Variação sociocultural e geográfica (21/03/2011)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Variação sociocultural e geográfica (21/03/2011)

on

  • 31,834 views

Apresentação referente as teorias de variação linguística com enfoque nas variações sociocultural e geográfica.

Apresentação referente as teorias de variação linguística com enfoque nas variações sociocultural e geográfica.

Statistics

Views

Total Views
31,834
Views on SlideShare
30,458
Embed Views
1,376

Actions

Likes
0
Downloads
101
Comments
0

14 Embeds 1,376

http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.com.br 1242
http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.com 71
http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.pt 19
http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.ru 19
http://www.professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.com.br 16
http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.com.tr 1
http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.fr 1
http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.jp 1
http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.de 1
http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.sg 1
http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.com.es 1
http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.hk 1
http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.tw 1
http://professoralinguaportuguesa-professora.blogspot.be 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Variação sociocultural e geográfica (21/03/2011) Variação sociocultural e geográfica (21/03/2011) Presentation Transcript

  • VARIAÇÃO SOCIOCULTURAL E VARIAÇÃO GEOGRÁFICA
    Instituto Federal de Educação Tecnológica do Espírito SantoDisciplina: Língua Portuguesa e Lit. BrasileiraProf.: Olivaldo Marques
  • Índice
    1. Variação sociocultural .............................. 3
    1.1 Gírias ...................................................... 6
    1.2 Jargões .................................................... 8
    2. Variação geográfica .................................... 9
    Referências ......................................................10
    2 de 11
  • 1. Variação sociocultural
    Há mais de dois mil anos, o poeta romano Horácio declarou:
    “Há uma grande diferença se fala um deus ou um herói; se um velho amadurecido ou um jovem impetuoso na flor da idade; se uma matrona autoritária ou uma ama dedicada; se um mercador errante ou um lavrador de pequeno campo fértil [...]”
    3 de 11
  • 1. Variação sociocultural
    Pela afirmação do poeta romano concluímos que a fala muda de acordo com o grupo a que o usuário do idioma pertence.
    4 de 11
  • 1. Variação sociocultural
    Dentro da variação sociocultural, destacam-se dois fenômenos linguísticos bastante característicos dela: a gíria e o jargão.
    5 de 11
  • 1.1 Gírias
    A gíria é a linguagem específica de um grupo social fechado. Tem como função social marcar a identidade de quem a utiliza, explicitar o pertencimento a um grupo.
    6 de 11
  • 1.1 Gírias
    Trata-se de um uso tão característico do idioma que, por vezes, somente os pertencentes ao grupo compreendem seu significado.
    7 de 11
  • 1.2 Jargões
    Os jargões podem ser considerados um tipo específico de gírias porque também nascem de um grupo social fechado e são entendidos somente pelos que formam tal grupo. A diferença é que os jargões surgem em grupos de origem profissional. É a linguagem técnica.
    8 de 11
  • 2. Variação geográfica
    Cuitelinho
    (Folclore recolhido por Paulo Vanzolini e Antônio Xandó)
    Cheguei na bêra do porto onde as onda se espaia.
    As garça dá meia vorta e senta na beira da praia.
    E o cuitelinho não gosta que o botão de rosa caia,ai,ai
    Ai quando eu vim da minha terra, dispidi da parentáia.
    Eu entrei no Mato Grossodei em terras paraguaia.
    Lá tinha revolução, enfrentei forte batáia,ai, ai.
    A tua saudade corta como aço de naváia.
    O coração fica afrito bate uma, a outra faia.
    E os óio se enche d´água que até a vista se atrapáia, ai...
    9 de 11
  • 2. Variação geográfica
    Noturno de Belo Horizonte
    [...]
    Que importa que uns falem mole descansado
    Que os cariocas arranhem os erres na garganta
    Que os capixabas e paroaras escancarem as vogais?
    Que tem si o quinhentos réis meridional
    Vira cinco tostões do Rio para o norte?
    Juntos formamos este assombro de misérias e grandezas,
    Brasil, nome de vegetal!...
    Mario de Andrade. Poesiascompletas. Belo Horizonte, Itatiaia; São Paulo, Edusp, 1987
    10 de 11
  • Referências
    http://letras.terra.com.br/renato-teixeira/298332/ acesso em 10/02/11
    AMARAL, Emília et. al. Novas Palavras. São Paulo FDT, 2005.
    Contato: professorolivaldo@gmail.com
    11 de 11