Filósofos modernos e seus pensamentos 2º va

23,560 views
23,384 views

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
23,560
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
168
Actions
Shares
0
Downloads
104
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Filósofos modernos e seus pensamentos 2º va

  1. 1. FILÓSOFOS MODERNOS E SEUS PENSAMENTOS - CREI - 2º VA <ul><li>PROFESSOR MARIO FERNANDO DE MORI </li></ul><ul><li>http://mariodemori.blogspot.com/ </li></ul><ul><li>http://profmariodemori.blogspot.com/ </li></ul><ul><li>http://focosdetensoesinternacionais.blogspot.com/ </li></ul>
  2. 2. FRASE 01 – PENSAMENTO DE RENE DESCARTES. “ Tomei a decisão de fingir que todas as coisas que até então haviam entrado em minha mente não eram mais verdadeiras do que as ilusões dos meus sonhos”.
  3. 3. O QUE DIZ A FRASE: <ul><li>Na frase “Tomei a decisão de fingir que todas as coisas que até então haviam entrado em minha mente não eram mais verdadeiras do que as ilusões dos meus sonhos” o filosofo diz: “ decisão de fingir que todas as coisas (...)não eram mais verdadeiras”, ele propõe o principio do pensamento racional ou cartesiano uma vez que, não possa fingir que não exista uma verdade inata; na mesma frase ao falar das “ilusões do meu sonho”, o filosofo nos remete a sua estrutura fundamental: o plano cartesiano. O filosofo também foi um grande mentor da matemática moderna, o plano cartesiano é a proposta de transformar sonhos e ilusões propostos pela filosofia até então em fatores matemáticos, representados no plano cartesiano pelas letras X e Y, o traçado das funções nos permite entender a dinâmica entre o falso e verdadeiro proposto pelo pensamento racional. </li></ul>
  4. 4. CONTEXTUALIZANDO A FRASE: <ul><ul><li>O autor desse pensamento “Rene Descartes” defende a idéia do racionalismo. Na Era Moderna o homem passa a ter um olhar mais científico, mais matemático e menos metafísico, dentro desse contexto conseguimos compreender parte do pensamento cartesiano compreendendo os termos “verdades, ilusões e sonhos” não como uma representação nos dias de hoje de busca de realização pessoal, mas sim de uma busca incansável pelo que é científico. </li></ul></ul>
  5. 5. IMAGENS: O pedaço de cera e o conceito de verdade. A busca incansável pela razão. O racionalismo de Rene Descartes
  6. 6. COMENTÁRIO <ul><li>Representante do racionalismo e pai da filosofia moderna; Descartes trabalha o modelo cartesiano junto a dinâmica entre falso e verdadeiro. Como pode-se observar nas imagens, onde Rene Descartes considera o verdadeiro conhecimento como aquele que é logicamente e universalmente válido, onde o homem relaciona “verdades, ilusões e sonhos” junto a sua incansável busca pelo que é científico, ou seja, um conhecimento que não é passível de dúvidas. Então, este conhecimento atribui um método que consiste em recusar tudo aquilo que pudermos colocar a menor dúvida, para que assim, concretize a “razão”. </li></ul>
  7. 7. Frase 2 <ul><li>“ Quando se tem demasiada curiosidade acerca das coisas que se faziam nos séculos passados, fica-se quase sempre na grande ignorância das que têm lugar no presente”. </li></ul><ul><li>RENE DESCARTES </li></ul>
  8. 8. O que diz a Frase ? <ul><li>As vezes nos prendemos muito nas coisas passadas, ficamos tentando decifrar o passado e não nos informamos com o que está acontecendo no presente. </li></ul>
  9. 9. Contextualizar a frase <ul><li>René parece estar falando de pessoas que se evolui tanto com o passado, em descobrir, o que aconteceu a séculos e passa a ser um grande ignorante nos assuntos atuais </li></ul>
  10. 10. Imagem Ilustrativa
  11. 11. Comentário Final <ul><li>Eu devo me preocupar em estudar o passado, saber das histórias, porque nos não podemos viver sem passado isso é fato, mas devo também me preocupar com o presente para construir um futuro. </li></ul><ul><li>Por que o meu presente hoje será um passado amanhã. </li></ul>
  12. 12. Frase 5 <ul><li>“ Quando considero a duração mínima da minha vida, absorvida pela eternidade precedente e seguinte, o espaço diminuto que ocupo, e mesmo o que vejo, abismado na infinita imensidade dos espaços que ignoro e me ignoram , assusto-me e assombro-me de me ver aqui e não lá. Quem me pôs aqui? Por ordem de quem me foram destinados este lugar e este espaço? “ </li></ul><ul><li>BALISE PASCAL </li></ul>
  13. 13. O que diz a Frase ? <ul><li>Está frase relata que não sabemos o tempo de vida que temos. </li></ul><ul><li>Não podemos imaginar onde estaremos no decorrer de nossa vida. </li></ul><ul><li>As vezes nos vemos em determinado lugar que nos surpreende e nem mesmo sabemos como formos para lá. </li></ul>
  14. 14. Contextualizar a frase <ul><li>Para Pascal ele queria dizer que nem sempre ele estava onde gostaria de estar apesar de temos um mundo enorme as vezes ele se via ocupado em pequeno lugar e que nem mesmo sabia quem o havia mandado . </li></ul>
  15. 15. Imagem Ilustrativa Não sabemos o dia de amanhã ! A vida é cheia de surpresas, não esperávamos que chegasse a esse ponto. Existem vários caminhos , e tem pessoas que escolhem o caminho errado.
  16. 16. Comentário Final <ul><li>Nem sempre estamos nos lugares e ocupamos os espaços que gostaríamos de estar ou ocupar. </li></ul><ul><li>A sociedade as vezes é quem governa o nosso tempo e espaço. </li></ul>
  17. 17. FRASE 7 Pensamento de Immanuel Kant : Na &quot;Crítica da Razão Pura&quot;
  18. 18. Comentário : <ul><li>O trabalho filosófico de Kant está na confluência do racionalismo, do empirismo inglês (David Hume) e a ciência física-matemática de Isaac Newton. Seu caminho histórico está assinalado pelo governo de FredericoII, a indepêndencia americana e a Revolução Francesa.As questões de partida do Kantismo são o problema do conhecimento, e a ciência, tal como existe. </li></ul>
  19. 19. Contextualização : <ul><li>Nascimento 22 de abril de 1724. </li></ul><ul><li>Filósofo do iluminismo </li></ul>
  20. 20. Imagem ilustrativa :
  21. 21. Comentário final : <ul><li>Apesar de ter adaptado a idéia de uma filosofia crítica, cujo objetivo primário era &quot;criticar&quot; as limitações das nossas capacidades intelectuais, Kant foi um dos grandes construtores de sistemas, levando a cabo a idéia de crítica nos seus estudos da metafísica, ética e estética. </li></ul>
  22. 22. FRASE 08 PENSAMENTO DE IMMANUEL KANT &quot;Voltaire disse que o céu nos tinha dado duas coisas para equilibrar as numerosas desgraças da vida: a esperança e o sonho. Podia ter acrescentado o Riso. &quot;
  23. 23. O QUE DIZ A FRASE? Com esta frase pude observar que Kant acreditava que não era apenas a esperança e o sonho que nos ajuda a equilibrar as desgraças da vida, mas também o sorriso.
  24. 24. CONTEXTUALIZAR A FRASE Immanuel Kant nos da a idéia mediante a Deus de que a esperança é a força maior para as pessoas superarem seus problemas, já os sonhos nos da forças para encarar melhor a realidade e o meio mais fácil de demonstrar a satisfação é através de um sorriso, onde podemos expressar a nossa felicidade. Que também motiva as pessoas a enfrentar melhor as numerosas desgraças da vida e a continuar lutando.
  25. 25. IMAGEM ILUSTRATIVA
  26. 26. COMENTARIO FINAL A frase me fez compreender que além da esperança e do sonho outra peça fundamental para vencermos os obstáculos é o riso, e é essa tríade que nos ajuda a enfrentar as numerosas desgraças da vida e a continuar lutando todos os dias.
  27. 27. Frase 9 Pensamento de John Locke: ‘’ A mente de uma pessoa ao nascer era uma tabula rasa, ou Seja, uma espécie de folha em branco. As experiências que está pessoas passa pela vida é que vão formando seus conhecimentos e personalidade. Defendia também que todos os seres humanos nascem bons, iguais e independentes. Desta forma é a sociedade a responsável pela formação do individuo.’’
  28. 28. O QUE DIZ A FRASE John Locke diz que ao nascermos éramos como um livro em branco, não possuíamos conhecimento ou sabedoria. De acordo que íamos crescendo, vamos adquirindo, experiência e sabedoria. Variando da sociedade onde vivemos.
  29. 29. Contextualização John Locke tava certo ao dizer que as experiências e conhecimento vária de acordo com a sociedade onde vivemos, pois ao comparar um Japonês com um brasileiro, percebemos a diferença que existe entre nós. Exemplos: Cultura, no modo de se vestir, comida...
  30. 30. Imagem Ilustrativa Comida: Arroz e feijão Língua: Português Comida: Sushis Língua: Japonês Comida: frutos do mar Língua: Espanha
  31. 31. <ul><li>Comentário Final </li></ul><ul><li>A imagem se retrata no pensamento de John Locke, que nos nascemos todos iguais, mas as diferenças são formadas nos costumes e na cultura de cada sociedade ou Pais. </li></ul>
  32. 32. FRASE 10 Pensamento de John Locke: “A leitura fornece conhecimento á mente. O pensamento incorpora o que lemos pois as ações dos seres humanos são as melhores intérpretes de seus pensamentos”.
  33. 33. O QUE DIZ A FRASE? <ul><li>Ao interpretar a frase entendo que, ler traz aprendizado e o que pensamos esta ligado com o que aprendemos e nossas ações são a melhor maneira de mostrar resultados desse nosso pensamento. </li></ul>
  34. 34. CONTEXTUALIZAR A FRASE <ul><li>O autor desta frase, John Locke,filosofo empirista buscava o conhecimento através de experiência, a qual é ganha ao fazer leituras;ele tem uma visão de que pensamos no que aprendemos lendo e colocamos em pratica nas nossas ações. </li></ul>
  35. 35. IMAGEM ILUSTRATIVA
  36. 36. COMENTÁRIO FINAL <ul><li>Entendi que é extremamente importante a leitura pois nos proporciona um enorme conhecimento que virão a influir nas nossas ações. </li></ul>
  37. 37. FRASE 11 George Berkeley: “ Para ele, todas as idéias são simples, podemos compará-las e pegar o que há de comum. Por exemplo, temos na mente a idéia de um determinado triangulo, que pode se adequar a qualquer triangulo. Todas as idéias derivam da percepção”.
  38. 38. O que diz a frase? <ul><li>A frase quer mostrar como as ideias presentes no nosso meio, derivam de simples percepções, fazendo com que não existam ideias absurdas, e sim, ideias bem contextualizadas a partir de simples percepções; como em um de seus pensamentos: a partir da percepção de um triangulo, podemos fazer diversas representação a partir do mesmo. </li></ul>
  39. 39. Contextualizar a frase... <ul><li>O autor desta frase, George Berkeley, defende a ideia de que o pensamento gira em torno de simples ideias, negando a existência de ideias abstratas. Para ele só conhecemos ideias e, na verdade o que se conhece, resume-se às qualidades reveladas durante o processo de percepção. </li></ul>
  40. 40. Imagem ilustrativa
  41. 41. Comentário final <ul><li>Conforme a imagem e o tema apresentado, de fato, percebe-se que a partir de simples ideias e imaginações podemos dar formas a quaisquer objetos, e assim como ele deu formas a um triangulo, podemos tirar, a partir da nossa imaginação, as formas de qualquer outro elemento, como de um circulo, um retângulo, etc. </li></ul>
  42. 42. FRASE 12 George Berkeley ‘’ A linguagem é fonte de muitas controvérsias. A comunicação sempre foi problema, para transpor impressões e pensamentos cuja a fonte é a percepção subjetiva do mundo objetivo, precisamos saltar sobre o abismo que separa cada consciência.’’
  43. 43. O que diz a frase: <ul><li>Em um meio onde encontram-se pessoas que utilizam o pensamento como forma de expressão, através da linguagem, sempre haverá controvérsias, pois cada ser pensa e reage de um jeito (devido ao livre arbítrio), </li></ul><ul><li>diante de ações ocorridas em meio a sociedade. </li></ul>
  44. 44. Contextualizando <ul><li>Berkeley faz uma crítica quando diz que a linguagem é fonte de controvérsias, e logo após sugere que todos saltem sobre o abismo que separa cada consciência, em outras palavras, é preciso que todos deixem de lado as desigualdades de pensamento, e se unam em apenas um. </li></ul>
  45. 46. Comentário <ul><li>De fato, o que George diz é correto, mas se analisar com mais precisão, iremos encontrar mais de uma opinião , pois se de um lado , a linguagem gera conflitos sim, quando há a presença da famosa fofoca; mas se olhar por outro lado, as diferenças de pensamentos que gera uma sociedade. Não seria possível conviver com tudo e todos da mesma forma.Desse modo, cada um tire suas conclusões. </li></ul>
  46. 47. FRASE 13 “ As descobertas já conseguidas se devem ao acaso e à experiência vulgar mais do que à ciência.” Francis Bacon
  47. 48. O QUE DIZ A FRASE? A frase nos diz que as descobertas feitas pelo homem nem sempre são conseguidas a partir da própria ciência, nem sempre é a ciência que faz as grandes descobertas, mas sim ao acaso e a experiência. Devido as experiência vulgares o homem foi capaz de fazer grande parte de suas descobertas, além do acaso que muitas vezes ajuda-o.
  48. 49. CONTEXTUALIZAR A FRASE O Autor da frase, Francis Bacon, pensa que a descoberta de fatos verdadeiros não depende de raciocínios como os raciocínios de Aristóteles, mas elas provêem da observação e experimentação. Ele propôs o raciocínio indutivo para essas observações onde o conhecimento verdadeiro é resultado da concordância e da variação dos fenômenos. O que Bacon propõem é que tudo deve vim a partir de experiências, seja elas vulgares ou não.
  49. 50. IMAGEM
  50. 51. COMENTÁRIO FINAL Francis Bacon foi um filósofo do empirismo inglês e, para ele, a ciência era exaltada como benéfica para o homem. As descobertas nem sempre são feitas pela ciência mesma, ou o acaso as descobre ou a própria experiência vulgar. Após aquele descobrimento, a ciência só aprofunda-o. É somente para estudá-lo e aprofundá-lo que a ciência entra em ação de verdade. Francis Bacon foi realmente um grande filósofo.
  51. 52. Frase 14 FRANCIS BACON “ A leitura faz ao homem completo;a conversa,ágil,e o escrever,preciso.
  52. 53. O QUE DIZ A FRASE <ul><li>Bacon enfatiza que as explicações científicas deveriam buscar a causa dos fenômenos,ou seja,a sua condição de aparecimento. </li></ul><ul><li>Uma vez encontrada a causa,poderíamos obter explicações completas,isto é,explicações que descrevem relações inexoráveis de necessidade e suficiência causal entre os conhecimentos. </li></ul><ul><li>Bacon é o preconizador da separação entre teologia e ciência,e defensor da idéia de que as descobertas de esquemas operativos não são resolução de um poder divino. </li></ul>
  53. 54. CONTEXTUALIZAR A FRASE <ul><li>Mostra que o homem ele hoje é necessitado de uma boa leitura,até mesmo de um bom diálogo,no entanto pra você ter até mesmo um ótimo emprego precisa de uma boa leitura e a população do dia de hoje estar carente desse conhecimento. </li></ul>
  54. 55. Imagem ilustrativa
  55. 56. Conclusão <ul><li>Pode parecer que o raciocínio indutivo é o padrão mais comum da filosofia da mente do século 21, mas na verdade isso é só porque é hoje mais comumente aceita. Houve um tempo em que pensadores não usar esse tipo de raciocínio para criar hipóteses, mas isso foi tudo mudou com a carreira de Sir Francis Bacon, um filósofo dos séculos 16 e 17.  Bacon foi muito influente como pensador e como escritor. Na verdade, aqueles que pensam que Shakespeare não escrevia todas as suas próprias peças, muitas vezes propôs Bacon como alguém que pode ter feito o trabalho. Certamente, o processo de pensamento de muitos dos protagonistas de Shakespeare e os jogos se usa o método de raciocínio defendida por Bacon.  </li></ul>
  56. 57. Frase nº16 “ Qualquer governo é melhor do que a ausência de governo.o despotismo,por pior que seja,é preferível ao mal maior da anarquia,da violência civil generalizada,e do medo permanente da morte violenta.” THOMAS HOBBES
  57. 58. O QUE DIZ A FRASE <ul><li>Pois,qualquer governo e melhor que a ausência de um. o poder concentrado nas mãos de apenas um por pior que seja,é preferível o mal maior da ausência de estado,da violência entre eles,e do medo permanente da morte violenta. </li></ul>
  58. 59. Contextualização da frase Esse pensamento foi criado por Thomas Hobbes que viveu entre os anos 1588 ao 1679. Ele teve esse pensamento devido o que estava havendo naquela época,devido ao governo da região. Atualmente esse pensamente e muito bem aceitável,pois se encaixa perfeitamente com a fisionomia que estamos vivendo.
  59. 61. <ul><li>Comentário final O pensamento de Thomas Hobbes descreve que qualquer governo é melhor do que se ele não houvesse.o governo nas mãos de apenas um,e melhor do que se ele não existisse. </li></ul><ul><li>As vezes nos reclamamos dos nossos governadores,mais nos dependemos deles,pois se não existissem ele,quem iria nos representar? </li></ul><ul><li>E cumprir com as necessidades da nossa região? </li></ul><ul><li>No final das contas como eles dependem de nos para arrecadar impostos,nos também precisamos deles para que eles cumpra com nossas necessidades. </li></ul>
  60. 62. FRASE 17 Thomas Hobbes “ A natureza fez os homens tão iguais, quanto às faculdades do corpo e do espírito, que, embora por vezes encontre um homem manifestantemente mais forte de corpo, ou de espírito mais vivo do que outro, mesmo assim, quando se considera tudo isso em conjunto, a diferença entre um e outro homem não é suficientemente considerável para que qualquer um possa com base nela reclamar qualquer beneficio a que outro não possa também aspirar, tal com ele.” ”
  61. 63. O que diz a frase? <ul><li>Os homens são tão iguais que embora por vezes se encontre um homem manifestantemente mais forte de corpo ou de espírito. </li></ul><ul><li>A diferença entre um e outro não é suficiente considerável para que qualquer um possa nela reclamar de qualquer benéfico a que outro não possa também aspirar. </li></ul><ul><li>O homem tem que aprender a conviver com as diferenças aprender a lidar com as outras pessoas não por que ela tem mais sim pelo que ela é. </li></ul>
  62. 64. CONTEXTUALIZAÇÃO DA FRASE <ul><li>Foi um matemático, teórico político, e filosofo inglês autor de Leviatã. </li></ul><ul><li>Hobbes quis fundar a sua filosofia política sobre uma construção racional da sociedade , que permitisse explicar o poder absoluto dos soberanos. </li></ul><ul><li>Em 1651, publicou a sua obra-prima, o leviatã . </li></ul><ul><li>Thomas Hobbes afirma que os homens no estado natural são egoísta e inseguros, não conhecem leis, seguindo apenas suas paixões e desejos em busca de seus próprios interesses, numa constante competição pela riqueza, segurança e gloria. </li></ul>
  63. 65. Imagem ilustrativa
  64. 66. Comentário final <ul><li>O homem tem que para de ser egoísta tem que sabe pensar nas outras pessoas para te reclama da sua vida pois ninguém sabe o que o outro passa. </li></ul><ul><li>O homem só pensa nele mesmo sem se preocupar com ninguém. </li></ul><ul><li>A natureza fez os homens tão iguais, embora um homem se manifestantemente mais forte de corpo ou de espírito mais vivo. </li></ul><ul><li>A diferença entre um e outro não é suficientemente considerável para que qualquer um possa com base nela reclamar de qualquer beneficio que outro não possa também ter. </li></ul><ul><li>Devemos esquecer nossas diferenças e para ter ser tão orgulho um com o outro. </li></ul>
  65. 67. FRASE 20 PENSAMENTO DE DAVID HUME: “ As representações são póstumas às sensações As impressões são sensações. A percepção pura, o sentir, o primeiro contato com o mundo – como uma criança o tem antes de se envolver em reflexões e desenvolver a mente, tudo isso são impressões”.
  66. 68. Os nossos sentidos, o contado com o mundo, desenvolvem a mente. As impressões constituem as experiências obtidas quando se observa, sente, ama, odeia, deseja ou tem vontade de algo. <ul><li>O QUE DIZ A FRASE </li></ul>
  67. 69. O autor dessa frase quis dizer que a impressão que temos das coisas são vindas a partir de sensações já vividas. Tudo o que vivemos fica guardado. é impossível ter uma idéia de algo que não tenha primeiro experimentado como impressão. A partir da impressão conhecemos as coisas, e depois dali o que temos é experiência. <ul><li>CONTEXTUALIZAR A FRASE </li></ul>
  68. 70. IMAGEM ILUSTRATIVA
  69. 71. COMENTÁRIO Tudo o que fazemos pela primeira vez em nossa vida é uma impressão, ou seja, sensações dos nosso sentidos( tato, olfato, paladar, visão e audição) essas se tornam experiências e que mais tarde usaremos como lógica pra fazermos as coisas. Algumas podem até se tornar hábitos ligados a razão, passando a ser parte de nossas vidas.
  70. 72. Frase 21 - Pensamento de David Hume: “ O infinitamente pequeno não tem sentido,pois depende do ponto de vista ,e quando esta muda, o antigo desaparece.”
  71. 73. O que diz a frase? <ul><li>Cada pessoa tem uma opinião diferente, que vai de acordo com sua linha de pensamento.Portanto as pessoas não terão sempre a mesma idéia sobre tal coisa em debate. </li></ul>
  72. 74. Contextualizar a frase <ul><li>O autor desta frase,David Hume,era um empirista,de forma que não acreditava em nada que não pudesse ser comprovado pelas experiências ,sejam elas científicas, emocionais ou pelas sensações.Por isso, o “infinitamente pequeno” não tem sentido para ele,pois não há meio que prove tal afirmação. </li></ul>
  73. 75. Imagem ilustrativa
  74. 76. Comentário Final <ul><li>Para os empiristas o “infinitamente pequeno”não teria sentido pois não há como comprovar.Mais para os racionalistas teria sentido,pois eles usam apenas a razão.Contudo cada um tem seu ponto de vista de acordo com os conhecimentos que defende e que construíram. </li></ul>
  75. 77. Frase 23 PENSAMENTO DE MICHEL DE MONTAIGNE: “ Nada há de mais belo e legitimo do que o homem fazer o bem e como deve ser, nem ciência tão difícil do que saber viver esta vida bem e naturalmente; e , de todas as nossas doenças, a mais terrível é desprezar o próprio ser.”
  76. 78. O que diz a frase? <ul><li>Não há nada melhor e nem tão bonito quanto o homem a saber fazer o bem e sem ver a quem, nada tão difícil de ter uma boa vida e saudável. </li></ul><ul><li>A pior coisa é não sabermos quem somos verdadeiramente. </li></ul>
  77. 79. Segundo Michel de Montaigne, quando estamos repletos com o nosso pensamento, não há ninguém junto de nós. “ Ciência, arte e filosofia cresce em mim tão bem combinadas” disse ele. A miséria dos homens que vivem na penúria, deve ser feita mais rigorosa. <ul><li>CONTEXTUALIZAÇÃO DA FRASE </li></ul>
  78. 81. Conclusão <ul><li>Podemos analisar, que tanto o que foi entendido pela frase passada e o pensamento do filosofo foram quase iguais. </li></ul><ul><li>Ele acha que devemos viver em um mundo que temos que saber ser solidários um com os outros, não importa com quem seja e principalmente saber quem somos de verdade. </li></ul>
  79. 82. Frase 24 <ul><li>PENSAMENTO DE MICHEL DE MONTAIGNE: </li></ul><ul><li>“ Os que tem tentado reformar os costumes do mundo, no meu tempo, com opiniões novas, reformam os vícios da aparência; quanto aos da essência, deixam-nos intactos, quando não os aumentam.” </li></ul>
  80. 83. O que diz a frase? <ul><li>Ele quis dizer que não adianta reformar costumes sendo que a essência de cada um é fundamental para o seu valor como pessoa. </li></ul><ul><li>Aparente as pessoas se mostram de maneira que a sociedade exige, só que em seu interior cada um tem um jeito especial de lidar com situações do dia a dia. </li></ul>
  81. 84. CONTEXTUALIZAÇÃO DA FRASE <ul><li>O escritor e ensaísta francês Michel de Montaigne, nas suas obras analisou as instituições, as opiniões e os costumes, debruçando-se sobre os dogmas da sua época, questionando a generalidade da humanidade. </li></ul>
  82. 85. Imagem Ilustrativa
  83. 86. Comentário Final <ul><li>Cada lugar tem sua cultura e cada ser humano tem sua essência, de nada adianta mudar artificialmente a forma de pensar e falar ou de agir se não tiver respeito pelas opiniões de cada um . </li></ul>
  84. 87. FRASE 25   &quot; APENAS PELAS PALAVRAS O SER HUMANO ALCANÇA A COMPREENSÃO MÚTUA. POR ISSO, AQUELE QUE QUEBRA A SUA PALAVRA ATRAIÇOA TODA SOCIEDADE HUMANA&quot; ( Michel de Montaigne)
  85. 88. O QUE DIZ A FRASE ? Que a PALAVRA é o canal de comunicação e é através dela que as pessoas se entendem. A pessoa que não cumpre o que fala é falsa e enganadora.
  86. 89. CONTEXTULIZAR FRASE... O filósofo Michel de Montaigne através desse pensamento quis dizer que a palavra tem um grande poder de possibilitar que o ser humano viva em harmonia com as outras pessoas durante toda a sua vida. Aquela pessoa que vacila em sua palavra compromete não somente a si próprio, mas o crescimento das pessoas que estão ao seu redor.
  87. 91. COMENTÁRIO A imagem ilustra uma pessoa fazendo &quot;fofoca&quot;. Ela está usando a sua palavra para caluniar e causar divisão entre as pessoas, e, por isso, pode causar mal entre as pessoas no ambiente que vive.
  88. 92. FRASE 26 Pensamento de Michel de Montaigne: “ O corpo importa tanto quanto o espírito; não separa um do outro e evita cuidadosamente apresentar-nos seu pensamento de um modo abstrato. É portanto muito importante vê-lo antes de ouvi-lo. Aliás ele próprio nos fornece todos os elementos de seu retrato de corpo inteiro. Observemo-lo. ”
  89. 93. O QUE DIZ A FRASE Montaigne expressa em seus pensamentos descritos a importância da união, da junção do corpo com o espírito. No entanto, frisa uma maior ênfase na valorização do corpo como sendo tão importante quanto o espírito. Somente nosso corpo é capaz de demonstrar o que sentimos e somos, é a partir dele que as pessoas poderão nos conhecer.
  90. 94. CONTEXTUALIZAÇÃO DA FRASE O autor desta frase, Montaigne, fazia uso frequentemente de fábulas para mostrar como era a realidade vivida na época. Ele não tinha a visão de que uma criança deveria somente ser “considerada” após seus 16 anos como era, para ele não existia o termo “criança”, pois se quisermos que ela seja alguém no futuro devemos ensiná-la desde já tudo que ela verá. Devem aprender a expressar com seu corpo aquilo que esta sentindo em seu interior( o que o espírito lhe fornece), pois seu corpo é o retrato de si por inteiro e tudo que ele apresentar e praticar o ajudara em sua formação como homem.
  91. 95. IMAGEM ILUSTRATIVA
  92. 96. COMENTÁRIO FINAL De fato o pensamento de Montaigne nos remete a uma boa reflexão. Nosso corpo e nosso espírito são um só, porém somente o corpo é capaz de expressar aquilo que os dois sentem ao mesmo tempo. De acordo com sua opinião, nosso corpo é o que mais importa, pois é através dele que as pessoas vêem realmente quem somos. Por nosso espírito não conseguir expressar o que é, muitas vezes apresentamos ser quem não somos, como foi mostrado na imagem.
  93. 97. Frase 27 MICHEL DE MONTAIGNE “Os que se dedicam ao controle de ações humanas encontram o maior obstáculo em junta-las e dar-lhes igual lustre, pois elas se contradizem comumente de tão estranha maneira que parece impossível terem saído as mesma fonte”.
  94. 98. O que diz a frase A frase quer mostrar que aquelas pessoas que tentam manter o controle das ações humanas, passam por várias dificuldades em tentar mudá-las. Pois cada um age de uma maneira, em que algumas traz conseqüências. E em tentar mudá-las ou uni-las para que fiquem iguais, percebem que elas se contradizem comumente e por ser estranhas que pensam que é impossível ter saído do mesmo lugar.
  95. 99. Contextualizar a Frase Michel Montaigne defende determinados pontos de vista a partir de sua inclinação cética e do contexto mais amplo do século XVI, marcado por uma crise da exemplaridade. Busca-se apontar, neste sentido, que a desconfiança quanto à exemplaridade dos modelos e ensinamentos antigos e o temperamento cético de Montaigne contribuíram para a criação de uma forma caracterizada pela desordem, experimentação e inacabamento.
  96. 100. Imagem Ilustrativa
  97. 101. COMENTÁRIO FINAL Michel de Montaigne foi um filósofo da Renascença, ainda que ao escrever os seus Ensaios não se julgasse um filósofo. Simplesmente escrevia aquilo que pensava resultante de seus estudos e de suas próprias experiências e das experiências vividas por outros. Seus ensaios não mostravam métodos, mas uma irreverência e um modo de escrever muitas vezes bem humorado, mas que atraiam a atenção de seus leitores e amigos como ele mesmo demonstra: Uma palavra acerca desse gênero epistolar em que meus amigos julgam que eu poderia alcançar algum êxito e que de bom grado teria escolhido para publicar meus devaneios se soubesse a quem endereçar as cartas.
  98. 102. FRASE 31 Pensamento de Nicolau Maquiavel &quot;sou de parecer de que é melhor ser ousado do que prudente, pois a fortuna(oportunidade) é mulher e, para conservá-la submissa, é necessário (...) contrariá-la. Vê-se, que prefere, não raramente, deixar-se vender pelos ousados do que pelos que agem friamente. Por isso é sempre amiga dos jovens, visto terem eles menos respeito e mais ferocidade e subjugarem-se com mais audácia&quot;
  99. 103. O QUE DIZ A FRASE ? <ul><li>Esta expressão, citada, é a grande sugestão do livro &quot;O Príncipe&quot; que Maquiavel escreveu no início do século XVI. Dizem que o livro é um dos tratados políticos mais importantes do pensamento humano e, que seu papel foi crucial para a construção do conceito de Estado que conhecemos. Maquiavel, em sua obra, deixa claro que não importa o que o governante faça em seus domínios, desde que seja para manter-se em autoridade - esta é uma interpretação tradicional do pensamento maquiavélico. Para ele, um príncipe não deve medir esforços, mesmo que se utilizando de crueldade ou trapaça, para manter a integridade e o bem de seu povo. </li></ul>
  100. 104. CONTEXTUALIZAR A FRASE <ul><li>Nicolau Maquiavel contextualiza a democracia na era medieval que se sucede. Quando, pela injúria e repressão ao povo pelos falsos príncipes, vangloria e reverencia o povo e legitima a este o poder de decisão. Encontramos em seus escritos que o povo tem o poder de legitimar seus representantes, levantando as origens da democracia representativa, onde o povo exerce a democracia no ato de votar e assim elegendo seus representantes. </li></ul>
  101. 105. IMAGEM ILUSTRATIVA
  102. 106. COMENTÁRIO FINAL <ul><li>Posso concluir que essa citação do livro “O Príncipe”, Maquiavel relata que não importa o que um governante faça, para manter-se em autoridade. </li></ul><ul><li>Um príncipe mesmo com trapaças e crueldades, tem que lutar pelo bem do seu povo. </li></ul>
  103. 107. Frase 32 Pensamento de Nicolau Maquiavel: “Os fins justificam os meios”
  104. 108. O que diz a frase? <ul><li>Se o objetivo a ser alcançado fosse de suma importância, qualquer meio para alcançá-lo seria aceitável. </li></ul>
  105. 109. Contextualizar a frase... <ul><li>O autor desta frase, Nicolau Maquiavel, defende a idéia de que qualquer atitude é justificada dependendo do seu objetivo. </li></ul>
  106. 110. Imagem ilustrativa
  107. 111. Comentário final <ul><li>Posso concluir que é de acordo com o seu objetivo que você vai traçar os planos e como atingi-los. </li></ul><ul><li>Como mostra a imagem os Portugueses trocando espelho por muita riqueza, ou seja, eles traçaram um plano e tomaram uma atitude para realizar seu objetivo. </li></ul>
  108. 112. Frase 33 <ul><li>Assegurar-se contra os inimigos, ganhar amigos, vencer por força ou por fraude, faze-se amar a e temer pelo povo, ser seguido e respeitado pelos soldados, destruir os que podem ou devem causar dano, inovar com propostas novas as instituições antigas, ser severo e amigável, magnânimo e liberal, destruir a milícia infiel e criar uma nova, manter a amizade de reis e príncipes, de modo que lhe devam beneficiar com cortesia ou combater com respeito, não encontrará exemplos mais atuais do que as ações do duque. </li></ul><ul><li>NICOLAU MAQUIAVEL </li></ul>
  109. 113. O que ele quis dizer com a frase <ul><li> Nicolau Maquiavel em seu pensamento diz sobre o poder, de duques, reis, príncipes, rainhas e etc. </li></ul><ul><li>Ele diz que o poder é capaz de alterar as o jeito de ser de uma pessoa, como por exemplo em um livro escrito por ele diz que é melhor ser temido do que amado. </li></ul>
  110. 114. Frase Contextualizada <ul><li>Atualmente podemos compara os duques e reis com os político corruptos, afinal o poder e o dinheiro corrompem o ser humano e dinheiro e poder é o que não falta na vida daqueles caras. </li></ul>
  111. 115. Imagem Ilustrativa
  112. 116. Comentário <ul><li>Pode se perceber que a corrupção anda lado a lado do ser humano à séculos e nada tem feito o homem para acabar com isso, afinal, quem não quer dinheiro e poder? </li></ul>
  113. 117. Frase 34 “ tendo o príncipe necessidade de saber usar a natureza do animal,deve escolher a raposa e o leão ,pois o leão não sabe se defender das armadilhas e a raposa não sabe se defender da força bruta dos lobos. Portanto é preciso ser raposa,para conhece as armadilhas e leão,para aterrorizar os lobos”. NICOLAU MAQUIAVEL
  114. 118. O que diz a frase? <ul><li>A frase esta nos mostrando com qual animal devemos parecer para conseguimos sair fora das armadilhas da vida,e espantar todos os lobos que nos afrontam. </li></ul><ul><li>Para isso devemos usar a inteligência da raposa e a força do leão. </li></ul>
  115. 119. Contextualizar a frase <ul><li>O autor dessa frase,Nicolau Maquiavel quis nos mostrar como estamos cercados de armadilhas e lobos em nosso redor. </li></ul><ul><li>Pessoas que estão a espreita esperando um vacilo para nos derrubar. </li></ul>
  116. 120. Imagem ilustrativa
  117. 121. Comentário final <ul><li>Bom, a imagem nos mostra como devemos ser inteligentes e fortes para conseguir sair dos perigos da vida . </li></ul><ul><li>E estar sempre usando esses recursos para nos livrarmos das armadilha e dos lobos . </li></ul>
  118. 122. FRASE 43 <ul><li>Pensamento de Friedrich Nietzsche: </li></ul><ul><li>As convicções são inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras. </li></ul>
  119. 123. <ul><li>AO LER A FRASE ENTENDO QUE QUANDO ESTOU CONVICTO A RESPEITO DE ALGUMA COISA NADA ME FAZ MUDAR DE IDEIA AINDA QUE SEJA UMA VERDADE EVIDENTE. MAIS JÁ A MENTIRA POR NÃO SER MUITO ACEITA MAIS SIM PRATICADA E FACILMENTE EXCLUIDA MESMO QUE SE MOSTRE VERDADE. </li></ul>O QUE DIZ A FRASE
  120. 124. CONTEXTUALIZAR A FRASE <ul><li>O autor desta frase quer dizer que, uma vez convicto de algo, nada me fará mudar de idéia, ainda que seja uma verdade irrefutável. Já a mentira, por não absolutamente plausível, ou ao menos correspondente aos fatos, é facilmente eliminável uma vez que se mostre a verdade. E, portanto, admite mudança de idéia do convicto. Por ser mentira, não está intimamente ligada à vontade. Por último, é bom distinguir entre convicção, mentira, verdade, credo. Algumas mentiras são verdade para o mentiroso. Credo não é passível de discussão, ao menos discussão racional. </li></ul>
  121. 125. IMAGEM ILUSTRATIVA
  122. 126. COMENTARIO FINAL <ul><li>ENTENDI QUE NA VIDA AS MENTIRAS E AS CONVICÇOES PODEM NOS PREJUDICAR APARTIR DO MOMENTO EM QUE UNIMOS A MENTIRA E CONVICÇAO.NO MOMENTO EM QUE NADA NOS FAZ MUDAR DE IDEIA. </li></ul><ul><li>É QUANDO ESSAS DUAS COISAS VIRAM ROTINA EM NOSSOS DIAS E COM ISSO COMEÇAMOS A ACREDITAR QUE A MENTIRA É UMA VERDADE,E COM ISSO JÁ NÃO CONSEGUIMOS DISCERNIR O QUE É MENTIRA E NEM O QUE É VERDADE. </li></ul>
  123. 127. Pensamento de Friedrich Nietzsche FRASE 44 “ Nós fazemos acordados o que fazemos nos sonhos: primeiro inventamos e imaginamos o homem com quem convivemos - para nos esquecemos dele em seguida”.
  124. 128. <ul><li>O que diz a frase? </li></ul><ul><li>Entendi que nessa frase o filósofo quis dizer que tudo que fazemos na vida real, no nosso dia a dia são as mesmas que fazemos nos nossos sonhos, pois nesse pensamento ele diz que inventamos e imaginamos as coisas e as pessoas com quem convivemos para depois esquecermos delas, como fazemos nos sonhos, sonhamos e muitas vezes esquecemos. </li></ul>
  125. 129. <ul><li>Contextualizar a frase. </li></ul><ul><li>O autor desta frase,Friedrich Nietzsche, vem defendendo na mesma a idéia de que tudo que fazemos acordados é o que fazemos sonhando, vem falando que as coisas que imaginamos e criamos como o homem com que convivemos ou as coisas do nosso dia a dia são criações de nossa mente. </li></ul><ul><li>Diz que no nosso pensamento ou na nossa vida real as coisas são todas iguais e que tudo que temos foram nós mesmos que inventamos para que em seguida possamos esquecê-las. </li></ul>
  126. 130. <ul><li>Imagem ilustrativa </li></ul>
  127. 131. <ul><li>Comentário final </li></ul><ul><li>De fato, muitas coisas que fazemos nos nossos sonhos são frutos de atitudes do nosso dia a dia, imaginamos muitas coisas como o filósofo aqui visto nos disse e muitas delas não passam de sonhos. </li></ul><ul><li>A imagem do slide anterior vem ilustrando o pensamento de Friedrich onde nós fazemos acordados o que fazemos nos sonhos, ou seja, só fazemos nos sonhos aquilo que queremos ou fizemos na vida real, por exemplo amar ou pensar em uma pessoa especial para nós. </li></ul>
  128. 132. Pensamento de Friedrich Nietzsche FRASE 45 “ Quem luta com monstros deve velar por que, ao fazê-lo, não se transforme também em monstro. E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti”
  129. 133. O que diz a frase <ul><li>A frase nos mostra que se você se mistura com pessoas ruins deve tomar cuidado para não se transformar em uma dessas pessoas, e se você se envolver por muito tempo então poderá ser tarde demais para sair. </li></ul>
  130. 134. Contextualização <ul><li>O filósofo Friedrich Nietzsche defende a idéia de que se você se envolve com pessoas ruins deve tomar cuidado para não virar um deles, e com o tempo pode ser tarde demais para se livrar. </li></ul>
  131. 135. Imagem Ilustrativa
  132. 136. Comentário Final <ul><li>As pessoas devem tomar cuidado com quem andam o fazem amizades, pois existem muitas pessoas ruins e que querem se aproveitar, então tome cuidado com suas amizades e com quem você se envolve para não se tornar uma dessas pessoas também. </li></ul>
  133. 137. Frase 48 PENSAMENTO DE FRIEDRICH NIETZSCHE: “ O conhecimento não é transcendente, o homem é criador de seus valores. O homem interpreta e dá um sentido humano às coisas, o resultado disso é o mundo articulado. O conhecimento foi inventado em um minuto, em relação a cosmos, pelo homem”.
  134. 138. O QUE DIZ A FRASE? <ul><li>Pude observar nesta frase que o conhecimento é algo que podemos atingir e que o homem cria seus próprios valores. </li></ul><ul><li>O homem interpreta as coisas de sua maneira e o resultado disso é um mundo diversificado, um mundo para cada um de nós. Mas tudo que o homem já fez até hoje em relação ao universo se torna pequeno. </li></ul>
  135. 139. CONTEXTUALIZAR A FRASE <ul><li>Friedrich Nietzsche com esta frase, quis nos dar a idéia de que o conhecimento não é algo divino, ou inatingível... o homem cria seus próprios valores. </li></ul><ul><li>O homem visualiza da sua maneira aquilo que já existe, e dá um explicação 'humana' para elas, com isso surge um mundo para cada pessoa, o mundo é diferente pra cada um. Mas, tudo que já foi feito até hoje pelo homem, é insignificante em relação ao universo. </li></ul>
  136. 140. IMAGEM ILUSTRATIVA
  137. 141. COMENTÁRIO FINAL <ul><li>A frase me fez compreender que o conhecimento não é algo que o homem não pode alcançar e que é ele que cria seus valores, e cada homem tem uma interpretação diferente do mundo, devido a isso cada um de nós vê o mundo do seu jeito e que tudo o que o homem já fez até hoje, não é nada se comparado ao universo. </li></ul>
  138. 142. Frase 50: <ul><li>Pensamento de Friedrich Nietzsche: “Toda civilização é produto de bases falsas, os eruditos são o que tem maior responsabilidade para lutar contra esse defeito, e questionar os próprios princípios.” </li></ul>
  139. 143. O que diz a frase? <ul><li>A sociedade se baseia em valores, e esses podem ser falsos ou verdadeiros. Os únicos que podem perceber os valores falsos são os eruditos, pessoas que tem um grau de intelectualidade maior, tem escolaridade e experiência de vida. </li></ul>
  140. 144. Contextualizar a frase... <ul><li>Nietzsche duvida ostensivamente da religião e da existência de Deus. </li></ul><ul><li>Coloca em evidência o super-homem, um novo ser que, trazendo as novas tábuas, assumirá na totalidade a responsabilidade de viver num mundo ausente de Deus. </li></ul><ul><li>A cultura encontra-se em decadência, como resultado do afastamento da força da vida, tão escassa no universo. Nietzsche se afastou, ao enxergar a verdade cada vez mais longe. </li></ul>
  141. 145. Imagem Ilustrativa:
  142. 146. Comentário Final: <ul><li>De acordo com a frase e as imagens a civilização tem duas faces, uma positiva e uma negativa.Temos que ser como os eruditos e usar o senso critico para adquirir da sociedade somente o que for de bom para nós, e perceber a face falsa, ou seja os valores falsos e questionar. </li></ul>
  143. 147. FRASE 51 PENSAMENTO DE FRIEDRICH NIETZCHE: “Uma sociedade onde a corrupção se instala é acusada de abandono,de fato o prestigio da guerra e do entusiasmo marcial sofrem baixa visível; aspira-se aos prazeres da existência com tanto ardor quanto aqueles antigamente posto em conquistar honras militares”.
  144. 148. O que diz a frase? A frase é um relato a respeito de um serio problema que vem fazendo parte do Estado,a corrupção, diante da corrupção um sociedade não desfruta de honras,pois a corrupção trás apenas desonras,desonras causadas pelos grandes,mas que afetam uma sociedade por inteiro. Quando Nietzsche diz que “Uma sociedade onde a corrupção se instala é acusada de abandono” de fato ele evidencia que a corrupção impede que o estado ou a sociedade tenha ou passe por honras ou conquistas.
  145. 149. O que o autor diz? Nietzsche é contra a valorização da igualdade,e para ele não só os grandes causam a corrupção,ele afirma que a corrupção vem do povo,o povo é que representa a vida ou o estado. Ele ainda diz: “O Estado é a mentira; mente em todas as línguas do bem e do mal, em tudo o que diz mente, e tudo o que possui rouba.”
  146. 150. Imagem ilustrativa <ul><li>Desonra </li></ul><ul><li>Honra </li></ul>
  147. 151. Comentário: Como ilustra as imagens um motivo de HONRA para o estado são os investimentos em potencias que ajudarão na economia ,porem em meio a tantos fatos de crescimento de um estado existe a corrupção,que se instala e impede a decolagem para um bem comum.
  148. 152. FRASE 52 Pensamento de Friedrich Nietsche “ Qualquer grande homem possui força retroativa: força a reconsideração da totalidade da história; milhares de segredos do passado saem de seus esconderijos para se iluminarem à sua luz. Ninguém pode prever o que acontecerá a história. Essencialmente, o passado talvez ainda continue por ser explorado! Necessitamos ainda tantas forças retroativas!”
  149. 153. O QUE DIZ A FRASE ? Somente o que podemos ter visualizado,e o que nos reserva o futuro disporemos de força e determinação suficientes para investigar o passado de maneira honesta e imparcial.
  150. 154. CONTEXTUALIZAR A FRASE Nada tem em si o homem que deva dominar tanto quanto a sua força de fantasia, a mais nobre e, ao mesmo tempo, a mais perigosa de tudo. 
  151. 155. IMAGEM ILUSTRATIVA
  152. 156. COMENTÁRIO FINAL Que o homem, fez decisões erradas, mas teve as certas também, e o pensamento de Friedrick Nietzsche se baseia nisso, porque a fantasia do homem é nobre, não é uma maquina, mas é como se fosse, e tem o lado de ser perigoso sim, não tem só o lado bom da coisa, o que o homem faz, muitas vezes prejudica, e muitas vezes só ajuda.
  153. 157. ‘’ A independência é o privilegio dos fortes, da reduzida minoria que tem o calor de auto-afirma-se. E aquele que trata de ser independente, sem estar obrigado a isso, mostra que não apenas é forte mas também possuidor de uma audácia imensa. Aventura-se num labirinto, multiplica os mil perigos que implica a vida; se isola e se deixa arrastar por algum minotauro oculto na caverna de sua consciência. Se tal homem se extinguisse estaria tão longe de compreensão dos homem que estes nem o homens que estes nem o sentiriam nem se comoveriam em absoluto. Seu caminho esta traçado, não pode voltar atrás, nem sequer lograr a compaixão dos seres humanos ’’. FRASE 53 Pensamento de Friedrich Nietzsche
  154. 158. O que diz a frase? <ul><li>A independência do seres humanas são fundamental para nossa crescimento e nosso aprendizados todos nos somos livres para amar e errar. </li></ul><ul><li>Devemos começer coisas novas e aprender a dar valor a nossa independência sem medo de errar pois na verdade somos livres. </li></ul><ul><li>Na vida temos que da valor as pequenas coisas e aprender a ser livre sem se prender a alguém coisa e nem vender nossa vida para outras pessoas. </li></ul>
  155. 159. Contextualizar a frase <ul><li>Foi um influente filosofo alemão do século XIX . </li></ul><ul><li>Crítico da cultura ocidental e suas religiões e, Consequentemente, da moral judaico-cristã. </li></ul><ul><li>Nietzsche, sem dúvida considera o cristianismo e o budismo como &quot;as duas religiões da decadência&quot;,embora ele afirme haver uma grande diferença nessas duas concepções. O budismo para Nietzsche &quot;é cem vezes mais realista que o cristianismo&quot; </li></ul><ul><li>A crítica que Nietzsche faz do idealismo metafísico focaliza as categorias do idealismo e os valores morais que o condicionam, propondo uma nova abordagem: a genealogia dos valores. </li></ul>
  156. 160. Imagem ilustrativa
  157. 161. Comentário final <ul><li>Temos que ser livre para voar. </li></ul><ul><li>Temos que lutar pelo o que queremos sem medo de errar e sem medo de alguém te criticar. </li></ul><ul><li>Lutar sempre para você conseguir sem objetivo de vida e ser independente. </li></ul><ul><li>Nossa vida tem altos e baixos e temos que estar preparados para tudo nessa vida por que em cada fase existe uma surpresa. </li></ul>

×