Informatica Aplicada
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Informatica Aplicada

on

  • 29,364 views

Aulas Inicias de Informática Aplicada contendo a História da Informática e do computador bem como os componentes básicos que ele contem.

Aulas Inicias de Informática Aplicada contendo a História da Informática e do computador bem como os componentes básicos que ele contem.

Statistics

Views

Total Views
29,364
Views on SlideShare
29,344
Embed Views
20

Actions

Likes
11
Downloads
684
Comments
4

3 Embeds 20

http://www.slideshare.net 13
http://informaticaplicada-issye.blogspot.com 6
http://www.informaticaplicada-issye.blogspot.com 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Informatica Aplicada Informatica Aplicada Presentation Transcript

  • Informática Aplicada Prof. Ricardo " É preciso criar pessoas que se atrevam a sair das trilhas aprendidas, com coragem de explorar novos caminhos, pois a ciência constitui-se pela ousadia dos que sonham e o conhecimento é a aventura pelo desconhecido em busca da terra sonhada". Rubem Alves
  • EMENTA O computador: origem, funcionamento, componentes básicos. Tecnologia de hardware: processadores, memória, dispositivos de E/S, redes de computadores. Sistemas distribuídos. Software: categorias, sistemas operacionais, linguagens de aplicação, planilhas, banco de dados, hipertexto, multimídia, internet, computação gráfica.
  • O que é Informática? Infor = Informação mática = automática
  • Tecnicamente Falando Processo de tratamento da informação por meio de máquinas eletrônicas definidas como computadores.
  • O primeiro computador digital eletrônico de grande escala foi o ENIAC (Electrical Numerical Integrator and Calculator). O computador foi criado em fevereiro de 1946 pelos cientistas norte- americanos John Presper Eckert e John W. Mauchly. Na época, o ENIAC se destacou por realizar 5 mil operações por segundo, velocidade mil vezes superior à de seus antecessores. Hoje, se comparado com os computadores atuais, o poder de processamento do ENIAC seria menor do que o de uma simples calculadora de bolso. O computador começou a ser feito em 1943, durante a Segunda Guerra Mundial, para auxiliar o exército norte-americano a fazer cálculos de balística. Ainda imperfeito, era composto de 18000 válvulas, 15000 relés e emitia o equivalente a 200 quilowatts de calor. Essa enorme máquina foi alojada em uma sala de 9m por 30m. Veja as fotos dele no próximo slide
  • ENIAC O computador pesava 30 toneladas e ocupava 180 m² de área construída
  • Computadores Pessoais - PC Diferente dos primeiros computadores, que eram de grande porte, na década de 70 foi inventado o PC, um computador de pequeno porte que poderia ser utilizado por usuários domésticos. 1971 O Kenbak-1 foi primeiro computador pessoal anunciado por um cientista americano, por 750 dólares
  • Computadores Pessoais - PC 1975 A edição de janeiro do The Popular Electronics anunciou o Altair 8800, baseado em um microprocessador Intel 8080. É considerado por muitos o primeiro computador de uso realmente pessoal
  • Computadores Pessoais - PC 1976 Steve Wozniak projetou o Apple I 1981 Lançado em 12 de Agosto de 1981, o PC da IBM recebeu a denominação IBM 5150. Mas popularizou-se como PC.
  • Quer saber mais? RECOM ENDAÇÃO: FILME: PIRATAS DO VALE DO SILÍCIO Pirates of Silicon Valley (Nome em português: Piratas do Vale do Silício ou Piratas da Informática, de 1999) é um filme não-autorizado feito apenas para a televisão, pela TNT, escrito e dirigido por Martyn Burke. Baseado no livro Fire in the Valley: The Making of The Personal Computer, de Paul Freiberger e Michael Swaine, o filme documenta o nascimento da era da informática, desde o primeiro PC, através da histórica rivalidade entre a Apple e seu Macintosh e a Microsoft, indo desde o Altair 8800 do MIT, passando pelo MS-DOS, pelo IBM PC e terminando no Microsoft Windows.
  • Computadores Atuais
  • Reflexão Como seria a vida hoje sem a informática? Imagine-se: Passando as compras no caixa do supermercado Pagando as contas numa loja de eletroeletrônicos
  • Podemos dividir a informática em duas principais áreas: Hardware Software
  • SoftWare - É a parte lógica da informática. Algo que não podemos tocar, os programas(Microsoft Word, Microsoft Excel, Microsoft Internet Explorer, Jogos).
  • DEFINIÇÃO TÉCNICA SoftWare Software, ou programa de computador é uma sequência de instruções a serem seguidas e/ou executadas, na manipulação, redirecionamento ou modificação de um dado/informação ou acontecimento.
  • Exemplos de software
  • HardWare - É a parte física da informática, aquilo que tocamos. Ex.: Placa de vídeo, Placa de Som, Placa de Modem, Placa Mãe, Winchester, Drive de disquete, Unidade de CD-Rom.
  • DEFINIÇÃO TÉCNICA HardWare O hardware, material ou ferramental é a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos integrados e placas, que se comunicam através de barramentos.
  • Hardware x Software Concreto x Abstrato Hardware você pega Software você não pega ...
  • Ditado Popular Hardware é o que você chuta Software é o que você xinga É chulo, concordo, mas esclarece a idéia!
  • Eletricidade Estática ►É acumulada no corpo humano e prejudicial aos computadores. ►É gerada por atrito. ►Uma pessoa carregada ao tocar um componente eletrônico poderá queimá-lo ►É preciso “descarregar-se” antes de abrir um computador e/ou manusear equipamentos e componentes
  • Eletricidade Estática
  • Pulseira anti-estática
  • Pulseira anti-estática
  • Aterramento Caminho alternativo para o escoamento de energia, quer a presente na carcaça dos equipamentos, quer a estática, quer de altas descargas como a dos raios. Além de propiciar o correto funcionamento dos equipamentos.
  • Tomada sem aterramento
  • Tomada com aterramento NFT NEUTRO FASE TERRA
  • Gabinetes O gabinete é considerado a estrutura do PC porque é nele que todos os componentes internos serão instalados e fixados. TOME CUIDADO COM A MÁ REFRIGERAÇÃO
  • Modelo de Gabinete
  • Fonte de Alimentação (Energia) As fontes de alimentação são as responsáveis por distribuir energia elétrica a todos os componentes do computador. Por isso, uma fonte de qualidade é essencial para manter o bom funcionamento do equipamento.
  • Conector da Fonte ATX
  • Conector da Fonte ATX
  • Conector berg e Conector molex Drive de Cds, Dvds, Drive de Disquete Hds
  • Conector berg e Conector molex O conector berg é usado pelo drive de disquetes e o conector molex é o que usamos para o HD e outros dispositivos. Ambos possuem 4 fios (12v, 5v e dois terras). A grande diferença entre os dois é mesmo o tamanho e a forma de encaixe.
  • Placa-mãe (motherboard)‫‏‬ Todo computador possui uma placa principal, chamada de placa-mãe. É na placa-mãe que encaixamos a maioria dos outros componentes do computador, o processador, memória, winchester, drive de disquete, drive de cd-rom, placa de vídeo, placa de modem e outros componentes importantes.
  • Podemos dividir as placas-mãe basicamente em dois modelos: Onboard e Off board
  • Ilustração Placa Mãe OnBoard
  • Ilustração Placa Mãe OffBoard
  • Placa mãe Offboard
  • Placa mãe Onboard
  • Processador ►Oprocessador é um circuito que controla as funções de cálculos e tomadas de decisões, e por isso é também considerado como sendo o cérebro do computador.
  • Cooler Dissipador (ou cooler) é o nome dado ao conjunto de dissipação térmica, instalado sobre o processador. O cooler é formado por dois dispositivos: um dissipador de calor, que é um pedaço de alumínio ou cobre recortado, e uma ventoinha, que é um pequeno ventilador colocado sobre o dissipador de calor.
  • Pasta Térmica
  • EMBALAGENS DE PASTA TÉRMICA
  • Cooler ► Entreo processador e o dissipador de metal, pode-se utilizar algum elemento que facilite a transferência de calor. A pasta térmica é utilizada com frequência, assim como uma fita especial auto-colante. Estes recursos evitam que exista uma camada de ar (mal condutor de calor) entre a superfície do chip e a superfície do dissipador de calor
  • Existem os coolers que já possuem algum material aplicado de fábrica, é o caso dos coolers que vem junto com o processador (“in-a- box”) ou mesmo alguns coolers avulsos encontrados no mercado. No caso dos coolers que vêm juntos com o processador e coolers de marcas reconhecidas, geralmente o material aplicado é de boa qualidade e tanto a AMD como a Intel recomendam a utilização destes compostos.
  • Só que o uso destes compostos “de fábrica” traz alguns inconvenientes. O primeiro é que eles só podem ser utilizados uma vez, ou seja, se você remover o cooler por qualquer motivo, terá de limpar o composto antigo e aplicar o composto original novamente – que é difícil de ser encontrado – ou aplicar pasta térmica em seu lugar. Outro problema muito comum é que o composto acaba colando o dissipador no processador, dificultando a remoção do cooler. Muita gente acredita que quanto mais pasta térmica melhor. Acontece que a pasta em grande quantidade acaba servindo como isolante, fora que a pasta em excesso acaba escorrendo atingindo contatos da placa-mãe. Lembre-se que a maioria das pastas não conduz eletricidade, mas existem pastas que levam metais em sua composição, o que as torna condutoras, o que pode causar um curto, destruindo seu equipamento. http://www.clubedohardware.com.br/artigos/1126/1
  • Memórias ►Principal RAM ROM ►Secundária ARMAZENAMENTO (Hds, Cds, Pen drive, Dvds)‫‏‬
  • MEMÓRIA RAM ►Memória de acesso aleatório (do inglês Random Access Memory, frequentemente abreviado para RAM) é um tipo de memória que permite a leitura e a escrita  MEMÓRIA DE TRABALHO
  • MEMÓRIA RAM É nesta memória que são carregados os programas em execução. Uma vez que se trata de memória volátil, os seus dados são perdidos quando o computador é desligado. Para evitar perdas de dados, é necessário salvar a informação para suporte não volátil (por ex. Disco rígido), ou memória secundária.
  • MEMÓRIA RAM
  • MEMÓRIA RAM
  • RAM ( Random Access Memory )‫‏‬ RAM ( Memória de acesso aleatório ), estas memórias permitem a leitura e a gravação de dados, esta família de memórias geralmente é volátil, isto é, perdem o seu conteúdo na falta de alimentação
  • RAM POPULAR MEMÓRIA 486 MODELOS EDO PENTIUM PENTIUM II SIMM 72 VIAS 386 486 SIMM 30 VIAS
  • RAM PENTIUM II MODELOS PENTIUM III K6 Duron DIMM P III P IV Athlon DDR Sempron
  • RAM AM2 MODELOS Dual Core Core 2 duo Quad Core DDR II Quad core Core 2 quad Core 2 Extreme Core 2 duo DDR III Dual Core
  • RAM As memórias devem ser combinadas sempre com a mesma frequência, códigos e, de preferência, o mesmo fabricante para que não haja travamento (tela azul) ou congelamento de imagens ou memória virtual insuficiente; a tendência atualmente é padronizar micros com no mínimo 2 GB de memória.
  • RAM Obs.: Isso é um procedimento "aconselhável" mas não obrigatório pois as memórias DDR são projetadas para minimizar esse tipo de conflito. Tanto que memórias DDR 400, por exemplo, possuem as temporizações de 333 e 266 para que sejam compatíveis com placas deste tipo.
  • ROM ► READ ONLY MEMORY A memória ROM é um tipo de memória que permite apenas a leitura, ou seja, as suas informações são gravadas pelo fabricante uma única vez e após isso não podem ser alteradas ou apagadas, somente acessadas. São memórias cujo conteúdo é gravado permanentemente.
  • ROM Com a evolução da ROM seu próprio nome perdeu sentido pois ela poder ser gravada e re-gravada, mas seu foco não é para gravação com freqüência. Vários aparelhos eletrônicos usam essa tecnologia, como leitores de DVD, placas de computador, taxímetros,
  • DISCO RÍGIDO ► Disco Rígido - é também conhecido por Winchester ou HD (hard disk). Tem a função de armazenar facilmente os arquivos do computador, isto é, ao contrário da memória RAM, os dados nele armazenados não são eliminados, mesmo que o computador seja desligado.
  • RELAÇÃO PROCESSADOR – MEMÓRIA - HD
  • HD DISCO RÍGIDO WINCHESTER MEMÓRIA RAM PROCESSADOR
  • Slots Memórias Os slots de memória variam de acordo com o tipo de memória suportado. Por exemplo, uma memória do tipo DDR2 não encaixa em um slot para memórias DDR3, e vice-versa.
  • Placa de Vídeo A função da placa de vídeo, é preparar as imagens que serão exibidas no monitor. Já foram criadas placas de vídeo usando praticamente todo o tipo de barramento existente. Atualmente porém, usamos apenas placas de vídeo PCI ou AGP, com predominância cada vez maior das placas AGP, que naturalmente costumam ser mais rápidas e avançadas. Também temos no mercado uma nova geração de Placas de Vídeo – PCI Express.
  • Placas de Vídeo Os conectores de vídeo mais atuais são o PCI-Express, PCI-Express 2,0 e o AGP (este último já se encontra- se praticamente fora do mercado, mas ainda é muito utilizado). Assim como frisamos para os slots de memória, para estes slots também é impossível conectar uma placa que possua slot AGP em uma que possua slot PCI-Express. Entretanto, é possível conectar placas PCI-Express 2.0 em slots PCI- Express, porém, haverá redução de desempenho.
  • Conexão com HD/Drivers ópticos Os slots usados para a conexão entre a placa-mãe e HDs/drivers de CD/DVD são os famosos IDE e SATA/SATA2. Atualmente, o mais rápido e que está sendo cada vez mais usado no mercado é o slot SATA2. Em relação aos SATAs “normais”, ele é duas vezes mais rápido, uma vez que a taxa de transferência de dados do SATA é de 150MB/s e do SATA2 é de 300MB/s. É possível ligar dispositivos feitos para SATA 2 em entradas SATAs "normais", porém o dispositivo não irá funcinar com toda a velocidade que poderia funcionar se conectado no slot correto.
  • Slots de Expansão Os slots de expansão servem para que seja possível adicionar recursos à sua placa-mãe. Neles você conecta placas de rede, placa de som, modems, placa de captura, etc. Os mais usados atualmente são os slots PCI (Peripheral Component Interconnect), PCI-Express 1x, PCI-Express e AGP (os dois últimos servem apenas para placa de vídeo. Veja mais detalhes logo abaixo.).
  • Placa de Som Placa de som é um dispositivo de hardware que envia e recebe sinais sonoros entre equipamentos de som e um computador executando um processo de conversão com um mínimo de qualidade e também para gravação e edição
  • Placa de Fax/Modem Quase não são mais utilizados, há algum tempo atrás, usava-se para conectar à Internet discada ou para conexão com bancos.
  • Placa de Rede A placa de rede é o hardware que permite aos micros conversarem entre si através da rede. Sua função é controlar todo o envio e recebimento de dados através da rede. Cada arquitetura de rede exige um tipo específico de placa de rede.
  • PERIFÉRICOS DE ENTRADA ► Os dispositivos de entrada, como o teclado, scanner, webcam, mouse, entre outros (ver imagem abaixo), são também denominados de input e permitem enviar para o computador.
  • PERIFÉRICOS DE SAÍDA ► Os dispositivos de saída (ou output) têm uma função oposta aos dispositivos de entrada: enviar informação do interior do computador para o exterior. São exemplos: o monitor, a impressora, o data-show e as caixas de som.
  • PERIFÉRICOS MISTOS ► Por fim, existem também os dispositivos mistos, ou seja, aqueles que permitem que enviar informação do exterior para o interior e do interior para o exterior do computador. É o caso do pen drive, do modem, do CD ou DVD...
  • Vídeos sobre Montagem de Computadores YOUTUBE http://www.youtube.com/watch?v=GtHWdZiB7HQ http://www.youtube.com/watch?v=f0aOpQrxziY&feature=channel_page http://www.youtube.com/watch?v=8865XGIHb2I&feature=channel_page http://www.youtube.com/watch?v=tJeYty8xdVU&feature=channel_page http://www.youtube.com/watch?v=f7Y2ayFDZhk&feature=channel_page http://www.youtube.com/watch?v=z6rdcQEUjnw&feature=channel_page http://www.youtube.com/watch?v=S12QLXVFDOo&feature=channel_page http://www.youtube.com/watch?v=cHlimfIQflc&feature=channel_page http://www.youtube.com/watch?v=8I8qYfg8RdE&feature=channel_page http://www.youtube.com/watch?v=lD2jZeCCHVs&feature=channel_page http://www.youtube.com/watch?v=YqtszdHZmIM&feature=channel_page http://www.youtube.com/watch?v=Ygka4BIGNWk&feature=channel_page http://www.youtube.com/watch?v=paErGhVE2FA&feature=channel_page http://www.youtube.com/watch?v=Yr2Au0AR8lI&feature=channel_page
  • Bibliografia TORRES, Gabriel. Curso completo de hardware 4ª Edição. São Paulo: Axcel Books, 2001. RAMALHO, José A. Alves. Introdução à Informática. São Paulo: Berkeley Brasil, 2004. SILVA, Mario Gomes da. Informática – terminologia básica, Windows XP e Office. São Paulo: Érica, 2004. Sites: pt.wikipedia.org www.museudocomputador.com.br