Your SlideShare is downloading. ×
Rodrigo Teste
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Rodrigo Teste

303
views

Published on

Titulo: Rodrigo Teste …

Titulo: Rodrigo Teste
Alunos:Rodrigo Zanin,
Cidade: Belo Horizonte
Disciplina: Escopo
Turma: GP47
Data:01-02-2013
Hora:10:24
Comentarios:Teste
Publico até ápos a correção


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
303
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. GERENCIAMENTO DE ESCOPO EM PROJETOS PROJETO: Conectando o Sudeste do BrasilFGV- FUNDACÃO GETULIO VARGAS MBA em Gerenciamento de Projetos-47 Belo Horizonte - Janeiro 2013
  • 2. Descrição da Empresa• A MFS Logística é uma concessionária que controla, opera e monitora a Malha Sudeste daRede Ferroviária Federal. A empresa atua no mercado de transporte ferroviário desde 1996,quando foi constituída, interligando os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo. São1.643 Km de malha - trilhos que facilitam o processo de transporte e distribuição de cargas numaregião que concentra aproximadamente 55% do produto interno bruto do Brasil e estão instaladosos maiores complexos industriais do país.• O foco das atividades da MFS está no transporte ferroviário de cargas gerais, como minérios,produtos siderúrgicos acabados, cimento, bauxita, produtos agrícolas, coque verde e conteineres;e na logística integrada, que implica planejamento, multimodalidade e transit time definido. Ouseja, uma operação de logística completa.• O objetivo da MFS para os próximos anos é alcançar o topo da eficiência operacional.Diferenciais competitivos, reestruturação de processos existentes para conquista de novosclientes, investimento em pessoal e ampliação da participação no mercado de carga geral estãoem pauta para fazer da MFS a melhor operadora logística ferroviária do país.MISSÃO: "Oferecer transporte de carga com foco na ferrovia, priorizandofluxos que gerem escala e relações de longo prazo, a preços competitivose com previsibilidade, para agregar valor crescente ao negócio."
  • 3. Estratégia da empresa• A MFS pretende investir até 2020 R$10.000.000 para um aumento de 100.000/mês no volumede transporte de carga geral.• Com base na sua necessidade à MFS está desenvolvendo o projeto CSB – Conectando osudeste do Brasil para atender a sua demanda futura.
  • 4. PROJETO:Conectando o Sudeste do Brasil MG SP EQUIPE: Wilson Ferreira Domingues Juana Arango De La Cruz Viviane Kelly Duarte
  • 5. TAP – Termo de Abertura do projetoProjetoConectando o Sudeste do Brasil (CSB)DescriçãoDesenvolvimento dos projetos de engenharia para construção da estrada de ferro SãoJoão da Boa Vista (SP) - Varginha (MG).JustificativasPropõe-se a ampliação da malha ferroviária na região sudeste em vista da atualdeficiência na disponibilidade de malha ferroviária no Brasil, e para atendimento a metasancionada através da LEI FEDERAL11772/2008, onde são sancionadas as alteraçõessobre o Plano Nacional de Viação no Brasil.ObjetivoDesenvolver projeto de engenharia que viabilize a interligação das cidades São João daBoa Vista-SP à Varginha-MG através de uma estrada de ferro de aproximadamente 190km, com a criação de projetos conceituais, básicos e detalhados em 3 anos, de forma queo mesmo viabilize o aumento da disponibilidade de transporte ferroviário na região e otransporte de 70% dos produtos agrícolas, sem a redução da lucratividade.RequisitosDocumentação técnica deve ser desenvolvida conforme requisitos técnicos estabelecidospela legislação e pela ABTN.O projeto deve prever mínima intervenção em vegetação nativa e áreas de preservaçãopermanente, e ser considerado ambientalmente viável pelos órgãos ambientaispertinentes;A linha deve possuir vida útil de pelo menos 200 anos e no mínimo 160 km de extensão.A nova linha deve ser no seu inicio e fim interligada a linha da ferrovia Centro Atlântica(FCA) e não atravessar áreas já contempladas por ferrovias cujo direito foi concedido aconcorrência.
  • 6. TAP – Termo de Abertura do projeto (continuação)DesignaçãoEngenheira Juana Arango fica designada como gestora do CSB;Sra Viviane fica designada como responsável pela direção da área administrativa efinanceira do projeto;Eng. Wilson Domingues fica designado como responsável pela direção da área deplanejamento e sustentabilidade do projeto;Lista de MilestonesFevereiro/2013 - Início do desenvolvimento dos projetos de engenharia;Julho/2014 – Entrega dos Projetos Conceituais e traçado definitivo da linha;Janeiro/2015 –Entrega dos projetos nível básicos (Civil, geometria, drenagem, mecânica,etc);Março/2015 – Licença Prévia do ProjetoDezembro/2015 – Licença de Instalação do ProjetoDezembro/2015 – Entrega dos projetos nível detalhado.OrçamentoPara desenvolvimento dos projetos de engenharia deve ser gerenciado o orçamento totalde R$ 200.000,00RiscosAlteração dos requisitos estabelecidos pela legislação ambiental;Possível interferência com vegetação nativa;Desenvolvimento de alternativa logística de menor custo durante o desenvolvimento doprojeto;Conflito com ONG’s e Ambientalistas;Alteração de escopo do projeto em vista de demandas governamentais e da comunidadeData, Assinatura do Sponsor.20/01/2013, Marcelo Vieira Aguiar
  • 7. ISH – Identificação dos Stakeholder ISH- Identificação de Stakeholder Cadastro Qualificação Classificaçã Influência Interesse Telefone e-mail Poder DDD Papel no oStakeholder Posição Outras características projeto Interno da Foco de Responsável direto pela aprovação dos SH 1 empresa Sponsor x x x Alto Alto Positiva atenção orçamentos para o projeto (presidente) Meio de sobrevivência (transportando a mesma carga via malha rodoviária), Motoristas de Manter SH 2 Concorrentes x x x Alto Baixo Negativa intervalos de descanso entre horas caminhão satisfeito contínuas de trabalho, grupo difícil de se comunicar, etc. Empresas de Foco de SH 3 Concorrentes Logística x x x Alto Baixo Negativo Empresas de transporte Rodoviários atenção (caminhões) Moradores já instalados em suas Comunidade Manter residências, fortes vínculos afetivos com o SH 4 Comunidade x x x Alto Baixo Negativa afetada satisfeito local aonde vivem e com as comunidades vizinhas, etc. Interno da Equipe do Foco de Responsáveis pelo desenvolvimento do SH 5 empresa x x x Alto Alto Positiva projeto Atenção projeto (presidente) Manter SH 6 Fornecedores Construtoras x x x Baixo Alto Positiva Execução da Obra do projeto informado Minimo SH 7 Comunidade Agricultores x x x Baixo Baixo Negativa Pessoas potenciais de conflitos esforço Indústrias de grande porte, aquisição de grandes volumes de carregamento, Indústrias Foco de SH 8 Cliente x x x Alto Alto Positiva cumprimento das metas de produção diversas atenção (necessita da matéria-prima e/ou carregamento), etc. Colaboradores Interno da da operação Minimo SH 9 x x x Baixo Baixo Positiva Colaboradores da empresa ferroviária empresa (maquinistas, esforço etc.) Foco de Potencial fonte de conflitos quanto aos SH 10 Comunidade ONG’s x x x Alto Alto Negativa atenção trabalhos do projeto
  • 8. ISH – Identificação dos Stakeholder ISH- Identificação de StakeholderCadastro Requisitos superficiais Plano de Ação do G.P.Stakeholder Expectativa, Necessidade, Anseio Estratégia (o que fazer) Quando Minimo uma vez por Convidar para reuniões onde sejam tratados SH 1 Realização do projeto conforme orçamento semana no periodo de assuntos de orçamentos de grande valor definição dos orçamentos Criar equipes diversificadas, porém, alinhadas Interesse em parceria do tipo "ganha-ganha", em estratégia, para descentralizar as Início do projeto e nos para garantia da sustentabilidade do transporte negociações, buscar formas de se obter um marcos para verificação do SH 2 rodoviário, expectativa de melhoria do ponto satisfatório em comum (ex.: parcerias status de adesão ou transporte rodoviário (a nível de infraestrutura), com os caminhoneiros para completar o contraposição ao projeto. etc. trajeto da distribuição ferroviária em locais de acesso limitado/restrito a estes últimos, etc.) Não perder o lucro com o transporte de cargas, SH 3 fazer parcerias para continuar no mercado e Oferecer parcerias (sociedades) Antes de começar as obras gerando lucro. Interesse em desenvolvimento para as Programa de recuperação ambiental no Início do projeto e conforme comunidades (mediante a diversificação nos entorno das áreas "afetadas", avaliação das a identificação de novos SH 4 pontos da malha ferroviária), oportunidades de oportunidades de emprego, projetos de pontos indicadores de emprego, etc. educação continuada na comunidade, etc. adesão da comunidade Boas condições de trabalho, experiencia Desenvolver plano meritocrático aos SH 5 Atualiza-lo mensalmente profissional válida, ascensão profissional colaboradores Fazer reuniões quinzenal de SH 6 Fazer a obra dentro prazo e custo aprovado. Desde o inicio da obra acompanhamento da execução da obra Reunioes mensais sobre o Ter o minor impacto possivel pela construção Propor uma pessoa que os repressente e avançamento do projeto SH 7 das linhas ferroviarias incluilos desde o inicio do projeto tratando os temas que os inclui Realizar reuniões periódicas para avaliação Quer pontualidade no recebimento de cargas, dos pontos de melhoria na qualidade do melhoria das condições de trabalho dos Início do projeto básico e SH 8 atendimento (fornecimento de matéria-prima operadores de vagões e demais durante o detalhamento para uns e/ou escoamento da produção para "colaboradores", etc. outros) Manter os colaboradores informados do Conclusão do projeto para aumentarem as SH 9 andamento do projeto e também das Desde o inicio da obra oportunidades internas de trabalho. mudanças que o mesmo causará. O impacto nas areas de resevas naturais seja Incluir as ONGs desde o inicio do projeto e Reuniões semanais nas SH 10 o menos possivel negociar as areas a construir primeiras etapas do projeto
  • 9. ISH – Identificação dos Stakeholder (continuação) Cadastro Qualificação C s ific ç o la s a ã flu n ia te s e e fo e In re s T le n In ê c Pdr -m il DD oe e a Papel no DStakeholder Posição Outras características projeto Criatividade na elaboração do projeto básico Interno da Foco de e/ou detalhado, motivação na realização do SH 11 Projetista x x x Alto Alto Positiva empresa atenção projeto, objetivos alinhados com a missão da empresa, etc. Responsável pela emissão da licença Órgão Governo Foco de SH 12 x x x Alto Alto Positivo ambiental que considera o empreendimento governamental Federal Atenção viável Responsáveis pela emissão de autorizações Órgão Governo Foco de SH 13 x x x Alto Alto Positiva a nível Estadual. Entende o empreendimento governamental Estadual Atenção como um atrativo comercial para o Estado. Responsáveis pela emissão de autorizações Governos Órgão Foco de a nível municipal. Entende o SH 14 x x x Alto Alto Positivo Municipais governamental Atenção empreendimento como um atrativo comercial para a região. Responsáveis pela emissão de autorizações a nível municipal. Deseja que com o empreendimento sejam direcionados Governos Órgão Foco de SH 14 x x x Alto Alto Negativo investimentos para seus respecitvos Municipais governamental Atenção municipios através da construção de utilidades públicas pela empresa responsável Fornecedores Foco de Responsável pela disponibilização de SH 15 Fornecedor de matéria- x x x Alto Alto Positivo Atenção matéria-prima prima Experiência no ramo do estudo de Engenharia de Foco de viabilidade e implantação de malhas SH 16 Facilitador vias ferroviárias x x x Alto Alto Positivo atenção ferroviárias, experiência como agente (consultoria) negociador de conflitos, etc. Manter Entendem que a localização prevista para SH 17 Comunidade Ambientalistas x x x Alto Alto Negativo Informado linha férrea deve ser preservada Órgãos Foco de SH 18 Fiscalizadores x x x Alto Baixo Alto Liberações de licenças ambientais ambientais atençao Foco de Clientes potencias para estabelecimento de SH 19 Cliente Mineradoras x x x Alto Alto Positivo atençao parcerias Mínimo Tem interessem em desenvolver o projeto SH 20 Mercado Concorrência x x x Baixo Baixo Negativo esforço para o cliente Proprietários Manter SH 21 Comunidade x x x Alto Baixo Negativa Possiveis atrasos por negociacões de terrenos satisfeito
  • 10. ISH – Identificação dos Stakeholder (continuação) ISH- Identificação de StakeholderCadastro Requisitos superficiais Plano de Ação do G.P.Stakeholder Expectativa, Necessidade, Anseio Estratégia (o que fazer) Quando Inovar o projeto ao máximo com o menor Planejar os recursos humanos, financeiros e esforço possível, atender às expectativas dos tecnológicos necessários, identificação em novos clientes e novos fornecedores, Durante as primeiras SH 11 potencial das capacitações profissionais, garantindo, no mínimo, a manutenção da etapas do projeto básico programas de aperfeiçoamento da equipe, satisfação dos atuais usuários da linha educação continuada, etc. ferroviária, etc. Apresentar o projeto e seu desenvolvimento construção da linha ferrea, atrair setor conforme desenvolvimento SH 12 buscando adequá-lo as necessidades da produtivo a região, desenvolvimento da região e evolução do projeto empresa e a interesses governamentais Apresentar o projeto e seu desenvolvimento construção da linha ferrea, atrair setor SH 13 buscando adequá-lo as necessidades da Desde o inicio do projeto produtivo a região, desenvolvimento da região empresa e a interesses governamentais Construção de linha férrea, atrair setor Apresentar o projeto e seu desenvolvimento conforme desenvolvimento SH 14 produtivo para região, desenvolvimento do buscando adequá-lo as necessidades da e evolução do projeto município empresa e a interesses governamentais Aumento da estrutura municipal, atendimento Durante definição do SH 14 complementar a demandas públicas, Negociar com prefeituras conceito do projeto atendimento as necessidades da população Vender, Gerar fluxo de caixa para paramento Préviamente ao inicio do SH 15 de contas, domínio do market-share em sua Negociar aquisições projeto e durante seu especialidade desenvolvimento Participar do processo de engenharia básica e detalhada, participar do processo licitatório Oferecer participação direta na equipe, em como mediadora e analista técnica das Início da etapa seguinte de SH 16 número maior de atividades, em caso de proponentes que participarão do processo de detalhamento do projeto aprovação do projeto. implantação, maior abertura e divulgação no mercado de trabalho, etc. Apresentar proposta de projeto. Buscar desenvolver o projeot de forma a reduzir ao Preservação da região, criação de área de máximo as intervençoes ambientais e Durante desenvolvimento SH 17 preservação, existencia da área para gerações supressao de vegetação, apresentar boas do conceito de projeto futuras medidas compensatórias se tratando de benefícios sociais as regiões atendidas Tomar todas as medidas necessárias para Inicio da execução do SH 18 Fiscalizar o projeto regularização do projeto projeto Real aumento e flexibilidade das linhas Mapear as necessidades dos clientes para Inicio do projeto planejar SH 19 ferrovirias para aumentar a sua capacidade de que as linhas novas realmente atingam as reunioes com os clientes trasporte suas necessidades mais importantes Desenvolver projeto, conquistar o cliente, SH 20 Atender a demanda do cliente de forma plena. Antes do inicio do projeto conquistar marketshare do negócio Durante as primeiras SH 21 Que seja pago o valor justo pelas suas terras Negociações directas etapas do projeto
  • 11. DReq – Declaração de Requisitos do Produto Requisitos do Produto Rastreabilidade do Produto ComponenteStakeholder Requisito detalhado Classificação Prioridade Entrega onde se manifiesta OK relacionado A linha tenha uma vida útil de serviço ativo minimo Foco de SH 1 4 M.A.R Conclusão do Projeto detalhado de 200 anos atenção A extensão total de ampliacão seja de no mínimo Foco de Conclusão da definição do SH 1 5 M.A.R. 160 Km. atenção traçado/projeto conceitual A linha atinga zonas nas que atualmente não Foco de Conclusão da definição do SH1 2 S.R. existam outras linhas ferroviárias de concorrentes atenção traçado/projeto conceitual Ter custos de transporte inferior em R$50,00/Km Foco de Conclusão da definição do SH 8 3 S.M.A.R. rodados, inferior ao concorrente rodoviário atenção traçado/projeto conceitual Capacidade de transporte de 100 milhões ton/dia de Foco de Conclusão da definição do SH 8 3 S.M.A.R. cargas diversas atenção traçado/projeto conceitual As novas linhas devem prover acesso a pontos, Foco de Conclusão da definição do SH8 principalmente portuários, que facilitem o 5 S.A.R. atenção traçado/projeto conceitual escoamento e exportação As novas linhas devem ser conectadas às linhas Foco de Conclusão da definição do SH13 4 S.A.R. existentes, criando alternativas de escoamento atenção traçado/projeto conceitual A linha devera ter o menor impacto possivel na fauna Foco de Conclusão da definição do SH10 e flora da região (parques e zonas de reserva 3 S.A.R. atenção projeto básico ambiental) O projeto deverá atingir o nível mínimo de qualidade Foco de SH12 previsto nas pelas instruções normativas da 1 S.A.R. Conclusão do Projeto detalhado atenção Associação Brasileira de Normas Técnicas A linha férrea deverá atender aos requisitos legais e Foco de SH 12 1 S.A.R Conclusão do projeto básico normativos Atenção Malha de deverá atender a cidade de Poços de Foco de Conclusão da definição do SH13 4 S.A.R. Caldas (MG) atenção traçado/projeto conceitual A linha deve ser preparada para atender vagões de Foco de SH13 3 S.A.R. Conclusão do Projeto detalhado transporte de cargas gerais atenção A linha férrea deverá atender aos quesitos legais Foco de SH 14 2 S.A.R Conclusão do projeto básico municipais Atenção O projeto deverá conter, no mínimo, os pontos de Foco de Conclusão da definição do SH12 passagem já previstos no plano de investimento 2 S.A.R. atenção traçado/projeto conceitual federal, conforme lei 11.772 / 2008 O projeto deve ser ambientalmente viável para sua Foco de Liberação da Licença de SH 18 4 S.A.T. implantação atenção Instação Foco de Conclusão da definição do SH19 Capacidade de transporte de 430 ton/dia de minério 4 S.M.A.R. atenção traçado/projeto conceitual
  • 12. DReq – Declaração de Requisitos do Projeto Requisitos do Projeto Rastreabilidade do Projeto ComponenteStakeholder Requisito detalhado Classificação Prioridade Entrega onde se manifiesta OK relacionado Foco de SH 1 Tempo de desenvolvimento do projeto de 3 anos 4 S.M.A.R.T. Conclusão do Projeto Detalhado atenção Cumplir o orçamento pre-estabelecido de Foco de SH 1 5 S.M.A.R. Conclusão do Projeto Detalhado R$200.000,00 atenção Plano de carreira meritocrático pré-definido a curto Foco de SH 5 4 S.M.A.R.T Contratação prazo Atenção O projeto básico e/ou conceitual não deve Foco de Conclusão da definição do SH8 4 S.M.T. ultrapassar 06 meses atenção traçado/projeto conceitual O projeto deve ser elaborado em etapas e deve Foco de Conclusão do Cronograma do SH8 priorizar às áreas compatíveis aos objetivos 5 S.M. atenção projeto estratégicos Projeto deve ser desenvolvido conforme as normas Foco de Conclusão dos Projetos SH10 4 S. ambientais vigentes atenção Detalhados Os contratados para elaboração do projeto deverão Foco de SH11 ter experiência mínima de 10 anos na elaboração de 3 S. Contratação atenção projetos envolvendo malha ferroviária A linha férrea deve abranger locais da região sudeste onde há maior produção ou potencial de Foco de Definição do conceito e traçado SH 12 1 S.A.R desenvolvimento que ainda não são atendidas Atenção da linha férrea adequadamente pela linha férrea existente Devrá ser apresentada prestação de contas Foco de SH13 4 M.T. Relatório de Medição referente aos trabalhos desenvolvidos mensalmente atenção Foco de Conclusão da definição do SH13 Aumentar o transporte de carga geral em 10% 3 M.A. atenção traçado/projeto conceitual Foco de Definição do conceito e traçado SH 14 A linha férrea deve passar fora dos núcleos urbanos. 2 S.A.R Atenção da linha férrea Caso passe em área urbana, deverá ser Foco de Definição do conceito e traçado SH 14 desenvolvida uma estação para transporte de 6 S.M Atenção da linha férrea passageiros Foco de SH 15 Exclusividade no fornecimento 5 S.M.A.R Fechamento do contrato Atenção Acompanhamento integral de todas as atividades do Foco de Durante todo desenvolvimento SH16 2 S. projeto desenvolvidas na empresa atenção do projeto Monitoramento de todos os pontos fortes e fracos da empresa, bem como o ambiente interno e externo, a Foco de Durante todo desenvolvimento SH16 nível setorial e macroambiente, para obtenção de 1 S. atenção do projeto novas informações que possam impactar nos rumos do projeto Não deverá haver supressão de vegetação nativa Foco de Definição do conceito e traçado SH 17 em estágio medio de regeneração ou mais 3 S.M.A Atenção da linha férrea preservado
  • 13. DE – Declaração de EscopoPremissas  O governo federal é favorável à implantação do projeto;  Vai ter profissionais disponíveis para o desenvolvimento do projeto;  Os tempos de licenciamentos não superam 6 meses;  Não haver greves durante o desenvolvimento do projeto;  Inflação vai se manter estável conforme media dos últimos dois anos 2010- 2011.Restrições  Não ultrapassar o orçamento de R$ 200.000,00 reais;  Prazo Máximo de 2 anos para a finalização do projeto;  A linha não pode ser projetada para passar por zonas previamente estabelecidas como áreas de parque e reservas naturais;  A linha não pode ser projetada por o perímetro urbano atual, mas pelas periferias;  O projeto deve possuir todas as licenças ambientais e atender todos requisitos legais pertinentes.
  • 14. WBS – Estrutura de Decomposição do Trabalho
  • 15. D-WBS – Dicionário WBS D-WBS Dicionario WBS Fase: Estudo preliminar Entrega: Estudo Geoeconômico e fundiário regionalC.C. PT Descrição Entrega do PT Criterio de Aceitação OK Gerenciamento da elaboração de mapa contemplando tipo de Mapeamento Mapemaento das atividades Documentos com Carimbo de1.1.1 atividade desenvolvido de acordo com cada região pela econômico economicas da região - Mapa aprovado pela área solicitante contratada Soluções Ambientais Ltda. Gerenciamento do desenvolvimento do mapeamento fundiário Mapeamento da região de inserção do empreendimento, contemplando os Mapa - Mapeamento Fundiário Documentos com Carimbo de1.1.2 fundiário limites e proprietários de cada propriedade diretamente do traçado do ramal ferroviário aprovado pela área solicitante afetada pelo empreendimento. Aspectos Gerenciamento do levantamento topográfico da região pela Mapa - Levantamento Documentos com Carimbo de1.1.3 Geográficos contratada Morro Alto Topografia Ltda. Topográfico aprovado pela área solicitante D-WBS Dicionario WBS Fase: Concepção Entrega: Relatório de Definições de conceito do ProjetoC.C. PT Descrição Entrega do PT Criterio de Aceitação OK Concepção e elaboração do traçado preliminar do ramal Definição do Mapa - Traçado preliminar da Documentos com Carimbo de1.2.1 ferroviário, abordando-se as cidades de interesse onde deve- traçado estrada de ferro Minas-Sampa aprovado pela área solicitante se passar o empreendimento. Concepção do conceito quanto as definições técnicas Relatório Técnico - Requisitos Capacidade necessárias para atendimento da capacidade de transporte Documentos com Carimbo de1.2.2 técnicos para viabilidade de Transporte esperada com a implantação do projeto por tipo de produto a aprovado pela área solicitante econômica do empreendimento ser transportado Definição das estruturas necessárias necessárias para funcionamento correto da logística ferroviaria do ramal Relatório técnico - Estruturas Logística de ferroviário, contemplando-se estações, pontos de recarga, e Documentos com Carimbo de1.2.3 complementares (Estradad e Transprote demais estruturas que serão necessárias para o aprovado pela área solicitante Ferro Minas-Sampa) funcionamento da estrada férrea dentro dos requisitos esperados para o projeto D-WBS Dicionario WBS Fase: Licenciamento Entrega: Book de documentação da regularização do projetoC.C. PT Descrição Entrega do PT Criterio de Aceitação OK Gerenciamento das atividades de compra e registro de toda área prevista para instalação do empreendimento, Regularizaçã Book de certidões de regitro de Documentos com Carimbo de1.3.1 contemplando regularização das questões fundiárias como o Fundiária propriedade. aprovado pela área solicitante reservas legais, acordos com proprietários, e demais questões, desenvolvidas por empresa contratada. Gerenciamento das atividades de Licenciamento Ambientais do empreendimento e desenvolvimento dos estudos Estudos Estudos de Impactos Documentos com Carimbo de1.3.2 ambientais necessários para liberação de licença prévia e de Ambientais Ambientais aprovado pela área solicitante instalação, desenvolvdidas por empresa contratada para este fim. Atendimento aos requisitos legais municipais para liberação Negociações Book de anuências e alvarás Documentos com Carimbo de1.3.3 de anuências e alvarás necessários pelas cidades as quais a Municipais municipais. aprovado pela área solicitante estrada passará. Gerenciamento das atividades de licenciamento em outras frentes (normativas ou outros órgãos federais e estaduais) e Documentos com Carimbo de1.3.4 Viabilidade Book de licenças atendimento aos seus respectivos requisitos para aprovado pela área solicitante comprovação da viabilidade do projeto.
  • 16. D-WBS – Dicionário WBS (continuação) D-WBS Dicionario WBS Fase: Basico Entrega: Projeto básico de engenhariaC.C. PT Descrição Entrega do PT Criterio de Aceitação OK Gerenciamento das atividades da contratada responsável pelo desenvolvimento das sondagens geotécnicas, percursivas, a Relatório Técnico - Resultados Documentos com Carimbo de1.4.1 Sondagem trado e demais necessárias para coleta das informações dos estudos de sondagem aprovado pela área solicitante necessárias para desenvolvimento dos projetos de engenharia Projetos de Engenharia - Área Desenvolvimento dos projetos nível básico de civil da Documentos com Carimbo de1.4.2 Civil de Conhecimento: Civil - Nível implantação da estrada de ferro ao longo do trecho definido. aprovado pela área solicitante Básico Projetos de Engenharia - Área Desenvolvimento dos projetos nível básico de mecânica para Documentos com Carimbo de1.4.3 Mecânica de Conhecimento: Mecânica - os equipamentos e estruturas mecanicas da estrada de ferro. aprovado pela área solicitante Nível Básico Desenvolvimento dos projetos nível básico de elétrica Projetos de Engenharia - Área Documentos com Carimbo de1.4.4. Elétrica abastecimento e transmissão de energia ao longo da estrada de Conhecimento: Elétrica - aprovado pela área solicitante de ferro Nível Básico D-WBS Dicionario WBS Fase: Detalhado Entrega: Projeto Detalhado de EngenhariaC.C. PT Descrição Entrega do PT Criterio de Aceitação OK Detalhamento do traçado do ramal ferroviário, apresentando- Projeto de Engenharia - Traçado Documentos com Carimbo de1.5.1 se detalhamente as as áreas diretamente afetadas pelo Detalhamento do Traçado da detalhado aprovado pela área solicitante empreendimento e por suas estruturas estradad de Ferro Minas-Sampa Projetos de Engenharia - Área Documentos com Carimbo de1.5.2 Civil Detalhamento dos projetos de engenharia civil de Conhecimento: Civil - Nível aprovado pela área solicitante Detalhados Projetos de Engenharia - Área Documentos com Carimbo de1.5.3 Mecânica Detalhamento dos projetos de engenharia mecânica de Conhecimento: Mecânica - aprovado pela área solicitante Nível Detalhados Projetos de Engenharia - Área Documentos com Carimbo de1.5.4 Elétrica Detalhamento dos projetos de engenharia elétrica de Conhecimento: Elétrica - aprovado pela área solicitante Nível Detalhados
  • 17. LVQ– Lista de Verificação da Qualidade LVQ - Lista de Verificação da Qualidade Fase: Estudo preliminar Entrega: Estudo Geoeconômico e fundiário regionalC.C. PT Descrição Entrega do PT Criterio de Validação OK Fonte de dados IBGE 2009-2012, e instrução Gerenciamento da elaboração de mapa contemplando tipo de Mapeamento Mapa-atividades economicas normativa IN-MFS-001 pagina 5-Item21.1.1 atividade desenvolvido de acordo com cada região pela econômico da região Atendimento aos padrões internos de contratada Soluções Ambientais Ltda. qualidade estabelecidos pela IN-PQI-001 Gerenciamento do desenvolvimento do mapeamento fundiário Mapa - Mapeamento Fonte de dados Cartórios municipais Mapeamento da região de inserção do empreendimento, contemplando os1.1.2 Fundiário do traçado do ramal Atendimento aos padrões internos de fundiário limites e proprietários de cada propriedade diretamente ferroviário qualidade estabelecidos pela IN-PQI-001 afetada pelo empreendimento. Fonte de dados IBGE 2009-2012, e instrução Aspectos Gerenciamento do levantamento topográfico da região pela Mapa - Levantamento normativa IN-MFS-001 pagina 5-Item21.1.3 Geográficos contratada Morro Alto Topografia Ltda. Topográfico Atendimento aos padrões internos de qualidade estabelecidos pela IN-PQI-001 LVQ - Lista de Verificação da Qualidade Fase: Concepção Entrega: Relatório de Definições de conceito do ProjetoC.C. PT Descrição Entrega do PT Criterio de Validação OK Atendimento aos padrões internos de Concepção e elaboração do traçado preliminar do ramal Definição do Mapa - Traçado preliminar da qualidade estabelecidos pela IN-PQI-0011.2.1 ferroviário, abordando-se as cidades de interesse onde deve- traçado estrada de ferro Minas-Sampa Documento deve contemplar as cidades se passar o empreendimento. previstas no RL0003 Concepção do conceito quanto as definições técnicas Relatório Técnico - Requisitos Atendimento aos padrões internos de Capacidade necessárias para atendimento da capacidade de transporte técnicos para viabilidade qualidade estabelecidos pela IN-PQI-0011.2.2 de esperada com a implantação do projeto por tipo de produto a econômica do Atendimento aos requisitos normativos e legais Transporte ser transportado empreendimento vigentes. Definição das estruturas necessárias necessárias para funcionamento correto da logística ferroviaria do ramal Atendimento aos padrões internos de Relatório técnico - Estruturas Logística de ferroviário, contemplando-se estações, pontos de recarga, e qualidade estabelecidos pela IN-PQI-0011.2.3 complementares (Estradad e Transprote demais estruturas que serão necessárias para o Atendimento ao orçamento proposto no Ferro Minas-Sampa) funcionamento da estrada férrea dentro dos requisitos documento RL-OR-003 esperados para o projeto LVQ - Lista de Verificação da Qualidade Fase: Licenciamento Entrega: Book de documentação da regularização do projetoC.C. PT Descrição Entrega do PT Criterio de Validação OK Gerenciamento das atividades de compra e registro de toda área prevista para instalação do empreendimento, Regularizaçã Book de certidões de regitro Documentos devem possuir carimbo de1.3.1 contemplando regularização das questões fundiárias como o Fundiária de propriedade. cartório validando a aquisição das terras. reservas legais, acordos com proprietários, e demais questões, desenvolvidas por empresa contratada. Gerenciamento das atividades de Licenciamento Ambientais do empreendimento e desenvolvimento dos estudos Documento deve vir acompanhado de licença Estudos Estudos de Impactos1.3.2 ambientais necessários para liberação de licença prévia e de ambiental de instalação com carimbo de Ambientais Ambientais instalação, desenvolvdidas por empresa contratada para este validação do IBAMA fim. Atendimento aos requisitos legais municipais para liberação Documentos devem vir assinados pelo prefeito Negociações Book de anuências e alvarás1.3.3 de anuências e alvarás necessários pelas cidades as quais a das cidades que atualmente possuem posse Municipais municipais. estrada passará. do mandato Gerenciamento das atividades de licenciamento em outras frentes (normativas ou outros órgãos federais e estaduais) e Documentos devem vir com carimbo de1.3.4 Viabilidade Book de licenças atendimento aos seus respectivos requisitos para validação dos órgãos pertinentes. comprovação da viabilidade do projeto.
  • 18. SM– Solicitação de MudançaNúmero da SM Data de Abertura Solicitante0134A 13/02/15 Wilson DominguesEndereço de Email DDD TelefoneWilson.domingues@mfs.srv.br 31 3289-9098 Descrição da Mudança SolicitadaAlteração do atual traçado da estrada de ferro Minas-Sampa, desviando-se da cidade Águas da Prata no trecho Poços de Caldas (MG) – SãoJoão da Boa Vista (SP). Justificativa da solicitaçãoPor solicitação do IBAMA e do governo do estado de São Paulo, épreciso desviar o município de Águas da Prata em virtude dos impactosambientais previstos sobre o potencial turístico local com a implantaçãoda estrada de ferro e as restrições ambientais de parte do trecho. Talexigência é inegociável para liberação da licença ambiental prévia. Assinatura do SolicitanteWilson Ferreira DominguesDiretor de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável
  • 19. SM– Solicitação de Mudança (continuação) Parecer do GP Impactos identificados – Escopo do projetoEm razão da solicitação do órgão governamental, será necessárioalteração do traçado proposto, acréscimo de 20 km ao traçado daestrada de ferro buscando escapar das áreas protegidas legalmente, ealterações no projeto básico de engenharia civil. Impactos identificados – Tempo do projetoA solicitação implicará em alterações significativas do projeto básico edefinições do traçado da estrada de ferro. Para atendimento asexigências será um acréscimo de 3 meses para adequações noprojeto básico de engenharia e 1 mês para adequações no mapa dotraçado da estrada de ferro. Impactos identificados – Custo do projetoAs alterações implicarão em um aumento de custo de 10% do contratocom revisões no projeto básico. Também implicará em um adicional de15% no valor previsto para aquisição e negociação de propriedades,em virtude da necessidade de compra de novas terras. Impactos identificados – Qualidade do projetoA mudança implicará em alterações nos critérios de aceitação dosprojetos dos pacotes de trabalho 1.2.1 e 1.4.2. Para aceitação seránecessário que estes documentos tenham sido aprovados eacordados com o IBAMA e demais órgãos ambientais pertinentes. Impactos identificados – Recursos Humanos do projetoPara redução de impactos no tempo, será necessário revisar oquantitativo de colaboradores do projeto. Será necessário acrescentarao quadro de funcionários um engenheiro civil Senior comespecialização na área de meio ambiente para gerenciamento dosprojetos e que possa revisar sob essa perspectiva de sustentabilidade.
  • 20. SM– Solicitação de Mudança (continuação) Parecer do GP Impactos identificados – Comunicações do projetoAs mudanças deverão ser comunicadas rapidamente as áreas doprojeto, que deverão submeter-se as adequações realizadas noprojeto básico. Impactos identificados – Riscos do projetoAumento do risco de atrasos no projeto. Impactos identificados – Aquisições do projetoNecessidade de compra de novas propriedades conforme novotraçado Impactos identificados – Outros projetos correntesImpactos diretos no projeto de recuperação da estrada de ferro AguíCampinas. Com as mudanças a recuperação poderá ser atrasada emrazão do direcionamento de recursos a extensão do projeto Minas-Sampa. Data, Nome, Assinatura do GP15/02/2015, Juana ArangoJuana Arango Parecer do Sponsor ou CCBFavorável à mudança Marcelo Vieira Aguiar Data, Nome do Autorizador, Assinatura18/02/2015, João Pedro CostaJoão Costa