Dancaescolar

4,472 views
4,217 views

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,472
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
73
Actions
Shares
0
Downloads
173
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Dancaescolar

  1. 1. DANÇA ESCOLAR PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS AUTORA: IARA DE MOURA
  2. 2. Procedimentos didáticos Para que a Dança Escolar seja realmente uma ferramenta significativa no processo de aprendizagem e construção do conhecimento do aluno, é necessário que o professor de Educação Física siga algumas recomendações importantes:
  3. 3. Procedimentos didáticos <ul><li>Planejamento : é a preparação antecipada do que vai ser realizado na aula; isto implica preparar o material, a música e os procedimentos que serão tomados no decorrer de cada aulas. </li></ul>
  4. 4. Procedimentos didáticos A aula de Dança Escolar requer pesquisa musical, diversidade de material e variação de atividades. A preparação das aulas não pode ser negligenciada, improvisada, pois, se assim o for, o trabalho passa a ser desvalorizado .
  5. 5. Procedimentos didáticos b) Capacitação: é a qualidade do professor e é relativa ao conhecimento do “ o que se ensina”, do “como se ensina” e do “para que se ensina”; o professor tem que estar comprometido com o educar e com o poder de comunicação, além de ter bom-senso e autocrítica para saber se está preparado ou não para aplicar a Dança Escolar.
  6. 6. Procedimentos didáticos c) Metodologia: é a maneira de aplicar e de transmitir didaticamente um conteúdo ou conhecimento; isto implica observação sistemática do aluno e atenção aos seus gestos, atitudes, comportamentos individuais e inter-relacionais a fim de intervir, se necessário.
  7. 7. Procedimentos didáticos A transmissão verbal deve ser clara e objetiva, adequada à idade do aluno e com nomenclaturas da área de Educação Física. Não se devem usar palavras como : bumbum, esticar etc... Ou nomenclaturas técnicas como pliés, relevés etc.
  8. 8. Procedimentos didáticos A transmissão acústica, que pode ser expressa por marcações (palmas,tambor, pandeiro etc.) ou músicas, deve ser selecionada de forma que, implicitamente, eduquem a capacidade auditiva do aluno; assim, convém evitar músicas com termos chulos, ainda que pertençam à realidade da criança.
  9. 9. Procedimentos didáticos Caso queira utilizar alguma música que faça parte do contexto social ou do gosto do aluno, sugiro que seja instrumental, abolindo a letra; isso ajuda a motivar a aula. Ex: Batida do funk, pois é ótima para exercitar o ritmo e os jovens adoram.
  10. 10. Procedimentos didáticos d) Avaliação: “É um dos aspectos essenciais de qualquer projeto pedagógico”, justamente porque é por meio dela que se reformulam mecanismos estruturais e relevantes no processo ensino/aprendizagem.
  11. 11. Procedimentos didáticos Assim, na Dança Escolar, devem-se levar em consideração os aspectos de conhecimento, habilidades e atitudes, além das condutas sociais do aluno nas suas diversas manifestações e no desenvolvimento das atividades, de uma maneira geral.
  12. 12. Procedimentos didáticos <ul><li>Constantemente, devem ser observados e analisados: </li></ul><ul><li>o fazer individual e coletivo; </li></ul><ul><li>as alterações do organismo; </li></ul><ul><li>a construção do saber ( esforço) ; </li></ul><ul><li>a organização, a compreensão, a interpretação e a expressão dialógica, comunicativa, produtivo-criativa e participativa do aluno. </li></ul>
  13. 13. Procedimentos didáticos Não se deve esquecer que os rumos de um processo podem ser redimensionados e que as diferenças individuais devem ser levadas sempre em consideração.
  14. 14. COMO APLICAR A DANÇA NA ESCOLA Ao se iniciar um trabalho de Dança Escolar deve-se priorizar o desenvolvimento psicomotor e não, a técnica; porém, é essencial que as crianças conheçam alguns itens, desde o primeiro momento, e os dominem, para que as aulas possam transcorrer de forma agradável, dinâmica e com fluidez.
  15. 15. COMO APLICAR A DANÇA NA ESCOLA O primeiro item é a organização ( em blocos, círculos, quadrado, fila etc) e o alinhamento ou direção ( em frente, atrás, lateral direita, lateral esquerda, diagonal/ frente, diagonal /atrás.
  16. 16. COMO APLICAR A DANÇA NA ESCOLA O segundo item é a Base ou Apoio para a realização das atividades, que podem ser: Base 1: apoio de dois pés; Base 2: apoio num pé só – direita ou esquerda; Base 3: apoio nos joelhos ou ajoelhado; decúbito dorsal/ v Base 4: apoio num dos joelhos – direito ou esquerdo Base 5: sentado; Base 6: deitado ou decúbito dorsal / v
  17. 17. COMO APLICAR A DANÇA NA ESCOLA E o terceiro item compõe-se dos movimentos básicos: extensão, flexão, circundução, contração, relaxamento e rotação das diversas partes do corpo.
  18. 18. COMO APLICAR A DANÇA NA ESCOLA Não podemos esquecer da terminologia adequada (girar,inspirar e expirar, saltitar, rolar, saltar, deslocar etc), que deve fazer parte do vocabulário tanto do professor quanto do aluno; evitar termos que desvalorizem o trabalho pedagógico da dança escolar.
  19. 19. COMO APLICAR A DANÇA NA ESCOLA <ul><li>Baseado nestas orientações, sugere-se aplicar a Dança Escolar com a seguinte sequência: </li></ul><ul><li>Organização ou formação. </li></ul><ul><li>Direção ou alinhamento. </li></ul><ul><li>Bases ou apoio corporal </li></ul>
  20. 20. COMO APLICAR A DANÇA NA ESCOLA <ul><li>4. Terminologia básica dos movimentos. </li></ul><ul><li>5. Atividades para o desenvolvimento e domínio do esquema corporal: </li></ul><ul><li>Ritmo; </li></ul><ul><li>Equilíbrio; </li></ul><ul><li>Lateralidade; </li></ul><ul><li>Flexibilidade; </li></ul><ul><li>Direcionalidade; </li></ul><ul><li>Postura; </li></ul><ul><li>Orientação espaço-temporal; e </li></ul><ul><li>Percepção visual e auditiva. </li></ul>
  21. 21. COMO APLICAR A DANÇA NA ESCOLA <ul><li>Primeiramente, utilizando o próprio corpo; depois, introduzindo materiais diversos, iniciar com marcação com instrumentos e,em seguida com músicas diversas. </li></ul><ul><li>Movimentos isolados. </li></ul><ul><li>Movimentos combinados. </li></ul><ul><li>Movimentos espontâneos/naturais. </li></ul><ul><li>Expressão corporal/mímica/imitação/folclore. </li></ul><ul><li>Coreografias e sequências. </li></ul>
  22. 22. BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DA DANÇA ESCOLAR <ul><li>A aprendizagem dos movimentos complexos da dança faz com que cresçam mais conexões entre os neurônios, aprimorando a memória; assim ficamos mais aptos a processar novas informações e a aprender. </li></ul>
  23. 23. BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DA DANÇA ESCOLAR <ul><li>Produz alterações químicas que nos dão um cérebro mais forte, mais saudável e mais feliz . </li></ul>
  24. 24. BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DA DANÇA ESCOLAR <ul><li>Em relação ao seu papel pedagógico, a dança escolar deve atuar integrada à educação física, visando o aumento da auto-estima, o combate ao estresse, a melhoria da postura corporal, além de auxiliar na aquisição e manutenção da saúde, aptidão social, mental, psíquica e física. </li></ul>
  25. 25. BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DA DANÇA ESCOLAR <ul><li>Além de todos esses benefícios a dança escolar ainda: </li></ul><ul><li>Desenvolve e melhora a respiração; </li></ul><ul><li>Melhora o condicionamento físico; </li></ul><ul><li>Aumenta a flexibilidade ; </li></ul>
  26. 26. BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DA DANÇA ESCOLAR <ul><li>Fortalece os músculos e ossos; </li></ul><ul><li>Melhora a coordenação motora, o ritmo e o equilíbrio; </li></ul><ul><li>Promove a conscientização corporal; e </li></ul><ul><li>Promove as relações intra e interpessoal. </li></ul>

×