• Like
Fenomenos metereologicos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Fenomenos metereologicos

  • 1,082 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,082
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
10
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Fenômenos Meteorológicos CAMADAS DA ATMOSFERA EL NIÑO LA NIÑA CICLONES FURACÃO TUFÃO ZCIT
  • 2. Camadas da Atmosfera
  • 3. SITUAÇÃO NORMAL – SEM O EL NIÑO Os ventos Alísios deslocam as águas quentes superficiais do Oceano Pacífico da costa da América do Sul em direção à Austrália e à Indonésia, onde tornam-se úmidos e provocam chuvas. Na América do Sul com o deslocamento das águas quentes superficiais do Oceano Pacífico, as águas frias mais profundas vêm à superfície (RESSURGÊNCIA ) trazendo abundância de nutrientes que atrai grande quantidade de peixes. Alísios Humboldt
  • 4. Os ventos Alísios não têm força para deslocar as águas quentes superficiais do oceano Pacífico que permanecem na costa da América do Sul. As chuvas caem no Oceano Pacífico, não chegando à Austrália e à Indonésia. O Fenômeno da RESSURGÊNCIA não acontece, por isso diminuem os nutrientes e a quantidade de peixes na costa da América do Sul EL NIÑO
  • 5. Descoberto recentemente, o fenômeno La Niña costuma ocorrer após o aquecimento das águas do oceano Pacífico pelo El Niño, com efeitos opostos. O aumento dos ventos alísios e a alteração das correntes marítimas resfriam as águas na costa da América do Sul e provocam fortes chuvas na Ásia. Foto:Nasa LA NIÑA
  • 6.  
  • 7. C I C L O N E S / F U R A C Õ E S / T U F Õ E S
  • 8. K A T R I N A
  • 9. Aquecimento Global causa multiplicação de Furacões, como o Rita e o Katrina
    • Nas últimas 3 décadas, o número médio de Furacões no Atlântico saltou de 5 para 8 por ano e a quantidade daqueles que atingem ventos acima de 200km por hora dobrou.
    • Nos últimos 30 anos a temperatura média dos oceanos aumentou 0,5 grau, é natural que essas condições sejam alcançadas com mais frequência e os furacões se tornam mais comuns, já que a evaporação da água alimenta as tempestades que vão se transformar em ciclones.
  • 10. Zona de Convergência Intertropical
    • A ZCIT é uma banda de nuvens que circunda a faixa equatorial do globo terrestre, formada principalmente pela confluência dos ventos alísios do hemisfério norte com os ventos alísios do hemisfério sul. De maneira simplista, pode-se dizer, que a convergência dos ventos faz com que o ar, quente e úmido ascenda, carregando umidade do oceano para os altos níveis da atmosfera ocorrendo a formação das nuvens. A ZCIT é mais significativa sobre os Oceanos e por isso, a Temperatura da Superfície do Mar-TSM é um dos fatores determinantes na sua posição e intensidade."
  • 11. ZCIT
  • 12.
    • Colaboração do
    • Prof.Dario Francisco Feltrin
    • Para acessar mais matérias de Geografia, e fazer uma boa revisão,
    • acesse nosso site no www.vestibular1.com.br