Aula 5 estrutura organizacional

223,531 views
223,006 views

Published on

Published in: Business
5 Comments
37 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
223,531
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
40
Actions
Shares
0
Downloads
4,516
Comments
5
Likes
37
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula 5 estrutura organizacional

  1. 1. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Conceitos, Tipos, Organograma, Departamentalização
  2. 2. Organização   É a ordenação e o agrupamento de atividades e recursos, visando ao alcance de objetivos e resultados estabelecidos.
  3. 3. Conceitos Básicos: Estrutura organizacional É o conjunto ordenado de responsabilidades, autoridades, comunicações e decisões das unidades organizacionais de uma empresa. Estrutura Formal Estrutura Informal Objeto de grande parte de estudo É a rede de relações sociais e das organizações empresarias, é pessoais que não é estabelecida ou requerida pela estrutura formal. aquela deliberadamente planejada Surge da interação social das e formalmente representada, em pessoas, o que significa que se alguns de seus aspectos, pelo desenvolve espontânea mente organograma. quando as pessoas se reúnem. Portanto, apresenta relações que, usualmente, não aparecem no organograma.
  4. 4. Estrutura Informal   Abordagem nas pessoas e suas relações   Não pode ser extinta   Autoridade informal é mais instável e horizontal que a formal   Não está sujeita ao controle da direção, pela sua natureza subjetiva   Surgimento de líderes informais por várias causas   Pode ser um celeiro de líderes formais
  5. 5. Fatores que condicionam o surgimento:   Interesses comuns entre pessoas   Interação provocada pela estrutura formal   Defeitos na estrutura formal   Flutuação de pessoal dentro da empresa   Períodos de lazer   Disputa pelo poder
  6. 6. Estrutura Informal - Vantagens   Proporciona maior rapidez no processo decisório   Reduz distorções da estrutura formal e a complementa   Reduz a carga de comunicação dos chefe   Motiva e integra as pessoas da empresa
  7. 7. Estrutura Informal - Desvantagens   Provoca desconhecimento da realidade empresarial pela chefia   Dificuldade de controle   Possibilidade de atritos entre as pessoas
  8. 8. Delineamento da Estrutura Organizacional Leva-se em consideração:   Componentes   Condicionantes   Níveis de Influência   Níveis de Abrangência
  9. 9. FATOR HUMANO FATOR AMBIENTE EXTERNO Sistema de Sistema de Responsabilidade Autoridade • Departamentalização • Amplitude de controle • Linha e Assessoria • Níveis hierárquicos • Descrição das atividades • Delegação • Centraliz/descentralização Níveis de Influência Estratégico, tático e operacional Níveis de Abrangência Empresa, UEN, Corporação Sistema de Sistema de Comunicação Decisões •  Análise das atividades • O que comunicar • Como comunicar •  Análise das decisões • Quando comunicar •  Análise das relações entre as U.O. • De quem/para quem FATOR OBJETIVOS E FATOR TECNOLÓGICO ESTRATÉGIAS
  10. 10. Componentes   AUTORIDADE é o direito de fazer alguma coisa   RESPONSABILIDADE refere-se á obrigação que uma pessoa tem de fazer alguma coisa para outra.
  11. 11. Componentes   COMUNICAÇÃO é o processo mediante o qual uma mensagem é enviada por um emissor, por meio de determinado canal, e entendida por um receptor.   Esquemas   Fluxos   Custo   Subsistema de procedimentos
  12. 12. Componentes   OBJETIVO é o alvo ou situação que se pretende atingir   ESTRATÉGIA é a definição do caminho mais adequado para alcançar o objetivo   POLÍTICA é o parâmetro ou orientação para a tomada de decisões
  13. 13. Níveis de influência Nível Estratégico Planejamento Estratégico Nível Tático Planejamento Tático Planejamento Nível Operacional Operacional
  14. 14. Tipos de Estrutura   São resultados da forma de departamentalização e refletem diferentes formas de se organizar os recursos disponíveis
  15. 15. Estrutura Linear ou Militar É uma estrutura baseada na organização do exército, tendo como característica uma única chefia como fonte de autoridade. Vantagens:   aplicação simples;   fácil transmissão de ordens e recebimento de informações;   definição clara dos deveres e responsabilidades. Desvantagens:   organização rígida;   exige chefes excepcionais;   não favorece o espírito de equipe e de cooperação.
  16. 16. ESTRUTURA LINEAR OU MILITAR PRESIDÊNCIA VICE-PRESIDÊNCIA DIRETORIA DEPARTAMENTO DEPARTAMENTO DIVISÃO DIVISÃO DIVISÃO DIVISÃO SETOR SETOR SEÇÃO SEÇÃO
  17. 17. SUPERINTENDÊNCIA VICE- SUPERINTENDÊNCIA DIRETORIA DIRETORIA GERÊNCIA GERÊNCIA SUPERVISÃO SUPERVISÃO Legenda: ____ atividade de linha
  18. 18. Linha e Assessoria   Nas unidades de linha os executivos são encarregados pelas funções básicas da empresa e tem responsabilidade e autoridade perante as atribuições relacionadas com a operacionalização das atividades principais da organização. (OLIVEIRA, 2004)   Asfunções de assessoria estão ligadas às atividades de aconselhamento, análise e estudos de novos negócios. (OLIVEIRA, 2004)
  19. 19. Linha e Assessoria Vantagens:   tornar a organização facilmente adaptável às necessidades;   favorecer a execução do trabalho das unidades de linha;   promover maior eficiência. Desvantagens:   a assessoria tende a usurpar a autoridade de linha;   os órgãos de execução reagem contra sugestões da assessoria;   as sugestões, às vezes, confundem-se com as ordens ou entram em conflitos com estas.
  20. 20. Linha e Assessoria PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE PLANEJAMENTO DIRETORIA DIRETORIA DIRETORIA ADMINISTRATIVA/ INDUSTRIAL COMERCIAL FINANCEIRA ASSESSORIA DE ORGANIZAÇÃO, SISTEMAS & MÉTODOS GERÊNCIA GERÊNCIA ADMINISTRATIVA FINANCEIRA
  21. 21. Comissão ou Colegiada Caracteriza-se pela chefia colegiada pela tomada de decisões políticas e estratégicas da empresa e pela divisão de responsabilidade. Denominações: junta, comissão, conselho. Vantagens:   facilitar a participação de especialistas;   julgamento impessoal;   pontos de vista mais gerais. Desvantagens:   fraqueza na direção de operações quotidianas;   decisões mais demoradas;   responsabilidade mais diluída.
  22. 22. Órgãos Colegiados COMISSÃO EXECUTIVA PRESIDÊNCIA DIRETORIA DIRETORIA DIRETORIA ADMINISTRATIVA/ INDUSTRIAL COMERCIAL FINANCEIRA ASSESSORIA DE ORGANIZAÇÃO, SISTEMAS & MÉTODOS GERÊNCIA GERÊNCIA ADMINISTRATIVA FINANCEIRA
  23. 23. PRESIDÊNCIA DIVISÃO DIVISÃO DIVISÃO DIVISÃO REDE ADMINISTRATIVA/ QUÍMICA FARMACÊUTICA FARMÁCIAS FINANCEIRA UENs UEN – Unidade Estratégica de Negócios é uma unidade ou divisão da empresa responsável para desenvolver uma ou mais AEN – Áreas Estratégicas de Negócios. AEN – Áreas estratégicas de Negócios é uma parte ou segmento de mercado com a qual a empresa, por meio de suas UEN, se relaciona de maneira estratégica, ou seja, de forma otimizada.
  24. 24. Orientada a Processos Vantagens:   o processo tem um líder que é responsável por ele;   cada empregado conhece o processo por inteiro;   as melhorias no processo são constantes;   cada empregado é responsável pelo processo por inteiro e não somente por sua atividade.
  25. 25. Orientada a Processos
  26. 26. Organograma É A REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DA ESTRUTURA DA EMPRESA. No organograma é possível perceber: A divisão do trabalho (departamentalização) A relação superior subordinado (linhas de autoridade e responsabilidade)
  27. 27. Organograma Conforme a necessidade, pode-se demonstrar: Os cargos existentes Os nomes dos titulares A quantidade de pessoas por unidade A relação funcional
  28. 28. Técnica de Elaboração Definição dos objetivos; Definição das funções primárias e secundárias - afinidade e similaridades; Descrição das funções; Levantamento dos relacionamentos; Hierarquização dos órgãos; Definição de autoridade; Escolha do modelo;
  29. 29. Técnica de Elaboração Nome da organização, data da elaboração e revisão; Nome dos órgãos - as siglas devem ser legendadas A linha pontilhada pode ter qualquer significado, desde que haja a explicação na legenda; A linha contínua significa autoridade; Unidades da mesma nomenclatura devem sempre estar no mesmo nível;
  30. 30. Organograma – Recomendações finais É comum e correta a a utilização da forma mista. Uma atividade de apoio a várias unidades deve ficar subordinada a unidade que mais frequentemente utiliza. As atividades de controle devem ficar dissociadas das atividades a serem controladas.
  31. 31. ORGANOGRAMA CIRCULAR
  32. 32. Organograma radial FÁBRICA EMPRESA DE DE PUBLICIDADE AUTOMÓVEL EMPRESA HOLDING FÁBRICA DE EMPRESA DE TRATORES PESQUISA HOLDING 1. Empresa cujo capital é constituído exclusivamente de ações de outras, que são, assim, por elas controladas, e cujo controle é a sua única atividade. 2. Empresa que adquire a totalidade ou a maioria das ações de outras, que passam a ser suas subsidiárias (Holanda Digital)
  33. 33. Organograma com áreas terceirizadas PRESIDÊNCIA DIRETORIA DIRETORIA DE COMERCIAL PRODUÇ ÃO GERENCIA GERÊNCIA DE GERÊNCIA DE GERÊNCIA DE GERÊNCIA DE DE VENDAS MANUTENÇ ÃO ATENDIMENTO ATENDIMENTO FÁ BRICA TELEMARKETING TELEMARKETING REGIÃO NORTE LEGENDA: HELPDESK ATIVIDADES TERCEIRIZADAS REGIÃO SUL
  34. 34. Funcionograma O que é? É um tipo de organograma que demonstra a descrição funcional de cada setor, citando as atividades dos órgãos que compõem a estrutura da organização.
  35. 35. Funcionograma OBJETIVO Detalhar a estrutura organizacional com as principais atividades, permitindo observar melhor a distribuição de funções.
  36. 36. FUNCIONORGANOGRAMA PRESIDÊNCIA DIRETORIA DIRETORIA DIRETORIA TÉCNICO ADMINISTRATIVO FINANCEIRO ASSESSORIA DE O, S & M • Confecção de Organograms, Funcionogramas; • Racionalização de Processos de Trabalho; • Elaboração de Instrumentos Normativos: • Elaboração de Formulários, Lay-out.
  37. 37. MODELO DE FUNCIONOGRAMA DIRETORIA ADMINISTRATIVA DEPARTAMENTO DEPARTAMENTO DE DE MATERIAS RECURSOS HUMANOS • Realizar as compras • Realizar o processo de todos os de Recrutamento e materiais necessários Seleção; para a empresa; • Promover o • Administrar os treinamento do pessoal estoques da empresa; da empresa; • Efetuar o • Administrar o pessoal, planejamento do freqüência, folha de estoque. pagamento.

×