias tóxicas do organismo (como resíduos nitrogenados provenientes do metabolismo de proteínas e ácidos nucléicos) e substâncias não tóxicas que se encontram em concentrações elevadas em determinado momento. As estruturas ou órgãos excretores são responsáveis ainda pelos controles hídrico e de sais do organismo (osmorregulação ou regulação osmótica).
  • 3. EXCRETAS NITROGENADAS• O metabolismo oxidativo de aminoácidos e bases nitrogenadas leva à formação de alguns produtos que contêm nitrogênio, sendo os de maior interesse a amônia, a uréia ee o ácido úrico.. Amônia: tóxica e altamente solúvel em H2O  se difunde facilmente através dos tecidos animais  nos animais aquáticos pode ser eliminada diretamente para o meio ambiente sem muitos problemas . O animal excretando amônia, acaba eliminando H2O, sendo típica de animais aquáticos.
  • 4. EXCRETAS NITROGENADAS• Os animais terrestres, como não dispõem de quantidades relativamente grandes de água, precisam converter a amônia em outro tipo de substância menos tóxica e menos solúvel, como a uréia ou o ácido úrico. Uréia: menos tóxica e menos solúvel que a amônia.Ácido úrico: praticamente insolúvel em água e ainda menos tóxico que a uréia  relacionado com a oviparidade em vertebrados terrestres.
  • 5. OBSERVAÇÃO• Animais que excretam amônia são denominados Amoniotélicos.• Animais que excretam Uréia são denominados Ureotélicos.• Animais que excretam ácido úrico são denominados Uricotélicos.• A excreção de ácido úrico colabora para uma economia de água no animal , pois é insolúvel em água. Dessa maneira é um fator de adaptação ao meio terrestre.
  • 6. EXCRETAS NITROGENADAS
  • 7. EXCRETAS NITROGENADAS FILOS DE AMONIOTÉLICOS UREOTÉLICOS URICOTÉLICOSINVERTEBRADOS Poríferos X   Cnidários X   Platelmintos X   Nematelmintos X (principal) * X (secundária) • * Nos invertebrados aquáticos a amônia é o principal produto final do catabolismo de aminoácidos. Alguns nematelmintos parasitas, como o Ascaris (lombriga) podem excretar, além da amônia, uma certa quantidade de uréia.
  • 8. EXCRETAS NITROGENADAS FILOS DE AMONIOTÉLICOS UREOTÉLICOS URICOTÉLICOS INVERTEBRADOS aquáticos X (principal) * X (secundária) Moluscos terrestres   X Oligoquetos X (aquáticos) X (terrestres) Anelídeos Poliquetos e X   HirudíneosArtrópo- Insetos   X des Crustáceos X   Equinodermos X  * Nos moluscos aquáticos, as principais excretas nitrogenadasprovenientes do metabolismo das purinas são: amônia (moluscos de águasalgada) e uréia (moluscos de água doce).
  • 9. EXCRETAS NITROGENADAS CORDADOS AMONIOTÉLICOS UREOTÉLICOS URICOTÉLICOS VERTEBRADOS Peixes cartilaginosos  X  Peixes ósseos X (principal) X (secundária)  Larvas X  Anfíbios aquáticas Adultos  X  Quelô aquáticos  X X nios terrestres   XRépteis Crocodilianos X (principal)  X (secundária) Cobras e   X lagartos
  • 10. EXCRETAS NITROGENADAS CORDADOS AMONIOTÉLICOS UREOTÉLICOS URICOTÉLICOSVERTEBRADOS Aves   XMamíferos*  X • * O ácido úrico é o produto nitrogenado final do metabolismo das purinas no homem, no macaco e em cães da raça dálmata. O excesso de ingestão de alimentos contendo purinas pode provocar o acúmulo de cristais de ácido úrico nas articulações, ossos e rins, conduzindo a uma doença reumática denominada GOTA.
  • 11. OSMORREGULAÇÃO EM PEIXESPEIXES DE ÁGUA SALGADA:• São hipotônicos em relação ao meio.• Perdem água constantemente e para compensar, bebem água e sua urina é reduzida , por isso apresentando glomérulos renais pouco desenvolvidos .• A água e os sais ingeridos são absorvidos no intestino e caem na corrente sanguínea.• Os excesso de sais é eliminado pelas branquias por transporte ativo.
  • 12. PEIXES DE ÁGUA DOCE• São hipertônicos em relação ao meio.• Suas células absorvem água constantemente e para evitar a turgência celular ( inchaço das células) tais animais eliminam urina de forma abundante, apresentando glomérulos mais desenvolvios. Com isso há perda de sais.• Através das brânquias o animal absorve sais por transporte ativo.
  • 13. PEIXES CARTILAGINOSOS:• Tais animais, como os tubarões, por exemplo, acumulam altas taxas de uréia no sangue , tornando-se isotônicos em relação ao meio em que vivem ( água salgada ).• É um processo denominado Uremia Fisiológica
  • 14. OSMORREGULAÇÃO CONCENTRAÇÃO SANGÜÍNEA EM ANIMAL HABITAT RELAÇÃO AO OSMORREGULA-ÇÃO MEIO - produção de urina muito diluída;Invertebrados - captação de sais por Água doce Hiperosmóticos transporte ativo (brânquiase vertebrados em crustáceos, brânquias anais em larvas de insetos, brânquias dos peixes).
  • 15. OSMORREGULAÇÃO CONCENTRAÇÃO SANGÜÍNEA EM ANIMAL HABITAT RELAÇÃO AO OSMORREGULA-ÇÃO MEIO - alta salinidade: aumento da concentração interna de aminoácidos;Invertebrados Água salgada Isosmóticos - baixa salinidade: redução da concentração interna de aminoácidos.
  • 16. CONCENTRAÇÃO SANGÜÍNEA EM ANIMAL HABITAT RELAÇÃO AO OSMORREGULA-ÇÃO MEIO - produção de urina muito concentrada; - eliminação do excesso de sais:  peixes ósseos: glândulas secretoras de sais (brânquias);  peixes cartilaginosos: nãoVertebrados Água salgada Hiposmóticos ingerem água; retêm uréia nos fluidos corporais; excretam uréia.  répteis e aves: glândulas de sal (nasais nas aves, linguais nos crocodilos, lacrimais nas tartarugas).  mamíferos: não ingerem água.
  • 17. ÓRGÃOS EXCRETORES• Poríferos e Cnidários:  Não possuem órgãos especializados para a excreção. Cada célula em contato com o meio aquático elimina excretas por difusão.
  • 18. ÓRGÃOS EXCRETORES• Platelmintos: protonefrídeos  suas extremidades fechadas terminam em uma estrutura dilatada contendo em seu interior um ou vários cílios longos: um único cílio: solenócito; vários cílios: célula-flama.
  • 19. ÓRGÃOS EXCRETORES• Nematelmintos: renetes ou glândulas renóides  sistema de três canais que são projeção de uma única célula gigante e altamente diferenciada. O arranjo desses canais lembra a forma da letra H.
  • 20. ÓRGÃOS EXCRETORES• Moluscos: metanefrídeos  túbulo com duas aberturas:  (1) uma abertura ciliada no celoma, chamada nefróstoma, que filtra o líquido celomático;  (2) uma abertura na cavidade do manto que se comunica com a superfície externa do corpo do animal, chamada nefridióporo.
  • 21. ÓRGÃOS EXCRETORES• Anelídeos: metanefrídeos ou nefrídeos  retiram excretas do sangue e do celoma.
  • 22. ÓRGÃOS EXCRETORES• Artrópodes: apresentam os órgãos excretores mais diversificados entre os invertebrados:  Crustáceos: glândulas verdes ou antenais  um par de glândulas excretoras na base das antenas ou dos maxilares.
  • 23. ÓRGÃOS EXCRETORES Demais artrópodes: túbulos de Malpighi retiram as excretas do sangue e doceloma, depositando-as no interior dointestino.
  • 24. ÓRGÃOS EXCRETORES Aranhas: além dos túbulos de Malpighiexistem as chamadas glândulas coxais, emnúmero de quatro no máximo  apresentamcerta semelhança estrutural com asglândulas antenais dos crustáceos.
  • 25. ÓRGÃOS EXCRETORES• Equinodermos: não apresentam órgãos excretores diferenciados  células eliminam as excretas diretamente na água do mar que circula continuamente pelos canais e lacunas do corpo.
  • 26. ÓRGÃOS EXCRETORES• Cordados vertebrados: rins  unidades excretoras denominadas néfrons  evoluíram a partir dos nefrídeos.
  • 27. TIPOS DE RINS DOS VERTEBRADOS• Tipos de rins:  Pronefros: são segmentados e se situam na região anterior do corpo  filtram excretas do celoma. Ocorrem nos ciclóstomos e nos embriões de todos os vertebrados (funcionais apenas em embriões de peixes e anfíbios).  Mesonefros: também são segmentados e se situam na região mediana do animal  filtram as excretas tanto do celoma quanto do sangue. Ocorrem em embriões de répteis, aves e mamíferos e em peixes e anfíbios adultos.  Metanefros: não são segmentados e se situam na região posterior do corpo  filtram excretas apenas do sangue. É o tipo de rim mais evoluído e ocorre em répteis, aves e mamíferos adultos.
  • 28. TIPOS DE RINS DOS VERTEBRADOS
  • 29. TIPOS DE RINS DOS VERTEBRADOS• Os ductos metanéfricos são designados por ureteres e desembocam na cloaca de répteis e aves e na bexiga urinária de mamíferos.
  • 30. RINS METANEFROS
  • 31. FISIOLOGIA DA EXCREÇÃO
  • 32. HORMÔNIO ANTIDIURÉTICO Ana Luisa Miranda Vilela (www.bioloja.com)
  • 33. ALDOSTERONA• Queda da pressão arterial   [Na+] nos túbulos renais  renina (rins)  angiotensinogênio  angiotensina (fígado)  supra-renais (adrenais)  aldosterona  aumenta a absorção ativa de sódio e a secreção de potássio nos túbulos distal e coletor  aumento da pressão arterial.