Brasil questão urbana e espaco rural

4,731 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,731
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
101
Actions
Shares
0
Downloads
104
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Brasil questão urbana e espaco rural

  1. 1. Brasil: a questão urbana e o espaço ruralÍndice Antonio Milena – Editora A questão urbana Abril O espaço rural Agricultura e pecuária Sérgio Dutti - Editora Abril Acima: Travessia de pedestres – Avenida Paulista – São Paulo - SP Abaixo – Morador da zona rural – Chapada de Araripe - PEInternetVídeo: A urbanização do Rio de Janeiro 1
  2. 2. A questão urbanaA origem da urbanização brasileira• O crescimento urbano consiste na expansão das cidades e pode existir sem que, necessariamente, haja urbanização. Esta só ocorre quando o crescimento urbano é superior ao rural;• Este crescimento está intimamente ligado ao processo de industrialização;• No Brasil ele começa a se configurar a partir da década de 1950 quando, de fato, o país iniciou a expansão industrial;• Sendo assim, a industrialização brasileira foi tardia comparada aos países europeus na qual esta ocorreu - meados do século XVIII. Ela caracterizou-se como dependente, pois ocorreu graças à importação acarretando endividamento; 2
  3. 3. Problemas urbanos brasileirosA indústria se tornou um forte atrativo Pedro Matinelli – Editora Abrilpara as cidades ocasionando um intensoêxodo rural, que provocou umcrescimento vertiginoso de cidades comoSão Paulo. A indústria não absorvia toda aforça de trabalho gerando grandescontingentes de desempregados e tambémde subempregados (vendedoresambulantes, guardadores e lavadores decarro, entre outros). Vendedores ambulantes na frente do Mercado Municipal de Manaus - AM 3
  4. 4. A expansão desordenada e vertiginosa das cidades, Oscar Cabral – Editora Abrilformando em alguns casos as metrópoles, somada àconcentração de renda são componentes dosprincipais problemas urbanos brasileiros: •Alto déficit de moradia: pessoas vivendo nas periferias (longe dos serviços essenciais), em cortiços e favelas;• Violência;•Ocupação irregular do solo urbano;•Trânsito caótico; Vista parcial da favela da Rocinha– Rio de Janeiro – RJAlém disso, o crescimento urbano no Brasil se deu Ao fundo edifícios modernos evidenciando o contraste, que também ocorre em outras cidades brasileiras.de forma irregular havendo grandes diferenças entreas regiões e cidades muito mais desenvolvidas doque as outras. Que outros problemas urbanos você identifica na sua cidade? Quais são os caminhos para resolvê-los? 4
  5. 5. A rede urbana no Brasil O Brasil possui uma diversificada rede urbana da qual fazem parte desde as grandes metrópoles até as pequenas cidades. Em função da importância de algumas cidades e das relações que estabelecem entre si existe uma classificação e uma hierarquização para elas. Em 2008 o IBGE realizou um estudo no qual as cidades foram reclassificadas em cinco níveis: Capital Regional Centro Sub-regional Metrópoles São 70 centros que têm área 169 centros com atividades menos 12 principais centros de influência regional, sendo complexas, têm área de atuação mais urbanos: referidos como destino para reduzida e seus relacionamentos a)Grande metrópole um conjunto de atividades por externos à sua própria rede ocorrem, em nacional - São Paulo um grande número de geral, com três metrópoles b)Metrópole nacional – municípios. Rio de Janeiro c)Metrópole – Manaus, Belém, Fortaleza, Centro local Recife, Salvador, Belo Centro de zona 4.473 cidades cuja centralidade e Horizonte, Curitiba, 556 cidades de menor porte e atuação não extrapolam os limites do Goiânia e Porto Alegre. com atuação restrita a sua seu município, servindo apenas aos seus área imediata habitantes. Em razão de sua importância no cenário internacional, São Paulo e Rio de Janeiro também são consideradas metrópoles globais. 5
  6. 6. O Espaço Rural• O espaço rural diz respeito ao campo, e a todas as áreas onde não há cidades nem vilas;• Não se deve confundir rural com agrário. Rural se refere ao não urbano e agrário às atividades primárias: agricultura, pecuária e extrativismo;• Neste espaço não são realizadas apenas atividades agrárias. Nas últimas décadas vem se diversificando as atividades: hotéis fazenda, turismo rural e ecológico, clínicas de repouso, entre outras. Ana Araújo – Editora Abril Capataz da Fazenda Rio Vermelho, tocando berrante - região do Pantanal Mato-Grossense - MS 6
  7. 7. A ocupação da terra pela agropecuária• A agropecuária é a atividade fundamental da economia brasileira;• Praticamente detém o monopólio da produção de alimentos e emprega a maior parte da mão de obra rural;• As terras produtivas ocupam 27% do território brasileiro;• A subutilização das terras para a agropecuária torna-se muito grave porque é necessária a produção de alimentos. 7
  8. 8. • O agronegócio vem se desenvolvendo muito Divulgação – Editora Abril nas últimas décadas confirmando a vocação agropecuária do Brasil. O setor se modernizou e obteve grandes investimentos;• Os melhores solos, os maiores investimentos e as grandes propriedades estão voltados para o cultivo de exportação ou para matérias-primas para a indústria: soja, laranja, cana-de-açúcar, entre outros;• Produtos para o mercado interno de alimentos (feijão, arroz, mandioca, batata, etc.) são cultivados em pequenas propriedades e com métodos tradicionais; Campo de soja - Lucas do Rio Verde - MT Colheitadeira e a vasta extensão desta cultura• Na nova cadeia do agronegócio há uma subordinação do campo à cidade. 8
  9. 9. Estrutura fundiáriaDenomina-se estrutura fundiária a forma como Um dos grandes problemas agrários doas propriedades agrárias de uma área ou país Brasil é a sua estrutura fundiária na qualestão organizadas, isto é, seu número, existe extrema concentração detamanho e distribuição social. propriedades. A maior parte das terras ocupadas e osO estatuto da terra, criado em 1964, dividiu os melhores solos estão nas mãos de umimóveis rurais do Brasil em quatro categorias: pequeno número de proprietários – os•Minifúndio; latifundiários. Muitas dessas terras estão•Latifúndio por dimensão; improdutivas.•Latifúndio por exploração;•Empresa rural. Essas terras chegam a 73% da área total das propriedades agrárias do país. 9
  10. 10. Reforma agráriaReforma agrária é a redistribuição das Dificuldades para a reforma agráriapropriedades do meio rural efetuada pelo estadoque desapropria grandes fazendas improdutivas e Fortes interesses dos grandesdistribui lotes de terras a famílias camponesas. proprietários rurais;•Ela foi feita em praticamente todos os paísescapitalistas e em alguns foi um dos fatores de seu Dificuldades jurídicas;desenvolvimento;•No meio rural a concentração de terras nas mãosde poucos proprietários repete o problema dadistribuição social da renda no Brasil; Custo para manter os assentados.•A reforma agrária tem impacto sobre aprevalência da produção de gêneros paraexportação ou para a indústria sobre os alimentosbásicos, ela pode inverter essa lógica;•Além de promover a distribuição de terra e rendaela contribui para o desenvolvimento acelerado esustentável. 10
  11. 11. Relações de trabalho no espaço rural ●Assalariados temporários – empregados pelas grandes fazendas apenas em épocasNo Brasil a maior parte da força de trabalho no de maior necessidade de mão de obra (2campo é formada pelos proprietários e seus milhões em 1996 – 11 % da mão de obrafamiliares. agrária). Entre outros fazem parte desteAs relações de trabalho no meio rural podem ser grupo os boia-fria e os peões daassim classificadas: Amazônia.•Pequenos proprietários – lavradores que Amilton Vieira – Editora Abriltrabalham na base familiar. Em 1996 eram 11milhões (61% da força de trabalho permanenteda agropecuária);•Parceiros – trabalham em uma parte das terrasde um proprietário, ficando com uma parcela daprodução;•Arrendatários – arrendam a terra e pagam aoproprietário em dinheiro;•Assalariados permanentes – empregados querecebem salários e geralmente trabalham para Trabalhadores rurais com suas ferramentasgrandes proprietários (2 milhões em 1996 – 11%da mão de obra agrária); 11
  12. 12. Agricultura e pecuária O Brasil se destaca no cenário econômico mundial pela produtividade e diversidade na agricultura e na pecuária. É o maior produtor mundial de alguns produtos: soja, laranja e café, entre outros. Agricultura Principais culturas brasileiras Produto Principais estados produtores Produção nacional Minas Gerais, Espírito Santo, São Café 41.100.000 sacas (2004A produção agrícola brasileira pode ser Paulo, Paraná e Bahiadividida em duas categorias: cana-de-açúcar São Paulo, Paraná, Alagoas, Minas 648.973.981 t (2008) Gerais e Pernambuco•Produção de alimentos – pequenas Mato Grosso, Paraná, Goiás, Riopropriedades, cultivo nas piores terras; Soja Grande do Sul e Mato Grosso do 59.034.668 t (2008) Sul•Exportação e transformação industrial – Laranja São Paulo, Bahia, Sergipe, Minas 18.6947.719 t (2008)ocupam os melhores solos e as médias e Gerais e Paranágrandes propriedades. Milho Paraná, Minas Gerais, São Paulo, 33.864.085 t (2008) Goiás e Mato Grosso•Nas últimas décadas as fronteiras Arroz Rio Grande do Sul, Mato Grosso, 12.100.946 t (2008)agrícolas estão se expandindo para a Santa Catarina e Pará Paraná, Minas Gerais, Bahia, SãoAmazônia, com consequências ambientais Feijão 3.460.067 t (2008) Paulo e Goiáspor causa do desmatamento. Trigo Paraná e Rio Grande do Sul 5.886.009 t (2008) 12
  13. 13. PecuáriaTambém na pecuária o Brasil apresentagrande diversidade e produtividade.Ela é um dos exemplos de como a indústriadomina o meio rural:●A maior parte da produção é controladapela indústria alimentícia e pelos grandesfrigoríficos;●Há uma dependência de produtosindustrializados: máquinas, rações, vacinase outros insumos. 13

×