0
A GEOGRAFIA DO PODER
O MUNDO PELA TECNOLOGIA
APRESENTAÇÃO... <ul><li>No capítulo 1, introduziremos o assunto discutindo as relações entre o poder e a tecnologia e cham...
CONCLUIREMOS... <ul><li>Em seguida, iremos trabalhar as relações entre os recursos econômicos e naturais e a tecnologia. D...
PODER E A TECNOLOGIA <ul><li>Um dos aspectos mais flagrantes da produção tecnológica é o da geração de poder econômico. De...
PODER E A TECNOLOGIA  <ul><li>De outro lado, é preciso distinguir o poder resultante do uso de uma tecnologia - para fabri...
O PODER TECNOLÓGICO NA HISTÓRIA <ul><li>NO PASSADO :  O Ocupação do Egito Antigo pelos Romanos, feito pelo poder militar d...
ATÉ ONDE IREMOS NÓS?
EVOLUÍMOS?
CONTINUANDO... <ul><li>“ encurtamento do espaço pelo tempo” </li></ul><ul><li>IMPERIALISMO:  As disputas por mercados, lev...
EXEMPLOS DE USO DAS TECNOLOGIAS <ul><li>A Erradicação  da Poliomielite está próxima: </li></ul><ul><li>De acordo com pesqu...
A GLOBALIZAÇÃO E O DESEMPREGO..
REPENSANDO AS IDÉIAS SOBRE GLOBALIZAÇÃO <ul><li>Vivemos em um mundo globalizado, do pensamento único, do neoliberalismo, d...
<ul><li>2º : Será que todos estão conectados neste mundo globalizado ?  A renda está sendo distribuída de forma equitativa...
EVOLUÇÃO OU INVOLUÇÃO...
O MUNDO SE TRANSFORMOU NUMA ALDEIA GLOBAL <ul><li>O conceito de Aldeia Global, criado na década de 60 por Herbert Marshall...
ALDEIA GLOBAL.... <ul><li>Segundo McLuhan, a informação eletronicamente transmitida a abolia virtualmente as separações ge...
REDES E MEIOS DE TELECOMUNICAÇÃO EVOLUÇÃO 1839 - telégrafo 1876 – telefone Bell 1920 - rádio 1929 - telex 1935 - televisão...
SATÉLITES <ul><li>Existem mais de 2000 satélites a orbitar à volta da Terra, mas mais de 500 estão envolvidos nas telecomu...
Telecomunicações: Vantagens e desvantagens <ul><li>VANTAGENS: </li></ul><ul><li>Contactar em tempo real com pessoas que se...
UTILIZADORES DAS TELECOMUNICAÇÕES INTERNET
UTILIZADORES DE INTERNET (cont.)
RECURSOS E TECNOLOGIA... <ul><li>CONCEITO DE POTÊNCIA:  País que controla boa parte da tecnologia utilizada no planeta, ou...
Sociedade da Informação “ Informação e conhecimento são,  essencialmente,criações humanas e nunca seremos capazes de admin...
Sociedade da Informação CONCEITO DE INFORMAÇÃO Informação é todo dado acerca de um  determinado assunto, de interesse de u...
Sociedade da Informação Informação é um dado ou um conjunto de dados que transformados, auxiliam na redução de incertezas,...
Sociedade da Informação 1ª ONDA: Agrícola 3.000 aa. – Família, terra 2ª ONDA: Industrial 120aa. – Capital $ - Hardware 3ª ...
Sociedade da Informação A “SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO” é um produto das  grandes transformações ocorridas no século  e que ev...
Sociedade do Conhecimento CONCEITO DE CONHECIMENTO Discernimento, critério, apreciação; Consciência de si mesmo; acordo; F...
Sociedade do Conhecimento CONCEITO DE CONHECIMENTO Argumentos e explicações que interpretam um conjunto de informações. Tr...
Sociedade do Conhecimento CONCEITO DE CONHECIMENTO O processo de construção de conhecimento envolve dados, que representam...
AS SETE IRMÃS... <ul><li>EXEMPLO: O  ORIENTE MÉDIO E O PETRÓLEO </li></ul><ul><li>A Arábia saudita possui uma das maiores ...
AS NOVAS SETE IRMÃS DO PETRÓLEO <ul><li>Há 40 anos , a economia de petróleo mundial era dominada pelas empresas conhecidas...
NOVAS SETE IRMÃS... <ul><li>Atualmente, as verdadeiras sete irmãs classificadas em ordem de importância são:  </li></ul><u...
A TECNOLOGIA BÉLICA... <ul><li>Uma das formas de dominação mais controvertida, é o poder bélico. Quem mais produz, possui ...
AS TECNOLOGIAS DAS ARMAS.. <ul><li>As tecnologias espaciais, os satélites de espionagem, a chegada do homem a lua, as arma...
A globalização
Introdução ao conceito de Globalização <ul><li>A globalização é um fenómeno muito complexo, e não se pode falar dela só no...
O papel das telecomunicações e tecnologias <ul><li>Estamos a viver numa era espectacular, em que o acesso à informação é m...
<ul><li>O telemóvel é um exemplo do fantástico de desenvolvimento das telecomunicações.  </li></ul><ul><li>O primeiro tele...
Globalização ou americanização?   <ul><li>Uma das consequência da globalização que mais controvérsia tem gerado ultimament...
Empresas transnacionais <ul><li>Com a crescente globalização, os mercados internacionais abriram-se… Já não há tanto prote...
Vantagens e desvantagens <ul><li>Com a   crescente globalização,  </li></ul><ul><li>as relações entre países melhoraram,  ...
Anti-globalização <ul><li>Como nunca estamos todos de acordo  </li></ul><ul><li>foram aparecendo movimentos anti-globaliza...
<ul><li>“ Marcos é gay em São Francisco,  </li></ul><ul><li>negro na África do Sul,  </li></ul><ul><li>asiático na Europa,...
Marcha Anti-globalização
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

C A P 01 P O D E R E T E C N O L O G I A

1,878

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,878
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
25
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "C A P 01 P O D E R E T E C N O L O G I A"

  1. 1. A GEOGRAFIA DO PODER
  2. 2. O MUNDO PELA TECNOLOGIA
  3. 3. APRESENTAÇÃO... <ul><li>No capítulo 1, introduziremos o assunto discutindo as relações entre o poder e a tecnologia e chamando a atenção para o uso, a partir da Revolução Industrial, da tecnologia como fator importante para aumentar a produção, erradicar doenças e disseminar “facilidades” e desigualdades. </li></ul>
  4. 4. CONCLUIREMOS... <ul><li>Em seguida, iremos trabalhar as relações entre os recursos econômicos e naturais e a tecnologia. Destacaremos a evolução da tecnologia bélica durante e após a Guerra Fria e o seu uso nos atuais conflitos existentes. </li></ul><ul><li>O poder econômico e a dominação financeira das grandes corporações globais será discutido em suas relações com a mídia, a lavagem de dinheiro do narcotráfico e as crises econômicas pós-Guerra Fria. Analisaremos também a internacionalização do capital e as consequências da implantação da “economia do papel” para o sistema financeiro internacional em épocas de crises. </li></ul>
  5. 5. PODER E A TECNOLOGIA <ul><li>Um dos aspectos mais flagrantes da produção tecnológica é o da geração de poder econômico. Definido-se tecnologia como um conjunto ordenado de conhecimentos e experiências, que toma seu valor como resultado das relações de um certo mercado, é fácil concluir que o controle sobre uma tecnologia é um poder sobre este marcado. </li></ul><ul><li>Este poder, está claro, não significa necessariamente dominância; tem poder quem adquiri o nível mínimo de conhecimento e experiência para entrar no mercado, tem-no, muito mais, quem consegue obter uma tecnologia que possa arredar seus competidores, ou que seja capaz de criar seu próprio mercado. </li></ul>
  6. 6. PODER E A TECNOLOGIA <ul><li>De outro lado, é preciso distinguir o poder resultante do uso de uma tecnologia - para fabricar papel celofane, por exemplo - do poder que deflui da própria detenção da tecnologia. </li></ul><ul><li>A empresa estrangeira, que se acha impedida de explorar sua capacidade tecnológica no Brasil, porque as barreiras alfandegárias impedem a importação de seus produtos fabricados no exterior, tem, no entanto, uma posição econômica privilegiada para instala uma unidade produtiva no país, ou comercializar sua tecnologia. </li></ul>
  7. 7. O PODER TECNOLÓGICO NA HISTÓRIA <ul><li>NO PASSADO : O Ocupação do Egito Antigo pelos Romanos, feito pelo poder militar destes últimos, em relação ao primeiro, com mais poder agrícola. </li></ul><ul><li>NA IDADE MÉDIA: Enquanto os Europeus estavam ligados aos feudos,, os otomanos se expandiram pelo Mediterrâneo, chegando à península Ibérica e balcânica. </li></ul><ul><li>GRANDES NAVEGAÇÕES: Portugueses e Espanhóis expandiram seus territórios, graças aos poderes das navegações, conquistando a América, África. </li></ul><ul><li>REVOLUÇÃO INDUSTRIAL: O desenvolvimento tecnológico gerou as revoluções industriais, com as invenções, comunicações, máquinas, meios de transportes... </li></ul>
  8. 8. ATÉ ONDE IREMOS NÓS?
  9. 9. EVOLUÍMOS?
  10. 10. CONTINUANDO... <ul><li>“ encurtamento do espaço pelo tempo” </li></ul><ul><li>IMPERIALISMO: As disputas por mercados, leva as grandes potências do século XIX, e início do XX, às Guerras Mundiais. </li></ul><ul><li>SEGUNDA GUERRA MUNDIAL: Os poderes estiveram associados à questão bélica, ou seja, à tecnologia das armas. </li></ul><ul><li>GLOBALIZAÇÃO: Inovações, tecnologias geram processos de produção que levam o mundo a estar dentro de sua casa.. Ela veio para ficar, e vai a cada dia se aperfeiçoar...Você troca de produtos, não por que ele está estragado, mas porque está ultrapassado: esta é a lógica das Inovações Tecnológicas no mundo atual. </li></ul><ul><li>QUESTÃO: A quem servem tais tecnologias ? Será que servem para todos os povos ? </li></ul>
  11. 11. EXEMPLOS DE USO DAS TECNOLOGIAS <ul><li>A Erradicação da Poliomielite está próxima: </li></ul><ul><li>De acordo com pesquisas feitas pela OMS, esta doença infecciosa, assim como outras, só podem ou puderam ser erradicadas com o auxílio da medicina, que evoluiu pelas pesquisas feitas pelos laboratórios. Ou seja, todo o mundo acabou ganhando com esta questão. </li></ul><ul><li>A dificuldade em se obter o coquetel antiaids </li></ul><ul><li>O Brasil, desde 1996, quebrou a patente do coquetel antiaids, pois este coquetel estava concentrado nas mãos dos grandes laboratórios, que detém este poder. </li></ul>
  12. 12. A GLOBALIZAÇÃO E O DESEMPREGO..
  13. 13. REPENSANDO AS IDÉIAS SOBRE GLOBALIZAÇÃO <ul><li>Vivemos em um mundo globalizado, do pensamento único, do neoliberalismo, do individualismo.. </li></ul><ul><li>A tal da Globalização, tão em foco atualmente, acabou por gerar alguns contrastes: </li></ul><ul><li>1º: A evolução nos meios de transportes e comunicações, geradores de um mundo mais próximo, mais cheio de atividades comercializadas em todas as partes do mundo. Distâncias são relativizadas, transações comerciais e financeiras acontecem cada dia mais rápido... </li></ul>
  14. 14. <ul><li>2º : Será que todos estão conectados neste mundo globalizado ? A renda está sendo distribuída de forma equitativa ? Todo os progresso dos meios de comunicação e tecnologias, estão a serviço de todos, sem prejuízo para a natureza ? </li></ul><ul><li>Segundo a Anamorfose da pág. 11, Há desigualdade no acesso à internet, e em outros tipos de acessos. </li></ul><ul><li>Mesmo com esta realidade do mapa, percebe-se que ainda está em evidência a disseminação da internet pelo mundo das bibliotecas, escolas, associações... </li></ul><ul><li>O que percebemos também, é que os países pobres acabam ficando com o e-lixo, que são entulhos de componentes eletroeletrônicos, geralmente de países mais ricos, que estão espalhados pelos países pobres, verdadeiros depósitos deste e outros tipos de lixos. </li></ul>
  15. 15. EVOLUÇÃO OU INVOLUÇÃO...
  16. 16. O MUNDO SE TRANSFORMOU NUMA ALDEIA GLOBAL <ul><li>O conceito de Aldeia Global, criado na década de 60 por Herbert Marshall McLuhan, professor na Escola de Comunicações da Universidade de Toronto, está diretamente relacionado com o conceito de GLOBALIZAÇÃO e corresponde a uma nova visão do mundo possível através do desenvolvimento das modernas tecnologias de informação e de comunicação e pela facilidade e rapidez dos meios de transporte. </li></ul>
  17. 17. ALDEIA GLOBAL.... <ul><li>Segundo McLuhan, a informação eletronicamente transmitida a abolia virtualmente as separações geográficas entre os centros de decisão, produção e distribuição à escala mundial. </li></ul><ul><li>Os meios eletrônicos de comunicação à distância não permitiam apenas ampliar os poderes de organização social da população, mas abolir, em grande medida, a sua fragmentação espacial permitindo que qualquer acontecimento numa parte remota do mundo tenha reflexos noutra distante geograficamente. </li></ul>
  18. 18. REDES E MEIOS DE TELECOMUNICAÇÃO EVOLUÇÃO 1839 - telégrafo 1876 – telefone Bell 1920 - rádio 1929 - telex 1935 - televisão 1946 - Computador 1ª geração 1948 - Telefone sem fios 1958 – 1º satélite artificial (Sputnik) Anos 70 - telefax 1979 - telemóvel Anos 90 - internet
  19. 19. SATÉLITES <ul><li>Existem mais de 2000 satélites a orbitar à volta da Terra, mas mais de 500 estão envolvidos nas telecomunicações; </li></ul><ul><li>Enviam e recebem sinais de rádio e microondas a partir de estações de satélites situadas na superfície da Terra; </li></ul><ul><li>As imagens enviadas são a visualização da quarta dimensão, visto ser o registo da radiação electromagnética reflectida ou emitida pelos diferentes componentes da superfície terrestre ou atmosfera. </li></ul><ul><li>Vantagens dos satélites: </li></ul><ul><li>transmitem, em simultâneo, uma grande quantidade de informações (telefónicas, televisivas, radiofónicas, etc.) de excelente qualidade; </li></ul><ul><li>Abrangem áreas de difícil acesso; </li></ul><ul><li>Não são afectados por catástrofes naturais (sismos, vulcões, tempestades); </li></ul><ul><li>Podemos assistir, em directo, a acontecimentos noutra parte do mundo. </li></ul>
  20. 20. Telecomunicações: Vantagens e desvantagens <ul><li>VANTAGENS: </li></ul><ul><li>Contactar em tempo real com pessoas que se encontram afastadas fisicamente; </li></ul><ul><li>Facilitar a vida ao Homem, podendo fazer negócios sem sair de casa, levantar dinheiro sem ir ao banco, obter informação sem ir a uma biblioteca, etc. </li></ul><ul><li>Não é preciso viajar para conhecer lugares, basta ligar a Internet, ver um CD-ROM ou um DVD, pois os factos e o conhecimento vêm ter connosco; </li></ul><ul><li>Permitir novas descobertas em menos tempo e conhecer outras culturas através do contacto virtual com pessoas de outros países. </li></ul><ul><li>DESVANTAGENS: </li></ul><ul><li>Não há tempo para brincar, ler, ..., tornando o Homem mais individualista; </li></ul><ul><li>Perda dos valores de solidariedade, afectividade, ...; </li></ul><ul><li>Quebra de laços familiares e de amizade; </li></ul><ul><li>A internet pode tornar-se um vício, levando ao desmembramento familiar; </li></ul><ul><li>A automatização origina desemprego, sendo o trabalho feito por máquinas; </li></ul><ul><li>Perda de contacto com a Natureza, passando de uma realidade concreta para uma realidade virtual. </li></ul>
  21. 21. UTILIZADORES DAS TELECOMUNICAÇÕES INTERNET
  22. 22. UTILIZADORES DE INTERNET (cont.)
  23. 23. RECURSOS E TECNOLOGIA... <ul><li>CONCEITO DE POTÊNCIA: País que controla boa parte da tecnologia utilizada no planeta, ou quando mantêm países sob sua influência. </li></ul><ul><li>SER POTÊNCIA É QUERER DIZER QUE TODOS NESTES PAÍSES SE BENEFICIAM DESTES PODERES ? </li></ul><ul><li>NEM SEMPRE A DISPONIBILIDADE DE RECURSOS NATURAIS, INDICAM PODERIO ECONÔMICO. </li></ul>
  24. 24. Sociedade da Informação “ Informação e conhecimento são, essencialmente,criações humanas e nunca seremos capazes de administra-los se não levarmos em conta que as pessoas desempenham, neste caso, um papel fundamental .” (Davenport & Prusar, 1992)
  25. 25. Sociedade da Informação CONCEITO DE INFORMAÇÃO Informação é todo dado acerca de um determinado assunto, de interesse de uma ou mais pessoas, que possa ser interpretado ou tenha significado para o receptor . Fonte: Aurélio, 1998
  26. 26. Sociedade da Informação Informação é um dado ou um conjunto de dados que transformados, auxiliam na redução de incertezas, ou seja, é o conhecimento que propicia a tomada de decisão. CONCEITO DE INFORMAÇÃO
  27. 27. Sociedade da Informação 1ª ONDA: Agrícola 3.000 aa. – Família, terra 2ª ONDA: Industrial 120aa. – Capital $ - Hardware 3ª ONDA:Informática 30aa Informação, Idéias Criativas - Software 4ª ONDA: Gestão de pessoas 20aa. - Humanware 5ª ONDA: Conhecimento, Inteligência Desenvolvimento Tecnológico – Ondas evolutivas de ALVIN TOLFER
  28. 28. Sociedade da Informação A “SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO” é um produto das grandes transformações ocorridas no século e que evoluíram significativamente para o século XXI com o crescimento e o fortalecimento das redes de telecomunicações, computadores pessoais. Vivemos numa sociedade virtual com informações em tempo real.
  29. 29. Sociedade do Conhecimento CONCEITO DE CONHECIMENTO Discernimento, critério, apreciação; Consciência de si mesmo; acordo; Filos . A apropriação do objeto pelo pensamento, como quer que se conceba essa apropriação: como definição, como percepção clara, apreensão completa, análise, etc. Fonte: Aurélio Séc.XXI – eletrônico.
  30. 30. Sociedade do Conhecimento CONCEITO DE CONHECIMENTO Argumentos e explicações que interpretam um conjunto de informações. Trata-se de conceitos e raciocínios lógicos essencialmente abstratos que interligam e dão significado a fatos concretos. Envolve hipóteses, teses, teorias e leis.
  31. 31. Sociedade do Conhecimento CONCEITO DE CONHECIMENTO O processo de construção de conhecimento envolve dados, que representam a &quot;matéria-prima&quot; bruta, a partir da qual as operações lógicas criam informações e, finalmente, estas últimas são interpretadas para gerar conhecimento. http://www.vademecum.com.br/iatros/Saber.htm
  32. 32. AS SETE IRMÃS... <ul><li>EXEMPLO: O ORIENTE MÉDIO E O PETRÓLEO </li></ul><ul><li>A Arábia saudita possui uma das maiores produções mundiais de petróleo, porém, é controlado pelas grandes potências, ou pelo denominado grupo das “SETE IRMÃS” do Petróleo. </li></ul><ul><li>RELACIONE A AÇÃO DAS SETES IRMÃS, COM A OPEP </li></ul><ul><li>  Sete irmãs é o nome dado a sete grandes companhias de petróleo. Após a quebra da Standard Oil, provocada pela lei antitruste de Sherman, muitas novas companhias petrolíferas foram criadas. Sete delas formaram o grupo conhecido como as Sete irmãs. Com o seu controle sobre a produção de petróleo, refino e distribuição, elas estavam aptas a tomar vantagem sobre a crescente demanda por petróleo e formar altos lucros. Eram muito organizadas e formavam um forte cartel, tendo forte influência sobre os grandes países produtores de petróleo. Foi somente quando os países árabes começaram a tomar o controle sobre os preços e a produção, formando a OPEP, no começo dos anos 1960, que o poder das sete irmãs passou a declinar. </li></ul>
  33. 33. AS NOVAS SETE IRMÃS DO PETRÓLEO <ul><li>Há 40 anos , a economia de petróleo mundial era dominada pelas empresas conhecidas como as sete irmãs - Shell, Texaco, Exxon, Standard Oil, BP, Chevron, Gulf Oil - que detinham 74% da produção mundial e possuíam 48% das reservas descobertas. </li></ul><ul><li>Hoje , o cenário não é o mais mesmo. Em conseqüência das fusões, recurso utilizado para não quebrarem, as empresas petrolíferas não são mais conhecidas como as sete irmãs, pois se fundiram em quatro, passaram a dominar apenas 26% da produção mundial e não possuem mais do que 4% das reservas mundiais. </li></ul><ul><li>Segundo alguns especialistas em economia de petróleo, em 2020, as quatro serão apenas duas e não terão mais do que 2% das reservas mundiais. </li></ul>
  34. 34. NOVAS SETE IRMÃS... <ul><li>Atualmente, as verdadeiras sete irmãs classificadas em ordem de importância são: </li></ul><ul><li>A saudita Aranco, </li></ul><ul><li>A russa Gazprom, </li></ul><ul><li>A chinesa CNPC, </li></ul><ul><li>A iraniana NIOC, </li></ul><ul><li>A venezuelana PDVSA, </li></ul><ul><li>A brasileira Petrobrás e </li></ul><ul><li>A malasiana Petronas, </li></ul><ul><li>todas estatais com controle de mais de 90% das reservas mundiais de petróleo. </li></ul><ul><li>No entanto, se confirmadas as reservas nos campos de Tupi e Júpiter, a Petrobrás poderá ser a quarta . </li></ul>
  35. 35. A TECNOLOGIA BÉLICA... <ul><li>Uma das formas de dominação mais controvertida, é o poder bélico. Quem mais produz, possui mais poder... </li></ul><ul><li>NA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL: Os poderes da Alemanha Nazista, Itália Fascista, do Japão Militarizado, gerou tecnologia, que conseguiu em certo ponto, inibir países. As bombas nucleares utilizadas pelos EUA em Hiroshima e Nagasaki, comprovam a teoria dos poderes bélicos sobre países e regiões. </li></ul><ul><li>NA GUERRA FRIA: Os EUA e a Ex-URSS, alcançaram um poder bélico DE DESTRUIÇÃO EM MASSA TÃO GRANDE, QUE MONOPOLIZARAM AS RELAÇÕES INTERNACIONAIS ENTRE 1945-1991. </li></ul>
  36. 36. AS TECNOLOGIAS DAS ARMAS.. <ul><li>As tecnologias espaciais, os satélites de espionagem, a chegada do homem a lua, as armas de destruição em massa, os mísseis intercontinentais, tudo isso, acaba sendo formador de um poder muito grande entre os países. </li></ul><ul><li>COM A DETENTE, a Guerra Fria acaba chegando a um ponto, que muitos acabam por afirmar que o mundo tem armas para destruí-los várias vezes. </li></ul><ul><li>COM OS ATENTADOS DE 2001, os poderes Americanos no Mundo aumentaram de tal forma, que podemos dizer que podem estar presentes em vários conflitos ao mesmo tempo, é só analisar os casos das invasões no Afeganistão e no Iraque. </li></ul>
  37. 37. A globalização
  38. 38. Introdução ao conceito de Globalização <ul><li>A globalização é um fenómeno muito complexo, e não se pode falar dela só no contexto económico, </li></ul><ul><li>pois estaríamos a esquecer-nos das mudanças sociais, culturais e até politicas que a globalização proporcionou. </li></ul><ul><li>Alguns historiadores definem a globalização como um processo muito antigo que começou com as primeiras relações entre os homens. </li></ul><ul><li>Mas, a fase mais importante corresponde aos Descobrimentos, em que pela primeira vez houve contacto entre Europa, África e América,. </li></ul><ul><li>E, mais recentemente, com a separação da URSS e com o enorme desenvolvimento das telecomunicações e das tecnologias, um desenvolvimento muito rápido que está a fazer do mundo uma “aldeia global”. </li></ul>
  39. 39. O papel das telecomunicações e tecnologias <ul><li>Estamos a viver numa era espectacular, em que o acesso à informação é muito mais fácil, e isto só será positivo se aproveitarmos esta informação. </li></ul><ul><li>Isto nem sempre acontece pois o Homem não dá muito valor às coisas que já alcançou, quer sempre mais, passando a vida à espera de tempos melhores. </li></ul><ul><li>No tempo dos Descobrimentos uma viagem demorava anos, e era uma aventura da qual o mais provável era não regressarem. </li></ul><ul><li>Hoje, em 24 horas pode-se fazer a volta ao Mundo, já que o avião atinge velocidades cada vez maiores e o preço é cada vez mais acessível. </li></ul><ul><li>Antigamente uma notícia precisava de várias semanas para se espalhar pelo Mundo, </li></ul><ul><li>Hoje, com o desenvolvimento da Mass Media, da qual fazem parte a Internet, a televisão e outros sistemas de produção, difusão e recepção de informação a informação chega muito mais depressa e a todo o lado. </li></ul><ul><li>O computador ligado a Internet é uma realidade em grande parte das casas dos países desenvolvidos. </li></ul>
  40. 40. <ul><li>O telemóvel é um exemplo do fantástico de desenvolvimento das telecomunicações. </li></ul><ul><li>O primeiro telemóvel surgiu em 1973, e o Martin Cooper é considerado o pai do telemóvel, já que foi ele que desenvolveu o sistema de radiotelefone que permitiu a Motorola fabricar o primeiro telemóvel, que pesava um pouco mais de um kg, não estava ao alcance de qualquer pessoa e servia apenas para fazer chamadas. </li></ul><ul><li>Hoje pode-se mandar sms, e-mails e, os mais recentes, parecem autênticos computadores. </li></ul><ul><li>O telemóvel transformou-se num objecto vulgar, quase toda a gente tem pelo menos um. </li></ul><ul><li>O preço das chamadas também diminuiu imenso, hoje pode-se fazer uma chamada por um preço pouco significante. </li></ul>
  41. 41. Globalização ou americanização? <ul><li>Uma das consequência da globalização que mais controvérsia tem gerado ultimamente é a transmissão “forçada” da “cultura” americana, que muitos chamam de americanização. </li></ul><ul><li>Arthur Koestler descreveu a americanização como “cocacolonization” no seu livro The Lotus and the Robot . </li></ul><ul><li>Muitas pessoas seguem os exemplos americanos, a sua “cultura”. </li></ul><ul><li>A Coca-Cola alargou a sua influência até à mais pequena aldeia do mundo, os chineses largaram o arroz e vão comer ao McDonalds, e </li></ul><ul><li>se ligar o rádio ou a televisão o mais provável é ouvir música americana e ver filmes americanos em que quanta maior for a destruição melhor é o filme. </li></ul><ul><li>Os Estados Unidos exercem um imperialismo cultural (para além do político e económico) assustador, hoje muitas pessoas já falam inglês, e até os países com cultura mais rica já se renderam a este imperialismo. </li></ul>
  42. 42. Empresas transnacionais <ul><li>Com a crescente globalização, os mercados internacionais abriram-se… Já não há tanto proteccionismo, </li></ul><ul><li>há empresas com sede num pais e a operar em vários pontos do mundo, onde encontram condições mais favoráveis para “lucrarem”, já que é este o objectivo de todas as empresas. </li></ul><ul><li>Estas empresas com sede num pais e a operarem em muitos países são chamadas multinacionais ou transnacionais, e começaram a surgir no final do séc. XIX, mas desenvolveram-se muito mais depois da Segunda Guerra Mundial e hoje têm uma grande influência no comércio mundial. </li></ul><ul><li>Estas empresas mantêm os seus centros de decisão financeiros em paraísos fiscais, para se livrarem de impostos nos seus países de origem. </li></ul>
  43. 43. Vantagens e desvantagens <ul><li>Com a crescente globalização, </li></ul><ul><li>as relações entre países melhoraram, </li></ul><ul><li>há cada vez mais investimentos estrangeiros, </li></ul><ul><li>o que gera emprego e traz desenvolvimento e prosperidade para a zona onde se instala, e com isso há condições para melhorar as tecnologias. </li></ul><ul><li>A globalização permite maior contacto entre culturas e partilha de muitas informações e conhecimentos para o bem da Humanidade (ou não). </li></ul><ul><li>Embora pareça que são só vantagens isso não é verdade </li></ul><ul><li>pois o contraste entre os países ricos e pobres é cada vez maior, e para melhorar isso, fizeram-se alguns Tratados, o mais conhecido foi o de Doha, para ajudar os países pobres a desenvolverem-se… </li></ul><ul><li>Tem sido uma missão complicada pois países com poder económico como os EUA não estão muito interessados em ajudar, fazendo parte dos países que menos ajuda. </li></ul><ul><li>Enquanto há pessoas a morrer à fome eles “investem” em armas. É caso para perguntar quanto vale uma vida? </li></ul>
  44. 44. Anti-globalização <ul><li>Como nunca estamos todos de acordo </li></ul><ul><li>foram aparecendo movimentos anti-globalização. </li></ul><ul><li>Um dos mais conhecidos é o movimento zapatista que teve maior de visibilidade a partir 1 de Janeiro de 1994 quando se opuserem a NAFTA (acordo de livre comércio entre México, Canadá e Estados Unidos), que foi criado na mesma data. </li></ul><ul><li>As FARC colombianas são outro exemplo deste movimento, lutando contra o capitalismo impulsionado pela globalização. </li></ul><ul><li>É um movimento que utiliza tácticas de guerrilha e terroristas. </li></ul><ul><li>A mais conhecida na Europa é a organização Euskadi Ta Askatasuna (ETA) que utiliza a luta armada e o terrorismo para obter a independência do Pais Basco, que se encontra actualmente sob domínio espanhol e francês. </li></ul><ul><li>A ETA possui ideologia separatista/independentista, marxista-leninista e revolucionária. </li></ul>
  45. 45. <ul><li>“ Marcos é gay em São Francisco, </li></ul><ul><li>negro na África do Sul, </li></ul><ul><li>asiático na Europa, </li></ul><ul><li>hispânico em San Isidro, </li></ul><ul><li>anarquista na Espanha, </li></ul><ul><li>palestino em Israel, </li></ul><ul><li>indígena nas ruas de San Cristóbal, </li></ul><ul><li>roqueiro na cidade universitária, </li></ul><ul><li>judeu na Alemanha, </li></ul><ul><li>feminista nos partidos políticos, </li></ul><ul><li>comunista no pós-guerra fria, </li></ul><ul><li>pacifista na Bósnia, </li></ul><ul><li>artista sem galeria e sem portefólio, </li></ul><ul><li>dona de casa num sábado à tarde, </li></ul><ul><li>jornalista nas páginas interiores…, </li></ul><ul><li>mulher no metropolitano depois das 22, </li></ul><ul><li>camponês sem terra, </li></ul>O comunicado abaixo do subcomandante em 28 de Março de 1994 explica o porque de esconder os rostos e porque todos os zapatistas dizem que se chamam &quot;Marcos&quot;: Editor marginal operário sem trabalho, médico sem consultório, escritor sem livros e sem leitores e, sobretudo, zapatista no Sudoeste do México. Enfim, Marcos é um ser humano qualquer neste mundo. Marcos é todas as minorias intoleradas, oprimidas, resistindo, exploradas, dizendo ¡Ya basta! Todas as minorias na hora de falar e maiorias na hora de se calar e aguentar. Todos os intolerados buscando uma palavra, sua palavra. Tudo que incomoda o poder e as boas consciências, este é Marcos.&quot;
  46. 46. Marcha Anti-globalização
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×