Como escrever teses

  • 10,146 views
Uploaded on

 

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
10,146
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4

Actions

Shares
Downloads
217
Comments
0
Likes
4

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. COMO ESCREVER TESES
  • 2. O que é uma Tese de Doutorado?
    • Título de referência oferecido pela Universidade
    • Doutor
      • aprendeu a fazer pesquisa
      • realizou uma contribuição em seu campo
      • sabe comunicar seus resultados de forma efetiva
      • pode orientar alunos em trabalhos científicos
      • Com excelência em sua área de atuação
    • Doutorado
      • 90% transpiração, 10% inspiração
  • 3. O Valor de uma Tese
    • Contribuição para a sociedade?
      • Resultado da aplicação de uma metodologia
        • Mapeamento de uma área sem informação
      • Benefício direto para a comunidade
    • Conteúdo inovador?
      • Aplicação em si não é o mais importante
      • O que é importante é avançar na metodologia
    • Qual é o produto da tese? Documento ou aluno?
  • 4. Contribuição ou Inovação?
    • Mais importante
      • O quanto o assunto exige de você
    • Contribuição para a sociedade
      • Não pode reproduzir “algo pronto”
      • Mais importante – formular uma hipótese (fazer as perguntas certas)
    • Inovação
      • “ epsilon paper” – contribuição incremental minúscula
      • Muitas situações – correndo poucos riscos
  • 5. Porque Fazer uma Tese?
    • Perspectiva do aluno
      • Como parte de um aprimoramento profissional
        • Profissional qualificado para o mercado
        • Pesquisador
    • Perspectiva do orientador
      • Teses e dissertações são base de novos resultados de pesquisa
      • Suporte a publicações e protótipos
    • Perspectiva da ciência
      • Reprodução do conhecimento exige esforço e produção própria
      • Formação de escolas
  • 6. Como NÃO fazer uma Tese?
    • Desenvolver idéias sem coloca-las no papel
    • Esperar que outros façam sua tese
    • Acreditar que seu orientador tem a solução do seu problema
    • Não acreditar na visão geral do seu orientador
    • Tentar resolver todos os problemas do mundo num único documento
    • Achar que não há mais nada para ser investigado
    • Achar que alguém já resolveu seu problema antes
  • 7. Como NÃO fazer uma Tese?
    • Reduzir a tese a um protótipo computacional
    • Reduzir a tese a uma aplicação de técnicas já estabelecidas
    • Não estabelecer um vínculo entre teoria e prática no seu documento
    • Não considerar que a pesquisa é atividade cooperativa
  • 8. Atitude de Pesquisador
    • Busca racional do conhecimento
    • Generalizar
      • base de teorias explanatórias
      • conhecer os limites de seu reducionismo
    • Manter a mente aberta
      • Lutar para encontrar as perguntas certas
      • Discutir suas ideias com seus pares
  • 9. Tipos de Tese
    • Pesquisa Exploratória
      • forte componente teórico
      • avançar os limites do conhecimento
    • Pesquisa Explanatória (teste)
      • encontrar os limites e aplicações de teorias estabelecidas
    • Pesquisa Dirigida
      • identificar problema a ser resolvido
      • solução pode ser interdisciplinar
  • 10. Comunicando suas Idéias
    • Escreva papers
      • submeta revistas e conferências
      • mande cópias de versões iniciais para colegas
        • diminua o ciclo de comunicação
    • Faça apresentações
      • Reúna um grupo de colegas
      • Organize um conjunto de seminários
  • 11. Questões Psicológicas
    • Você vai ficar exausto
    • Você vai sentir-se isolado
    • Você vai odiar seu assunto de tese
    • Você vai ficar frustrado a ter de se limitar a um tema
    • Você vai ter “bloqueio de escritor”
    • Você vai ficar mais interessado ao perceber que conhece o tema melhor que seu orientador
    • Solução: estabeleça um grupo de suporte
  • 12. Como gerenciar seu orientador?
    • Expectativa do orientador
      • que o aluno seja independente
      • que produza escritos de qualidade
      • que seja a força motriz do relacionamento
    • Dicas
      • conquiste sua atenção com resultados periódicos
      • mantenha-o informado sobre seus avanços
      • envie a ele versões preliminares de seu trabalho
  • 13. O que você terá no final
    • Uma tese completa com qualidade acadêmica
    • Papers publicados em conferências internacionais
    • Maior experiência profissional
    • Um sentido de realização pessoal e profissional
  • 14. Algumas Questões que Toda Tese Deveria Responder
    • Qual a hipótese que serve de base para o trabalho?
    • O que estamos querendo demonstrar ou explicar ou construir?
    • Como a hipótese feita avança o conhecimento?
    • Que explicações anteriores podem ser refutadas e/ou ampliadas se o trabalho tiver sucesso?
  • 15. TESE Uma boa pesquisa implica em: Equilíbrio entre teoria e empirismo Em questionamentos Conhecimento das diferentes interpretações teóricas Das diferentes abordagens Em reflexões e críticas Adotar métodos (dominar método da área) T R A B A L H O (... motivação)
  • 16. Não é razoável se comprometer na preparação de uma tese por razões negativas Falta de perspectiva ociosidade frustrações MAS SIM COM PROPÓSITOS .... Se inscrever num plano de carreira Carreira universitária Como pesquisador Numa organização pública ou privada, nacional ou internacional É necessário vontade firme e capacidade de emprego
  • 17. Esc olha do assunto e do Orientador 1. Você tem o assunto e o orientador (partir pro abraço) 2. Você tem o orientador mas não tem o assunto (possibilidade de aproximações entre o tema de pesquisa do orientador e o seu interesse) 3. Você tem o assunto, mas não o orientador (repensar o assunto, o tema é realmente um bom assunto? Talvez a questão seja flexibilidade intelectual) (mau sinal, deve refletir....) 4. Você não tem nem assunto, nem orientador
  • 18. Um bom assunto Em relação a você mesmo Se inscreve na esfera de pesquisa do orientador Há um debate emergente sobre o assunto, é necessário, atual ... (motivação, interesse, se insere na sua própria perspectiva pessoal ou profissional ...)
  • 19. Um bom orientador
    • Está habilitado ou autorizado a orientar?
    • Está a menos de dois anos de aposentadoria?
    • Demonstra-se em geral disponível p/ atender pesquisadores e estudantes que trabalham sobre sua orientação?
    • Tem interesse pelo assunto que você quer trabalhar?
    • É competente na área em que você quer trabalhar?
    • Se ele já o conhece incitou-o a desenvolver uma tese sob a orientação dele?
    • Limita o numero de estudantes que aceita orientar?
    • Permite aos orientandos procedimentos que se afastem ou difiram do seu?
    • Toma conhecimento dos trabalhos que lhe são submetidos com suficiente atenção?
    • Promove seminários ou oficinas de pesquisa abertos a seus alunos?
  • 20. Você tem um assunto, um orientador, aceito e inscrito no programa Um trabalho sério a ultrapassagem de diferentes etapas ter um procedimento organizado ESTABELECER UM CRONOGRAMA ( considerar o tempo limitado) EXPLORAÇÃO SISTEMÁTICA DA DOCUMENTAÇÃO AVALIAR AS OBRAS QUE SE REPORTAM AO ASSUNTO ESCOLHIDO CONTATO COM O LOCUS, PESSOAS OU INSTITUIÇÕES QUE IRÁ TRABALHAR FICHAR LIVROS, ARTIGOS ... DIMENSIONAR A AMPLITUDE DAS TAREFAS assim começa ... Primeiras elucidações então partir para ...
  • 21. Definição da área de trabalho Uma ou várias questões Campos a aprofundar (problemática provisória) Tomada de consciência da amplitude da área de trabalho, das inter-relações, da complexidade ... Multiplicidades das questões, os eixos de aproximação com outras áreas ... PROBLEMÁTICA I Escolha do assunto Elucidações / desbastes
  • 22. “ A elaboração da PROBLEMÁTICA I passa pela escolha de UMA QUESTÃO PRINCIPAL que deve ser crucial, essencial e central em relação ao assunto escolhido”. ? Escolha do assunto Elucidações e desbastes
  • 23. (Tens um plano de trabalho e vai formular a questão principal) A QUESTÃO PRINCIPAL Deve ser crucial, central e essencial no tocante do assunto Aprofunda e caracteriza o assunto Não deve ser paralela e nem desconectada ou fora do eixo Será a chave do seu trabalho de pesquisa A questão principal pode levar algum tempo .... Continue a trabalhar .... Com a preocupação permanente de delimitar cada vez melhor e o mais precisamente possível essa indispensável questão PROBLEMÁTICA I . . . .
  • 24.  
  • 25.  
  • 26. Problemática II
    • Questão principal
    • Idéia diretriz
    • Desenvolvimento dessa idéia diretriz
    • Plano de redação
    • Plano de trabalho X Plano de Redação
  • 27. Planos....
    • Na maioria das vezes, um bom plano de trabalho(de pesquisa) não produz um bom plano de redação( de exposição)
    • Um bom plano de redação é aquele pelo qual a idéia diretriz (que corresponde a questão principal) vai poder desenvolver-se ao longo das diferentes etapas de uma movimento de pensamento, gerando as partes e os capítulos da dissertação.
  • 28. Bom uso do orientador e dos outros
    • Recebimento de críticas ------ filtrar
    • Mal-estar do leitor ----críticas---clareza na escrita
    • Em toda e qualquer dificuldade, é somente o AUTOR quem é responsável pela tomada de decisão
  • 29. Anexos
    • Segundo sua natureza e objetos a que se reportam, os anexos podem vir:
    • no fim do capítulo;
    • no fim de uma parte;
    • no fim da dissertação.
    • Desejável - um índice de anexos.
  • 30. Mapas, gráficos, esquemas, quadros
    • Usar para destacar uma idéia/informação dos texto;
    • Esclarecer grandezas;
    • Referencial de pesquisa;
  • 31. Referências
    • Divisão de leituras em:
    • Principais Fontes;
    • Leitura Complementar ;
    • Materiais estatísticos, etc.
    • Dica– referenciar as obras do orientador e da banca, caso sejam relacionados com o seu tema.
  • 32. Releitura e produto final
    • Verificar o “introduzir” e o “concluir” em cada capítulo;
    • Adequação do padrão da Universidade
    • Tirar cópias para : 3 membros da banca, 2 para universidade, 1 para você.
  • 33. A defesa
    • Atenção a apresentação oral
    • ( pode aumentar ou diminuir sua avaliação);
    • Apresente-se para a banca;
    • Reconheça os erros evidentes;
    • Valorize os pontos motrizes;
    • Sustente as posições pessoais expressas na dissertação;
    • Ao comemorar(em casa ou num bar) estenda o convite a todos os membros e presentes.
  • 34. Após a defesa
    • Faça as correções sugeridas pela banca;
    • Torne-a pública em artigos, congressos, livros, revistas,palestras,etc.