Aval parc 1ª_2ºtri

6,329 views

Published on

Avaliação 1ª Série do EM

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
6,329
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4,093
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aval parc 1ª_2ºtri

  1. 1. Nome: n.º. série: data: / / AVALIAÇÃO PARCIAL DE GEOGRAFIA (2º TRIMESTRE – 2012) Ensino Médio 1º Série ORIENTAÇÕES: 1. Esta prova deverá ser realizada com caneta azul ou preta. 2. Evite o uso de corretivos e questões de múltipla escolha rasuradas serão anuladas. 3. Não é permitido o uso de aparelhos celulares ou qualquer outro tipo de aparelho eletrônico. 4. A interpretação das questões é parte integrante da própria avaliação. Não será fornecida, por parte dos professores que estão aplicando a prova, nenhum tipo de informação além das que já estão disponíveis no caderno de questões. 5. É vedada a consulta a qualquer tipo de material, tais como livros, anotações, dicionários, cadernos etc. 6. Não ultrapasse os espaços reservados para as respostas de cada questão. RELAÇÃO DE CONTEÚDOS Conceituais Procedimentais Cartografia e poder Leitura e interpretação de texto Um mundo em rede Produção textual As técnicas e as tecnologias Seleção de informações (múltipla escolha); A riqueza das redes Leitura e interpretação de mapas, gráficos e Integração e exclusão tabela. Os fluxos e o sistema de transporte Fixos, fluxos e redes de transporte Circulação de matéria e de informação A formação da economia global Colonialismo e integração mundial Liberalismo, Keynesianismo e NeoliberalismoLeia o texto.ESTADO DO BEM-ESTAR (Welfare State). Sistema econômico baseado na livre-empresa, mas comacentuada participação do Estado na promoção de benefícios sociais. Seu objetivo é proporcionar aoconjunto dos cidadãos padrões de vida mínimos, desenvolver a produção de bens e serviços sociais,controlar o ciclo econômico e ajustar o total da produção, considerando os custos e as rendas sociais.Não se trata de uma economia estatizada; enquanto as empresas particulares ficam responsáveis peloincremento e realização da produção, cabe ao Estado a aplicação de uma progressiva política fiscal, demodo a possibilitar a execução de programas de moradia, saúde, educação, Previdência social, seguro-desemprego e, acima de tudo, garantir uma política de pleno emprego. O Estado do bem-estar 1
  2. 2. Nome: n.º. ano: data: / /corresponde fundamentalmente às diretrizes estatais aplicadas nos países desenvolvidos por governossocialdemocratas. Nos Estados Unidos, certos aspectos do Estado do bem-estar desenvolveram-separticularmente no período de vigência do New Deal. Segundo Paul Sweezy, economista norte-americano, alguns rudimentos do Estado do bem-estar foram aplicados no governo de Bismarck (1815-1898), no Império Germânico. No campo teórico, o ponto de partida da formulação dos contornos doEstado do bem-estar tem seus fundamentos na obra de A.C. Pigou, Economics of Welfare (Economiado Bem-estar), 1920. Posteriormente, sua natureza foi rigorosamente analisada e defendida peloeconomista inglês John Strachey e pelo sueco Gunnar Myrdal. Para Myrdal, trata-se de uma economiaorganicamente estruturada pela ação do poder público. Essa intervenção ocorre no plano dos poderescentral, estadual e municipal. Ao mesmo tempo, o controle público sobre a economia é limitado pelocontrole que a sociedade civil tem sobre o Estado. Embora Myrdal tenha como ponto de referênciapara a sua análise as socialdemocracias escandinavas, ele afirma que o Estado do bem-estar é ainda umobjetivo futuro. Será, segundo ele, uma sociedade na qual se torne possível a realização dos princípiosde fraternidade, liberdade e igualdade, prometidos pela Revolução Francesa. Mesmo discordando deKarl Marx, o ensaísta sueco diz que o Estado do bem-estar, no futuro, corresponderá ao “reino dafelicidade”, sonhado pelo autor de O Capital.SANDRONI, Paulo. Novíssimo Dicionário de Economia. São Paulo: Best Seller, 1999, p.220-221.Com base no texto, nas nossas aulas e nos seus conhecimentos, responda as questões 1, 2, 3 e 4(0,5 ponto cada uma delas).1) Explique o significado da expressão ESTADO DO BEM ESTAR SOCIAL.R.: O Estado do Bem Estar Social foi um sistema econômico baseado na livre-empresa, mas comacentuada participação do Estado na promoção de benefícios sociais. Seu objetivo éproporcionar ao conjunto dos cidadãos padrões de vida mínimos, desenvolver a produção debens e serviços sociais, controlar o ciclo econômico e ajustar o total da produção, considerandoos custos e as rendas sociais. Preocupava-se em garantir aos cidadãos educação e saúde decentes– por meio do sistema público –, bem como salários dignos, além de seguridade social – comosalário desemprego, aposentadorias e pensões.2) Qual o contexto histórico da sua implementação?R.: A implantação do estado do bem estar social deu-se após a 2ª Guerra Mundial, quando sedelineava a Guerra Fria, mas sua origem pode ser encontrada no plano de recuperação daeconomia estadunidense de 1933 – o New Deal – implantado pelo presidente Roosevelt. 2
  3. 3. Nome: n.º. ano: data: / /3) Explique, de forma resumida, o que foi o NEW DEAL.R.: O New Deal foi o plano de recuperação da economia estadunidense pós crise de 1929. Foiimplantado pelo presidente Roosevelt em 1933 e tinha por base as ideias do economista inglêschamado Keynes. O Estado incentivava e direcionava o funcionamento da economia por meio degrandes obras públicas – garantindo assim o pleno emprego – enquanto financiava a expansãoda produção industrial com juros baixos.4) Qual o papel reservado ao Estado no contexto do ESTADO DO BEM ESTAR SOCIAL?R.: No Estado do Bem Estar Social cabe ao Estado a aplicação de uma progressiva política fiscal,de modo a possibilitar a execução de programas de moradia, saúde, educação, previdência social,seguro-desemprego e, acima de tudo, garantir uma política de pleno emprego.As questões 5, 6, 7, 8, 9 e 10 valem 1 ponto cada uma delas.5) A caixa que encolheu a Terra Convencionou-se dizer que o avião, as telecomunicações e a Internet viabilizaram a globalização aoderrubar fronteiras e encurtar distâncias. Do ponto de vista do comércio mundial, no entanto, nenhumainvenção teve mais impacto que o contêiner - aquela grande caixa metálica com tamanho padronizadointernacionalmente que pode transportar, por trens, navios e caminhões, produtos tão distintos comogrãos de café e iPods. Os contêineres são uma espécie de herói esquecido da globalização (...). ("Veja", 04/04/2007)Aponte uma consequência do uso de contêineres para o transporte marítimo mundial e explique porque a sua utilização levou várias áreas portuárias à decadência.R.: Uma das consequências:- venda, em países com mercado consumidor de alta renda de produtos oriundos de países combaixos custos de produção, em função da queda do valor frete.- viabilização da produção fragmentada, com fabricação de cada componente em local de custosmais competitivos, em função do barateamento do transporte.- aumento do volume transportado e, por consequência, diminuição do preço dos fretes.Decadência das áreas portuárias tradicionais:- transporte de carga de caráter intermodal São necessários grandes pátios de armazenamentopara empilhar os contêineres antes do embarque e também a mecanização das operações 3
  4. 4. Nome: n.º. ano: data: / /(guindastes, pinças, pontes rolantes etc.), o que aposentou os antigos portos com cais estreitos elineares.6) Analise o quadro a seguir.Apresente, para cada item, dois argumentos de caráter espacial que expliquem:a) a coerência da distribuição na Alemanha;R.: Dois dentre os argumentos:- O território relativamente reduzido favorece o transporte rodoviário, mais barato paradistâncias não muito grandes (até cerca de 300 ou 400 km).- O clima muito rigoroso provoca o congelamento de alguns rios e portos litorâneos,estabelecendo limites para o transporte aquaviário.- O alto nível de urbanização do país favorece o transporte rodoviário em função de suaflexibilidade, ao contrário do ferroviário, que é pouco flexível e caro para pequenas distâncias.b) a inadequação da distribuição no Brasil.R.: Dois dentre os argumentos:-O alto custo de manutenção das rodovias, o que é um desperdício em um país subdesenvolvido.- A necessidade de grandes gastos de divisas com importação de petróleo, resultante da opçãorodoviária.- O extenso litoral e a ausência de problemas de ordem climática favorecem um uso muito maiorda navegação de cabotagem do que o verificado.- A concentração da maioria da população e da economia do país em uma faixa próxima aolitoral justifica um uso maior da navegação de cabotagem do que o verificado.- Em decorrência das dimensões do território nacional, dever-se-ia privilegiar os meios detransporte mais baratos para grandes distâncias, como o ferroviário e o aquaviário. 4
  5. 5. Nome: n.º. ano: data: / /- A importância da produção e exportação de mercadorias de baixo valor por tonelada(minérios, produtos agrícolas etc.), deslocadas por grandes distâncias até os portos litorâneos,exigiria uma maior participação da rede ferroviária.7) Observe o gráfico, que contém a distribuição das cargas entre diversas modalidades de transporteem três países com grande extensão territorial.a) Identifique a principal modalidade de transporte utilizada em cada um dos países, analisando-as emtermos de custos.R.: No Brasil predomina o transporte rodoviário com altos custos operacionais. Os EstadosUnidos tem predomínio de transporte ferroviário, com custos médios e na China, predomina otransporte aquaviário de custos mais baixos comparativamente.b) Como cada país complementa sua principal opção de transporte? Considerando os custos de cadaum dos meios de transporte, em qual dos três países a opção é mais adequada?R.: O Brasil complementa seus transportes com os sistemas ferroviário e aquaviário; os EstadosUnidos complementam com os sistemas rodoviário e aquaviário e a China com os sistemasferroviário e rodoviário. É nítido que a China tem a melhor relação de uso como opçãoadequada, em relação aos custos.8) O eixo da Rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, representado no mapa aseguir, atrai atualmente um grande volume de investimentos produtivos em diversos setoresindustriais: aeronáutica, indústria automobilística, metalurgia. 5
  6. 6. Nome: n.º. ano: data: / / Mapa sem escalaCite três fatores locacionais que estimulam os investimentos produtivos neste eixo.R.: Proximidade dos maiores mercados consumidores e dos fornecedores de insumos e serviços(bancos, empresas seguros, consultoria etc.);Boa acessibilidade propiciada pela densidade das redes logísticas - rodovias, ferrovias, portos,aeroportos, telecomunicações;Disponibilidade de redes técnicas, energia, telefonia, internet, água, esgoto, coleta de lixo esociais - escolas técnicas, centros de pesquisa, universidades etc.Disponibilidade de mão de obra qualificada;Ambiente institucional favorável aos negócios: incentivos fiscais, oferta de terrenos,investimentos em infraestrutura, parcerias poder público/iniciativa privada etc.;9) Os meios de comunicação - telefone, fax, internet - possibilitaram um aumento nos fluxos decomunicações mundiais.O mapa a seguir mostra que a maior densidade desses fluxos ocorre entre os países desenvolvidos dohemisfério norte. Mapa sem escalaa) Apresente dois tipos de informações trocadas preponderantemente entre os países desenvolvidos. 6
  7. 7. Nome: n.º. ano: data: / /R.: Dentre as principais informações trocadas entre os países desenvolvidos estão: preços demercadorias, cotações de bolsas de valores; informações políticas; informações sobre pesquisa edesenvolvimento etc.b) Por que os fluxos de comunicação são mais densos entre os países desenvolvidos?R.: Dentre os fatores que explicam a maior densidade encontram-se: o maior volume detransações comerciais; o maior volume de transações financeiras; a organização dasmultinacionais - sedes e filiais; a concentração das redes de decisões político-econômicas entre ospaíses desenvolvidos.10) Identifique a região pontilhada e comente a importância da hidrovia assinalada. Mapa sem escalaR.: A região pontilhada no mapa é a América Central – insular e continental. A hidrovia é oCanal do Panamá que liga o Oceano Pacífico ao Oceano Atlântico, facilitando o transportemarítimo entre os dois oceanos.Testes (0,5 ponto cada questão)11) Uma das implicações da atual fase do desenvolvimento técnico-científico mundial refere-se ao usodo computador, pois a informática facilitou a vida de parte da população, mas, ao mesmo tempo,aprofundou as diferenças entre as classes sociais. Quem não sabe utilizar um computador está fadado aperder boas oportunidades de emprego.A problemática mencionada refere-se à (ao):a) exclusão digital.b) busca de sites de emprego pela internet.c) Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).d) analfabetismo funcional.e) funcionalidade da internet. 7
  8. 8. Nome: n.º. ano: data: / /12) À medida que se apropria da natureza (espaço natural) e a transforma, o homem (a sociedade) criaou produz o espaço geográfico e o faz através do trabalho. Utiliza, para tanto, as técnicas de que dispõesegundo o momento histórico e segundo suas representações, ou seja, crenças, valores, normas einteresses econômicos, fatores que orientam suas intervenções e relações com os elementos naturais oufísicos do espaço.(ADAS; ADAS, 1998, p.4).As afirmativas abaixo estão corretas, EXCETO:a) As relações sociais de produção que ocorrem em cada fase da História são responsáveis pelaconstrução e reconstrução do espaço geográfico, caracterizando-o como produto histórico e social.b) As relações socioeconômicas e as de poder e de dominação condicionam a organização do espaço esuas desigualdades e também dependem, em grande parte, do grau de desenvolvimento econômico decada sociedade.c) A expansão marítimo-comercial realizada pelos europeus entre os séculos XV e XVIII, graças afatores de ordem socioeconômica e aos avanços técnicos da navegação, consolidou o capitalismocomercial como novo modelo de produção e de organização do espaço geográfico.d) Os espaços naturais ocupam, ainda, as maiores extensões do planeta, constituindo as áreasmais vulneráveis aos desastres ou às catástrofes ambientais divulgadas pela mídia.e) O desenvolvimento da economia capitalista privilegiou o avanço tecnológico, com poucapreocupação com a preservação da natureza e com a defesa do equilíbrio do meio ambiente.13) 8
  9. 9. Nome: n.º. ano: data: / /Um mercado avassalador dito global é apresentado como capaz de homogeneizar o planeta quando, naverdade, as diferenças locais são aprofundadas. Há uma busca de uniformidade, ao serviço dos atoreshegemônicos, mas o mundo se torna menos unido, tornando mais distante o sonho de uma cidadania tornandoverdadeiramente universal.SANTOS, Milton. Por uma outra globalização Rio de Janeiro: Record, 2000. globalização.Com base nos quadrinhos e no fragmento de texto, dois elementos contraditórios do processo deglobalização capitalista estão identificados em:a) acesso aos mercados e diminuição do padrão de saúdeb) liberalização do mercado e ampliação da participação políticac) acesso ao consumo e redução relativa das distâncias espaciaisd) formação de blocos econômicos e diminuição da renda médiae) integração econômica e exclusão social14) O Reino Unido é uma unidade política composta:a) pela Inglaterra, País de Gales e Escócia; 9
  10. 10. Nome: n.º. ano: data: / /b) pela Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte;c) pela Inglaterra, País de Gales, Escócia, Irlanda e Irlanda do Norte;d) apenas pela Inglaterra;e) pelas Ilhas Britânicas. 10

×