RADIOATIVIDADE - EXERCÍCIOS

41,018 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
41,018
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
92
Actions
Shares
0
Downloads
266
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

RADIOATIVIDADE - EXERCÍCIOS

  1. 1. RADIOATIVIDADES: EXERCÍCIOS
  2. 2. Radioatividade <ul><li>Emissões radioativas </li></ul><ul><li>Reações nucleares </li></ul><ul><li>Meia-vida </li></ul><ul><li>Fissão nuclear </li></ul><ul><li>Fusão nuclear </li></ul><ul><li>Elementos artificiais </li></ul>
  3. 3. 1- (EFEI-MG) Dadas as seguintes equações de reações nucleares: Complete as lagunas e apresente o nome das respectivas partículas.
  4. 4. Solução <ul><li>+1 p 1 --------- próton </li></ul><ul><li>-1  0 --------- beta </li></ul><ul><li>0 n 1 --------- nêutron </li></ul><ul><li>+1  0 -------- pósitron </li></ul>OBS: perceba que existe uma igualdade entre primeiro e segundo termo.
  5. 5. 2- (VUNESP-SP) O primeiro isótopo radioativo artificialmente produzido foi o , por meio do bombardeio de lâminas de alumínio por partículas alfa, segundo a reação I : O isótopo formado do fósforo formado, por sua vez, emite um pósitron, segundo a reação II : Balancear as equações I e II, identificando a partícula X, e fornecer os números atômico e de massa do elemento Y formado.
  6. 6. Solução 27 + 4 = 30 + (1) 31 = 31 13 + 2 = 15 + (0) 15 = 15 Reação I é: Reação II é : 30 = b + 0 15 = a + 1 30 = 30 + 0 15 = 14 + 1 15 = 15
  7. 7. <ul><li>3- (EFEI-MG) Após a emissão sucessiva de 6 partículas alfa e 4 partículas beta, partindo-se do primeiro elemento da família radioativa natural, chega-se finalmente ao último elemento chumbo, que possui 82 prótons e 126 nêutrons no seu núcleo. Pede-se </li></ul><ul><li>Dizer o nome da família radioativa natural a que pertencem os elementos acima. </li></ul><ul><li>Dar os números atômicos e de massa do primeiro elemento da família radioativa. </li></ul>
  8. 8. Solução a) Para calcularmos a que família pertence o radioisótopo, basta dividirmos o número de massa por 4. Se o resultado der : 208: 4 = 52  4n  família do tório  4 X 52 = 208 FAMÍLIA COMEÇA TERMINA É DADA POR:
  9. 9. b) A = 6.4 + 4.0 + 208 A = 24 + 208 A = 232 Z = 6 .2 + 4. (-1)+ 82 Z = 12 – 4 + 82 Z = 90
  10. 10. <ul><li>4- (PUCC-SP) O isótopo ( estrôncio 90) é um dos radioisótopos mais perigosos espalhados pelo acidente de Chernobyl porque pode substituir o cálcio em nossos ossos. Sua meia-vida é de, 28 anos aproximadamente. Para que 1,0 g desse isótopo se transforme em 125 mg, deverão transcorrer: </li></ul><ul><li>28 anos </li></ul><ul><li>42 anos </li></ul><ul><li>56 anos </li></ul><ul><li>70 anos </li></ul><ul><li>84 anos </li></ul>
  11. 11. Solução P = 28 anos  m 0 = 1,0 g  m = 0,125 g t = ? Letra E
  12. 12. 5- (UFU-MG) O epintariscópio consiste em um aparelho que mostra, numa tela, cintilações correspondente a partículas alfa emitidas por um elemento radioativo. A análise de uma amostra radioativa forneceu 2560 cintilações num dado instante. Passadas 144 h, a análise da mesma amostra apresentou 160 cintilações na tela do epintariscópio. De posse desses dados, pode-se afirmar que a meia-vida do elemento constituinte da amostra vale: a) 4,5 h b) 18 h c) 28,8 h d) 32 h e) 36 h
  13. 13. Solução Cintilações ( início) = 2 460  final = 160 t = 144 horas p = ? Perceba que, vamos usar a mesma expressão do exercício anterior, substituindo somente massa por número de cintilações. Podemos fazer isso com: velocidade, massa, número de desintegrações, ou qualquer outro dado. LETRA E

×