Your SlideShare is downloading. ×
Cartilha de proteção civil do cidadão
Cartilha de proteção civil do cidadão
Cartilha de proteção civil do cidadão
Cartilha de proteção civil do cidadão
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Cartilha de proteção civil do cidadão

573

Published on

Campanha permanente do Blog SOSRIOSBR: "DIGA NÃO ÀS ENCHENTES" para orientar e prevenir os moradores de áreas de risco no sentido de evitar transtornos e perdas com enchentes, deslizamentos, …

Campanha permanente do Blog SOSRIOSBR: "DIGA NÃO ÀS ENCHENTES" para orientar e prevenir os moradores de áreas de risco no sentido de evitar transtornos e perdas com enchentes, deslizamentos, desmoronamentos, inundações, provocadas pelas intensas chuvas de verão, de novembro a março, em boa parte do Brasil.
AJUDE A DIVULGAR E SALVAR VIDAS!

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
573
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. CARTILHA DE PROTEÇÃO CIVIL DO CIDADÃO Ligue: 193 Ligue: 190 Ligue: 192 01 Sempre coloque em primeiro lugar a segurança de sua família. 02 Mantenha em casa um estoque regular de alimento (não perecível) para uma semana, água potável e também tenha sempre à mão, lanterna com pilhas novas, velas e fósforo. 03 Mantenha seu terreno livre de lixo e entulho ( todos os dias, pois você não sabe quando pode acontecer um desastre, enchente, etc...). 04 Mantenha sua construção no mínimo a 20 metros do ribeirão ou rio. 05 Derrube qualquer construção de sua propriedade a menos de 20 metros do ribeirão e recupere a área com mudas da flora da sua região. 06 Construa uma plataforma elevada de concreto ou madeira, para por seus móveis ou pertences, quando há enchente ou enxurrada e estabeleça a altura com a cota em 16 metros (Exemplo para Blumenau-SC onde a cota máxima é perto desta medida). Transforme os locais onde a água alcança em garagem e construa mais alto, consulte um engenheiro e a prefeitura local para ver se você pode realizar a obra. * Quando ocorre um desastre ou enchente, sua família com a plataforma, pode levantar e salvar seus bens e suas vidas, porém se for ocorrência muito forte saia de casa com toda a sua família. 07 Façam seu plano particular de defesa civil, pois vocês não terão atendimento imediato, do poder Público local. Haverá muitas famílias a serem atendidas, vocês sempre terão que ter um plano de emergência, pois terão que aprender a conviver com esse tipo de eventos, use o modelo do Mapa de Risco em http://arcadenoe.ning.com/page/mapa-de-riscos-dicas este poderá salvar mais pessoas. 08 Reveja as entradas e saídas de fluxo de água em seu terreno; elas devem prever grande movimento/fluxo de água.
  • 2. 09 Evite que sua família vá para um abrigo, ou se antecipe e negocie um local onde você possa levar sua família e seus pertences, pois você vai estar sujeito a várias ocorrências como, comer o que os outros fazem, dormir com muitas pessoas, pouca higiene pessoal, risco de pegar alguma doença, pois sua família vai estar junto com muitas outras, porém se você e sua família não se prepararam, então siga as orientações do poder público local e recomendamos que vá para os abrigos oficiais e lugares públicos à disposição em seu bairro. 10 Nos morros, instale calhas no telhado e canalize a água da chuva para que o terreno não fique úmido e não provoque o desbarrancamento. 11 Nos morros, verifique sempre os canos de esgoto e água pois se eles tiverem furos, vão provocar desbarrancamento, não faça instalações meia- boca. 12 Em situações de chuva forte ou situação de risco, fique atento para o inesperado. 13 Em trovoadas desligue os aparelhos elétricos da parede. 14 Tenha ferramentas básicas em casa, Por exemplo: Enxada, Pá, Machado,Vassoura, Baldes, etc. 15 Faça cursos básico de sobrevivência e defesa civil, na sua comunidade. 16 Para famílias que têm idosos morando sozinhos Estabeleça medidas urgentes de prevenção, pois tivemos casos em nosso bairro que o idoso não foi amparado adequadamente nem pela família, nem pelo poder público, e mantenha os estoque de remédios e alimentos especiais. 17 Mantenha sua família em lugar seco e limpo, evite que alguém fique doente num período de calamidade, principalmente os idosos. 18 Para quem tem familiares com doenças crônicas, mantenha o estoque adequado de medicação, pois os desastres paralisam as ruas entre 1 a 5 dias ou mais. 19 Entenda que cada ocorrência é tratada por setores diferentes pelo poder público, por exemplo: Salvamento com canoa é com os bombeiros, voluntários ou alguns voluntários de associação de bairro, que tiverem canoa; informações e coordenação é com a defesa civil, saúde é com o SAMU etc.., então veja na sua cidade como funciona esta coordenação, nas situações de emergências. Busque ajuda com segurança, seja pública ou amigos o mais rápido possível, isto pode salvar vidas.
  • 3. 20 Não tenha vergonha de pedir ajuda, a seu vizinho, familiares, patrões ou amigos em caso de emergência. 21 Manifeste interesse em participar de um grupo de defesa civil no seu bairro. 22 Mantenha permanentemente uma mochila (impermeável) com materiais emergenciais de sobrevivência, bem como a busca de informações e o treinamento constante de como sobreviver sozinho ou em grupo, em diversas circunstâncias. O desenvolvimento de algumas habilidades como: fazer fogo, nadar, encontrar alimentos e automedicar-se, entre outras é essencial agora e certamente serão mais ainda no futuro. 23 Nos dias atuais, qualquer ganho de tempo útil que você tiver para empreender seus afazeres faz diferença na sua renda no final do mês, assim justifico para você que, se você tiver um plano de contingência de defesa civil para sua família você estará melhorando ou mantendo a sua qualidade de vida, mesmo quando a mãe natureza nos castiga. 24 Lembre-se que o poder público, nestas situações sempre terão muitas famílias a serem atendidas, então sempre tente mais de uma maneira de buscar ajuda em emergências. Faça com que as TV's, Radio, Jornal e internet tenham matérias diárias de prevenção em defesa civil, seja em tempo de chuvas fortes ou tempo bom. 25 Se a previsão de enchente ou desastre da defesa civil informar que as águas ou desmoronamentos vão atingir sua moradia, saia de casa imediatamente. Não ponha em risco seus familiares e as vida dos salva- vidas que terão que removê-los de barco, por que, se você e toda a sua família não saírem de sua casa, em tempo hábil, quando forem orientadas causarão sérios problemas (isto é frequente e errado, costuma acontecer com famílias que moram de aluguel). 26 Mantenha uma ou mais canoas/barcos em seu bairro e sempre saiba ( e divulgue) quem esta de posse delas. 27 Não consuma bebida alcoólica, assim você poderá ajudar sua família e até você mesmo. 28 Você que é morador novo no bairro ou mora de aluguel e nunca enfrentou enchente, acredite nesta cartilha e coloque-a em prática. 29 Fique alerta para roubos de casas, nas escolas, creches, abrigos e também de sua comida preciosa.
  • 4. 30 Ponha seus animais em lugar a salvo, livre de correntes ou cordas, mesmo ao sair de casa. 31 Meta: Ache uma casa de uma família amiga, em seu bairro, para abrigar você e sua família, em caso de enchente; acredite, a mãe natureza faz sempre o que quer e nada a impedirá. 32 Ajude aos idosos que moram sozinhos em sua rua ou onde você tenha conhecimento. 33 Por gentileza, ajude a divulgar e compartilhar esta cartilha ( urgentíssimo ). 34 Verifique junto a Defesa Civil de sua cidade "A COTA DE ENCHENTE" de sua rua ou moradia. 35 Esta cartilha é simples e assim temos que viver a vida – simples mas organizada. Cartilha produzida pela AMVRF, baseada na experiência de vida dos moradores do Vale do Ribeirão Fresco, em Blumenau (SC) que já enfrentaram muitas tragédias durantes as chuvas fortes e enchentes, por muitos anos. ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO VALE DO RIBEIRÃO FRESCO - AMVRF Diretor Heriberto Eliziário Bailer Rua Pastor Oswaldo Hesse, 2180 Bairro: Ribeirão Fresco Blumenau - SC E-mail: amvrf@terra.com.br  

×