Teorias da Motivação

63,864 views
63,194 views

Published on

Teorias da Motivação

Published in: Education
3 Comments
57 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
63,864
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
263
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
3
Likes
57
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Teorias da Motivação

  1. 1. TEORIAS DA MOTIVAÇÃO
  2. 2. Hierarquia das Necessidades de Maslow <ul><li>Abraham H. Maslow, psicólogo e consultor americano, apresentou uma teoria da motivação segundo a qual as necessidades humanas estão dispostas em níveis, numa hierarquia de importância e influência. Nessa hierarquia das necessidades (pirâmide de Maslow), encontram-se cinco níveis de necessidades: </li></ul>
  3. 3. Pirâmide de hierarquia das necessidades, segundo A. Maslow
  4. 4. Hierarquia das Necessidades de Maslow <ul><li>1. Necessidades Fisiológicas </li></ul><ul><li>A limentação, sono e repouso, de abrigo, desejo sexual, etc. (sobrevivência do indivíduo / preservação da espécie). </li></ul><ul><li>2. Necessidades de Segurança </li></ul><ul><li>Proteção, ordem, consciência dos perigos e riscos, senso de responsabilidade. </li></ul><ul><li>3. Necessidades Sociais </li></ul><ul><li>A ssociação, de participação, aceitação por parte dos companheiros, de troca de amizade, de afeto e amor. </li></ul><ul><li>4. Necessidades de Estima </li></ul><ul><li>A uto-apreciação, autoconfiança, necessidade de aprovação social e de respeito, de status, prestígio e consideração. </li></ul><ul><li>5. Necessidades de Auto-realização </li></ul><ul><li>São as necessidades de cada pessoa realizar o seu próprio potencial e de autodesenvolver-se continuamente (ser constantemente mais do que é - vir a ser tudo o que pode ser). </li></ul>
  5. 5. MOTIVOS INTERNOS <ul><li>Motivos internos são necessidades, aptidões, interesses, valores e habilidades da pessoa, que a fazem capaz de realizar certas tarefas e não outras; </li></ul>São os impulsos interiores, de natureza fisiológica e psicológica, afetados por fatores sociológicos como os grupos ou a comunidade de que a pessoa faz parte. Necessidades e Frustrações Aptidões e Habilidades Atitudes e interesses
  6. 6. MOTIVOS EXTERNOS <ul><li>Compreender que a motivação está ligada às necessidades, já que ajuda bastante a entender a complexa mecânica do comportamento Humano. </li></ul><ul><li>Elaborar uma lista de todas as necessidades humanas é impraticável já que muitas são específicas de pessoas e grupos. </li></ul><ul><li>Ficar teoricamente com as necessidades no aspecto mais genérico como o sugerido por Maslow é restringir. </li></ul>As empresa devem utilizarem-se do levantamento das necessidades genéricas e buscarem aprofundar em suas particularidades pertinentes as pessoas e grupos que as compõem.
  7. 7. Estilos de Administração <ul><li>A Teoria Comportamental procurou demonstrar a variedade de estilos de administração que estão à disposição do administrador. </li></ul><ul><li>A administração das organizações em geral (e das empresas em particular) está fortemente condicionada pelos estilos com que os administradores dirigem, dentro delas o comportamento das pessoas. </li></ul><ul><li>Estilos de administração dependem substancialmente das convicções que os administradores têm a respeito do comportamento humano dentro das organizações. </li></ul><ul><li>Essas convicções moldam não apenas a maneira de conduzir as pessoas, mas também a maneira pela qual se divide o trabalho, se planejam e se organizam as atividades. </li></ul>
  8. 8. Pressuposições da Teoria X    <ul><li>As pessoas são preguiçosas e indolentes </li></ul><ul><li>    As pessoas evitam o trabalho </li></ul><ul><li>    As pessoas evitam a responsabilidade a fim de se sentirem mais seguras </li></ul><ul><li>    As pessoas precisam ser controladas e dirigidas </li></ul><ul><li>    As pessoas são ingênuas e sem iniciativa </li></ul>Pressuposições da Teoria Y        As pessoas são esforçadas e gostam de ter o que fazer     O trabalho é uma atividade tão natural quanto brincar ou descansar    As pessoas procuram e aceitam responsabilidades e desafios    As pessoas podem ser automotivadas e autodirigidas    As pessoas são criativas e competentes PRESSUPOSTOS DA TEORIA X Y
  9. 9. Fatores Motivacionais ( Satisfaciente)     A – O trabalho em si; B - Realização ; C – Reconhecimento; D – Progresso Profissional; E – Responsabilidade. Fatores Higiênicos (Insatisfaciente)     <ul><li>– As condições de trabalho; </li></ul><ul><li>B – Administração da Empresa; </li></ul><ul><li>C – Salários; </li></ul><ul><li>D – Relações com supervisor; </li></ul><ul><li>E – Benefícios e serviços sociais. </li></ul>TEORIA DOS DOIS FATORES HERZBERG Conteúdo do Cargo (Como a pessoa se sente em relação ao seu cargo)   Contexto do Cargo (Como a pessoa se sente em relação à sua empresa)    
  10. 10. ORGANIZAÇÃO COMO UM SISTEMA SOCIAL COOPERATIVO <ul><li>(1) interação entre duas ou mais pessoas; </li></ul><ul><li>(2) desejo e disposição para a cooperação; </li></ul><ul><li>(3) finalidade de alcançar um objetivo comum. </li></ul>A função do líder dentro da organização, é a de criar e manter um sistema de esforços cooperativos, atividade essencial para a sobrevivência das instituições. <ul><li>As pessoas não atuam isoladamente, mas através de interações com outras pessoas, para poderem alcançar da melhor maneira os seus objetivos. </li></ul>As organizações são sistemas sociais baseados na cooperação entre as pessoas. Uma organização somente existe quando ocorrem três condições:
  11. 11. CICLO MOTIVACIONAL EVOLUÇÃO DO CICLO 5 - Realização 6 - Satisfação 1 - Equilíbrio 2 - Estímulo 3 - Necessidade 4 - Tensão 6 – Insatisfação Frustração Agressivo Insônia Resistência Moral Baixo
  12. 12. Conflito entre os Objetivos Organizacionais e os Individuais <ul><li>Ambas as partes devem contribuir mutuamente para o alcance de seus respectivos objetivos. </li></ul>Um dos temas preferidos é o conflito entre os objetivos que as organizações procuram atingir e os objetivos que individualmente cada participante pretende alcançar. A interdependência entre as necessidades do indivíduo e as da organização é imensa: a vida e os objetivos de ambos estão inseparavelmente entrelaçados. O importante é que o alcance do objetivo de uma das partes nunca venha a prejudicar ou a tolher o alcance do objetivo de outra.

×