Prime Car

221 views
135 views

Published on

Titulo: Prime Car
Alunos:Caroline,
Cidade:
Disciplina:
Turma:
Data:20-02-2014
Hora:18:54
Comentarios:Boa noite prof. Marco, segue trabalho. Obrigada. Att, Caroline Mendes 43 9134.2272
Publico até ápos a correção

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
221
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Prime Car

  1. 1. GERENCIAMENTO DA INTEGRAÇÃO EM PROJETOS LONDRINA – GPJ LD 2/12 PROF MARCO ANTONIO COGHI
  2. 2. INTEGRANTES  ALISSON PAVAN  CAROLINE LUZ MENDES  FABIO MARQUES DE MELLO  MATEUS BITTENCOURT  NICOLAU SCHAUFF  RAFAEL SACOMAN  VINICIUS LENTE
  3. 3. PRIME CONSULTING A EMPRESA PRIME CONSULTING É UMA EMPRESA DE LONDRINA ESPECIALISTA EM PROJETOS DE ENGENHARIA DE AUTOMÓVEIS. DESDE 1998 NO RAMO DE CARROS EXCLUSIVOS, POSSUÍMOS KNOW HOW PARA ATENDER OS MAIS EXIGENTES CONSUMIDORES. COM UMA EQUIPE BASTANTE DINÂMICA E COMPETENTE, PROCURAMOS INSPIRAÇÃO NA IDENTIDADE QUE BUSCAMOS EM UM VEÍCULO.
  4. 4. PROJETO PRIME CAR O PRIME CAR É UM PROJETO DESENVOLVIDO COM O INTUITO DE FORNECER AO MERCADO UM MODELO DE CARRO ÚNICO, COM DESIGN ARROJADO E CARACTERÍSTICAS ESPECIAIS VOLTADAS PARA CLIENTES QUE VALORIZAM ALTA PERFORMANCE.
  5. 5. DTAP – DESENVOLVER TERMO DE ABERTURA DO PROJETO O projeto será iniciado pelo P (plan) do Ciclo PDCA para projetos com o desenvolvimento do Termo de Abertura do Projeto (TAP). A saída desta etapa é o Termo de Abertura do Projeto e a identificação dos stakeholders.
  6. 6. TERMO DE ABERTURA DO PROJETO PROJETO PRIME CAR DESCRIÇÃO O projeto do Prime Car é um projeto desenvolvido com o intuito de fornecer ao mercado um modelo de carro único, com design arrojado e características especiais voltadas para clientes que valorizam alta performance. JUSTIFICATIVA Este projeto visa projetar um carro exclusivo para quem REQUISITOS O projeto será realizado em 2 anos com orçamento de R$10 milhões. DESIGNAÇÕES Por este documento Caroline Luz Mendes é designada gerente deste projeto. Ela obrigase a controlar, garantir e conduzir todas as etapas do projeto.
  7. 7. TERMO DE ABERTURA DO PROJETO ORÇAMENTO Orçamento total de R$10 milhões aprovado pela diretoria da empresa. RISCOS  Data de entrega do projeto;  Alto valor de investimento;  Aceitação dos consumidores. PRAZO Dois anos. APROVAÇÃO: PROF. MARCO ANTONIO COGHI DIRETOR CORPORATIVO
  8. 8. IDENTIFICAÇÃO DOS STAKEHOLDERS STAKEHOLDER POSIÇÃO PAPEL PRESIDENCIA ESTRATEGICO APROVA PROJETO ALTO ALTA ALTO DIRETORIA ESTRATEGICO INTERMEDIADOR DA EQUIPE DO PROJETO ALTO MÉDIA ALTO ENGENHEIROS OPERACIONAL COMPRADOR MEDIO MÉDIA ALTO COMPRADOR ALTO BAIXA ALTO CLIENTES PODER INFLUÊNCIA INTERESSE
  9. 9. DPGP – DESENVOLVER O PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO Também no P (Plan) será realizado o Plano de Gerenciamento do Projeto. Nesta etapa são delimitados os aspectos essenciais para o sucesso do projeto.
  10. 10. PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO TAP ASSINADA DECLARAÇÃO DO ESCOPO DECLARAÇÃO DOS REQUISITOS PREMISSAS E RESTRIÇÕES ANÁLISE MAKE OR BUY WBS E DICIONÁRIO IDENTIFICAR STAKEHOLDERS MÉTRICAS DA QUALIDADE MATRIZ DE AQUISIÇÕES CRONOGRAMA QUALIFICAR PESSOAS CRITÉRIOS PARA ESCOLHER FORNECEDOR ORÇAMENTO FERRAMENTAS DE COMUNICAÇÃO ABERTURA DE COTAÇÃO MAPEAMENTO DOS RISCOS PLANO DE GP
  11. 11. WBS
  12. 12. CRONOGRAMA DO PROJETO
  13. 13. PLANO DA QUALIDADE NECESSIDADE ESPECIFICAÇÃO ATIVIDADE DE GARANTIA CRONOGRAMA RESPONSÁVEL ÓRGÃOS REGULATÓRIOS Atender aos padrões exigidos. Licenciamento prévio. Durante a iniciação do projeto. Gerente do Projeto.
  14. 14. OGEP – ORIENTAR E GERENCIAR A EXECUÇÃO DO PROJETO Na fase D (DO) do ciclo PDCA, significa a execução. Aqui é realizada e acompanhada a execução dos Pacotes de trabalhos necessários para as entregas e, também, é acionado o Plano de Gerenciamento do Projeto.
  15. 15. PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO Monitoramento e Controle Execução [E] Entrega • Medir Desempenho • Acompanhar Cronograma • Reunião com Stakeholders • Aquisições Controle de Entregas (Buy) • Custo Programado com Orçamento Previsto • Medir Desempenho • Acompanhar Cronograma • One Page Report • Validar Mudanças • Controle de Solicitação de Mudanças • Aprovação Mudanças • • • • • • • Reuniões p/ Comunicação / Status Expectativas dos Stakeholders Seguir Requisitos da Qualidade Lista de Atividades Realizar Compras Mobilizar Equipe Iniciar Execução
  16. 16. GARANTIA DA QUALIDADE ENTRADAS - Plano de Gerenciamento da Qualidade - Métricas da Qualidade - Informações sobre o desempenho do trabalho - Medições do controle da qualidade SAÍDAS REALIZAR A GARANTIA DA QUALIDADE - Mensuração do controle da qualidade - Alterações validadas - Produtos Validados - Atualização do Plano de Gerenciamento do Projeto - Atualização dos documentos do Projeto
  17. 17. MCTP – MONITORAR E CONTROLAR O TRABALHO DO PROJETO Entramos no C (check) do Ciclo PDCA. O documento resultante desta fase é o Termo de Aceite Parcial assinado pelo sponsor. A ferramenta utilizada pelo GP nesta etapa será a Análise de Valor Agregado.
  18. 18. PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO EXECUÇÃO MONITORAMENTO INICIAR EXECUÇÃO SEGUIR REQUISITOS DA QUALIDADE APROVAÇÃO DE MUDANÇAS MOBILIZAÇÃ O DA EQUIPE REUNIÕES PARA COMUNICAÇÃO STATUS VALIDAR MUDANÇAS REALIZAR COMPRAS EXPECTATIVAS DOS STAKEHOLDERS CONTROLE DE SOLICITAÇÃO DE MUDANÇAS ONE PAGE REPORT MEDIR DESEMPENHO ACOMPANHAR CRONOGRAMA LISTA DE ATIVIDADES AQUISIÇÕES CONTROLE DE ENTREGAS (BUY) REUNIÃO STAKEHOLDERS CUSTO PROGRAMADO COM ORÇAMENTO PREVISTO
  19. 19. TERMO DE ACEITE PARCIAL FORMALIZAMOS PARA OS DEVIDOS FINS O ACEITE DA ENTREGA PARCIAL DO PROJETO PRIME CAR FASE _____________________________ E QUE ESTA ENCONTRA-SE DE ACORDO COM OS REQUISITOS DE QUALIDADE. AUTORIZAMOS ASSIM, O PROSSEGUIMENTO DA EXECUÇÃO DO PROJETO PARA A PRÓXIMA FASE. LONDRINA, XX DE XXXXX DE 2014. ASSINATURAS
  20. 20. CICLO DE VALIDAÇÃO DA QUALIDADE DAS FASES DO PROJETO Executar fase do Projeto Receber autorização para execução da próxima fase Garantir a Qualidade Validar a Qualidade da Fase junto ao cliente
  21. 21. RCIM – REALIZAR CONTROLE INTEGRADO DE MUNDANÇAS Na fase A (action) o GP realiza o Controle Integrado de Mudanças, é aqui que é analisada as Solicitações de Mudanças, documentando seu impacto, aprovando-a ou rejeitando-a, atualizando o Plano de Gerenciamento do Projeto e gerenciando a sua execução. Os documentos resultantes deste processo serão as Solicitações de Mudanças autorizadas e assinadas pelo GP e pelo sponsor.
  22. 22. SM – SOLICITAÇÃO DE MUDANÇA
  23. 23. PARECER DO GP IMPACTOS IDENTIFICADOS DATA, NOME E ASSINATURA DO GP PARECER DO SPONSOR
  24. 24. EPF – ENCERRAR O PROJETO OU FASE O Fim do Projeto é dado com a assinatura do Termo de Aceite pelo sponsor. Após realizado todo o processo é realizada a listagem das Lições Aprendidas e feita a divulgação para os futuros Projetos da Empresa.
  25. 25. TERMO DE ACEITE FINAL FORMALIZAMOS PARA OS DEVIDOS FINS O ACEITE DA ENTREGA FINAL DO PROJETO PRIME CAR E QUE ESTE ENCONTRA-SE DE ACORDO COM OS REQUISITOS DE QUALIDADE. AUTORIZAMOS ASSIM, O PAGAMENTO INTEGRAL DO VALOR ACORDADO COM A EMPRESA LONDRINA, XX DE XXXXX DE 2014. MARCO ANTONIO COGHI DIRETOR
  26. 26. OBRIGADO.

×