Princípios de oclusão e ajuste oclusal

14,437 views

Published on

Princípios de oclusão e ajuste oclusal

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
14,437
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9
Actions
Shares
0
Downloads
162
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Princípios de oclusão e ajuste oclusal

  1. 1. Dentística Operatória Aplicada Prof. Ms. Guilherme Terra
  2. 2. Introdução O termo oclusão vem do latim occlusione que pode ser definido como o ato de fechar ou estar fechado. Ash e Ramfjord (1996) Na Odontologia, esse conceito estende-se ao relacionamento funcional entre os dentes e os outros componentes do sistema estomatognático.
  3. 3. Sistema estomatognático Sistema responsável pela Mastigação, fonação, respiração, deglutição e manutenção da condição postural da cabeça. É composto pelos ossos da face, músculos, ligamentos, periodonto de proteção e sustentação, língua, lábios, bochechas, ATM, dentes, vértebras cervicais de C1 à C7, sistema vascular, nervoso e linfático.
  4. 4. Oclusão O relacionamento oclusal do arco maxilar com o mandibular acontece por meio dos contatos dentários em superfícies de dentes antagonistas. Os contatos dentários, quando estão em harmonia, proporcionam estabilidade oclusal ao arco.
  5. 5. A desarmonia oclusal produz vários efeitosdeletérios  Mobilidade dentária;  Sensibilidade dentária;  Hiperfunção;  Desordens da ATM;  Fraturas dentais e de restaurações;  Etc...
  6. 6. Conceitos em Oclusão Oclusão Central (OC)  É a máxima intercuspidação entre as arcadas.  Chamada também de Máxima Intercuspidação Habitual (MIH) ou oclusão cêntrica. Relação Central (RC)  É a posição mais ântero-superior do côndilo na cavidade Glenóide.
  7. 7. Conceitos em Oclusão A OC pode coincidir com a OC.  Porém, normalmente, são duas posições distintas. Na Dentística o posicionamento que devemos levar em conta é a OC.
  8. 8. Conceitos em Oclusão PROTEÇÃO MÚTUA.  Quando os dentes anteriores se tocam os posteriores NÃO DEVEM se tocar.  Quando os dentes posteriores se tocam, os anteriores NÃO DEVEM se tocar, ou tocar levemente.
  9. 9. Desoclusões No ajuste oclusal devemos também levar em conta os padrões de desoclusão ideal. Lado de trabalho  Lado para onde a mandíbula se movimenta. Lado de Balanço  Lado contrário para onde a mandíbula se movimenta.
  10. 10. Tipos de desoclusões Guia Canina  Só o canino do lado de trabalho toca durante todo o percurso de desoclusão.  No lado de Balanço nada toca
  11. 11. Tipos de desoclusões Guia Incisiva  Só os incisivos se tocam durante todo o percurso de desoclusão.  Os caninos e os posteriores não devem se tocar.
  12. 12. Desoclusão em função de grupo Desoclusão em Função de Grupo Parcial  Além do canino, se tocam os pré-molares. Desoclusão em Função de Grupo Total  Além do canino, se tocam os pré-molares e molares.
  13. 13. Ajuste oclusal Ajuste oclusal é diferente de desgaste seletivo. Ajuste oclusal é realizado em restaurações. Desgaste seletivo é realizado em estruturas dentais hígidas.
  14. 14. Ajuste oclusal Posiciona a mandíbula em uma relação estável com a maxila. Proporciona contatos distribuídos em OC, protrusão e lateralidade direita e esquerda.
  15. 15. Passos clínicos do ajuste oclusal Marcação intermaxilar com papel carbono em OC. Desgaste dos excessos marcados pelo carbono com fresas esféricas diamantadas. Regularização dos locais desgastados com fresas tronco-cônicas de 30 lâminas ou Diamantadas de baixa granulação (F e FF).
  16. 16. Passos clínicos do ajuste oclusal Marcação intermaxilar com papel carbono em dinâmica.  Guias anteriores e desoclusão posterior. Desgaste dos excessos marcados pelo carbono com fresas esféricas diamantadas. Regularização dos locais desgastados com fresas tronco-cônicas de 30 lâminas ou Diamantadas de baixa granulação (F e FF).
  17. 17. Ajuste oclusal Contatos oclusais balanceados e de mesma intensidade. Ausência de contatos no lado de Balanço. Desoclusão definida.  Guia incisiva.  Guia canina.  Desoclusão em função de grupo.
  18. 18. Prof. Ms. Guilherme Teixeira Coelho Terra  Especialista em Implantodontia e Dentística Mestre em Odontologia – Universidade Ibirapuera drguilhermeterra@yahoo.com.br

×