Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
PMO em Lisarb - GPC Consult
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

PMO em Lisarb - GPC Consult

  • 64 views
Published

Titulo: PMO em Lisarb - GPC Consult …

Titulo: PMO em Lisarb - GPC Consult
Alunos:CARLOS EDUARDO COSTA SANTOS,Charles Moura e Silva,Guilherme Bertasso Armentano,Gustavo rios campelo Cerqueira ,Plínio Costa Bernardes,
Cidade: Goiania
Disciplina: PMO
Turma: GP23
Data:02-05-2014
Hora:18:11
Comentarios:Obrigado professor. Foi ótima a aula. Está me ajudando aqui na empresa.
Publico até ápos a correção

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
64
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
6
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. GP C Project Office e Nível de Maturidade Goiânia – GO Turma GP-23 PMO EM LISARB GP C CONSULT Charles Moura e Silva Carlos Eduardo Costa Santos Guilherme Bertasso Armentano Gustavo Rios Campelo Cerqueira Plínio Costa Bernardes
  • 2. GP C PMO EM LISARB GP C CONSULT
  • 3. A GPC Consult é uma empresa brasileira, prestadora de serviços de consultoria, especializada em implantação de PMO (escritório de gerenciamento de projetos). Temos como missão demonstrar os benefícios que a implantação do PMO traz às empresas, possibilitando ter o acompanhamento em PMO EM LISARBGPC Consult PMO traz às empresas, possibilitando ter o acompanhamento em tempo real, facilitando a gestão centralizada dos projetos, programas e portfólio. Afinal de contas, cada atraso em projeto, gera um custo maior e menor retorno.
  • 4. PMO EM LISARB Objetivos: Disponibilizar ao Presidente de Lisarb o conhecimento dos projetos e programas estratégicos definidos em seu governo com a finalidade de acompanhar sua execução possibilitando um melhor monitoramento e controle, garantindo o objetivo de realizar a melhor administração possível durante seu mandato, através das seguintes PMO EM LISARBGPC Consult administração possível durante seu mandato, através das seguintes etapas: Planejamento Estratégico (Fornecido por Lisarb) Identificação Categorização Avaliação Seleção Priorização Balanceamento Nível de Maturidade
  • 5. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Objetivos Estratégicos: Aliança por um Lisarb mais justo Política cidadã baseada em princípios e valores Educação para a sociedade do conhecimento PMO EM LISARBGPC Consult Economia para uma sociedade sustentável Proteção social Qualidade de vida e segurança para todos os Lisarbeanos Cultura e fortalecimento da diversidade Política externa para o século XXI Combate à corrupção
  • 6. IDENTIFICAÇÃO PROJETOS IDENTIFICADOS A PARTIR DOS OBJETIVOS ESTRATÉGICOS: • LISARB NOS TRILHOS • FÉRIAS NA CADEIA • A JUSTIÇA QUE EU CONFIO • DE LISARB PARA O MUNDO • EVOLUI LISARB • LISARB INFINIT PMO EM LISARBGPC Consult • A JUSTIÇA QUE EU CONFIO • CNPJ CIDADÃO • AQUI AGORA • EDUCAÇÃO QUE EU SONHO • EDUCAÇÃO, PONTE PARA O FUTURO •LISARB DO FUTURO • EDUCA LISARB • LISARB INFINIT • SUSTENTALISARB • CIDADÃO LISARB • CULTURA CIDADÃ • PAZ E AMOR • PROJETO PULMÃO
  • 7. CATEGORIZAÇÃO Foram estabelecidas categorias para englobar os diversos objetivos estratégicos: Justiça Saúde e Educação PMO EM LISARBGPC Consult Desenvolvimento Sustentabilidade
  • 8. CATEGORIZAÇÃO Painel de Categorização: PMO EM LISARBGPC Consult
  • 9. AVALIAÇÃO Foram definidos critérios de avaliação com base em fatores sociais, econômicos, financeiros e políticos. Critério Peso Nota 1 5 10 Impacto Ambiental 4 baixo médio alto PMO EM LISARBGPC Consult Legislação 5 não existe em aprovação existe Índice Desenvolvimento Humano 7 < 0,4 > 0,8 Retorno Financeiro 2 < 1% > 9% Retorno Social Econômico 6 < R$ 1,00 > R$ 10,00 Viabilidade 1 < 1 0 > 1 Inovação 3 incremental processo produto
  • 10. SELEÇÃO Temos a seguinte pontuação: Critério Peso P1 P2 P3 P4 P5 P6 P7 Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Impacto Ambiental 4 10 40 5 20 10 40 10 40 10 40 10 40 10 40 Legislação 5 5 25 10 50 5 25 5 25 5 25 10 50 5 25 PMO EM LISARBGPC Consult Índice Desenvolvimento Humano 7 5 35 1 7 5 35 10 70 5 35 10 70 10 70 Retorno Financeiro 2 5 10 1 2 1 2 10 20 10 20 1 2 5 10 Retorno Social Econômico 6 10 60 5 30 10 60 10 60 5 30 5 30 10 60 Viabilidade 1 10 10 10 10 5 5 5 5 5 5 5 5 5 5 Inovação 3 1 3 1 3 1 3 1 3 5 15 1 3 10 30 183 122 170 223 170 200 240
  • 11. PRIORIZAÇÃO Os projetos serão priorizados de acordo com a pontuação obtida, conforme abaixo: Priorização P7 – SUSTENTALISARB P4 – SAÚDE PARA TODOS PMO EM LISARBGPC Consult P4 – SAÚDE PARA TODOS P6 – EVOLUI LISARB P1 – LISARB NOS TRILHOS P5 – DE LISARB PARA O MUNDO P3 – EDUCA LISARB P2 – FÉRIAS NA CADEIA Os critérios de desempate foram, em primeiro lugar, o retorno financeiro e, depois, a inovação.
  • 12. BALANCEAMENTO Objetivos estratégicos Categorias Justiça Saúde e Educação Desenvolvi mento Sustentab ilidade OBJ 1 OBJ 2 Legenda Tamanho: Custo Prazo: Até 1 ano PMO EM LISARBGPC Consult OBJ 3 OBJ 4 OBJ 5 OBJ 6 OBJ 7 OBJ 8 OBJ 9 Até 1 ano De 1 a 2 anos + 2 anos
  • 13. ITERAÇÃO Para encontramos o balanceamento do Portfólio utilizamos os critérios de impacto ambiental, legislação, índice desenvolvimento humano, retorno financeiro, retorno social econômico, viabilidade e inovação. Foram adotados pesos diversos, possibilitando encontrar os projetos de maior impacto, auxiliando o balanceamento. Os maiores pesos foram para as áreas de Sustentabilidade, Saúde e Educação e Desenvolvimento. Priorização Pontuação Categoria PMO EM LISARBGPC Consult 1 – SUSTENTALISARB 240 Sustentabilidade 2 – SAÚDE PARA TODOS 223 Saúde e Educação 3 – EVOLUI LISARB 200 Desenvolvimento 4 – LISARB NOS TRILHOS 183 Justiça 5 – DE LISARB PARA O MUNDO 170 Desenvolvimento 6 – EDUCA LISARB 170 Saúde e Educação 7 – FÉRIAS NA CADEIA 122 Justiça
  • 14. NÍVEL DE MATURIDADE Para definir o nível de maturidade do PMO em Lisarb, foi utilizado a pesquisa de maturidade em GP. A pesquisa busca identificar através de perguntas em qual nível de maturidade a empresa está. O questionário possui 40 questões relacionadas ao aspecto do gerenciamento de projetos e cada questão é avaliada de 0 a 5. 0 - Questão sem marcação (não aplicável) 1 - Quase nunca (aplicável para até 10% dos projetos) PMO EM LISARBGPC Consult 1 - Quase nunca (aplicável para até 10% dos projetos) 2 - Às vezes (aplicável para mais de 10% e menos de 50% dos projetos) 3 - 50% das ocasiões (aplicável para 50% dos projetos) 4 - A maioria das ocasiões (aplicável para mais de 50% e menos de 80% dos projetos) 5 - Em quase todas as ocasiões (aplicável para mais de 80% dos projetos) Total de Pontos Classificação Nível de Maturidade 69 Entre 41 e 80 pontos Nível 2
  • 15. NÍVEL DE MATURIDADE Nível de Maturidade 2 – Processos Comuns Características Ações • Início do reconhecimento dos benefícios tangíveis do GP • GP apoiado por todos os níveis de • Desenvolver a cultura de GP tanto quantitativo quanto comportamental PMO EM LISARBGPC Consult • GP apoiado por todos os níveis de orçamento • Reconhecimento da necessidade de processos / metodologias • Gerenciamento de Escopo, Prazos e custo • Grade de conhecimentos em GP quantitativo quanto comportamental • Reconhecer os benefícios do GP • Desenvolver metodologia para alcançar estes benefícios • Criar programa de treinamento contínuo em GP
  • 16. BENEFÍCIOS DE UM PMO A implementação de um PMO em Lisarb traz algumas vantagens: • Dar visibilidade dos andamentos dos projetos; • Conhecimento do Portfólio; • Possibilita analisar em qual projeto investir; PMO EM LISARBGPC Consult • Possibilita analisar em qual projeto investir; • Facilita o controle dos projetos, evitando atrasos e aumento de custos; • Mostrar quais são as vulnerabilidades que existem em relação ao gerenciamento de projetos.
  • 17. NÍVEL HIERÁRQUICO ADOTADO Nossa sugestão é a instalação de um PMO de nível estratégico, visando a organização como um todo, no desenvolvimento de projetos e programas para o alcance de resultados que vão de encontro com a estratégia adotada para gestão de Lisarb. PMO EM LISARBGPC Consult adotada para gestão de Lisarb. PMO Nível 3
  • 18. FUNÇÃO ADOTADA A função que o PMO adotaria será a de Integração com o Negócio, facilitando a tomada de decisão, a visão comum dos projetos, o acesso as informações relativas aos projetos, influenciando atingir os objetivos corporativos e gerenciando os conflitos. Integração com o Negócio PMO EM LISARBGPC Consult Políticas Gerência de Portfólio Interfaces funcionais Gerência de Clientes Melhoria Contínua
  • 19. MODELO ADOTADO O modelo a ser adotado será o de Torre de Controle, para centralizar as informações e para estabelecer os padrões de trabalho para a gerência de projetos, subsidiando Lisarb na tomada de decisão. Serão montadas estações meteorológicas para a coleta e envio das informações de cada região para a torre de controle. PMO EM LISARBGPC Consult
  • 20. MÉTRICAS ADOTADAS As métricas que serão adotadas são métricas simplificadas, que possibilitem a visualização da realidade do projeto. São elas: • % de etapas entregues no prazo previsto • Índice de cumprimento de custo PMO EM LISARBGPC Consult • Duração média dos projetos • Quantidade de problemas decorrentes de ruídos ou falta de comunicação
  • 21. ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO Através da experiência em projetos anteriores, definimos as etapas para implementação do PMO em Lisarb. PMO EM LISARBGPC Consult em Lisarb.
  • 22. FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Para ter sucesso a implementação de um PMO em Lisarb, listamos abaixo alguns fatores que consideramos críticos para o sucesso do projeto: • Ter patrocínio da Alta Direção; • Os funcionários do PMO deverão ser selecionados com base nos critérios técnicos. Evitar nomeação de sugestões políticas; PMO EM LISARBGPC Consult técnicos. Evitar nomeação de sugestões políticas; • Disseminação dos resultados obtidos e das lições aprendidas; • Os objetivos não devem ser desviados para benefício de políticos aliados; • Toda alteração de grande impacto deverá ser divulgada na imprensa para conhecimento dos envolvidos.
  • 23. PMO EM LISARBGPC Consult OBRIGADO! GP C CONSULT