Aula 8   recursos, níveis e ambiente organizacional
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Aula 8 recursos, níveis e ambiente organizacional

on

  • 7,777 views

Aula sobre definições e conceitos relativos a níveis hierárquicos e o ambiente organizacional. Para alunos de O,S e M.

Aula sobre definições e conceitos relativos a níveis hierárquicos e o ambiente organizacional. Para alunos de O,S e M.

Statistics

Views

Total Views
7,777
Views on SlideShare
7,777
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
100
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Aula 8 recursos, níveis e ambiente organizacional Presentation Transcript

  • 1. Organização: uma visão sistêmica e contingencial Recursos organizacionais   Os recursos organizacionais abrangem os meios que as empresas possuem para realizar suas tarefas e atingir os objetivos.   Classificação dos recursos: –  Materiais e físicos: necessários para as operações básicas da empresa. –  Financeiros: permitem a aquisição dos outros recursos.
  • 2. Organização: uma visão sistêmica e contingencial Recursos organizacionais –  Humanos: trazem para a empresa habilidades, conhecimentos, atitudes, comportamentos, percepções, etc. –  Mercadológicos: meios pelos quais a empresa localiza, entra em contato e influencia clientes e usuários. –  Administrativos: meios com os quais as atividades empresariais são planejadas, organizadas dirigidas e controladas.
  • 3. Organização: uma visão sistêmica e contingencial Níveis organizacionais   As empresas possuem três diferentes partes ou níveis hierárquicos:   Institucional –  Envolve o nível estratégico da empresa; –  Análise global da empresa (objetivos e estratégias globais); –  Busca um nível de otimização nas relações entre a empresa e seu ambiente;
  • 4. Organização: uma visão sistêmica e contingencial Níveis organizacionais –  Elaboração do planejamento estratégico e políticas institucionais.   Intermediário –  Envolve o nível intermediário da empresa (média gerência); –  Amplitude departamental (objetivos e estratégias departamentais); –  Articulação interna entre os dois níveis; –  Elaboração e implementação dos planos táticos.
  • 5. Organização: uma visão sistêmica e contingencial Níveis organizacionais   Operacional –  Envolve o nível operacional da empresa; –  Responsável pelo desdobramento do plano tático de cada departamento em planos operacionais para cada tarefa; –  Relacionado à execução cotidiana e racional das tarefas básicas da organização;
  • 6. Organização: uma visão sistêmica e contingencial Níveis organizacionais –  Formaliza os planos de ação (recursos necessários, procedimentos básicos, produtos/ resultados finais esperados, prazos estabelecidos, responsáveis pela aprovação e execução).
  • 7. Organização: uma visão sistêmica e contingencial
  • 8. Organização: uma visão sistêmica e contingencial Ambiente Organizacional   O ambiente representa tudo aquilo que está situado fora da Organização.   É do ambiente que as empresas obtêm os recursos e informações necessários para subsistência e funcionamento, e é no ambiente que colocam os resultados de suas operações.
  • 9. Organização: uma visão sistêmica e contingencial Ambiente Organizacional   Na medida que o ambiente sofre mudanças, a Organização é influenciada por essas mudanças. E alterações internas na Organização também podem provocar mudanças no ambiente.   Para melhor compreender o ambiente de uma Organização, pode-se decompô-lo em dois segmentos:
  • 10. Organização: uma visão sistêmica e contingencial
  • 11. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente geral ou macroambiente   Fatores tecnológicos: envolve custos e disponibilidades de todos os fatores produtivos utilizados nas empresas e as mudanças tecnológicas que envolvem e afetam esses fatores de produção, bem como novos produtos ou serviços que poderão substituir os atuais produtos ou serviços oferecidos.
  • 12. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente geral ou macroambiente   Fatores políticos: envolve decisões governamentais no nível federal, estadual e municipal capazes de afetar as atividades e operações da empresa.
  • 13. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente geral ou macroambiente   Os governos podem ser grandes compradores de bens e de serviços, subsidiar empresas e indústrias que os ajudam a sobreviver e prosperar, proteger as empresas locais da concorrência estrangeira e sobretudo ver nas empresas as oportunidades de emprego indispensáveis para a sobrevivência e o bem- estar dos cidadãos.
  • 14. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente geral ou macroambiente   Fatores econômicos: como o estágio da economia (em depressão, recessão, recuperação ou prosperidade), a tendência nos preços de bens e serviços (inflação ou deflação), políticas monetárias, políticas fiscais, balança de pagamentos etc.   Cada uma dessas facetas da economia pode facilitar ou dificultar o alcance dos objetivos da empresa e o sucesso ou fracasso de sua estratégia.
  • 15. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente geral ou macroambiente   Fatores legais: as legislações federal, estadual e municipal vêm afetando cada vez mais as operações e atividades das empresas.   A legislação sobre assuntos como: –  salários e controles de preços; –  higiene e segurança do trabalho; –  concessão de crédito direto ao consumidor; –  construção de edifícios;
  • 16. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente geral ou macroambiente –  condições de trabalho; –  faturamento; –  estocagem e depósito de matérias-primas e de produtos acabados, e uma infinidade de outros aspectos tornam a atividade empresarial sujeita a limitações e restrições legais.   Muitas vezes, a estratégia empresarial esbarra em certos impedimentos legais.
  • 17. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente geral ou macroambiente   Fatores sociais: Os valores sociais e as atitudes das pessoas - como clientes ou empregados - podem afetar a estratégia empresarial.   A qualidade desejada de vida, os padrões de conforto, as preferências de lazer, os costumes referentes a vestuário, passeios, interesses etc. influenciam os produtos e serviços desejados pela sociedade em geral, bem como sua qualidade, preço, importância etc.
  • 18. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente geral ou macroambiente   Fatores demográficos - como a densidade populacional e distribuição geográfica da população, distribuição por idade, sexo, raça etc., definem a maneira pela qual os clientes estão distribuídos no mercado.   Fatores ecológicos: envolvendo aspectos do ambiente físico e natural, bem como políticas governamentais a respeito.
  • 19. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa   Consumidores ou usuários dos produtos ou serviços da empresa, isto é, os clientes da empresa.   É o chamado mercado (de consumidores, usuários ou clientes) e que pode absorver todos os resultados ou saídas da atividade empresarial.
  • 20. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa   Tanto o mercado atual como o potencial precisam ser abordados para a verificação de oportunidades e ameaças, a curto, médio ou longo prazo.   As necessidades e preferências dos consumidores são aspectos que não podem ser ignorados pela empresa.
  • 21. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa   A pergunta básica é: –  quais são os consumidores atuais e potenciais dos produtos ou serviços da empresa? –  Quais são suas necessidades e preferências? –  Quais outras alternativas para melhor atendê- los?
  • 22. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa   Fornecedores de recursos isto é, as empresas que proporcionam as entradas e os recursos necessários para as operações e atividades da empresa. –  Em outros termos, as demais empresas com às quais a empresa mantém relações de dependência.
  • 23. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa –  Existem fornecedores de:   capital e de dinheiro (mercado de capitais envolvendo acionistas, investidores e particulares, bancos, entidades financeiras etc.);   materiais e matérias primas (mercado de fornecedores que proporcionam os insumos materiais básicos para a empresa);
  • 24. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa   equipamentos;   tecnologia;   mão-de-obra;   espaço a ser alugado, comprado ou arrendado, de serviços (como propaganda, assistência médico-hospitalar, recrutamento e seleção, limpeza e faxina, segurança e vigilância bancária e industrial etc.).
  • 25. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa –  Muitas empresas procuram a integração vertical fabricando todos os subprodutos e componentes necessários para a produção de seus produtos ou serviços, a fim de diminuir sua dependência externa em relação a fornecedores, reduzir custos e melhor aproveitar recursos disponíveis; –  Outras procuram delegar a outras empresas fornecedoras uma parcela de suas atividades (terceirização), a fim de se concentrar e especializar nas operações essenciais para aumentar sua eficiência.
  • 26. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa –  São duas estratégias opostas:   A primeira reduz a dependência externa, mas provoca problemas de complexidade dentro da empresa que passa a lidar internamente com uma variedade de assuntos heterogêneos;
  • 27. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa   A segunda aumenta a dependência externa em relação às demais empresas fornecedoras, mas alivia internamente a empresa de uma enorme variedade de problemas, permitindo- lhe concentrar-se em problemas que ela não pode delegar nem abrir mão para terceiros.   No primeiro caso há uma resposta empresarial a ameaças externas e, no segundo, a oportunidades externas.
  • 28. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa   Concorrentes (quanto a saídas ou entradas) da empresa. Podem disputar clientes, consumidores ou usuários, como é o caso de empresas que produzem os mesmos produtos ou serviços que são colocados no mesmo mercado consumidor. –  Podem disputar também os recursos necessários, como é o caso de empresas que precisam das mesmas entradas, como: dinheiro, materiais e matérias-primas, máquinas e equipamentos, tecnologia, recursos humanos, serviços etc.
  • 29. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa   A concorrência quanto a saídas ou entradas provoca alterações no mecanismo de oferta e procura do mercado, interferindo: –  nas disponibilidades; –  nos preços; –  na qualidade e na relativa facilidade ou dificuldade na obtenção dos recursos indispensáveis às operações da empresa.
  • 30. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa   A concorrência afeta a dinâmica do ambiente, provocando turbulência e reatividade ambiental.   Agências regulamentadoras como: –  entidades governamentais; –  sindicatos; –  associações de classe;
  • 31. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa –  opinião pública etc., que interferem nas atividades e operações da empresa, quase sempre para vigiá-las, controlá-las e provocar restrições e limitações, reduzindo o grau de liberdade no processo de tomada de decisões da empresa.
  • 32. Organização: uma visão sistêmica e contingencial   Ambiente Tarefa   Em casos de hostilidade neste setor do ambiente de tarefa, a empresa precisa adotar estratégias bem planejadas e implementadas para reduzir ou neutralizar as coações e ameaças externas.