As Redes Imateriais F
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

As Redes Imateriais F

on

  • 11,572 views

 

Statistics

Views

Total Views
11,572
Views on SlideShare
11,454
Embed Views
118

Actions

Likes
2
Downloads
83
Comments
0

3 Embeds 118

http://profmariodemori.blogspot.com 93
http://profmariodemori.blogspot.com.br 24
http://profmariodemori.blogspot.pt 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

As Redes Imateriais F As Redes Imateriais F Presentation Transcript

  • AS REDES IMATERIAIS E AS COMUNICAÇÕES PROFESSOR MARIO FERNANDO DE MORI http:/ / mariodemori.blogspot.com/ http:// profmariodemori.blogspot.com/ http:// focosdetensoesinternacionais.blogspot.com/
  • CENTRO EDUCACIONAL SÃO CAMILO – ESPÍRITO SANTO TERCEIRO ANO – SÃO CAMILO – ESPÍRITO SANTO AULA 13 E 16: TEMA: AS REDES IMATERIAIS E AS COMUNICAÇÕES: CONCEITOS, TIPOS, O MEIO TÉCNICO CIENTÍFICO-INFORMACIONAL, AS COMUNICAÇÕES E OS CORREIOS, O TELÉGRAFO, O RÁDIO, A TELEVISÃO, A TELEFONIA, A INTERNET, AS TELECOMUNICAÇÕES, GRÁFICOS E MAPAS SERÃO UTILIZADOS PARA ILUSTRAR AS AULAS.
  • AS REDES MATERIAIS • CONCEITO: • Formadas pelas estradas, ferrovias, rios, dutos, e linhas aéreas, pois permitem que vejamos concretizados, na superfície terrestre, os fluxos materiais. • Possibilitam a transferência de mercadorias e/ou pessoas de um espaço para o outro. • Revelam o grau de desenvolvimento de diferentes sociedades. • Ex: Países baixo, deságua o rio Reno, na Índia, o Delta do Ganges, comprovam que existem fluxos de pessoas envolvidas e mercadorias que são ali transportadas por esses tipos de redes.
  • CONCLUSÃO • A diversidade e a densidade das redes podem revelar o grau de desenvolvimento de uma sociedade e sua capacidade de ordenar o espaço geográfico. • a criação de uma rede, pode representar o resultado de esforços coletivos, que se materializaram ao longo da história. • Redes velhas foram resultados da história daquela região. • Redes Novas representam progresso e evolução técnica.
  • COM A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL, DO SÉCULO XIX • As redes de transportes cresceram de forma impressionante, revelando o processo de evolução que tal Industrialização gerou na sociedade da época, e que até hoje, leva a transformações no espaço geográfico.
  • AS DIVERSAS REDES • Redes de carga:rodovias,navios a vapor, ferrovias, aviões. • Redes de energia:linhas elétricas,oleodutos, gasodutos (indústria e urbanização). • Redes de informação:telegrafia,telefonia som/imagem (invisíveis). • Hoje: redes de computadores.
  • EXEMPLOS DE REDES
  • FERROVIAS
  • OLEODUTOS, GASODUTOS
  • REDE DE CABOS
  • REDES IMATERIAIS • Não trafegam mercadorias concretas. • Parcialmente inexistentes:rádio/tv(aparelhos ondas invisíveis). • Condições geográficas (ambientais) obstáculos antes. • Hoje: influência reduzida, eficiência na transmissões (tecnologia).
  • REDES IMATERIAIS DE COMUNICAÇÕES • Difusão e generalização do modo de vida urbano norte-americano. • Relação c/a comunicação,difusão de mensa- gens. • “despotismo da informação”meios controla- dos por poucos (economia e política). • Cidadão:passivo;sociedades marginalizadas e manipuladas.
  • O “VELHO” PROFETA-ALDEÃO HERBERT MARSHALL MCLUHAN (1911-1980) ESTÁ DE VOLTA
  • O QUE DISSE MCLUHAN ? • Metáforas como “aldeia global”, “era eletrônica”, “o meio é a mensagem”, “retribalização da humanidade”, já inscritas no nosso vocabulário cotidiano, e quase sempre tendo sua fonte original omitida, são do pensador canadense Herbert Marshall McLuhan, cujos 28 anos de sua morte foi lembrada neste 31 de dezembro de 2008. • Seus aforismos-metafóricos, ao que parece, têm-se mostrado, neste cenário globalizado da internet, da tv por satélite, da telefonia celular, entre outros meios tecnológicos de comunicação e informação, mais pertinentes e renovadores do que nas décadas de 60 e 70 quando foram postulados.
  • O MEIO É A MENSAGEM • quot;Os suportes da comunicação e as tecnologias são determinantes na mensagem: os conteúdos modificam- se em função dos meios que os veiculam“. • Trata-se de uma formulação excessiva pela qual o autor pretende sublinhar que o meio, geralmente pensado como simples canal de passagem do conteúdo comunicativo, mero veículo de transmissão da mensagem, é um elemento determinante da comunicação.
  • O Meio é a Mensagem
  • Aldeia Global
  • Padronizações
  • Volatilidade
  • Concentração
  • Custos adicionais
  • Ética Visão – Missão – Valores Corporativos
  • Fome Desemprego Pobreza
  • Visão de Curto Prazo
  • 22. O MEIO TÉCNICO-CIENTÍFICO INFORMACIONAL • Uma das realidades mais extraordinárias do mundo atual é a velocidade com que são transmitidas informações entre diferentes lugares, quer estejam próximos quer distantes, fazendo deles lugares mundiais. • A comunicação e a circulação de informações - dados, idéias ou decisões - ocorrem instantaneamente, no chamado tempo zero. Isso sem falar que essas informações podem chegar, ao mesmo tempo, em vários lugares. Velocidade, instantaneidade e simultaneidade são características do que chamamos de meio técnico-científico informacional.
  • MILTON SANTOS • Para entender o atual momento histórico, um interessante recurso de método é o uso da periodização. Historiadores, economistas e sociólogos já propuseram periodizações muito úteis, mas incompletas no sentido em que levam em conta apenas as relações sociais, deixando de lado a materialidade, o “sistema de objetos”, o território. • É nesse sentido que Milton Santos (1996; 2001) propõe uma periodização baseada na sucessão dos meios geográficos no Brasil. Ele identifica três grandes momentos: os meios “naturais”, os meios técnicos e o meio técnico científico informacional.
  • O MEIO NATURAL • Quando tudo era meio natural, o homem escolhia da natureza aquelas suas partes ou aspectos considerados fundamentais ao exercício da vida, valorizando, diferentemente, segundo os lugares e as culturas, essas condições naturais que constituíam a base material da existência do grupo. • Esse meio natural generalizado era utilizado pelo homem sem grandes transformações. As técnicas e o trabalho se casavam com as dádivas da natureza, com a qual se relacionavam sem outra mediação. • As técnicas e o trabalho eram totalmente associados às dádivas da natureza. • Esse é o período do “tempo lento” e que vai do surgimento do homem em sociedade ao advento das máquinas.
  • IMAGEM
  • O MEIO TÉCNICO • O período técnico vê a emergência do espaço mecanizado. • Os objetos que formam o meio não são, apenas, objetos culturais; eles são culturais e técnicos, ao mesmo tempo. Quanto ao espaço, o componente material é crescentemente formado do quot;naturalquot; e do quot;artificialquot;. Mas o número e a qualidade de artefatos varia. • As áreas, os espaços, as regiões, os países passam a se distinguir em função da extensão e da densidade da substituição, neles, dos objetos naturais e dos objetos culturais, por objetos técnicos
  • IMAGEM
  • O MEIO TÉCNICO CIENTÍFICO- INFORMACIONAL • O terceiro período começa praticamente após a segunda guerra mundial e, sua afirmação, incluindo os países de terceiro mundo, vai realmente dar-se nos anos 70. • É a fase a que R. Richta (1968) chamou de período técnico-científico, e que se distingue dos anteriores, pelo fato da profunda interação da ciência e da técnica, a tal ponto que certos autores preferem falar de tecnociência para realçar a inseparabilidade atual dos dois conceitos e das duas práticas.
  • IMAGEM
  • 23. AS COMUNICAÇÕES E OS CORREIOS • A necessidade de se comunicar fez com que o homem organizasse, na antiga Pérsia, um dos primeiros sistemas de correios. Eram mensageiros a cavalo que faziam, em uma semana, um percurso que, normalmente, demorava três dias. • Durante a Revolução Industrial, no século XVIII, o número de correspondências aumentou muito, fazendo com que o serviço fosse padronizado. As cartas passaram a ser pesadas e foi criado o primeiro selo.
  • IMAGEM
  • OS CORREIOS E O MSN....
  • TELÉGRAFO • Os telégrafos, aparelhos usados na transmissão de mensagens gráficas a partir de códigos, foram inventados pelos americanos Joseph Henry e Samuel Morse, em 1835. Samuel Morse foi o primeiro a introduzir as linhas telegráficas no mundo inteiro, baseadas no sistema de pontos e traços na codificação das mensagens. • Mais tarde, em 1872, o francês Jean Maurice Émile Buador aprimorou o invento, desenvolvendo um método de divisão da mensagem em vários canais. Os telégrafos, embora fossem substituídos posteriormente pelos telefones e outros meios de comunicação, foram muito importantes para sua época, suas linhas se alastraram no mundo inteiro no século XIX, chegando ao Brasil somente em 1852.
  • IMAGEM
  • RÁDIO • A radiocomunicação é um MEIO de COMUNICAÇÃO por transcepção de informação, podendo ser realizada por RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA que se PROPAGA através do ESPAÇO. • Uma estação de radiocomunicação é o sistema utilizado para executar contatos à distância entre duas estações, ela é composta basicamente de um transceptor (transmissor-receptor) de radiocomunicação, de uma linha de transmissão e da ANTENA propriamente dita. A este sistema se dá o nome de sistema irradiante. • A RADIOFUSÃO é uma emissão comercial, que ocorre apenas por transmissão de sinais, sem transcepção dos mesmos.
  • HISTÓRICO DO RÁDIO • Segundo alguns autores, a tecnologia de transmissão de som por ondas de rádio foi desenvolvida pelo italiano Guglielmo Marconi, no fim do século XIX, mas a Suprema Corte Americana concedeu a Nikola Tesla o mérito da criação do rádio, tendo em vista que Marconi usara 19 patentes de Tesla em seu projeto. • Na mesma época em 1893, no Brasil, o padre Roberto Landell de Moura também buscava resultados semelhantes, em experiências feitas em Porto Alegre, no bairro Medianeira, onde ficava sua paróquia. Ele fez as primeiras transmissões, no mundo, entre a Medianeira e o morro Santa Teresa.
  • O RÁDIO NO BRASIL • As primeiras radioemissões • O início da história do rádio foi marcado pelas transmissões radiofónicas , sendo a transcepção utilizada quase na mesma época. Consideram alguns que a primeira transmissão radiofónica do mundo foi realizada em 1906, nos EUA por Lee de Forest experimentalmente para testar a válvula tríodo. • No Brasil a primeira transmissão foi realizada no centenário da Independência do Brasil, em 7 de setembro de 1922, em que o presidente Epitácio Pessoa, acompanhado pelos reis da Bélgica, Alberto I e Isabel, abriu a Exposição do Centenário no Rio de Janeiro. O discurso de abertura de Epitácio Pessoa foi transmitido para receptores instalados em Niterói, Petrópolis e São Paulo, através de uma antena instalada no Corcovado. No mesmo dia, à noite, a ópera O Guarani de Carlos Gomes foi transmitida do Teatro Municipal para alto-falantes instalados na exposição, assombrando a população ali presente. Era o começo da primeira estação de rádio do Brasil: a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. Fundada por Roquette-Pinto a emissora foi doada ao governo em 1936 e existe até hoje, mas com o nome de Rádio MECRadio Santa Rosa.
  • IMAGEM
  • RÁDIO NO MUNDO
  • TELEVISÃO • Não se pode dizer precisamente quem inventou a televisão, pois vários cientistas contribuíram de uma forma ou de outra para a invenção. Na década de 20, a grande busca dos cientistas era tentar agrupar e transmitir as ondas sonoras, que já haviam conseguido, com a invenção do rádio; com a imagem em movimento. Em 1926, o escocês John Logie Baird tentou fazer isso, conseguindo apenas uma imagem muito ruim de uma cabeça humana. De fato, a primeira televisão da história surgiu em janeiro de 1928, em Nova York, por meio do sueco Ernst F. W. Alexanderson, engenheiro da General Eletric.
  • HISTÓRICO DA TELEVISÃO • Os primeiros aparelhos de televisão nada mais eram que rádios com um disco giratório mecânico que produzia uma imagem do tamanho de um selo postal. O primeiro serviço de alta definição foi surgir só na Alemanha, em 1935, na intenção de transmitir as Olimpíadas de Berlim, talvez o primeiro grande evento passado nas telinhas. • Devido aos avanços tecnológicos e econômicos que o mundo presenciou após a Segunda Guerra Mundial, a televisão ganhou grande popularidade. Até esse momento, toda a imagem era em preto e branco. A televisão em cores surgiu nos Estados Unidos, em 1954, e era baseada em uma tecnologia que não exigia alterações nos aparelhos antigos em preto e branco para reproduzir as imagens coloridas. • Atualmente, a sensação é a TVs digital, que através de formas de modulação e compressão de imagens, permite um enorme aumento da qualidade de imagem e nitidez a uma mesma freqüência.
  • IMAGEM
  • TELEVISÃO NO MUNDO
  • TELEFONIA MÓVEL • O primeiro uso regular do rádio em viaturas móveis ocorreu em 1921, para o Departamento de Polícia de Detroit, que enviava ordens do quartel central para seus comandados, nos automóveis. Estes primeiros sistemas eram muito primitivos, se comparados com a tecnologia atual. Operavam na faixa de 2 Mhz. • A medida que as necessidades cresciam e avançava a tecnologia, a tendência observada foi elevar as frequências de operação. Em 1933, a Comissão Federal de Comunicações (FCC) autorizou a utilização de 4 canais na faixa de 30 a 40 Mhz. • Em 1945 os laboratórios Bell, iniciaram um programa experimental voltado para a telefonia móvel, na faixa de 150 Mhz.
  • BREVE HISTÓRICO • A primeira chamada de um telefone celular foi realizada em 3 de abril de 1973, em Nova York (EUA), por Martin Cooper, então gerente geral da Divisão de Sistemas da Motorola. Desde então as tecnologias para celulares e os próprios aparelhos mudaram muito, evoluindo em praticidade, qualidade, velocidade e capacidade suportada. As principais tecnologias são FDMA, TDMA e CDMA, a última chegou a ser muito utilizada em aplicações militares, para confundir as comunicações de rádios das bases inimigas. A tecnologia CDMA, assim como as outras, passou pelas duas gerações de celulares e atualmente encontra-se em grandes pesquisas e aplicações, como por exemplo, banda larga móvel, GPS entre outras.
  • EVOLUÇÃO DA TELEFONIA MÓVEL
  • MUNDO NO CELULAR
  • FALTA TELEFONE NO MUNDO
  • LINHAS TELEFÔNICAS
  • CABOS DE FIBRA ÓPTICA
  • FIBRA ÓPTICA NO MUNDO
  • MUNDO FIBRA ÓPTICA
  • FIBRAS ÓPTICAS NO BRASIL
  • INTERNET • Não se pode falar em uma data na qual surgiu a Internet como conhecemos, já que ela foi resultado de um desenvolvimento contínuo das redes de computadores. • Pode-se dizer que tudo começou em 1957 com o lançamento do Sputnik pelos soviéticos, e a criação da ARPA (Advanced Research Projects Agency) pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos em resposta, a fim de estabelecer a liderança dos Estados Unidos em tecnologia militar.
  • HISTÓRICO • Em 1962, a Força Aérea americana requisitou um estudo sobre como ela poderia manter controle sobre mísseis e bombardeiros, após um ataque nuclear. O resultado era uma rede de computadores descentralizada, de modo que se qualquer localização nos EUA fosse atacada, o resto continuaria a operar. Essa rede só foi fisicamente construída em 1969, e recebeu o nome de ARPANET. Era composta por apenas quatro servidores, na Universidade da Califórnia em Los Angeles, Stanford, Universidade da Califórnia em Santa Barbara e Universidade de Utah.
  • DIAGRAMA DE BARAN
  • ARPANET, SETEMBRO 1971
  • • Em 1972 foi criado o primeiro programa de correio eletrônico, e a rede já tinha 23 servidores. Em 1973 foi criado o protocolo de comunicações usado até hoje na Internet, o TCP/IP, que permite a diversas redes se interconectarem e se comunicarem, sendo que o termo Internet foi usado pela primeira vez em 1974. • Em 1979 foi criada a USENET, uma rede de grupos de discussões descentralizada dentro da ARPANET, dirigida a pesquisadores militares. Nessa época a rede já usava comunicações por satélite e tinha mais de 111 servidores. Em 1981 a NSF (National Science Foundation) criou um backbone para instituições sem acesso à ARPANET, como universidades e centros de pesquisa não ligados à área militar. Em 1983 foi criado o sistema DNS (Domain Name System), que permitia o acesso aos servidores da rede através de nomes (como acessamos hoje, por exemplo www.whitehouse.gov) ao invés de números. Em 1985 a NSF começou a desenvolver linhas de alta velocidade. Já havia quase 2.000 servidores ligados à rede, marca que chegaria a mais de 10.000 em 1987 e mais de 100.000 em 1989. Em 1990, a ARPANET, que então era somente uma pequena parte da enorme quantidade de redes na Internet, é desativada.
  • • Em 1991 (617.000 servidores) a NSF passou a permitir o uso da Internet por associações comerciais. Em 1992 (1.136.000 servidores) foi inventada a World-Wide Web (WWW) e em 1993 (2.056.000 servidores) foi criado o Mosaic, o primeiro browser da WWW.Em 1994 (3.864.000 servidores) a Pizza Hut começou a oferecer um serviço de delivery através de sua página na Web. Em 1995 o número de servidores pulou para 6.642.000 e em 1996 já havia mais de 15 milhões de servidores. • Em 1996, os rendimentos da publicidade na Internet totalizaram cerca de 227 milhões de dólares. Mais de 1 milhão de empregos foram criados pela Internet ao redor do mundo. Hoje, estima-se que haja mais de 30 milhões de usuários no mundo, sendo que cerca de 2 terços destes estão nos Estados Unidos.
  • CHARGE
  • USO DA INTERNET
  • TELECOMUNICAÇÕES
  • HISTÓRICO • A história das Telecomunicações remonta ao final do século XVIII, quando os principais sistemas foram empregados para a transmissão a distância. Entretanto, sua implantação definitiva ocorreu na segunda metade do século XX, como conseqüência do avanço acelerado da eletrônica e das ciências associadas à automatização. • Do Século XIX ao século XXI as telecomunicações vêm revolucionando a vida das pessoas, colocando-as cada vez mais perto uma das outras. Se no princípio foi de forma tímida, agora as mudanças são profundas e rápidas impulsionando a economia do Planeta e influenciando no modo de vida das pessoas.
  • HISTÓRICO
  • O BRASILSAT