Projeto Praia Abrigo

  • 128 views
Uploaded on

Titulo: Projeto Praia Abrigo …

Titulo: Projeto Praia Abrigo
Alunos:Henrique Salgado,
Cidade:
Disciplina:
Turma:
Data:21-02-2013
Hora:23:56
Comentarios:Embrora os demais membros estejam registrados e ativados, os nomes não aparecem na lista acima.
O trabalho foi realizado por:
Henrique Salgado
Leandro Trevisan
Marcelo Campiolo e
Marcus Lisboa

Publico até ápos a correção

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
128
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
1
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Fundamentos Gerenciamento de Projetos - 6/12 Curitiba – ISAE/FGV - 2013
  • 2. PROJETO• Missão da EBX:Prestar serviços de gestão e construção de obras de edificação e infraestrutura, atuandoem todo o ciclo de vida do empreendimento.
  • 3. DIRETORES DA EBX • HENRIQUE SALGADO  henrique.salgado@yahoo.com • LEANDRO TREVISAN leandro_trevisan@hotmail.com • MARCELO CAMPIOLO marcelocampiolo@yahoo.com.br • MARCUS LISBOA lisboa31@yahoo.com.br
  • 4. APRESENTAÇÃO A cidade do Rio de Janeiro sediará em 2016 o mais importante evento esportivo mundial: os XXXI Jogos Olímpicos de Verão. Além das delegações internacionais e profissionais envolvidos na cobertura do evento, são esperados milhares de turistas vindos de todo o globo para acompanhar o evento.Para acomodar estes turistas, serão necessários 48 mil quartos de hotel. Acidade conta hoje com menos de 28 mil quartos.Ampliar a oferta de acomodações é vital para o sucesso do evento.
  • 5. APRESENTAÇÃO Por se tratar de uma cidade costeira, O Rio de Janeiro conta com uma orla de 193 quilômetros de extensão.• Toda esta orla poderia ser utilizada para a implantação de leitos hoteleiros temporários, criando uma opção de hospedagem econômica e ampliando a oferta de leitos hoteleiros na cidade.É aí que surge o Projeto Praia Abrigo: uma oportunidade de negócios emplena praia!
  • 6. OBJETIVOAumentar em 3000 unidades a oferta de leitos de hospedagem nacidade do Rio de Janeiro, durante a realização das olimpíadas de2016, usando como locação a orla da cidade, desde que emconformidade com a legislação vigente. Garantindo retorno de20% sobre o investimento.
  • 7. STAKEHOLDERS• StakeHolders (A) • StakeHolders (M2) o Patrocinador o Sindicatos de funcinários o Prefeitura do Rio de Janeiro o Governo do estado do • StakeHolders (B) Rio de Janeiro o Empresas fornecedoras de o Governo Federal suprimentos o Gerente de projeto o Fornecedores de treinamentos o Corpo de Bombeiros aos funcinários o Secretaria do meio ambiente o Agência de publicidade do Rio de Janeiro o População do Rio de Janeiro o Consumidores do produto/serviço o Concorrentes e redes hoteleiras• StakeHolders (M1) o Equipe de projeto M1 A o Corporação da Marinha do Dependência Brasil no Rio de Janeiro o Companhia de saneamento o Empreiteira o Clientes do negócio B M2 o Agências de turismo Influência/Poder
  • 8. REQUISITOSCódigo Requisito Prioridade StakeholderREQ01 Os abrigos temporários devem ser construídos Alta Fabrício Pires a partir de caixa modularesREQ02 Estes leitos poderão ocupar pequenos Alta Henrique espaços urbanos. SalgadoREQ03 Os leitos poderão ser transportados e Alta Marcelo instalados facilmente. CampioloREQ04 Poderão ser instalados praticamente em Média Marcelo qualquer ambiente. CampioloREQ05 Planejar o projeto focando em Alta Henrique empreendimentos futuros. SalgadoREQ06 Os leitos deverão ser produzidos com Média Marcelo materiais recicláveis. CampioloREQ07 Cada caixa deverá ter estabilidade estrutural. Alta Marcus LisboaREQ08 Banheiros químicos deverão estar presente Alta Leandro em cada leito. Trevisan
  • 9. REQUISITOSCódigo Requisito Prioridade StakeholderREQ09 As caixas podem ser combinadas, Alta Leandro empilhadas juntas e até se separarem Trevisan para criar claraboias no teto.REQ10 Cada leito deverá ser equipado com Alta Fabricio Pires porta e janelas, que permitem a entrada da luz natural.REQ11 A habitação modular pode ser utilizada Alta Marcelo como estúdio, escritório, apartamento, Campiolo casa ou abrigo de última hora, temporário ou permanente.REQ12 Os módulos são feitos de materiais de Alta Fabricio Pires alta qualidade, o que assegura maior durabilidade.REQ13 Cada módulo deverá ter acabamento Média Henrique interior, isolamento acústico e uma tela Salgado de chuva do lado de fora.REQ14 Conforto térmico deverá ser ofertados Alta Leandro ao clientes. TrevisanREQ15 Cada abrigo poderá comportar até 5 Média Marcus Lisboa pessoas.
  • 10. REQUISITOSCódigo Requisito Prioridade StakeholderREQ16 O abrigo deverá ser resistente Alta Henrique a ventos e chuvas. SalgadoREQ17 Cada caixa deverá apresentar Alta Leandro sistema anti-mofo e anti- Trevisan bactérias.REQ18 Oferecer proteção contra raios Alta Marcelo UV. CampiloREQ19 Cada módulo poderá ter Alta Marcus Lisboa sistema elétrico e hidráulico.REQ20 A habitação modular deverá Baixa Marcus Lisboa permitir mais de 50 combinações.
  • 11. WBS 1. Praia Abrigo 1.1 1.3 1.4 1.5 1.6 1.7 1.2 Detalhamento Concepção Licenciamento Implantação Utilização Remoção Encerramento 1.6.1 1.7.1 1.1.1 1.3.1 1.4.1 1.5.1 1.2.1 Engenharia Gerenciamento de Reunião deEstudo de mercado Ambiental Obra Serviço resíduos sólidos encerramento 1.1.2Estudo de viabilidade 1.2.2 1.3.2 1.4.2 1.5.2 1.6.2 1.7.2técnica, econômica e Fornecedores Consulta à Marinha Suprimento Manutenção Medidas mitigadoras Balanço ambiental 1.1.3 1.2.3 1.3.3 1.4.3 1.5.3 Esboço Modelagem Bombeiros RH Suprimentos 1.3.4 1.2.4 Prefeitura do Rio de EIA RIMA Janeiro 1..3.5 Companhia de Saneamento
  • 12. DICIONÁRIO DA WBS Fase: 1.1 Concepção Entrega: Relatório viabilidade Entrega Critério Critérios C.C PT Descrição do de Aceitação de Validação PT1.1.1 Estudo de mercado Analise de demanda de Relatório de Relatório Seguir as mercado , concorrentes, estudo de assinado pelo normas da previsão de aceitação do mercado. presidente. organização produto. para criar relatório.1.1.2 Estudo viabilidade Analise de payback, valor Relatório de Relatório Seguir as técnica, econômica e presente liquido, taxa EVTEA. assinado pelo normas da ambiental interna de retorno e taxa presidente. organização mínima de atratividade. para criar relatório.1.1.3 Esboço Expectativa foto realística Esboço Relatório Seguir as do empreendimento em entregue. assinado pelo normas da conformidade com o presidente e organização conceito do produto. aceito pelo para criar o departamento esboço. de marketing.
  • 13. DICIONÁRIO DA WBS Fase: 1.2 Detalhamento Entrega: Projeto de engenharia Entrega Critério Critérios C.C PT Descrição do de de Validação PT Aceitação1.2.1 Engenharia Elaboração do design do Desenho técnico Desenho Conformidade leitos modulares. técnico com as normas assinado vigentes, pelo diretor legislação e técnico. padrões de apresentação.1.2.2 Fornecedores Analise e seleção de Relatório de Relatório 100% dos fornecedores. fornecedores avaliado e fornecedores assinado habilitados pelo diretor segundo as de técnico. normas da empresa.1.2.3 Modelagem Elaboração da maquete Maquete pronta Aceite Modelo em dos leitos modulares. formal o escala diretor de conforme marketing e projeto de técnico execução.
  • 14. DICIONÁRIO DA WBS Fase: 1.2 Detalhamento Entrega: Projeto de engenharia Entrega Critério Critérios C.C PT Descrição do de de Validação PT Aceitação1.2.4 EIA/RIMA EIA – Estudo de impacto Relatório EIA e Relatórios Estudo e ambiental é um documento RIMA assinado relatório devem exigido pelo órgão pelo diretor atender a ambiental (federal, estadual técnico. legislação ou municipal) durante o especifica processo de licenciamento ambiental para emissão da de Licença Prévia ( LP) para grandes empreendimentos com potencial de impacto. RIMA - Relatório de Impacto Ambiental é um resumo do EIA com uma linguagem mais acessível a sociedade.
  • 15. DICIONÁRIO DA WBS Fase: 1.3 Licenciamento Entrega: Licenças aprovadas Entrega Critério Critérios C.C PT Descrição do de Aceitação de Validação PT1.3.1 Ambiental Requisição da obrigação Licença Licença Projeto em legal prévia à instalação ambiental. aprovada pelo conformidade de qualquer órgão com a empreendimento ou governamenta legislação atividade potencialmente l. ambiental poluidora ou degradadora vigente. do meio ambiente.1.3.2 Consulta a marinha Solicitação à marinha para Autorização Expedição de Projeto em instalação do leitos na orla da marinha autorização. conformidade do Rio de Janeira. com a marinha.1.3.3 Bombeiros Obter a aprovação do Licença Licença Projeto em corpo de bombeiro para AVCB aprovada pelo conformidade implantação do leitos. corpo de com as normas bombeiro. do corpo de bombeiro.
  • 16. DICIONÁRIO DA WBS Fase: 1.3 Licenciamento Entrega: Licenças aprovadas Entrega Critério Critérios C.C PT Descrição do de Aceitação de Validação PT1.3.4 Prefeitura Rio de Solicitação à prefeitura a Alvará da Expedição do Projeto em Janeiro autorização de instalação Prefeitura alvará pela conformidade dos leitos no evento prefeitura. com a olímpico, legislação municipal vigente.1.3.5 Companhia de Solicitação à companhia Expedição Projeto com o Projeto em Saneamento de saneamento da carimbo da conformidade autorização para instalar autorização companhia de com as normas as cabines modulares na . saneamento. da companhia orla do Rio de Janeiro. de saneamento.
  • 17. DICIONÁRIO DA WBS Fase: 1.4 Implantação Entrega: Cabines implantadas na orla Entrega Critério Critérios C.C PT Descrição do de Aceitação de Validação PT1.4.1 Obra Construção das cabine Cabine Obra Obra em modulares e implantação nas implantada aprovada pelo conformidade orla do Rio de Janeiro. na orla. engenheiro. com o projeto.1.4.2 Suprimento Responsável pela entrega da Entrega dos Aceito forma Insumos em matéria prima, equipamentos suprimento do engenheiro conformidade ou peças para montagem do s. da obra. com a leitos. solicitação do engenheiro.1.4.3 RH Contração de mão de obra. Mão de Recurso Currículo em obra aprovado na conformidade contratada. entrevista. com a vaga de emprego disponível.
  • 18. DICIONÁRIO DA WBS Fase: 1.5 Utilização Entrega: Comercialização e Prestação dos Serviços Entrega Critério Critérios C.C PT Descrição do de Aceitação de Validação PT1.5.1 Serviço Parceria com empresas de Serviços Contrato Seguir a norma turismos e canais de vendidos. assinado de contratação comunicação para venda entre as da empresa. dos serviços Praia Abrigo. empresas. Prestação de serviços de hospedagem temporária.1.5.2 Manutenção Manutenção dos serviços Prestação Consolida Preencher prestados tais como: de Serviço questionário limpeza, segurança, apoio sobre a ao turista, entre outros. qualidade de serviço.1.5.3 Suprimentos Responsável pela entrega Entrega dos Aceito formal Insumos em da matéria prima, suprimento do gerente de conformidade equipamentos ou peças s. operação. com o gerente para manutenção. operacional.
  • 19. DICIONÁRIO DA WBS Fase: 1.6 Remoção Entrega: Desmontagem, Limpeza e Recomposição da Orla Entrega Critério Critérios C.C PT Descrição do de Aceitação de Validação PT1.6.1 Gerenciamento de Retirada de resíduos com Retirada de Aceite formal Seguir normas resíduos sólidos. objetivo de minimizar a resíduos. do da empresa produção de resíduos e engenheiro. para retirada de proporcionar aos resíduos resíduos. gerados, a adequada coleta, armazenamento, tratamento, transporte e destino final adequado, visando a preservação da saúde pública e a qualidade do meio ambiente.1.6.2 Medida mitigadoras. São medidas que um Relatório de Relatório Ações tomadas empreendimento toma medidas assinado pelo conforme para mitigar, isto é, para tomadas. engenheiro. solicitação do reduzir (ou mesmo para engenheiro. eliminar) algum procedimento que possa causar prejuízos ao meio ambiente, antes que isso ocorra.
  • 20. DICIONÁRIO DA WBS Fase: 1.7 Encerramento Entrega: Relatório de Encerramento Entrega Critério Critérios C.C PT Descrição do de Aceitação de Validação PT1.7.1 Reunião de Reunião de apresentação Ata de Encerramento Compromissos encerramento da variações do projetos, reunião. do projetos com status report e revisão do aceita fornecedores e desempenho e liberação formalmente projeto dos membros da equipe. por todos os cumpridos. diretores.1.7.2 Balanço Analise do retorno sobre Relatório de Relatório Seguir as o investimento que o balanço. assinado pelo regras da projeto proporcionou. diretor de empresa para financeiro. confecção do relatório de balanço.
  • 21. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Eike Batista 1. Presidente 1.1 Henrique Salgado 1.2 Leandro Trevisan 1.3 Marcelo Campiolo 1.4 Marcus LisboaDiretor de Planejamento Diretor Financeiro Diretor de Marketing Diretor de Técnico 1.1.1 Fabrício Pires 1.2.1 Fátima Ribeiro 1.3.1 Joana 1.4.1 Julio DídimoAnalista de Planejamento Analista Financeiro Designer Mestre de obras 1.1.2 José Silva 1.2.2 Nivaldo Pereira 1.3.2 Meire Oliveira 1.4.2 Fabíola Nogueira Advogado Comprador Analista de Marketing Arquiteta 1.1.3 Paulo Arceno 1.2.3 Silvia Magalhães 1.3.2 Bruna Ferreira 1.4.3 João Analista de Mercado Analista de RH Analista Administrativo Técnico de Segurança 1.1.4 Rodrigo Lisboa 1.4.4 João Paulino Analista de Sistemas Engenheiro
  • 22. MAPA DE COMUNICAÇÕES Stakeholder Assunto da Documentos Meio Ação Esperada Emitente Destinatário informação RelacionadosEike Batista Status Report Relatório E-mail Receber as Gerente de projeto de informações acompanhamento sobre o . andamento do projeto.Prefeitura do Rio de Licenças e Licença de Documentos Licenças ArquitetaJaneiro certificados operação, protocolados liberadas e certificados de certificados vistoria e emitidos conclusão de obraGoverno Federal Financiamento da Projetos Documentos Liberação do Diretor Financeiro obra executivos, protocolados financiamento orçamento através do detalhado e banco federal relatório de acompanhmento de obraGerente de Projeto Status Report Relatorio de E-mail Receber as Diretores de acompanhamento informações Planejamento, de todas sobre o Financeiro, diretorias andamento do Marketing e Obra projeto
  • 23. MAPA DE COMUNICAÇÕES Stakeholder Assunto da Documentos Meio Ação Esperada Emitente Destinatário informação RelacionadosMarinha do Brasil Utilização da orla Liberação para Documento Orla liberada Marinha do Brasil utilização da orla assinado pela para a utilização MarinhaGerente de Projeto Status Report Relatorio de E-mail Receber as Diretores de acompanhamento informações Planejamento, de todas sobre o Financeiro, diretorias andamento do Marketing e Obra projetoCorpo de Bombeiros Liberação de projeto Projetos Documentos Liberação dos Arquiteta de incêndio executivos protocolados projetos para execuçãoSecretaria Municipal Licença Ambiental Licença ambiental Documentos Emissão da Arquitetade Meio Ambiente protocolados licença ambiental
  • 24. MAPA DE COMUNICAÇÕES Stakeholder Assunto da Documentos Meio Ação Esperada Emitente Destinatário informação RelacionadosGoverno Federal Financiamento da Projetos Documentos Liberação do Diretor Financeiro obra executivos, protocolados financiamento orçamento através do detalhado e banco federal relatório de acompanhmento de obraCompanhia de Aprovação do Projeto hidraulico Documento Projeto aprovado Companhia deSaneamento projeto executivo executivo assinado pela Saneamento Cia de SaneamentoEmpreiteiras Pagamentos dos Medições dos Transferência Pagamento Diretor Técnico / serviços realizados serviços bancária realizado Financeiro realizadosClientes do Negócio Leitos disponíveis Fichas check-in / Documento Leitos ocupados Recepção do hotel para locação check-out; Nota assinado pelo fiscal cliente / eletrônico
  • 25. MAPA DE COMUNICAÇÕES Stakeholder Assunto da Documentos Meio Ação Esperada Emitente Destinatário informação RelacionadosAgências de Turismo Leitos disponíveis Relatório de leitos Eletrônico Leitos Gerente do Hotel para locação vagos disponíveisSindicato dos Funcionários Relatório mensal Documento Funcionários RHFuncionários contratados das contratações assinado pelo registrados registrados RHFornecedores Aquisição de Contrato de Contrato Contratos de Advogado materiais fornecimento registrado em fornecimento cartório assinadosEmpresas de Treinamentos Certificados de Físico Certificados Empresas dequalificação treinamentos para assinaods qualificaçãoprofissional os funcionários profissional
  • 26. REGISTRO DE RISCOS Qualitativo ID Categoria Risco Identificado Qualitativo de Impacto Semáforo Probab. Queda na taxa de câmbio pode inviabilizar oRSC01 Taxa de câmbio Improvável Média 0,03 negócio. Alta da taxa de câmbio pode melhorar aRSC02 Taxa de câmbio Provável Médio 0,14 margem de lucro do negócio. Expectativas de mercado não se cumprirem Riscos deRSC03 no evento que pode tornar o negócio inviável Improvável Grande 0,12 mercado pela demanda. Médio Riscos de Concorrência pode diminuir a atratividade do MédioRSC04 0,10 mercado serviço perante o mercado. Impactos Não cumprimento a norma ambiental pode Provável 0,14RSC05 Médio ambientais causar multa. Não obtenção da licença ambiental pode Médio GrandeRSC06 Licenças 0,20 causar embargos. Atraso na entrega da obra pode não permitir Improvável Muito GrandeRSC07 Prazo 0,24 o lançamento do serviço à tempo do evento. Risco de Má aceitação do mercado ao negócio pode Improvável MédiaRSC08 0,06 mercado não trazer demanda ao negócio
  • 27. REGISTRO DE RISCOS Qualitativo ID Categoria Risco Identificado Qualitativo de Impacto Semáforo Probab. Risco de Má aceitação do mercado ao negócio podeRSC08 Improvável Média 0,06 mercado não trazer demanda ao negócio Desastres da Ocorrência de um Tsunami pode atrasar oRSC09 Rara Muito Grande 0,08 natureza. lançamento do negócio Risco de Outros eventos de grande porte no RJRSC10 Provável Grande 0,28 mercado podem melhorar a atratividade do negócio. Patentes de concorrentes podem impedir oRSC11 Leis de patentes Improvável Média 0,06 lançamento do negócio. Medidas Mudança de lei de construções na orla Improvável MédiaRSC12 0,06 regulatórias marítima podem embargar as obras. Não cumprimento dos contratos por parte deRSC13 Contratos fornecedores podem atrasar o lançamento Média Pequena 0,05 do negócio. Reclamação de Acidente com clientes Podem gerar Média MédiaRSC14 0,10 terceiros processos legais. Riscos Acidentes de trabalho podem gerar passivos Média MédiaRSC15 0,10 operacionais. trabalhistas.
  • 28. REGISTRO DE RISCOS Qualitativo ID Categoria Risco Identificado Qualitativo de Impacto Semáforo Probab. Não obtenção de licença da prefeitura podeRSC16 Licenças Improvável Muito Grande 0,24 embargar a obra. Riscos Incêndio pode gerar danos ao patrimônioRSC17 Rara Grande 0,04 operacionais empresarial. Orçamento ultrapassar o planejado podeRSC18 Fluxo de caixa Média Grande 0,20 diminuir a qualidade do produto. Vandalismo contra o patrimônio pode causar Provável PequenaRSC19 Custos 0,07 despesas extras Não obtenção da licença dos bombeiros Média PequenaRSC20 Licenças 0,05 pode atrasar o lançamento da obra
  • 29. REGISTRO DE RISCOS Sinal de ID VME a Resposta VME d Dono do Risco Ação a Tomar Alerta Cota;’ao DiretoriaRSC01 500.000 Mitigar 50.000 acima de Contratar seguro Financeira R$2.05 Cota;’ao DiretoriaRSC02 0 Melhorar -10.000 acima Contabilizar receita extra Financeira deR$2.05 Relatorio deRSC03 5.000.00 Aceitar 500.000 Presidente Re-planejar demanda Diretoria deRSC04 1.000.000 Mitigar 2.000 Marketing Resultado da Diretoria deRSC05 500.000 Transferir 25.000 reuni’ao Contratar consultoria Desenvolvimento inicial Resultado da Diretoria deRSC06 500.000 Transferir 25.000 reuni’ao Contratar consultoria Desenvolvimento inicial Contratar profissional Cronograma Diretoria Técnica para implementar fastRSC07 2.000.000 Mitigar 100.000 Físico da e Planejamento tracking no cronograma obra do projeto
  • 30. REGISTRO DE RISCOS Sinal de ID VME a Resposta VME d Dono do Risco Ação a Tomar Alerta Diretoria de Volume deRSC08 5.000.000 Mitigar 5.000 Campanha Publicitária Marketing vendasRSC09 1.000.000 Transferir 1.000.000 Presidente Sem sinal Reconstruir Usar de influencias com Anuncio de Diretoria de promotores de eventosRSC10 0 Melhorar -2.000.000 novos Marketing para trazer novas eventos oportunidades locais Diretoria de Repercução Contratar acessoria emRSC11 1.000.000 Transferir 500.000 Desenvolvimento do projeto Produto Diretoria de Notícias na Consulta prévia aosRSC12 10.0000 Eliminar Desenvolvimento mídia órgãos competentes Atrasos doRSC13 5.000 Transferir 5.000 Diretoria Técnica andamento Cláusulas contratuais do projeto Controle Contratar comunicaçãoRSC14 2.000.000 Mitigar 12.000 Diretoria Técnica das visual ocorrências
  • 31. REGISTRO DE RISCOS Sinal de ID VME a Resposta VME d Dono do Risco Ação a Tomar Alerta Diretoria de Repercução Contratar acessoria emRSC15 5.000.000 Mitigar 5.000 Desenvolvimento do projeto Produto Notícias na Consulta prévia aosRSC16 10.000.000 Aceitar 1.000 Presidente mídia órgãos competentesRSC17 50.000.000 Transferir 10.000 Diretoria Técnica Sem alerta Contratar Seguro Não Diretoria de Validação Controle Rígido dosRSC18 1.000.000 Mitigar 5.000 Desenvolvimento das prazos e qualidade entregas Índice de Diretoria de Contratação de empresaRSC19 10.0000 Transferir 500 ocorrências Desenvolvimento de vigilância policiais Atrasos doRSC20 5.000 Compartilhar -10.000 Diretoria Técnica andamento Mutas contratuais do projeto
  • 32. REGISTRO DE RISCOS Sinal de ID VME a Resposta VME d Dono do Risco Ação a Tomar Alerta Diretoria de Repercução Contratar acessoria emPT01 5.000.000 Mitigar 5.000 Desenvolvimento do projeto Produto Notícias na Consulta prévia aosRSC16 10.000.000 Aceitar 1.000 Presidente mídia órgãos competentesRSC17 50.000.000 Transferir 10.000 Diretoria Técnica Sem alerta Contratar Seguro Não Diretoria de Validação Controle Rígido dosRSC18 1.000.000 Mitigar 5.000 Desenvolvimento das prazos e qualidade entregas Índice de Diretoria de Contratação de empresaRSC19 10.0000 Transferir 500 ocorrências Desenvolvimento de vigilância policiais Atrasos doRSC20 5.000 Compartilhar -10.000 Diretoria Técnica andamento Mutas contratuais do projeto
  • 33. MAPA DE AQUISIÇÕESConcorrência Item a ser contratado Player 1 Player 2 Player 3RFP-01 ESBOÇO ArquiPlan Arquitetudo ProjectaRFP-02 ENGENHARIA Engenharte EngeMag ProlétivaRFP-03 EIARIMA Etka Ambiental Ambconsult Natural ConsultoriaRFP-04 RH Curriculum RH RH Consult Provento Consultoria em RH Empreende Hotelaria eRFP-05 SERVIÇO Hotel Express Camareria Serviços