Tornado

2,182
-1

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,182
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
75
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tornado

  1. 1. Um tornado é um pequeno, porém intensoredemoinho de vento, formado por um centro de baixa pressão durante tempestades. Se oredemoinho chega a alcançar o chão, a repentinaqueda na pressão atmosférica e os ventos de alta velocidade (que podem alcançar mais de 500 km/h) fazem com que o tornado destrua quase tudo o que encontrar no meio de seu caminho.
  2. 2. Normalmente, os tornados se formam associados a tempestades severas que produzem fortes ventos, elevada precipitação pluviométrica e freqüentemente granizo. Felizmente menos de 1% das células de tempestade originam um tornado.Porém todas as grandes células convectivas devem sermonitoradas por sempre haver a possibilidade destas reuniremas condições necessárias para a ocorrência do fenômeno.
  3. 3. Após tocar o solo, um tornado pode atingir uma faixa que varia entre 100 a 1200 metros, deslocando-se por umaextensão de aproximadamente 30 km (embora já tenham sido registrados tornados que se deslocaram por distâncias superiores a 150 km).
  4. 4. Embora ainda não exista um consenso sobre o mecanismoque desencadeia o início de um tornado, aparentemente elesestão ligados a uma interação existente entre fortes fluxosascendentes e descendentes que formam uma movimentaçãointensa no centro das nuvens carregadas que compõem assuper-células tempestuosas.
  5. 5. É um fenômeno atmosférico de dimensões planetárias. Ele se forma nas águas quentes (temperatura maior que 27°C) dos oceanos tropicais, apresentando temperaturas altas em seu interior e ventos girando em sentidos opostos nos níveis próximos à superfície e nos níveis elevados, que chegam a 12 km de altura.
  6. 6. Por razões históricas, os furacões que seformam no Oriente(no oceano Índico e no leste do oceano Pacífico) são geralmente chamados de Tufões.
  7. 7. 1. Sob um centro de baixa pressão atmosférica, o ar é mais leve e tende a subir. 2. Se esse movimento ascendente ocorre sobre um oceano tropical, onde a evaporação de água marinha torna as camadas mais baixas da atmosferas ricas em vapor de água, uma grande quantidade de vapor é conduzida a regiões mais altas e mais frias da atmosfera.
  8. 8. 3. O vapor se condensa, gerando água. Nesse processo, parte do calor presente no vapor (o calor latente) é liberado para a atmosfera reaquecendo o ar, que volta a subir.Quanto a maior diferença de temperatura entre a superfície e as camadas superiores da atmosfera, maior a chance de se formar um furacão.
  9. 9. 4. Na superfície ocorrem ventos horizontais à medida que outras massas de ar se deslocam para ocupar o espaço abandonado pelo ar que subiu.
  10. 10. Um furacão pode ter mais de 900 km de diâmetro emilhares de metros de altura. Uma vez formado, seudeslocamento cai ser determinado pela interação dosventos que ele próprio gera com os ventos médios das áreas por onde passa.
  11. 11. São dimensões planetárias e começa no oceano, em situações de baixa pressão atmosférica. Porém, sua formação não depende da temperatura da água. A temperatura no interior do ciclone é mais baixa que a exterior. Porém, diferentemente do furacão, os ventos rodam no mesmo sentido. Ciclone tropical é um sistema tempestuoso caracterizado por um sistema de baixa pressão, por trovoadas e por um núcleo morno, que produz ventos fortes e chuvas torrenciais. Este fenômeno meteorológico forma-se nas regiões trópicas, onde constitui uma parte importante do sistema de circulação atmosférica ao mover calor da região equatorial para as latitudes mais altas.
  12. 12. Estrutura de um Ciclone Tropical
  13. 13. Três Ciclones tropicais em diferentes estágios de desenvolvimento:
  14. 14. No hemisfério norte, os ciclones tropicais giram em sentido anti-horário e no hemisfério sul giram em sentido horário. Dependendo de sua localização geográfica e de suaintensidade, os ciclones tropicais podem ganhar vários outros nomes, tais como furacão, tufão, tempestade tropical, tempestade ciclônica, depressão tropical ou simplesmente ciclone. Tufão
  15. 15. Os ciclones tropicais produzem ventos fortes e chuvastorrenciais. Estes sistemas também são capazes de gerar ondas fortes e a Maré de tempestade, uma elevação do nível do marassociada ao sistema. Estes fatores secundários podem ser tãodevastadores quanto aos ventos e às chuvas fortes. Os ciclones tropicais formam-se sobre grandes massas de água morna eperdem sua intensidade assim que se movem sobre terra. Esta é a razão porque regiões costeiras são geralmente as áreas mais afetadas pela passagem de um ciclone tropical; regiões afastadas da costa são geralmente poupadas dos ventos mais fortes.
  16. 16. Esta é a razão porque regiões costeiras são geralmente as áreas mais afetadas pela passagem de um ciclone tropical;regiões afastadas da costa são geralmente poupadas dos ventos mais fortes.Entretanto, as chuvas torrenciais podem causar enchentes severas e as marés ciclônicas podem causar inundações costeiras extensivas, podendo chegar a mais de 40 quilômetros da costa. Seus efeitos podem ser devastadores para a população humana, embora possam amenizar estiagens.

×