Romantismo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Romantismo

on

  • 7,701 views

Poesia romântica. Contexto histórico, características gerais do romantismo, gerações românticas, poetas românticos.

Poesia romântica. Contexto histórico, características gerais do romantismo, gerações românticas, poetas românticos.

Statistics

Views

Total Views
7,701
Views on SlideShare
7,642
Embed Views
59

Actions

Likes
4
Downloads
166
Comments
2

4 Embeds 59

http://www.professorwalace.com.br 41
http://professorwalace.com.br 15
http://www.slideshare.net 2
http://ameliabarros.blogspot.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Romantismo Presentation Transcript

  • 1. romantismo
    A poesia do século XIX
  • 2. Contexto histórico europeu
    A Revolução extingue os privilégios da nobreza e do clero e derruba as barreiras entre as classes. Surge uma nova concepção de mundo, de sociedade e do homem, baseada na livre iniciativa e nos méritos individuais.
  • 3. Contexto histórico europeu
    A burguesia destaca-se cada vez mais no quadro social. Isso explica a intensa intervenção na cultura da época, buscando a modificação de padrões, possibilitando um novo status quo, dessa vez favorável ao modelo burguês.
  • 4. Contexto histórico brasileiro
    A partir de 1808, a urbanização do Rio de Janeiro e o contato com a corte ajudam na divulgação das influências europeias. Os ideais de autonomia e nacionalismo fazem a colônia caminhar rumo à independência.
  • 5. Contexto histórico brasileiro
    Havia interesse do novo governo em ofuscar as crises sociais, financeiras e econômicas geradas pela independência. A separação teve suas consequências socioculturais: surgem as instituições universitárias e um público leitor.
  • 6. Características românticas
    A liberdade de expressão ganha vida. Por meio do esforço de alfabetização surge um novo público leitor, diversificado e sem nenhuma identificação com a arte neoclássica anterior. A arte também se tornava mercadoria.
  • 7. Caracterísitcas românticas
    Individualismo e subjetivismo – O poeta tem sua alma esmagada pela solidão e pela brutalidade do mundo. Essa concepção advém da desilusão com a mediocridade burguesa, voltada apenas para o acúmulo de capitais.
  • 8. Caracterísitcas românticas
    Sentimentalismo – As obsessões sentimentais dão uma nova significação às paixões humanas: um amor profundo, intenso, delicado, mas desmedido e arrebatador; um amor ideal e infinito, exclusivo e febril.
  • 9. Caracterísitcas românticas
    Culto à natureza - A natureza exerce fascínio sobre os escritores, que nela enxergam o oposto da civilização opressora. O encontro com a natureza é um reencontro com o próprio eu, com seu próprio mundo interior.
  • 10. Caracterísitcas românticas
    Evasão – O artista, incompreendido, não consegue mudar seu destino, restando apenas a fuga. A evasão se manifesta de diversas formas: o sonho, a fantasia, o culto do passado, a infância e, por fim, a morte.
  • 11. Primeira geração
    Geração nacionalista ou indianista. Suas características são a saudade da Pátria, a valorização da natureza, o retorno à religiosidade cristã. Além disso desenvolve-se uma espécie de novo amor cortês, platônico e impossível.
  • 12. Primeira geração
    O índio surge como o verdadeiro herói nacional, muito em razão de substituir figura do cavaleiro medieval, inexistente na história brasileira. Esse índio apresenta valores clássicos e comportamento europeu.
  • 13. Segunda geração
    A segunda geração, subjetivista, ficou conhecida como Ultrarromantismo ou Mal-do-século. Os poetas ultrarromânticos abordavam os temas do tédio, da morte, do suicído, das sombras, da dor e do sofrimento.
  • 14. Segunda geração
    O medo de amar era constante e levava à evasão poética. Tais fugas levavam a lugares exóticos, à própria infância e, mais comumente à morte.
  • 15. Terceira geração
    A terceira geração é marcada por uma forte preocupação social, influenciada pelos movimentos abolicionista e republicano. A geração condoreira faz a denúncia da escravidão, canta a liberdade e opõe-se à monarquia.
  • 16. Terceira geração
    A sensualidade volta à tona e surge um amor erótico, possível de se realizar. É, em verdade, um momento de transição do Romantismo para o movimento Realista que já começa a se manifestar em alguns autores.
  • 17. RESUMO ESQUEMÁTICO
  • 18. RESUMO ESQUEMÁTICO
  • 19. RESUMO ESQUEMÁTICO
  • 20. POETAS ROMÂNTICOS
  • 21. POETAS ROMÂNTICOS
  • 22. POETAS ROMÂNTICOS
  • 23. POETAS ROMÂNTICOS
    versos;