Quimica Descritiva

27,826 views
27,725 views

Published on

Published in: Education
1 Comment
6 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
27,826
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
269
Comments
1
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Quimica Descritiva

  1. 1. QUÍMICA DESCRITIVA
  2. 2. Química Descritiva <ul><li>I- Ácidos importantes : </li></ul><ul><li>HCl  Ácido clorídrico. Formado pelo cloreto de hidrogênio ou gás clorídrico dissolvido em água. Comercialmente é conhecido como ácido muriático (impuro). É usado para limpeza de superfície metálica antes da solda. É encontrado em nosso estômago na composição do suco gástrico. Quando em excesso ou quando o estômago fica vazio muito tempo, pode provocar azia chegando até a ulcerar a mucosa do estômago. É usado também para limpeza de pisos e azulejos. Industrialmente é obtido de quatro fontes: a) como subproduto da reação de hidrocarbonetos aromáticos e alifáticos; b) a partir da reação; NaCl + H 2 SO 4 ; c) pela combustão do hidrogênio no cloro; d) na reação tipo Hargreaves : 4 NaCl + 2 SO 2 + O 2 + 2 H 2 O  2 Na 2 So 4 + 4 HCl ( R.Norris Shreve e Joseph A. Brink Jr.) </li></ul><ul><li>H 2 SO 4  É um líquido incolor, viscoso, com densidade de 1,84g/cm 3 . Mundialmente é o ácido mais importante e o mais usado na indústria, sendo o seu maior emprego isolado na indústria de fertilizantes. É usado em baterias de automóveis, na fabricação de papel e celulose, nas indústrias petroquímicas, de corantes e na fabricação de explosivos. Tem ações oxidante e desidratante muito acentuadas. Pode ser obtido industrialmente por dois métodos: a) Processo de contato; b) Processo das câmaras de chumbo. </li></ul>
  3. 3. Química descritiva <ul><li>-Primeira etapa : obtenção do dióxido de enxofre (SO 2 ): </li></ul><ul><li>S + O 2  SO 2 </li></ul><ul><li>4 FeS 2 + 11O 2  2 Fe 2 O 3 + 8 SO 2 </li></ul><ul><li>Pirita  Esta é uma reação de ustulação que consiste no aquecimento de um sulfeto metálico com grande quantidade de oxigênio à altas temperaturas. </li></ul><ul><li>-Segunda Etapa : Oxidação do SO 2  SO 3 </li></ul><ul><li>2 SO 2 + O 2 2 SO 3 </li></ul><ul><li>Esta segunda etapa pode ser feita por dois processos: </li></ul><ul><li>Processo de contato: Mais usado atualmente. Usa-se como catalisador o pentóxido de vanádio ou a platina: cátalise heterogênea </li></ul><ul><li>2 SO 2 + O 2 2 SO 3 </li></ul><ul><li>-Depois o trióxido de enxofre é absorvido em ácido sulfúrico formando aquilo que chamamos de óleum. Em seguida o óleum é diluído em água: </li></ul><ul><li>SO 3 + H 2 SO 4  H 2 S 2 O 7  ácido pirossulfúrico (óleum) </li></ul><ul><li>H 2 S 2 O 7 + H 2 O  2 H 2 SO 4 </li></ul>catalisador V 2 O 5 ou Pt aquecimento
  4. 4. Química descritiva b) Processo das câmaras de chumbo: Não é atacado pelo ácidos das câmaras porque acaba formando sulfato insolúvel. Neste processo usa-se óxidos de nitrogênio como catalisadores da reação de oxidação do dióxido de enxofre. 2 SO 2 + O 2 2 SO 3 SO 3 + H 2 O H 2 SO 4 OBS: No processo das câmaras de chumbo a produção é baixa; no processo por contato a produção é alta. - HF  Ácido fluorídrico.Na forma de gás é conhecido como gás fluorídrico; em solução aquosa tem um alto poder de corrosão diante de vidros, atacando os silicatos e a sílica componentes do vidro. É responsável por queimaduras violentas e de difícil cura, simplesmente pela inalação da forma gasosa. - HCN  Ácido cianídrico. Na forma de gás é conhecido como gás cianídrico; é altamente tóxico. É usado em execuções em câmara de gás. -H 2 S  Ácido sulfídrico. Na forma de gás é conhecido como gás sulfídrico; possui cheiro de ovo podre. É um gás venenoso, encontrado nos processos de putrefação de substâncias orgânicas que contenham enxofre. É usado em análises químicas. - H 3 CCOOH  Ácido acético. Sua solução aquosa (3 a 7%) é conhecida como vinagre, muito usado como condimento alimentar. NO 2 Catálise homogênea
  5. 5. Química descritiva <ul><li>-HNO 3  Ácido Nítrico. Ácido forte muito usado mundialmente, só perdendo em uso para o ácido sulfúrico. Usado principalmente na fabricação de explosivos, fertilizantes (salitre- KNO 3 e NaNO 3 ), na fabricação da pólvora. Como o ácido sulfúrico é um agente oxidante muito forte. É obtido: </li></ul><ul><li>Em laboratório : NaNO 3 + H 2 SO 4  NaHSO 4 + HNO 3 </li></ul><ul><li>Na Indústria: </li></ul><ul><li>Processo de Ostwald: </li></ul><ul><li>4 NH 3 + 5O 2 4 NO + 6 H 2 O </li></ul><ul><li>2 NO + O 2 2 NO 2 </li></ul><ul><li>3 NO 2 + H 2 O 2 HNO 3 + NO </li></ul><ul><li>Processo em Arco voltaico: ( raramente usado) </li></ul><ul><li>N 2 + H 2 2 NO </li></ul><ul><li>2 NO + O 2 2 NO 2 </li></ul><ul><li>2 NO 2 + H 2 O HNO 3 + HNO 2 </li></ul><ul><li>3 HNO 2 HNO 3 + 2 NO + H 2 O </li></ul>Pt 800 0 C aquecimento
  6. 6. Química descritiva <ul><li>-Muito importante: O ácido nítrico pode reagir com o cobre da seguinte maneira: </li></ul><ul><li>HNO 3 concentrado: Cu + 4 HNO 3  Cu(NO 3 ) 2 + 2 H 2 O + 2 NO 2 </li></ul><ul><li>HNO 3 diluído : 3Cu + 8 HNO 3  3 Cu(NO 3 ) 2 + 4 H 2 O + 2 NO </li></ul><ul><li>Muita atenção: não temos acima exemplos de reações de simples troca ou deslocamento; temos sim, reações de oxi-redução. </li></ul><ul><li>- H 3 PO 4  Ácido fosfórico. É usado na indústria de alimentos, na fabricação de fertilizantes (fosfatos e superfosfatos), na indústria de vidros; na indústria de refrigerantes é usado como acidulante, conservante e para acentuar a percepção do sabor doce. Sua fabricação é feita por via úmida, cuja reação principal pode ser simplificada para: </li></ul><ul><li>Ca 3 (PO 4 ) 2 (s) + 3 H 2 SO 4 (liq) + 6 H 2 O (liq)  2 H 3 Po 4 (liq) + 3 CaSO 4 . 2H 2 O (s) +76,6 kcal </li></ul><ul><li>Obs: Essa reação não é para ser decorada. </li></ul><ul><li>- H 2 CO 3  Obtido pela dissolução de gás carbônico em água. É um ácido muito fraco e de instabilidade muito acentuada. É encontrado em águas minerais gaseificadas e nos refrigerantes. CO 2(g) + H 2 O (liq)  H 2 CO 3(aq) </li></ul>
  7. 7. Química descritiva <ul><li>Bases importantes : </li></ul><ul><li>Ca(OH) 2  Hidróxido de cálcio, conhecida também como cal extinta, apagada ou hidratada. Em água sua solução é chamada de água de cal e sua suspensão de leite de cal. Usada principalmente na indústria da construção (argamassa e caiação). Quando é usada na caiação ocorre uma reação muito importante com gás carbônico do ar formando carbonato de cálcio sólido: Ca(OH) 2 + CO 2  CaCO 3(s) + H 2 O. Essa reação é muito explorada nos vestibulares. É obtida através da reação entre a cal virgem e água: CaO + H 2 O  Ca(OH) 2 </li></ul><ul><li>- NaOH  Hidróxido de Sódio, conhecida como soda cáustica. É usada na indústria de sabão; na fabricação de produtos para desentupir pias e ralos; na fabricação de papel e celulose. Obtida industrialmente através da eletrólise de soluções de NaCl, que podemos representar por : </li></ul><ul><li>NaCl (aq) NaOH + H 2 + Cl 2 </li></ul><ul><li>- Mg(OH) 2  Hidróxido de magnésio. Juntamente com Al(OH) 3 (hidróxido de alumínio) é muito usada para combater acidez estomacal. Conhecida como leite de magnésia, usada também como laxante suave. A reação de neutralização que ocorre no estômago é dada por: Mg(OH) 2 + HCl  MgCl 2 + 2 H 2 O </li></ul>Eletrólise
  8. 8. Química descritiva - NH 4 OH  Hidróxido de amônio. Base muito instável que só existe em solução aquosa: NH 3 + H 2 O  NH 4 OH  NH 4 + + OH -+ . Muito utilizada na fabricação de fertilizantes, explosivos e ácido nítrico. Seu nome tem origem no sal cloreto de amônio NH 4 Cl, antigamente conhecido como sal de Amon . - Sais importantes: -NaCl – Cloreto de sódio. Obtido pela evaporação da água do mar e em depósitos naturais.É usado na conservação de alimentos, principalmente carne de sol; no preparo de soro caseiro; como solução hidratante; para limpeza de lentes de contato; na alimentação; como matéria prima na produção de soda cáustica. -NaHCO 3  Carbonato ácido de sódio, conhecido comercialmente como bicarbonato de sódio ( não esqueça: bi por ser ânion monovalente com um hidrogênio ionizável ). Usado como antiácido, fermento, extintor de incêndio, agente neutralizante em desodorantes. Duas reações muito importantes e exploradas em vestibular: NaHCO 3 + HCl  Na + H 2 O + CO 2 (neutralização da acidez estomacal 2NaHCO 3  Na 2 CO 3 + H 2 O + CO 2 ( como fermento)
  9. 9. Química descritiva - NaF  Fluoreto de sódio. Usado na prevenção da cárie; age inibindo a desmineralização dos dentes. Aplicado diretamente sobre os dentes ou usado como bochechos é capaz de prevenir realmente a cárie dental, porém, devemos tomar muito cuidado pois sua toxidez em concentrações elevadas é muito séria. -NaNO 3  Nitrato de sódio ou salitre do Chile. Muito usado na fabricação de fertilizantes e na fabricação da pólvora. Na fabricação da pólvora podemos usar também o KNO 3 , conhecido somente por salitre. -CaCO 3  Carbonato de Sódio. Conhecido como calcário, é o principal componente do mármore. Encontrado na natureza em grande quantidade. Usado como matéria prima da cal virgem: CaCO 3  CaO + CO 2 . É utilizado na fabricação de vidro (calcário + areia + barrilha) e na produção de cimento (calcário + argila + areia). É um sal insolúvel em água. É o grande responsável pela formação de estalactites (superiores) e estalagmites (inferiores), cuja formação pode ser representada pelas reações: CaCO 3 (s) + H 2 O (liq) + CO 2(g)  Ca(HCO 3 ) 2(aq)  Ca +2 (aq) + 2 HCO 3 - ( aq) Ca +2 (aq) + HCO 3 - (aq)  CaCO 3 (s) + H 2 O (liq) + CO 2(g)
  10. 10. Química descritiva <ul><li>Na 2 CO 3  Carbonato de Sódio. Conhecido como barrilha ou soda. Utilizado na fabricação de vidro (calcário + barrilha + areia), na fabricação de sabão, corantes, papéis etc. </li></ul><ul><li>CaSO 4  Anidro (sem água) é componente do giz, com água (dihidratado) conhecido por gipsita ou gesso: CaSO 4 . 2 H 2 O  CaSO 4 + 2 H 2 O </li></ul><ul><li>Gipsita Giz </li></ul><ul><li>-MgSO 4  Sulfato de magnésio. Conhecido como sal amargo ou sal de Epson. Muito usado como laxante para exames radiológicos, para evitar a formação de gases. </li></ul><ul><li>-NaClO  Hipoclorito de sódio. Grande responsável pelo poder bactericida e alvejante de soluções de “cloro”. Estas propriedades têm como responsável o íon hipoclorito ClO - . Muito usado para matar germes na água onde os recursos higiênicos são precários. </li></ul><ul><li>-Ca 3 (PO 4 ) 2  Fosfato de cálcio ou fosforita. Encontrado na crosta terrestre é usado como matéria prima do elemento fósforo. Entra na composição de fertilizantes e na composição dos ossos. </li></ul>
  11. 11. Química descritiva Outras substâncias importantes : - H 2 O  Água. Molécula fortemente polarizada. As moléculas de água se unem através de pontes de hidrogênio, ligação essa, que ocorre entre o(s) átomo(s) de hidrogênio de uma molécula com o átomo de oxigênio de outra molécula. Podemos encontrar vários tipos de água: - Água pesada : é aquela formada por átomos do isótopo do hidrogênio conhecido como deutério ( 1 H 2 ) .É semelhante a água em suas propriedades químicas, porém diferente nas propriedades físicas. Possui Ponto de Ebulição igual a 101,4 0 C e Ponto de Fusão igual a 3,81 0 C; sua densidade é de 1,1 g/cm 3 . Muito usada em reatores nucleares. -Água dura : é aquela rica em íons cálcio e magnésio, principalmente na forma de bicarbonatos e sulfatos. Esses minerais impedem que o sabão faça espuma; depositam uma película sedimentar nos cabelos, roupas e canos. A dureza pode ser temporária ou permanente . I)Dureza permanente : é a água rica em sulfatos de cálcio e magnésio. O seu amolecimento é feito com a passagem dessa água através de uma camada de zeólito (mineral), que consegue fazer a troca dos íons Ca +2 e Mg +2 por íons Na + . II)Dureza temporária : é a água rica em bicarbonatos. O seu amolecimento é feito pelo aquecimento que precipita CaCO 3 , que através de filtração é eliminado: Ca(HCO 3 ) 2 CaCO 3(s) + H 2 O + CO 2 aquecimento
  12. 12. Química descritiva - Água destilada : é a água que passou por um processo de destilação; é formada somente por moléculas de água, sendo completamente pura. Muito usada principalmente na indústria farmacêutica. -Água deionizada ou desmineralizada : é aquela que teve sua carga elétrica neutralizada pela remoção ou adição de elétrons. Esse processo remove da água nitratos, cálcio e magnésio, além de cádmio, bário, chumbo e algumas formas de rádio. -Amônia ou gás amoníaco : Gás incolor, de cheiro característico, possui grande solubilidade em água formando a solução de amônia. Entra na fabricação de ácido nítrico, fertilizantes e muito usado também em refrigeração. Obtido em laboratório pela reação entre nitrato de amônia com hidróxido de sódio: NH 4 NO 3 + NaOH  NaNO 3 + H 2 O + NH 3 ; na indústria pode ser obtido pela destilação sêca da hulha e por um processo chamado de Haber-Bosh: N 2 + 3 H 2  2 NH 3 , chamando atenção para essa reação que é uma reação exotérmica, portanto para aumentar o seu rendimento a temperatura não pode ser muito alta, devendo ficar em torno de 400 0 C, porém a pressão deve ser bem alta ficando em torno de 1000atm. -Alumínio : Na crosta terrestre é o mais abundante dos metais. Extraído de um minério chamado de bauxita (Al 2 O 3 .2H 2 O). Em vestibular na maior parte das vezes o minério é representado somente por Al 2 O 3 . O alumínio puro é obtido em um processo de custo muito alto (eletrólise) onde o gasto com energia elétrica é bem acentuado.
  13. 13. Química descritiva - Ligas de Alumínio : Bronze de Alumínio (Al + Cu) e duralumínio (Al + Cu + Mg). É um metal que possui grande poder redutor, podendo ser usado para obtenção de outros metais, num processo chamado de aluminotermia , que consiste na redução de óxidos metálicos através do alumínio em pó. Apesar de estar logo no início da fila de reatividade, sofre um processo chamado de passivação , que consiste na formação de uma camada protetora de óxido de alumínio, impedindo as camadas inferiores de sofrerem oxidação. -Cobre : Pode ser encontrado na crosta terrestre no estado nativo ou combinado formando: Cu 2 O (cuprita), CuO (tenorita), CuFeS 2 (calcopirita) etc. A obtenção do cobre metálico é feita através de uma reação que chamamos de ustulação , seguida de uma purificação feita num processo de eletrólise. Pode formas as ligas: bronze (Cu+Sn), latão (Cu + Zn), latão de berílio (Cu + Be) e pode também formar ligas com o ouro, conhecida como ouro 18 quilates ( 18 partes de ouro e 6 partes de cobre). -Ferro : Extraído principalmente do minério de hematita (Fe 2 O 3 ). Sua extração industrial recebe o nome de Siderurgia. Sua produção é feita em alto forno, onde são colocados: Coque, minério de ferro e calcário. As reações que ocorrem podem ser representadas por:
  14. 14. Química descritiva <ul><li>C (coque) + O 2  CO 2 + calor </li></ul><ul><li>CO 2 + O 2  2 CO ( responsável pela redução do ferro ) </li></ul><ul><li>Fe 2 O 3 + CO  2FeO + CO 2 </li></ul><ul><li>FeO + CO  Fe + CO 2 </li></ul><ul><li>O uso de CaCO 3 (calcário) é necessário para ajudar na fusão das impurezas conhecidas como ganga ( sílica-SiO 2 ) do minério, portanto o calcário é usado como fundente: SiO 2 + CaCO 3  CaSiO 3 + CO 2 </li></ul><ul><li>ganga escória </li></ul><ul><li>-Em primeiro lugar escorre pela parte inferior do alto forno a escória , usada em pavimentação; em segundo lugar o ferro gusa (2 a 5% de carbono + impurezas de Mn, Si, P), que vai ser usado na fabricação de aço ( 0,2 a 1,5% de carbono). O ferro fundido é semelhante ao ferro gusa com uma porcentagem menor de impurezas. Os principais produtos da siderurgia são: Ferro gusa (2 a 5% de C ); aço comum ( Fe + C na porcentagem de 0,2 a 1%); aço doce ( Fe + C com menos 0,2%); aço inoxidável ( fe + C + Cr + Ni); aço para trilhos (Fe + C + Mn); aço para ferramentas de corte (Fe + C + W + Mo); aço para imãs ( Fe + C + Al + Ni + Co ). </li></ul>
  15. 15. Química descritiva <ul><li>-Definições importantes : </li></ul><ul><li>Mineral : Elemento ou composto químico produzido, em geral, sem a intervenção de seres vivos, formado normalmente na natureza, de composição química definida, constituído por pequenos cristais característicos para cada espécie. </li></ul><ul><li>Minério : mineral que permite uma extração economicamente viável de um certo elemento ou composto químico. </li></ul><ul><li>Mineração : processo de extração de minério. </li></ul><ul><li>Metalurgia : processo de extração de um metal a partir de um minério. </li></ul><ul><li>Rocha: agregado natural formado de substâncias minerais ou mineralizadas, resultante de um processo geológico determinado, que constitui parte essencial da litosfera. </li></ul><ul><li>Rochas ígneas ou magmáticas : rocha que resultou de consolidação devida o resfriamento do magma.Ex: pedra-pomes, granito. </li></ul><ul><li>Rochas sedimentares : rocha resultante da destruição, desagregação ou decomposição de outras rochas. Ex: Arenito </li></ul><ul><li>Rochas metamórficas : rochas sedimentares que sofreram altas pressões e temperaturas, tornando-se mais compactas. Ex: mármore. </li></ul>
  16. 16. Química descritiva -Chuva ácida : precipitação de água contendo uma concentração de íons H + capaz de conferir a água um pH < 7. A chuva ácida é capaz de destruir monumentos de mármore ou metálicos; provocar desmatamento em grandes áreas florestais; provocar a morte de peixes em lagos e rios. Dependendo da(s) substância(s) poluentes a chuva ácida pode provocar desde danos pequenos até danos mais graves. -Chuva ácida de gás carbônico : ocorre em ambiente não poluído na ausência de relâmpagos. O CO 2 devido a queima de combustíveis, aos processos de respiração animal e vegetal, tem sua taxa aumentada assustadoramente, provocando além do efeito estufa, uma chuva ácida que por ser formada pelo ácido carbônico, não é tão prejudicial, pois esse ácido é um ácido fraco, de pequena concentração hidrogeniônica. CO 2(g) + H 2 O(liq)  H 2 CO 3(aq) -Chuva ácida de óxidos de nitrogênio : A reação entre N 2 e O 2 só ocorre em condições especiais como: nas altas temperaturas dos motores de explosão interna dos carros, na presença de relâmpagos ou em outra situação em que a energia envolvida seja muito grande. Essa reação ao ocorrer acaba formando óxidos de nitrogênio, principalmente o NO 2 , que ao reagir com a água da chuva forma ácido nitroso e nítrico, dando assim uma chuva ácida capaz de provocar sérios danos . N 2 + 2 O 2  2NO 2 + H 2 O  HNO 2 + HNO 3 . Torna-se importante dizer que nas redondezas das fábricas que expelem óxidos de nitrogênio, a formação de chuva ácida é muito acentuada.
  17. 17. Química descritiva -Chuva ácida de óxidos de enxofre : formada em regiões onde a emissão dos gases dióxido e trióxido de enxofre é muito acentuada. Além disso a queima de certos combustíveis ricos em enxofre também contribuem para a presença dos mesmos na atmosfera. Junto com a chuva de ácido nítrico é capaz de grandes estragos.. S + O 2  SO 2 SO 2 + ½ O 2  SO 3 SO 2 + H 2 O  H 2 SO 3 SO 2 + H 2 O  H 2 SO 4 Poluentes atmosféricos : CO (monóxido de carbono) – NO x (óxidos de nitrogênio) – SO x (óxidos de enxofre) – O 3 (ozônio). -CO (monóxido de carbono)  Gás inodoro, incolor e insípido. É produzido pela queima incompleta de combustíveis que contém átomos de carbono. Esse gás prejudica a oxigenação dos tecidos, sendo classificado como asfixiante sistêmico. É capaz de ser letal se uma pessoa ficar dentro de um carro em funcionamento com a garagem fechada. Ao contrário do oxigênio e do gás carbônico que formam moléculas instáveis com a hemoglobina, o monóxido de carbono forma uma molécula estável, o que acaba acarretando sérios problemas no transporte de oxigênio aos tecidos, podendo levar o indivíduo a asfixia, seguida de morte. Para poder diminuir a emissão de monóxido de carbono e também óxidos de nitrogênio, os carros são obrigados a terem dispositivos chamados de catalisadores que transformam os referidos óxidos em N 2 e CO 2 respectivamente.
  18. 18. Química descritiva <ul><li>-Óxidos de nitrogênio : O monóxido de nitrogênio (NO) e o dióxido de nitrogênio (NO 2 ) são os dois óxidos de nitrogênio mais poluentes. São formados nas câmaras de combustão dos veículos auto motores. O grande problema é que o NO mesmo sem ser tão perigoso é capaz de sofrer oxidação muito facilmente à NO 2 , que é invisível, de odor característico e irritante. É capaz de irritar os olhos, nariz e garganta, atacando as mucosas e a pele provocando lesões celulares; pode levar à sérias complicações pulmonares. </li></ul><ul><li>-Dióxido de enxofre : Junto com os outros gases como os óxidos de nitrogênio é um dos grandes responsáveis pela chuva ácida. É um gás amarelo, com odor característico de enxofre. Provoca irritações acentuadas devido a reação: SO 2 + H 2 O  H 2 SO 3 . A agressão por dióxido de enxofre é muito séria e fatal. Sua emissão é mais agravada pelos veículos que usam como combustível derivados do petróleo que contém enxofre. </li></ul><ul><li>GUARDE BEM! </li></ul><ul><li>TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO DE CERTOS MATERIAIS : papel ( 3 meses); cigarro ( 1 A 2 anos); chiclete ( 5 anos); lata ( 10 anos); garrafa plástica ( + 100anos); tecido (100 a 400 anos); vidro (4000 anos). </li></ul><ul><li>TIPOS DE PLÁSTICO : polietileno de alta densidade (PEAD); cloreto de polivinila (PVC); poliestireno ( PS); polipropileno (PP). </li></ul>
  19. 19. Química descritiva -INVERSÃO TÉRMICA : acontece quando em vez de termos a seguinte ordem nas camadas de ar acima das cidades: ar quente  ar frio  ar mais frio, torna-se: ar frio  ar quente (acaba não subindo)  ar frio. Como conseqüência ocorre a formação de uma nuvem de poluentes (fumaça, neblina, ar, poluentes e partículas sólidas) mais espessa que provoca sérios danos à saúde. Essa nuvem recebe o nome de smog . - CAMADAS DO PLANETA TERRA : -Biosfera : região da Terra onde os seres vivos habitam. -Atmosfera : camada de ar que envolve a Terra formada por gases e uma certa quantidade de vapor de água. -Hidrosfera : camada onde se encontra toda água do planeta terra. - Litosfera ou crosta terrestre : camada superficial rochosa da superfície terrestre de composição variada, cuja espessura máxima é de 60 km. - Componentes da atmosfera : N 2 (78,02%); O 2 (20,995); Ar (0,94%); CO 2 (0,03%); H 2 (0,01%); Ne (0,0015%); He (0,0005%); Outros gases (0,0080%) em volume. - Componentes da litosfera : O 2 (46,45%); Si (27,96%); Al (8,28%); Fe (5,63%); Ca (4,15%); Na (2,36%); Mg (2,33%); K (2,09%); Ti (0,57%); H (0,14%) em massa.
  20. 20. Química descritiva - Componentes( principais) da água do mar: NaCl; MgCl 2 ; MgSO 4 ; CaSO 4 -Componentes do Universo: Hidrogênio (60,4%); Hélio (36,6%); Oxigênio (1,0%); Neon (0,7%); Carbono (0,3%); Outros (1,0%). - Componentes da Terra : Ferro (35%); Oxigênio (30%); Silício (15%); Magnésio (13%); Níquel (2,4%);; Outros (4,6%). Componentes do Corpo Humano : oxigênio (65%); Carbono (18%); Hidrogênio (10%); Outros (7%). -Camadas da atmosfera : Troposfera  Estratosfera (onde se situa a camada de O 3 )  Mesosfera  Termosfera  Exosfera -SOL : suspensão coloidal, com características próximas daquelas de uma solução. Diferente de GEL , que é uma suspensão coloidal com características de uma geléia. - Equilíbrio Químico : Você sabia que as lentes fotocromáticas tem sua tecnologia baseada em um equilíbrio? AgCl + energia luminosa  Ag + + Cl - Incolor Escuro
  21. 21. Química descritiva - Você sabia que em grandes altitudes sentimos dores de cabeça, náuseas e fadiga intensa devido a um deslocamento de equilíbrio, onde ocorre a falta de oxigênio? hemoglobina + O 2  oxiemoglobina Faltando oxigênio, o equilíbrio desloca-se à esquerda provocando falta de oxiemoglobina no sangue. - Efeito Estufa : O ar atmosférico possui em sua composição 78% de N 2 , 21% de O 2 e 1% de outros gases. Além desses gases temos vapor de água e gás carbônico. Esses dois gases ajudam a reter o calor na Terra ajudando no desenvolvimento da vida. Sabemos que a luz solar atravessa a atmosfera atingindo a superfície da Terra, que por sua vez absorve uma parte do calor gerado pelo sol, refletindo o restante na forma de radiação infravermelha. Uma parte dessa radiação é absorvida pelas nuvens e pelo CO 2 do ar; fazendo com que a atmosfera seja aquecida, criando um efeito estufa “natural”. Quando acontece da quantidade de CO 2 e também de vapor de água aumentarem consideravelmente, como tem acontecido de alguns anos para cá, este efeito é muito acentuado, o que acaba provocando um aumento intenso na temperatura terrestre, levando à varias mudanças prejudiciais ao nosso planeta. Entre as conseqüências do efeito estufa temos: degelo das calotas polares, modificações climáticas com tempestades e furacões; alterações na agricultura; maior quantidade de CO 2 dissolvida em rios, lagos e mares, provocando alterações em grande parte da vida vegetal e animal dessas águas.
  22. 22. - Camada de ozônio : o gás ozônio (O 3 ) é formado pela ação da radiação ultravioleta ( UV ) sobre moléculas de oxigênio existentes na estratosfera : O 2 [O] + [O] [O] + O 2 O 3 O ozônio formando uma camada entre 12 a 32 km de altitude, nos protege da ação de aproximadamente 95% da radiação ultravioleta de um total de 9% emitida pelo Sol. Essa camada protetora tem cerca de uma molécula de ozônio para cada um milhão de moléculas de ar . Há aproximadamente 40 anos os cientistas descobriram que essa camada estava sendo destruída pelos óxidos de nitrogênio: NO + O 3  NO 2 + O 2 NO 2 + O  NO + O 2 Além desses óxidos de nitrogênio, a destruição dessa camada ficou mais acentuada após o uso de gases do tipo freon muito usados em refrigeração e propelentes de aerosóis: CCl 2 F 2 CClF 2 + [Cl] [Cl] + O 3 ClO + O 2 ClO + O [Cl] + O 2 UV Química descritiva UV

×