GLOBALIZAÇÃO FASE DO CAPITALISMO FINANCEIRO  DOUTRINA: NEOLIBERALISMO
ORIGEM <ul><li>A globalização é um fenômeno capitalista e complexo que começou com a  expanssão marítima comercial  e que ...
CONCEITO E FORMAÇÃO <ul><li>É o crescimento da interdependência econômica de todos os povos e países da superfície terrest...
FORMAS DE INTEGRAÇÃO ECONÔMICAS <ul><li>Zona de livre-comércio.  É  uma parceria entre países que reduzem ou eliminam as b...
BLOCOS ECONÔMICOS
UNIÃO EUROPÉIA <ul><li>HISTÓRICO: </li></ul><ul><li>O FENÔMENO DA INTEGRAÇÃO EUROPEIA TEVE A SUA ORIGEM DEPOIS DA II GUERR...
COMUNIDADE ECONÔMICA EUROPÉIA–CEE <ul><li>Tratado de Paris-08/04/1951 </li></ul><ul><li>Institui a Comunidade Européia do ...
UNIÃO EUROPÉIA <ul><li>Tratado da União Européia ou de Maastricht - 1992 A UE nasceu com Maastricht  e posteriormente rati...
AMPLIAÇÃO DA UNIÃO EUROPÉIA <ul><li>EU-25 - Europa dos 25 </li></ul><ul><li>Acordo assinado na Grécia amplia o bloco da Un...
BULGÁRIA
ROMÊNIA
Objetivos da união européia <ul><li>É uma organização supranacional dedicada a incrementar a integração econômica e a coop...
UNIÃO MONETÁRIA <ul><li>1998- Nasce o EURO </li></ul><ul><li>Criado em Frankfurt, o Banco Central Europeu é responsável pe...
RICOS E POBRES <ul><li>A diferença entre a região mais rica e a mais pobre da União Européia  praticamente dobrou com a ex...
 
O  NAFTA  (North America Free Trade Agreement)
NAFTA <ul><li>O Tratado Norte-Americano de Livre Comércio, é um tratado envolvendo Canadá, México e Estados Unidos da Amér...
MERCOSUL
MERCOSUL <ul><li>O MERCOSUL foi criado em 1991 com a assinatura do Tratado de  Assunção no Paraguai;  </li></ul><ul><li>Os...
 
As conseqüências da globalização <ul><li>A   mudança no papel do Estado; </li></ul><ul><li>A questão da exclusão e inclusã...
 
ASPECTOS NEGATIVOS <ul><li>Aumento de conflitos  ( varias causas ) </li></ul><ul><li>Atentados terroristas; </li></ul><ul>...
PONTOS POSITIVOS <ul><li>O consumidor foi beneficiado; </li></ul><ul><li>Desenvolvimento dos meios de comunicação e transp...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Globalização econômica

52,815
-1

Published on

Dinâmica da globalização econômica e suas consequências

Published in: Business, Technology
2 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
52,815
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
447
Comments
2
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Globalização econômica

  1. 1. GLOBALIZAÇÃO FASE DO CAPITALISMO FINANCEIRO DOUTRINA: NEOLIBERALISMO
  2. 2. ORIGEM <ul><li>A globalização é um fenômeno capitalista e complexo que começou com a expanssão marítima comercial e que ganhou outras características a partir da Revolução Industrial . e hoje é resultado do pós Segunda Guerra Mundial, e sua nova dinâmica e da Revolução Tecnológica. </li></ul><ul><li>Tendo uma visão apenas da Globalização econômica vamos encontrar varias globalizações ao longo do tempo-histórico. </li></ul>
  3. 3. CONCEITO E FORMAÇÃO <ul><li>É o crescimento da interdependência econômica de todos os povos e países da superfície terrestre . </li></ul><ul><li>Alguns falam em “aldeia global”, </li></ul><ul><li>Está associada a uma aceleração do tempo. </li></ul><ul><li>A globalização é um fenômeno moderno que surgiu com a evolução dos novos meios de comunicação cada vez mais rápidos e mais eficazes. </li></ul><ul><li>OBS:Podemos encontrar pessoas que se posicionam a favor como contra (movimentos anti-globalização). </li></ul>
  4. 4. FORMAS DE INTEGRAÇÃO ECONÔMICAS <ul><li>Zona de livre-comércio. É uma parceria entre países que reduzem ou eliminam as barreiras alfandegárias, tarifárias e não-tarifárias, que incidem sobre a troca de mercadorias dentro do bloco. </li></ul><ul><li>União aduaneira. C aracteriza-se por adotar uma Tarifa Externa Comum, a qual permite estabelecer uma mesma tarifa aplicada a mercadorias provenientes de países que não integram o bloco. </li></ul><ul><li>Mercado comum. Caracteriza-se pela circulação de bens, serviços e os fatores de produção (capitais e mão-de-obra) e pressupõem-se a coordenação de políticas macro-econômica, devendo todos os países-membros seguir os mesmos parâmetros para fixar taxas de juros e de câmbio e para definir políticas fiscais. </li></ul><ul><li>União monetária. Constitui o estágio mais avançado do processo de formação de blocos econômicos . </li></ul><ul><li>No estágio de União Econômica e Monetária tem de existir uma moeda única e uma política monetária inteiramente unificada e conduzida por um Banco Central comunitário. </li></ul>
  5. 5. BLOCOS ECONÔMICOS
  6. 6. UNIÃO EUROPÉIA <ul><li>HISTÓRICO: </li></ul><ul><li>O FENÔMENO DA INTEGRAÇÃO EUROPEIA TEVE A SUA ORIGEM DEPOIS DA II GUERRA MUNDIAL; </li></ul><ul><li>QUANDO SE TEVE QUE RECONSTRUIR UMA EUROPA ARRUINADA POR GUERRAS E EVITAR ASSIM NOVOS CONFRONTOS ENTRE OS POVOS QUE PARTILHAM UMA REALIDADE HISTÓRICA E GEOGRÁFICA; </li></ul><ul><li>CONSERVAR SUA ENTIDADE, SEU IDIOMA E A SUA CULTURA. </li></ul>
  7. 7. COMUNIDADE ECONÔMICA EUROPÉIA–CEE <ul><li>Tratado de Paris-08/04/1951 </li></ul><ul><li>Institui a Comunidade Européia do Carvão e do Aço (CECA); </li></ul><ul><li>foi assinado, em Paris, pela Bélgica, França, Alemanha oc, Luxemburgo e Países Baixos. </li></ul><ul><li>Tratado de Roma-5/03/1957 </li></ul><ul><li>Institui a Comunidade Econômica Européia e a CEEA; </li></ul><ul><li>Países membros: </li></ul><ul><li>França, Alemanha, Itália, </li></ul><ul><li>Bélgica, Luxemburgo e Holanda. </li></ul><ul><li>o </li></ul>
  8. 8. UNIÃO EUROPÉIA <ul><li>Tratado da União Européia ou de Maastricht - 1992 A UE nasceu com Maastricht e posteriormente ratificado no dia 1º de novembro de 1993, pelos 12 membros da Comunidade Européia - Bélgica, Dinamarca, França, Alemanha, Grã-Bretanha, Grécia, Irlanda, Itália, Holanda Luxemburgo, Portugal e Espanha, com o objetivo de eliminar todas as barreiras alfandegárias  entre os países. </li></ul><ul><li>EU-15 - Ela cresceu. Em 1995, ela foi ampliada com a entrada da Finlândia, da Áustria e da Suécia. Denominada Europa dos quinze. </li></ul>
  9. 9. AMPLIAÇÃO DA UNIÃO EUROPÉIA <ul><li>EU-25 - Europa dos 25 </li></ul><ul><li>Acordo assinado na Grécia amplia o bloco da União Européia até 2004 para 25 países </li></ul><ul><li>no dia 1º de maio de 2004, mais 10 países passam a fazer parte da União Européia junto com os atuais 15 membros. Pela importância demográfica são eles: Eslováquia, Lituânia, Polônia, República Checa, Hungria, Eslovênia, Letônia, Estônia, Chipre e Malta; </li></ul><ul><li>Em 1º de janeiro de 2007 a UE passa a ter 27 integrantes com a entrada da Romênia e Bulgária. </li></ul>
  10. 10. BULGÁRIA
  11. 11. ROMÊNIA
  12. 12. Objetivos da união européia <ul><li>É uma organização supranacional dedicada a incrementar a integração econômica e a cooperação entre seus estados membros, outorgando a cidadania européia aos cidadãos de todos os estados membros. </li></ul><ul><li>Intensificar os acordos aduaneiros e sobre imigração objetivando permitir aos  cidadãos europeus liberdade para ir e vir em qualquer um dos países  membros e diminuir o controle nas fronteiras entre os países membros. </li></ul><ul><li>INSTITUIÇÕES SUPRANACIONAIS: </li></ul><ul><li>Parlamento Europeu; </li></ul><ul><li>Conselho da União Européia; </li></ul><ul><li>Comissão da União Européia; </li></ul><ul><li>Conselho de Ministro; </li></ul><ul><li>Tribunal de Justiça da União Européia; Tribunal de Contas da União. </li></ul>
  13. 13. UNIÃO MONETÁRIA <ul><li>1998- Nasce o EURO </li></ul><ul><li>Criado em Frankfurt, o Banco Central Europeu é responsável pela criação do Euro, a moeda única européia. </li></ul><ul><li>2002- O Euro entra em circulação </li></ul><ul><li>Dos 15 países integrantes da União Européia, Reino Unido, Dinamarca e Suécia não aderem à moeda única. </li></ul>
  14. 14. RICOS E POBRES <ul><li>A diferença entre a região mais rica e a mais pobre da União Européia praticamente dobrou com a expansão do bloco. A renda per capita em Luxemburgo, a mais alta do bloco, é quatro vezes maior do que a dos países bálticos e da Polônia. Com a exceção do Chipre, nos novos países da União Européia vive-se com menos do que nos atuais membros. </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  15. 16. O NAFTA (North America Free Trade Agreement)
  16. 17. NAFTA <ul><li>O Tratado Norte-Americano de Livre Comércio, é um tratado envolvendo Canadá, México e Estados Unidos da América numa área de livre comércio, com redução tarifária para troca de mercadorias entre os três países </li></ul><ul><li>O atual NAFTA entrou em vigor em 1994, com um prazo de 15 anos para a total eliminação das barreiras alfandegárias entre os três países, estando aberto a todos os Estados da América Central e do Sul. </li></ul><ul><li>O bloco econômico do NAFTA abriga uma população de 417,6 milhões de habitantes, produzindo um PIB de US$ 11.405,2 trilhões, que gera US$ 1.510,1 trilhão de exportações e US$ 1.837,1 trilhão de importações. </li></ul><ul><li>São Países-Membros do NAFTA: Estados Unidos, Canadá e México. </li></ul>
  17. 18. MERCOSUL
  18. 19. MERCOSUL <ul><li>O MERCOSUL foi criado em 1991 com a assinatura do Tratado de  Assunção no Paraguai; </li></ul><ul><li>Os membros deste bloco econômico da América do Sul são: Argentina, Brasil, Paraguai, e Uruguai ( membros plenos ); </li></ul><ul><li>O mercosul tem como membros associados a Bolivia (1996), Chile (1996), Peru (2003), Colômbia (Colômbia) e Equador (2004) e Venezuela (2006); </li></ul><ul><li>A ratificacão da entrada da Venezuela como membro está na dependência da ratificação do Congresso Nacional do Paraguai, pois os congressos nacionais do Brasil, Argentina e Uruguai já ratificaram a entrada da Venezuela no Mercosul; </li></ul><ul><li>O Mercosul encontra-se no estágio de União Aduaneira, no processo de integração entre entre os países membros plenos. </li></ul>
  19. 21. As conseqüências da globalização <ul><li>A mudança no papel do Estado; </li></ul><ul><li>A questão da exclusão e inclusão social; </li></ul><ul><li>Processo de aculturação ( cultura ocidental ) </li></ul><ul><li>Desemprego conjuntural , e principalmente estrutural em vários setores; </li></ul><ul><li>Política de privatizações de empresas estatais; </li></ul><ul><li>Expansão das multinacionais (inventoras da globalização ) </li></ul><ul><li>Padronização de : </li></ul><ul><li>modelo econômico; </li></ul><ul><li>informação; </li></ul><ul><li>Idéia e </li></ul><ul><li>de consumo ( Busca-se uma padronização cultural ) </li></ul><ul><li>associações econômicas de países ( blocos econômicos ) </li></ul>
  20. 23. ASPECTOS NEGATIVOS <ul><li>Aumento de conflitos ( varias causas ) </li></ul><ul><li>Atentados terroristas; </li></ul><ul><li>Maior possibilidade de instabilidade econômica; </li></ul><ul><li>Maior interdependencia entre os estados-nacões; </li></ul><ul><li>Graves deficiências econômicas para o mundo subdesenvolvido; </li></ul><ul><li>Perda gradativa da identidade nacional; </li></ul><ul><li>Concentração da renda mundial; </li></ul><ul><li>Impactos ambientais em escala global. </li></ul>
  21. 24. PONTOS POSITIVOS <ul><li>O consumidor foi beneficiado; </li></ul><ul><li>Desenvolvimento dos meios de comunicação e transporte; </li></ul><ul><li>ONGs: ( a “polícia” do mundo globalizado ); </li></ul><ul><li>Desenvolvimento da cidadania, dos direitos humanos e da conscientização ambiental; </li></ul><ul><li>Maior facilidade ao conhecimento; </li></ul><ul><li>A multipolaridade de poder econômico. </li></ul><ul><li>ex.: G7, G8, G5, G13, G20, BRICA... </li></ul>
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×