0
Trabalho de Geografia: O BRASIL NO MERCOSUL ATUALMENTE A  dívida   externa  e o Brasil atual e
 
Alunos do 1º VA: Cassiano De Angeli Dansi Ingrid Anne Marinho João Paulo Peterle José Guilherme Neto Rafael Gardioli Tavar...
<ul><li>Origem da dívida   A origem da dívida externa remonta o ano de 1824. Na época, foi contraída uma dívida no valor d...
Dívida dos países em desenvolvimento
A DÍVIDA É O PLANO DE FUNDO DOS PRINCIPAIS PROBLEMAS NACIONAIS <ul><li>O volume do endividamento é assustador; </li></ul><...
O Brasil no  atualmente
MERCOSUL <ul><li>É a união aduaneira (livre comércio intrazona e política comercial comum) de 5 países da América do Sul ,...
Países do mercosul
    US$334.3 bilhões (est.2007)  Venezuela US$26.7bilhões (est.2007)  Paraguai US$37.5bilhões (est.2007)  Uruguai US$1.849...
 
 
Indicadores educacionais do mercosul
 
 
MERCOSUL ATUAL Situação atual e perspectivas Não conheço, na história contemporânea dos países do Cone Sul, em particular ...
Maior segurança jurídica no Mercosul é um objetivo desejável para todos. Alcançá-lo, entretanto, parece estar, na presente...
Exportações brasileiras por principais blocos econômicos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Grupo 03

608

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
608
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Grupo 03"

  1. 1. Trabalho de Geografia: O BRASIL NO MERCOSUL ATUALMENTE A dívida externa e o Brasil atual e
  2. 3. Alunos do 1º VA: Cassiano De Angeli Dansi Ingrid Anne Marinho João Paulo Peterle José Guilherme Neto Rafael Gardioli Tavares Tatiane da Silva Lima
  3. 4. <ul><li>Origem da dívida A origem da dívida externa remonta o ano de 1824. Na época, foi contraída uma dívida no valor de 3 milhões de libras esterlinas, ficando conhecida depois como empréstimo português. A principio, o valor serviria para cobrir despesas do período colonial. Na prática, significava um pagamento à Portugal pelo reconhecimento de nossa independência </li></ul>A dívida externa
  4. 5. Dívida dos países em desenvolvimento
  5. 6. A DÍVIDA É O PLANO DE FUNDO DOS PRINCIPAIS PROBLEMAS NACIONAIS <ul><li>O volume do endividamento é assustador; </li></ul><ul><li>Ritmo de crescimento cada vez mais acelerado; </li></ul><ul><li>Recordes de arrecadação, com a tributação injusta; </li></ul><ul><li>Não há recursos para investimentos sociais efetivos; </li></ul><ul><li>Injustiça social e concentração de renda, desemprego; </li></ul><ul><li>Reformas de cunho neoliberal; liberalização comercial e financeira, privatizações; </li></ul><ul><li>Modelo agrícola exportador, impeditivo da necessária reforma agrária; </li></ul><ul><li>Enfraquecimento do Estado e grave ameaça à soberania. </li></ul>
  6. 7. O Brasil no atualmente
  7. 8. MERCOSUL <ul><li>É a união aduaneira (livre comércio intrazona e política comercial comum) de 5 países da América do Sul , instituída pela assinatura do Tratado de Assunção, em 26 de março de 1991. </li></ul>
  8. 9. Países do mercosul
  9. 10.     US$334.3 bilhões (est.2007) Venezuela US$26.7bilhões (est.2007) Paraguai US$37.5bilhões (est.2007) Uruguai US$1.849 trilhões (est.2007) Brasil US$526.4  bilhões (est.2007) Argentina PIB PAíS PIB (paridade com poder de compra)
  10. 13. Indicadores educacionais do mercosul
  11. 16. MERCOSUL ATUAL Situação atual e perspectivas Não conheço, na história contemporânea dos países do Cone Sul, em particular da Argentina e do Brasil, um projeto diplomático mais exitoso que o Mercosul. Com ele estamos conquistando, juntos, a credibilidade externa que antes perseguíamos, individualmente, sem maior êxito. Essa credibilidade tem gerado em nossos países uma grande expansão da circulação do comércio, tecnologia e investimentos, num círculo virtuoso que é conhecido e reconhecido em todo o mundo.
  12. 17. Maior segurança jurídica no Mercosul é um objetivo desejável para todos. Alcançá-lo, entretanto, parece estar, na presente etapa de integração, menos no desenho de instituições supranacionais que no fortalecimento de nossos próprios poderes jurídicos nacionais, na consolidação de nossas democracias pluralistas e de nossos modelos econômicos, assim como também, na harmonização de políticas nacionais em setores chaves.
  13. 18. Exportações brasileiras por principais blocos econômicos
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×