100 DICAS ENEM PARTE 05

  • 797 views
Uploaded on

 

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
797
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
36
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. 100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM 2012/2013 PARTE 5 OLHA GALERA, AGORA VAMOS PASSAR DOS 50% DE NOSSAS DICAS.... AS IDÉIAS AINDA PIPOCAM EM MINHA MENTE... TÁ VINDO COISA BOA... VEJA.... Prof. MARIO FERNANDO DE MORI
  • 2. DICA 51: MASSACRE DE MUNIQUE – 40 ANOS DEPOIS – ATAQUE QUE MARCOU A OLIMPÍADAS DE 1972
  • 3. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 51LEIA O TEXTO ABAIXO:BERLIM, 3 Set 2012 (AFP) -A Alemanha lembrará nesta quarta-feira, em meio a uma controvérsia, o episódio do sequestro de membros da delegação israelense nos Jogos Olímpicos de Munique, em 1972, quando onze atletas foram assassinados por um comando palestino. Uma cerimônia em homenagem às vítimas será realizada às 16h00 (11h00 de Brasília) no local onde terminou tragicamente o sequestro, na antiga base militar de Fürstenfeldbruck, 25 km ao oeste de Munique.A RESPEITO DO TEMA, PODE-SE DIZER QUE:1 - Na época, a Alemanha era dividida em duas pelo Muro de Berlim. Havia o lado comunista, a Alemanha Oriental, e o lado capitalista, a Alemanha Ocidental. A divisão do país espelhava a polarização política e ideológica entre Estados Unidos e União Soviética, no período conhecido como Guerra Fria.2 - Os anos 1970 foram talvez os mais tensos na relação entre israelenses e palestinos. Após a Guerra dos Seis Dias, em 1967, Israel anexou os territórios da Cisjordânia e a faixa de Gaza, expulsando os árabes que viviam nessas terras. Como reação, grupos palestinos realizaram uma série de atentados terroristas contra alvos judaicos. O ataque em Munique foi planejado para ser o maior deles.
  • 4. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 513 - Foi na vila olímpica de Munique, erguida bem ao lado do parque, que as Olimpíadas da Era Moderna viveram seu pior momento, com a invasão dos alojamentos da delegação de Israel por terroristas do grupo radical palestino setembro negro Depois de um impasse que durou dois dias e forçou a interrupção das competições, o desfecho foi catastrófico: onze judeus mortos, uma festa manchada de sangue, um povo alvejado por mais um violento trauma (em Israel) e outro constrangido por mais uma ferida em sua reputação (na Alemanha).4 - Além de simbolizar a recondução do país-sede à esfera das nações pacíficas e civilizadas depois de quase três décadas no limbo do pós-guerra, os Jogos serviriam para mostrar uma nova faceta dos alemães. Seria a "Olimpíada da abertura", em que o clima de conciliação e amizade derrubaria barreiras, criando um cenário quase utópico, bem ao gosto da imaginação do Barão de Coubertin.5 - A realidade foi bem diferente. Munique mudou os Jogos para pior, pois motivou uma das maiores transformações de sua história. Desde então, a Olimpíada é sinônimo de obsessão por segurança, de operações de guerra para proteger os atletas, de batalhões de soldados e policiais em número superior ao de esportistas. Passadas exatas quatro décadas, os Jogos chegam a Londres, sabidamente um alvo prioritário do terror islâmico, numa situação inversa à de Munique. A Olimpíada, hoje, é um dos acontecimentos mais abertos do mundo, pois a segurança nunca é reforçada, pois eventos como os de Munique não tem mais sentido de acontecerem.ESTÃO CORRETAS AS FRASES:a) Somente 1,2,3,4b) Somente 2,3,4,5c) Somente 1,3,4,5d) Somente 1,3,4,5e) Somente 1,2,3,4,5
  • 5. DICA 52: OS PAÍSES DO BRICS
  • 6. BRICBRASIL – RÚSSIA – ÍNDIA – CHINA – AFRICA DO SUL
  • 7. BRICS  O BRIC (Brasil – Rússia – Índia e China) não é um bloco econômico,e sim uma associação comercial, onde os países integrantes apresentamsituações econômicas e índices de desenvolvimento parecidos, cuja uniãovisa a cooperação para alavancar a suas economias em escala global. Lembrando que em 2010 a África do Sul passa a fazer parte deste grupo.
  • 8. TENDÊNCIAS E CONTEXTOS REAIS PARA OS BRICs
  • 9. China, o país do espetáculo do crescimento O país não é mais uma promessa. A China atual pode ser considerada como um novo sinônimo ou uma reinvenção para a palavra globalização;
  • 10. PAÍSES Custo/hora Taxa de anal- de trabalho fabetismo China:Alemanha US$ 31,88 Menos que 5% paísJapão US$ 23,66 Menos que 5% “made in”Coréia do S US$ 7,40 2,2%Brasil US$ 4,28 14,7%China US$ 0,25 15%
  • 11. DADOS DA CHINA 2° exportador mundial (atrás dos EUA);  2° maior consumidor de energia (55% da quantidade de TEP consumida pelos EUA); 3º maior PIB do mundo (2006), com três décadas de crescimento econômico em torno de 10% a.a;  PEA de 773 milhões de habitantes (maior do mundo);  2° maior gasto mundial nas Forças Armadas e membro permanente do C.S. da ONU;
  • 12. Os problemas da China A China ainda é um país socialista ditatorial – socialismo de mercado; É o país que mais aplica a pena de morte (63% das execuções mundiais em 2006); Lei do cerceamento do direito a filhos; Inúmeros crimes contra os direitos humanos; Invasão/anexação do Tibete desde 1950; Possibilidade de se tornar o país mais poluente do século XXI.
  • 13. Meninasabandonadas
  • 14. Rússia: um país que busca (re)definir seupapel no cenário geopolítico mundial Possui a 8ª maior reserva de petróleo do mundo sendo o 2° maior produtor atual; Possui 27% das reservas mundiais de gás natural; Compõe o G-7 + 1, principalmente quando o grupo se reúne em decisões militares; É membro permanente do Conselho de Segurança da ONU, sendo ainda junto com os EUA as maiores potências nucleares;
  • 15. Problemas da RússiaO país ainda vive fortes reflexos da crise dos anos90 (transição radical do socialismo para ocapitalismo). Assim, a maior ameaça aocrescimento russo é interna:• queda na qualidade de vida da população;• ampliação das desigualdades socioeconômicas;• proliferação das máfias;• insistentes movimentos regionais porindependência;• queda acentuada nas taxas de natalidade.
  • 16. Índia: a atual vitrine dosinvestimentos internacionais Enorme exportador de serviços (mão-de-obra de alta qualificação); Potência nuclear reconhecida pelos EUA; Maior exportador mundial de programas de computadores; Forte candidato à membro permanente do C.S. da ONU, com apoio dos EUA, que objetiva “cercar” a China; Forte crescimento econômico nos últimos anos.
  • 17. Problemas da Índia Com cerca de 1,1 bilhão de habitantes, o país se tornará o mais populoso do mundo em 2050; Cerca de 35% vivem na miséria, em partes, por causa do tradicional regime de Castas; Apesar do 12° PIB mundial, o país com IDH de 0,619, está em 132° no ranking da ONU de 177 países; O país permanece em guerra declarada ao Paquistão desde o final da 2ª G.M. pela região da Caxemira.
  • 18. Brasil: um país que temcondições de dar a volta por cima! • Potência agropecuária do século XXl; • Oriente Médio das fontes energéticas renováveis (biodiesel e álcool); • Líder do G-20 (Grupo dos 20 países em desenvolvimento); • Líder natural da América do Sul (apresenta cerca da metade do PIB, da população e do território sul- americano); • Dos países do BRIC, é o que apresenta a economia e a democracia mais estável.
  • 19. Problemas do Brasil O país apresenta desafios internos, como a enorme desigualdade social e a corrupção; Enorme carga tributária sem o retorno social esperado; Enorme burocracia estatal que emperra o desenvolvimento; Infra-estrutura com gargalos que dificultam um crescimento econômico maior O futuro energético incerto do mundo, que insiste numa matriz energética pautada nos combustíveis fósseis, poderá oportunizar ao Brasil a liderança de um modelo diferenciado de desenvolvimento;
  • 20. A sociedade e o Apartheid Em 2005, a população da África do Sul era de 47,4 milhões de habitantes, sendo: • 75,2% negros; • 8,6% mestiços; • 13,6% brancos; • 2,6% asiáticos. Até a primeira metade dos anos 1990, os brancos mantinham uma forte política de segregação racial: Os negros não possuíam os mesmos direitos dos brancos. Era a segregação racial institucionalizada que praticamente negava ao negro a condição humana.
  • 21. Ejor/Getty ImagesA frase “Atenção, cuidado com os nativos” retrataa segregação racial predominante no período doapartheid. Fotografia de 1956.
  • 22. Brancos: Negros (ou não brancos): • 1 piscina para cada duas famílias brancas; • 10 milhões de pessoas sem acesso a água• 84% das pessoas com potável; curso universitário; • apenas 7,5% tinham o • 1% era o índice de curso universitário; analfabetismo; • o índice de• renda per capita de 7 analfabetismo chegou a mil dólares; 50%; • taxa de mortalidade • renda per capita de infantil de 10 por mil. 600 dólares; • taxa além dos negros, No grupo dos não brancos eram incluídos,de mortalidade os mestiços e os asiáticos, também vítimas da segregação racial. infantil de 74 por mil.
  • 23. O fim do Apartheid e a nova África do SulDesde os anos1980 A comunidade internacional passou a pressionar intensamente o governo sul-africano para que extinguisse o regime do apartheid. Em 1990: • o líder negro Nelson Mandela, que estava preso havia 27 anos, foi libertado, bem como todos os presos políticos; • diversos grupos e partidos políticos de oposição, entre eles o CNA (Congresso Nacional Africano), foram legalizados.
  • 24. Trevor Samson/AFP/GettyImages Libertação do líder Nelson Mandela (1990).
  • 25. Observe a tabela.Fonte: Revista Carta na Escola, n. 18, ago.2007. p. 35.
  • 26. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 52Leia o texto a seguir e responda à questão.Para a analista, a ascensão dos BRICs é inevitável, mas imprevisível. Não se sabe se o bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China, e África do Sul, conhecido pela sigla BRICs, é uma associação coesa ou um grupo informal, mas é certo que este bloco aponta para uma mudança na estrutura de poder mundial que deverá ocorrer nas próximas décadas. "Ainda não sabemos ao certo [a verdadeira natureza dos Brics], é imprevisível. Mas o que temos é a ascensão de um grupo de atores que agirá conjuntamente em diferentes ocasiões, como já fizeram em Londres [na reunião do G20]. Este grupo indica uma transferência de poder e de dinheiro dos velhos países desenvolvidos para as novas nações emergentes", afirma Roett.Disponível em: Folha On Line. Acesso: 16/06/2012. (com adaptações)Considerando as informações contidas no texto e a estruturação de uma nova ordem econômica e política mundial, pode-se afirmar quea) o novo bloco denominado BRIC constituiu-se nos mesmos moldes e com os mesmos objetivos dos demais blocos econômicos já existentes, tais como: Nafta, União Europeia, Mercosul e ALCA.b) os países desenvolvidos ainda dominam o poder político e econômico mundial; no entanto, atualmente já existem nações emergentes despontando neste cenário e que podem mudar a estrutura do poder mundial futuramente.c) o poder político e econômico mundial na atualidade está totalmente centralizado nos países desenvolvidos o que impossibilita a ascensão política e econômica dos países periféricos, principalmente da América Latina e África.d) o bloco denominado BRIC destaca-se pelo fato de constituir-se por países que conseguiram resolver seus problemas econômicos e sociais tornando-se países ricos e centrais.e) o conjunto de países que constitui o BRIC caracteriza-se por altos índices de desenvolvimento humano e equilibrada distribuição de renda, daí sua emergência no cenário político mundial.
  • 27. DICA 53: OS PAÍSES DO G-20
  • 28. G8 ouG7 MAIS A RÚSSIA
  • 29. OS SETE PAÍSES MAIS INDUSTRIALIZADOS E A RÚSSIA  São sete países com um maior destaque em suas industrias,que se organizam para defender seus interesses e fortalecer ainfluência que exercem sobre as questões mundiais. Nações ricas comelevado desenvolvimento industrial, com economias fortes.
  • 30. OS SETE PAÍSES MAIS INDUSTRIALIZADOS E A RÚSSIA  A indústria constitui-se no setor econômico que produz maiorlucratividade, sendo o cidadão moderno o maior consumidor dosprodutos industrializados desta forma os países investem pesado naindustrialização para aumentar suas riquezas. Estes investimentos emsua grande parte vai para a área de desenvolvimento tecnológico epolíticas para competir no mercado internacional.
  • 31. OS SETE PAÍSES MAIS INDUSTRIALIZADOS E A RÚSSIA  Entre os sete países mais ricos estão aqueles que participaramda primeira Revolução Industrial como: Inglaterra, França, Alemanha eItália. E aquelas que mais tarde se industrializaram com rapidez,assimilando o emprego e o desenvolvimento de tecnologia de pontacomo foi o caso dos EUA, Japão e Canadá.
  • 32. OS SETE PAÍSES MAIS INDUSTRIALIZADOS E A RÚSSIA  A Federação Russa participa como convidada especial desde1992, mas apenas em 1997 foi aceita como membro do G8, porém nãopodendo participar das discussões econômicas. A principal justificativapara a inclusão da Rússia no G7 consiste em seu arsenal nuclear, “herança” da Guerra Fria, pois a economia russa não a habilita aparticipar deste grupo tão seleto.
  • 33. OS SETE PAÍSES MAIS INDUSTRIALIZADOS E A RÚSSIA  O principal objetivo do G8, quando foi organizado, era discutir oajustamento de políticas econômicas entre os países participantes, comseu fortalecimento outras questões como políticas sociais, meioambiente e saúde entrou em pauta em suas reuniões.
  • 34. OS SETE PAÍSES MAIS INDUSTRIALIZADOS E A RÚSSIA  Como se sabe, na sociedade capitalista, prevalece a lei do maisforte. Nesse caso, o mais forte, representado pelos G8, terá suasdecisões direcionadas, em primeiro lugar, para os interesses dos seusrespectivos países.
  • 35. G8 E A SUA INFLUÊNCIA MUNDIAL  Okinawa, Japão (2000): Aplicar recursos financeiros na lutacontra doenças infecciosas. Gênova, Itália (2001): Criação de um fundo mundial de lutacontra o HIV/AIDS, malária e tuberculose na África. Kananaskis, Canadá (2002): Combater o terrorismo, conflitosregionais e armas de destruição em massa e questão ambiental. Evian, França (2003): Advertir a Coréria do Norte e Irã quantoa intenção de usar armas nucleares. Sea Island, Geórgia (2004): Democracia no Oriente Médio emelhoria nas condições de vidas dos países africanos.
  • 36. G8 E A SUA INFLUÊNCIA MUNDIAL  O interesse por estes eventos está relacionado àinfluência que esse grupo exerce sobre os demais países nomundo e, até certo ponto, à dependência econômica das naçõesmais pobres a estes países.
  • 37. G8 E A SUA INFLUÊNCIA MUNDIAL  Estudiosos de política internacional chegam a afirmar que o G8exerce mais influência sobre as questões mundiais que a ONU, poisvivemos numa realidade capitalista e a decisão final, em geral,pertence aos interesses daqueles que detêm o controle financeiro.
  • 38. OEAORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS
  • 39. OEA – ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS  Algum tempo após a fundação da ONU, os países do continenteamericano julgaram necessária a criação de um organismo dentro daONU que pudesse atuar de forma regionalizada. Em maio de 1948 surgiu a OEA – Organização dos EstadosAmericanos.
  • 40. OEA – ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS  Seu compromisso é de defender os interesses do continenteamericano e buscar soluções pacíficas para o desenvolvimentoeconômico, social e cultural. Por estes objetivos 21 países assinaram em Bogotá, Colômbia,a Carta da OEA.
  • 41. OEA – ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS  Por ocasião da confirmação da Carta da OEA, a organização foiconstituída por 21 países membro. Entre 1967 e 1991, mais catorze países passaram a integrar aOEA. Atualmente a OEA conta com 35 estados membros, dos quais34 participam efetivamente.
  • 42. OEA – ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS  Os ministros das relações exteriores, em 1962, através de umaresolução, decidiram que o governo de Cuba seria excluído da OEA. O principal motivo estava relacionado a desentendimentospolíticos entre Estados Unidos e Cuba. Pois durante a Guerra Fria Cubaficou alinhada ao socialismo da União Soviética em detrimento aocapitalismo americano.
  • 43. OEA – ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS  Um dos principais argumentos para exclusão de CUBA pela OEAfoi a Crise dos Mísseis onde espiões americanos detectaram na ilha, pormeio de fotos aéreas, a presença de mísseis soviéticos apontados paraos Estados Unidos. A instalação das bases de lançamento foi feita porsolicitação de Cuba, que queria afastar qualquer tentativa de invasãodo país. Os americanos reagiram anunciando o bloqueio naval a Cuba. Adecisão contou com o apoio do Brasil, que votou favoravelmente àmedida na reunião da OEA.
  • 44. OEA – ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS  A partir da década de 90, foi definido como prioridade de seustrabalhos o fortalecimento da democracia e assuntos relacionados aocomércio e integração, controle de entorpecentes, repressão aoterrorismo, corrupção, lavagem de dinheiro e questões sócioambientais.
  • 45. OEA – ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS Assembléia Geral: Integra representantes de todos os países, os quais sereúnem uma vez por ano.Conselho Permanente e o Conselho Integral: Exercem suas funçõesatravés de comissões.Organismos Especializados: Ocupam assuntos relacionados a saúde, àagricultura, aos direitos da criança, mulher e do índio, bem como àmanutenção, resgate e ampliação dos conhecimentos próprios da História eda Geografia do continente americano.Comissão Jurídica Interamericana, a Comissão Interamericana de DireitosHumanos e outros organismos e entidades que buscam soluções paradiversas questões como: drogas, terrorismo, desastres naturais,desenvolvimentos e direito humano.
  • 46. OEA - ATUAÇÃO  Como exemplo de participações recentes da OEA em questão política,citamos o processo de redemocratização do Haiti, o apoio de processo de paz naColômbia e o acompanhamento da situação problemática da política naVenezuela. A OEA já enviou missões para acompanhar mais de 40 eleições emdiversos países do continente.
  • 47. OEA - ATUAÇÃO  Na América Central foram desenvolvidos programas deremoção de minas terrestres abandonadas após conflitos queocorreram na região, além de ter apoiado o estabelecimento da paz empaíses como a Nicarágua, Guatemala, Suriname e Haiti. Minas terrestres na Colômbia Haiti
  • 48. OEA - ATUAÇÃO  O comércio entre nações recebe apoio técnico da OEA, que temcomo objetivo organizar o processo de formação da ALCA (Área deLivre Comércio das Américas), dedicando atenção especial àseconomias deficientes.
  • 49. OEA - ATUAÇÃO  O trabalho da OEA contra as drogas se estende desdecampanhas educativas até o desenvolvimento de estratégias junto aosgovernos para o combate direto ao tráfico de entorpecentes, armas eprodutos químicos. Cultivo da folha de cocaína
  • 50. OEA - ATUAÇÃO  Vários programas ambientais são desenvolvidos pela OEAvisando principalmente, ao manejo de bacias hidrográficas e àpreservação da biodiversidade.
  • 51. OEA - ATUAÇÃO  Na área social a participação da OEA se destaca em temascomo a educação, promovendo projetos de bolsa de estudos e estímuloà educação democrática. Os direitos indígenas, como a homologação deterras também recebe o apoio da OEA, intervindo também em combateàs diversas formas de discriminação. Crianças do povoado Novo Oaxaca estudam em um ônibus Vale do Rio Doce denuncia governo brasileiro à OEA por transformado em sala de aula.O objetivo da OEA para a falta de política indigenista educação é que a América Latina invista 5% de seu PIB em dez Agência Brasil anos
  • 52. G20
  • 53. G20  O G20 (Grupo dos 20) é um grupo constituído por ministros daeconomia e presidentes de bancos centrais dos 19 países de economiasmais desenvolvidas do mundo, mais a União Européia. Criado em 1999,na esteira de várias crises econômicas da década de 1990, o G20 éuma espécie de fórum de cooperação e consulta sobre assuntosfinanceiros internacionais.
  • 54. G20 – PRINCIPAIS OBJETIVOS  Favorecimento de negociações econômicas internacionais; Debates sobre políticas globais para promover o desenvolvimentoeconômico mundial de forma sustentável; Discussão de regras comuns para a flexibilização do mercado de trabalho; Criação de mecanismos voltados para a desregulamentação econômica; Criação de formas para liberação do comércio mundial.
  • 55. G20 - COMERCIAL  Pertence a este grupo 23 países que se encontram emdesenvolvimento, também conhecidos como emergentes.5 países Africanos6 países Asiáticos12 países da América Latina incluindo o Brasil.
  • 56. G20 - COMERCIAL  O tema agricultura e sua luta pelo fim dos subsídiosconcedidos pelos governos de países desenvolvidos para seusagricultores é um dos objetivos que unem os interesses dos países quepertencem ao G20 Comercial. O grupo apresenta propostas de desenvolvimento para ospaíses-membros e promove debates de política e de economia mundial.
  • 57. G20 - FINANCEIRO  Esse grupo é composto por países-membros do G8 mais onzepaíses emergentes entre eles: Brasil, Índia e China. O último integrante é a União Européia. Possui grande importância, uma vez que todos os países juntosrespondem por 90% do Produto Interno Bruto (PIB) e por 80% docomércio mundial.
  • 58. G20 - FINANCEIRO  A cada ano se renova a presidência deste grupo, o Brasilexerceu a presidência e durante sua gestão propôs três temas aserem discutidos a energia limpa, competição no mercadofinanceiro e no desenvolvimento econômico e elementos fiscais decrescimento e desenvolvimento. Atualmente a presidência está com a França.Presidente francês Nicolas Sarkozy, que ocupa a presidência rotativa do G20 até o fim de 2011
  • 59. G20 - REUNIÕES  Por se tratar de uma organização aonde se encontram osprincipais líderes mundiais e os países que mas degradam o meioambiente e acentuam as desigualdades sociais diversos protestossão feito durante o encontro do G20.
  • 60. G20 - REUNIÕES 
  • 61. OTANORGANIZAÇÃO DO TRATADO DO ATLÂNTICO NORTE
  • 62. OTAN – ORGANIZAÇÃO DO TRATADO DO ATLÂNTICO NORTE  Criada em 1949, a OTAN é um típico produto da GuerraFria. Formada por alguns países europeus somados aos EUA eCanadá. Seu objetivo era a criação de uma aliança militar quepudesse se contrapor às forças da URSS (Atual Rússia) nocontinente europeu, organizadas em torno do Pacto de Varsóvia.Com o esfacelamento da URSS e a dissolução do Pacto deVarsóvia esse objetivo perdeu sentido.
  • 63. OTAN – ORGANIZAÇÃO DO TRATADO DO ATLÂNTICO NORTE  A OTAN, ao contrário de seu ex-oponente, ao invés dedesaparecer essa organização cresceu e expandiu. Seus objetivos mudaram e hoje no século XXI seusprincipais objetivos seriam a luta contra o terrorismo e as armasde destruição em massa, o que configura um claro alinhamentoàs prioridades definidas pelos EUA.
  • 64. OTAN – ORGANIZAÇÃO DO TRATADO DO ATLÂNTICO NORTE  Por outro lado, a OTAN não concordou com a intenção dos EUAde fazer uma guerra preventiva contra o Iraque, principalmente com aoposição da França, Alemanha e Bélgica. Este fato leva a uma oposição dos EUA sobre a Alemanha terum cargo permanente no Conselho de Segurança da ONU.
  • 65. OPEP ORGANIZAÇÃO DOS PAÍSESEXPORTADORES DE PETRÓLEO
  • 66. OPEP - ORGANIZAÇÃO DOS PAÍSES EXPORTADORES DE PETRÓLEO  Arábia Saudita Irã Iraque Venezuela Kuwait Participam da organização: Argélia, Catar, Emirados Árabes Unidos,Gabão, Indonésia e Líbia.
  • 67. OPEP - ORGANIZAÇÃO DOS PAÍSES EXPORTADORES DE PETRÓLEO  Procura controlar a produção e os preços do petróleo em escalaglobal, um exemplo verdadeiro de cartel do petróleo. As nações queformam a OPEP, embora possuam grandes reservas de petróleo,integram o grupo dos países subdesenvolvidos, com elevados índices depobreza. O controle de preços pela OPEP fez com que países que nãofazem parte dele, como o Brasil, a explorar as suas reservas, pois aimportação deixou de ser a melhor alternativa.
  • 68. OPEP - ORGANIZAÇÃO DOS PAÍSES EXPORTADORES DE PETRÓLEO 
  • 69. OMC
  • 70. O que é OMC? A Organização Mundial do Comércio (OMC) é uma Organização multilateral que estabelece as regras para o Comercio internacional.Quem participa da OMC?:  150 países membros  Secretaria composta por 560 pessoas  Diretor Geral atualmente é Pascual Lamy  Sede: Genebra, Suíça,  Fundada: 1º de janeiro de 1995 após as negociações da “Rodada do Uruguai” (1986-94)
  • 71. Funções da OMC:  Administrar os acordos comerciais entre países;  Resolver disputas comerciais entre países  Supervisionar as políticas comerciais dos países  Ampliar as áreas de livre comércio; Reduzir práticas dos países que possam dificultar o livre comércio, como por exemplo, a cobrança de tarifas e as chamadas barreiras não-tarifárias.
  • 72. Na OMC os países negociam acordosinternacionais sobre o comércio de:  Produtos Industriais  Produtos Agrícolas  Serviços (distribuição de água, educação, saúde)  Direitos de Propriedade Intelectual (direito de uma pessoa ou empresa de garantir a propriedade sobre um determinado produto ou conhecimento que tenha sido criado por ela)
  • 73. Em que a OMC pode influenciar?  No preço do café, feijão, milho, soja que você planta, colhe e vende.  No preço do adubo, da ração, do remédio que você compra para plantar e tratar os animais. De que maneira?  De varias maneiras: através de barreiras tarifarias, subsídios à produção e a exportação, entre outras. Você sabia que as exigências sanitárias são exemplos de barreiras não-tarifárias e muitas vezes, asexigências sanitárias são utilizadas como forma de barrar a importação de produtos, atendendo a interesses mais econômicos que sanitários!!..
  • 74. Como nasceu a OMC?  Em 1947, após a 2ª Guerra Mundial para organizar as relações comerciais entre os países foi criado o Acordo Geral sobre Tarifas e Comércio(GATT) O GATT regulou as ações comerciais internacionais ate 1994 quando foi substituído pela Organização Mundial do Comércio, a OMC, após a “Rodada Uruguai” A OMC faz parte da ONU, porém não está subordinada à Conferência Geral. Seus acordos não são submetidos aos princípios definidos pela ONU  A OMC é um sistema que interfere nos ciclos de desenvolvimento dos países e estes ninguém muda a direção, velocidade ou tamanho, mesmo dentro da ONU
  • 75. Como é a estrutura da OMC?  Conferencia de Ministros(de Relações Exteriores, Agricultura e Comércio)  Os ministros se reúnem em Conferencias de 2 em 2 anos.  Conselho Geral  Conselho de Comércio de Bens  Conselho de Comércio de Serviços  Conselho de Direitos de Propriedade Intelectual Relacionados comércio A Secretaria da OMC tem caráter internacional e seu diretor é escolhido na Conferencia Ministerial
  • 76. Quantas Rodadas de Negociação a OMC fez?  Desde sua criação da OMC realizou seis Conferências Ministeriais:  Cingapura, dezembro de 1996  Genebra, Suíça, maio de 1998  Seattle, Estados Unidos, dezembro de 1999  Doha, Quatar, novembro de 2001  Cancún, México, setembro de 2003  Hong Kong, dezembro de 2005 As primeiras conferências discutiram a importância docomércio internacional e se dedicaram a temas específicos como investimentos, políticas de concorrência e compras governamentais
  • 77. Quando começou a “Rodada de Doha:  Em 2001, com a chamada “Agenda para oDesenvolvimento” e incluiu temas importantes e de interesse dos países em desenvolvimento: agricultura, serviços, acesso a mercados, novas regras anti-dumping, subsídios e propriedade intelectual Também incluiu novos temas: investimentos, concorrência, compras governamentais e meio ambiente  Começa a polarização entre dois grandes blocos de interesses: países desenvolvidos x desenvolvimento
  • 78. Quais são os princípios da Declaração de Doha? Promoção do desenvolvimento econômico e alívio da pobreza por meio do comércio.  Apoio aos PED, principalmente aos menos desenvolvido, mediante incremento do comercio que corresponda as necessidades de seu desenvolvimento econômico:  acesso melhorado dos mercados  normas equilibradas e programas de assistência técnica  criação de capacidade com objetivos definidos  financiamentos sustentáveis
  • 79. O que diz a Declaração para a Agricultura? Estabelecer um sistema de comercio eqüitativo e orientado ao mercado, corrigindo distorções nos mercados de produtos agrícolas para: 1.Melhorar substancialmente o acesso aos mercados; 2.Reduzir os subsídios à exportação até sua eliminação 3.Reduçõs da ajuda interna que distorce o comercio 4.Garantir Tratamento Especial e Diferenciado para os PED, permitindo a estes ter condições para o desenvolvimento rural, com segurança alimentarOBS: As negociações giraram em torno dos três eixos primeiros
  • 80. Qual o tema mais importante na OMC? . É na agricultura que se dá as maiores disputas na OMC em torno de três temas:  Acesso a Mercados,  Medidas de Apoio Interno  Subsídios à Exportação  Em 2003, Estados Unidos e União Européia se unem para garantir seus interesses na Rodada de Cancún Para se contrapor os países em desenvolvimento, inclusive o Brasil, se organizaram e formaram o G- 20
  • 81. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 53Leia o texto a seguir e responda à questão.G20 tem pré-reunião com debates acalorados e sem consenso Negociadores de países do grupobuscam acordo sobre moedas. Líderes, entre eles Dilma, já estão em Seul para participar do encontro.Os negociadores do G20 - grupo que responde por 90% da economia mundial - não conseguiram progredir nas primeiras discussões sobre as medidas que as principais forças econômicas do mundo precisam tomar para sustentar a recuperação econômica global, incluindo o debate sobre a "guerra cambial", às vésperas da reunião de cúpula das principais potências industrializadas e emergentes que começa na quinta-feira em Seul. (Fonte: www.g1.globo.com).Sobre o G20, é correto afirmar:a) É o grupo de países em desenvolvimento criado em 20 de agosto de 2003, incluindo os países membros do MERCOSUL, da África, Ásia e da União Europeia.b) É o grupo de países industrializados e em desenvolvimento, formado pelo antigo grupo dos sete países mais ricos (G7), pelos países do chamado Brics (Brasil, Rússia, Índia e China), pelos países membros da União Europeia, África do Sul, Japão, entre outros.c) É o grupo de países das vinte maiores economias do mundo, exceto os países do MERCOSUL, da Ásia e da África, que ainda são países em desenvolvimento.d) É o grupo de países em desenvolvimento liderado pelo Brics (Brasil, Rússia, Índia e China).e) Dentre os principais objetivos do G 20, podemos destacar: discussão de regras comuns para a flexibilização do mercado de trabalho; promover o desenvolvimento econômico mundial de forma sustentável; criação de formas para fortalecimento do Estado no comércio mundial.
  • 82. DICA 54: REVOLUÇÃO DE 1932 – 80 ANOS DEPOIS: A GUERRA CIVIL BRASILEIRA
  • 83. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 54Na Revolução Constitucionalista de 1932, as elites e a classe média de São Paulo se insurgiram contra o governo de Getúlio Vargas. Desenvolveu-se uma guerra civil por quase todo o estado e uma maciça campanha que objetivava atrair a simpatia do povo para o movimento.Diante disso, assinale a única alternativa INCORRETA:a) Abaladas pela crise do café e inconformadas com o intervencionismo do governo federal, as elites paulistas iniciaram seus protestos defendendo a imediata convocação de eleições para a formação da Assembléia Constituinte, e só na seqüência foi que decidiram pegar em armas.b) Enquanto os trabalhadores apoiavam a nova política trabalhista de Getúlio Vargas, os grupos dominantes protestavam contra a perda de autonomia do estado. O principal porta-voz dessa insatisfação era o velho Partido Republicano Paulista (PRP).c) A conseqüência imediata do movimento foi à realização, em 1933, de eleições gerais para a Constituinte, e da promulgação desta em julho de 1934; além do fim do governo provisório, estabelecido em 1930, com Vargas sendo eleito Presidente da República pelos deputados.d) Os constitucionalistas paulistas tiveram êxito total em seu intento, pois, além de conseguirem que outros Estados aderissem ao movimento, conseguiram forçar o governo federal a restituir toda a autonomia política e econômica retirada pela Revolução de 1930.e) O Partido Democrático, afastando-se de Vargas, uniu-se ao Partido Republicano e, juntos, formaram a Frente Única Paulista, que defendia a união sagrada dos paulistas pela reconstitucionalização do país.
  • 84. DICA 55: WATERGATE – 40 ANOS DEPOIS – O ESCÃNDALO QUE MUDOU AS RELAÇÕES ENTRE PODER E IMPRENSA
  • 85. Origem da palavra CORRUPÇÃO • COR.RUP.ÇÃO – s.f.(Substantivo Feminino) • Proveniente do Latim corruptione 1 . Ação ou efeito de corromper (-se) 2 . Depravação 3 . Suborno Var.(Variante): CorruçãoFonte: Dicionário Celso Pedro Luft, São Paulo, editora Ática, 2001.
  • 86. CAUSAS DA CORRUPÇÃO 1 - A certeza da impunidade é fator altamente determinante para o crescente aumento e generalização da corrupção. Nicolau Maquiavel disse uma coisa interessante:  .... onde muitos erram a nenhum se castiga e quando as faltas pequenas são punidas, as grandes e graves são premiadas.2 - As disparidades salariais do serviço público. Servidores com altos salários, quase sempre desproporcionais aos cargos que ocupam.3 - A burocracia complexa e enervante, que não focaliza o resultado dos processos.
  • 87. 4 - Os tributos escorchantes, que fazem com que empresas os soneguem para sobreviverem.5 - A grande quantidade de leis confusas, levando a uma série de interpretações por parte do administrador, que podem propiciar a corrupção. (brechas na lei)6 - A figura do intermediário, do despachante, a exigir propinas em troca de facilidades. (lobistas) Estas são apenas algumas causas que levam as pessoas a praticar atos de corrupção.
  • 88. CONSEQÜÊNCIAS DA CORRUPÇÃO• Verbas não chegam ao seu destino;• Saúde em condições precárias;• Falta de dinheiro para as universidades públicas;• Ensino Público de má qualidade;• Custo das obras duplicados ou triplicados;• Falta de recursos para investimentos na infra-estrutura do país
  • 89. Corrupção é Crime• Estabelece o art. 317 do Código Penal que constitui crime:• Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem.• A pena: reclusão de um a oito anos e multa.
  • 90. Combate à Corrupção • Transparência dos atos administrativos (internet); • Maior fiscalização por parte dos tribunais de contas;• Burocracia mais objetiva, com maior controle aos atos do Governo;• Maior educação a população (formação e informação); • Eficiência e celeridade da Justiça; • Fim da impunidade • Participação do cidadão (denúncias) • Imprensa Livre
  • 91. Indíce de Percepções da Corrupção 2003
  • 92. Barômetro Global da Corrupção
  • 93. Corrupção no Mundo • Caso Watergate – Ano 1972 - EUA• Operação Mãos Limpas – Ano 1992 - Itália • Fujimori – Ano de 2000 - Peru
  • 94. Casos de Corrupção no Brasil • Encol – Construtora que deu calote em 42.000 famílias• Escândalo envolvendo diversos bancos na maior fraude bancária do Brasil, entre eles Banco Nacional, Bamerindus, MARKA, Banespa, Banorte• Corrupção no futebol, caso ISL – Grêmio
  • 95. João Alves • Máfia do orçamento, também chamada de anões, responsável por desvios milionários de verbas do Orçamento- Geral da União.
  • 96. Jorgina de Freitas X INSS
  • 97. Fernando Collor de Mello
  • 98. Fernando Henrique Cardoso • Compra de votos para a reeleição; • Sivam – Sistema de Vigilância da Amazônia – supercontrato de US$ 1,5 bilhões
  • 99. Governo Lula • Corrupção nos Correios • Financiamento de campanhas políticas com dinheiro desviado de empresas públicas
  • 100. PC Farias X Marcos Valério
  • 101. MENSALÃO
  • 102. “Corrupção é problema de todo o mundo e combatê-la é fundamental se quisermos consolidar os avanços democráticos e socioeconômicos” BILL CLINTON“Não há lei nem Constituição que possa pôr fim à corrupção universal” NICOLAU MAQUIÁVEL
  • 103. Richard Nixon 1968-1974Republicano
  • 104. Richard Nixon • Reaproximação com países comunistas • 1971 – Admite a entrada da China na ONU • 1972 – Encontro com Mao Tsé-tung• Assina com Brejnev o Salt-1 (tratado de limitação de armas estratégicas) • Vietnamização da guerra, consequência principalmente de uma forte opinião pública (tentou retirar os soldados americanos do conflito, oferecendo, em contrapartida , armamentos aos vietnamitas, seus aliados no Vietnã do Sul) • Participação dos EUA na derrubada de Salvador Allende (presidente chileno) em 1972
  • 105. Richard Nixon• Instaura-se então no Chile a ditadura militar de Augusto Pinochet • Caso Watergate (1972) – Membros do Partido Republicano foram surpreendidos tentando instalar um sistema de escuta para espionar os escritórios do Partido Democrata, em Washington, no edifício Watergate – Denunciado pelo Jornal The Washington Post, o que mobilizou a imprensa e opinião pública
  • 106. Richard NixonNixon diz que não vai renunciar Nixon nega papel em encobrir, admite abuso de seus subordinados
  • 107. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 55Em 1992, milhões de brasileiros saíram às ruas exigindo o impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello. Apesar das dificuldades do termo em inglês, os manifestantes logo aprenderam que se tratava de um mecanismo legal para o afastamento do presidente e a perda do mandato presidencial. Na verdade, o mundo todo acompanhara, alguns anos antes, a renúncia de um presidente ameaçado por um pedido de impeachment registrado no Congresso de seu país. Essa situação refere-se a:a) Salvador Allende, que renunciou à presidência do Chile em 11 de setembro de 1973, diante das acusações de corrupção que eram apuradas pelos deputados chilenos.b) John Kennedy, que renunciou à presidência dos Estados Unidos em 22 de novembro de 1963, devido às acusações de que seu governo mantinha estreitas ligações com a máfia norte- americana.c) Ronald Reagan, que renunciou à presidência dos Estados Unidos em 14 de abril de 1986, após as repercussões negativas provocadas pelos bombardeios da força aérea norte-americana na Líbia, o que levou a oposição a formular o pedido de impeachment do presidente.d) Richard Nixon, que renunciou à presidência dos Estados Unidos em 8 de agosto de 1974, acusado de envolvimento no escândalo Watergate, no qual se configurava a montagem de espionagem eletrônica ao oposicionista Partido Democrata norte-americano.e) Jânio Quadros, que renunciou à presidência do Brasil em 25 de agosto de 1961, para escapar da aprovação do seu impeachment devido às suas declarações de apoio ao regime cubano de Fidel Castro.
  • 108. DICA 56: TITANIC – NAUFRÁGIO COMPLETA 100 ANOS
  • 109. Armador:-------------------------------------- White Star Line ---Construtor:----------------------------------- Harland and Wolff Yards (Belfast) ---- Início 31 de marzo de 1909 construção:------------------------------ Lançado ao 31 de mayo de 1911 mar:--------------------------------Nacionalidade:------------------------------- Britanica ---
  • 110. Peso:---------------------------------------------- 46.329 t.Comprimento:---------------------------------- 269 m.Largura:------------------------------------------ 28.2 m. 29 caldeiras “Huge", 2 motores alternativos com 4 cilindros (trêsPotência:----------------------------------------- velocidades) e 1 turbina Parsons de baixa pressão. 2 hélices laterais de 3 laminas e umaPropulsão:--------------------------------------- hélice central de 4 laminas.Velocidade Máxima:-------------------------- 25 Nós
  • 111. A companhia de navegação White Star foi fundada em 1850, com a sua frota composta por navios que transportavam o ouro das minas australianas. Em 1902, a Companhia International Mercantile Marine, uma <trust> com financiamento norte americano, organizada porJ. Pierpont Morgan, compra a White Star por cerca de US $ 25 milhões em ouro, e esta passa a ser controlada por interesses norte americanos. Os navios porém continuam carregando a bandeira e a tripulação inglesa.Em 1904 Bruce J. lsmay, de 41 anos assumiu a presidência e a gestão administrativa da empresa, com o pleno apoio de Morgan. Por sua vez William J. Pirri, presidente da Harland & Wolff estaleiros, torna-se diretor da Marinha Mercante.
  • 112. Em 1907, em uma festa realizada na mansão de William J. Pirri no Canadá, Bruce lsmay propõe a construção de 2 grandes navios (posteriormente acrescentando um 3º) para concorrer com o luxo, otamanho e a velocidade dos navios das empresas rivais, especialmente a Cunard, que nesse ano tinha lançado os transatlânticos Lusitânia e Mauritânia (*) ambos com30.396 toneladas, 232 metros, e velocidade de 26.4 nós. (*) Estes dois navios foram construídos com subsídio governamental de 2,5 milhões de libras esterlinas, nacondição de permanecerem em propriedade britânica e estarem disponíveis ao país em caso de guerra..
  • 113. O plano foi aprovado em Belfast em 29 de julho de 1908 por Bruce Ismay e os diretores da White Star. O projeto apresenta a mais moderna arquitetura naval, incluindo adivisão do casco em uma série de compartimentos tanques, atuantes na estabilidade e equilíbrio do navio. Ele comporta um enorme espaço para a ocupação das caldeiras e motores, e contém uma 4ª chaminé, falsa, que não está relacionada com as caldeiras, a sua função era apenas a de aumentar o prestígio e a estética do barco..
  • 114. Morgan, J Bruce Ismay
  • 115. Maquete original do “Titanic” e do “Olympic"
  • 116. Em 31 de julho de 1908 foi assinado o contrato para a construção dosnavios Olypmpic, Titanic e um 3º navio, o Britannic, nos estaleiros navais de Belfast.O Titanic terá 267 metros de comprimento, 28 de largura e 30 metros de altura do nível da água. O custo total de cada navio será 1.500.000 libras, ou seja, cerca de 7.500.000 dólares. Este número é impressionante para a época, considerando-se que umoperador do estaleiro ganhava 2 libras por semana, ou 96 libras por ano. Edward J. Smith, capitão do Titanic, tinha o maior salário da época, £ 1000 por ano. As decisões finais sobre a concepção, os equipamentos e o mobiliário, dependiam de J. Bruce Ismay. Em 31 de maio de 1908 tem início a construção do Titanic.no estaleiro Harland & Wolff.
  • 117. Antes de iniciar a construção dos navios Olympic e Titanic,foi necessária a construção de duas grandes estruturas no estaleiro.
  • 118. Para a construção do Olympic e do Titanic, foi construída uma enorme ponte de aço equipada com um guindaste e quatro elevadores elétricos.Toda a estrutura pesando 6.000 toneladas, com 65 metros de altura, foi entregue em 1908 por Sir William & Co. de Glasgow.
  • 119. Os hangares de construção do Olympic (à dir.) e do Titanic(à esq.)
  • 120. Fim do expediente no estaleiro (observa-se ao fundo o Titanic). Na época, a H & W tinha 15.000 funcionários, dos quais mais de 3.000 trabalharam na construção do Titanic.
  • 121. A âncora
  • 122. O transporte de uma das âncoras
  • 123. Caldeiras em construção
  • 124. As caldeiras prontas antes da instalação.(Compare o tamanho com o homem que está à direita)
  • 125. Caldeiras sendo transportadas para o navio.
  • 126. Unidade de Refrigeração
  • 127. Projeto das chaminés (Na foto seguite, o tranporte para a instalação)
  • 128. Projeto da instalação dos motores, posicionados lado a lado, cada umimpulsiona uma hélice.Nas caldeiras, a condução da produção de vapor é ampliada através deuma turbina de baixa pressão. Este sistema proporciona mais potência,sem aumentar o consumo de carvão.
  • 129. Construção de um dos motores principais
  • 130. Eixos dos pistões dos motores
  • 131. Rotor da Turbina
  • 132. A Caixa da Turbina
  • 133. Rotor da Turbina
  • 134. Tampa da Turbina
  • 135. Geradores de Eletricidade
  • 136. Instalação dos eixos das hélices
  • 137. O Leme
  • 138. Suporte do Leme
  • 139. Projeto do Timão
  • 140. Engrenagens do Timão
  • 141. Visão da construção do interior do Titanic.
  • 142. Em 31 de maio de 1911 o casco do Titanic é colocado no mar, onde será terminada a construção. O fato foi acompanhado por mais de 100.000 pessoas.É o maior objeto em movimento construído pelo homem.Para proteger a estrutura onde o casco está apoiado, da enorme pressão de 150 kg por cm2, foram utilizados 22mil toneladas de sebo, sabão e óleo, para a descida até a água. Rebocadores levam o Titanic à doca onde ele será terminado.Em Junho de 1911 a White Star Line e o estaleiro Harland & Wolff anunciam a data para a primeira viagem do Titanic: 20 de março de 1912.
  • 143. Convite para o lançamento do casco do Titanic ao mar (Veja o lançamento nas fotos seguintes)
  • 144. Ele é lançado sem as hélices, que serão instaladas posteriormente fora d’água.
  • 145. Houve uma comoção geral no estaleiro, quando o Titanic passou a flutuar em seu ambiente natural.Mesmo sem os motores, as caldeiras, as máquinas e acessórios, o Titanicreinou sobre as águas. Após uma hora ele foi rebocado para a doca ondeserão terminadas as instalações, evitando assim o transporte das peças e dos equipamentos restantes. Em 3 de fevereiro de 1912 o Titanic será instalado em doca seca, em Belfast, para a etapa de montagem final, com a presença dos técnicos responsáveis pelos projetos..
  • 146. O Titanic na doca (ainda sem a falsa chaminé)
  • 147. A hélice central com 4 pás e o diâmetro de 5 metros, é movida por uma turbinaParsons.As duas hélices laterais contém 3 pás com 7 metros de diâmetro e são movidaspor 2 motores de quatro cilindros com três velocidades, o maior até agoraconstruído.A instalação é feita em doca seca, fora d´agua (fotos seguintes)..
  • 148. O Titanic posicionado para a instalação das hélices
  • 149. O Titanic é testado em 2 de abril as 06.00 horas. Ele é rebocado do Canal Victoria para Belfast Lough. Uma vez no mar, começam todos os testes de todos os equipamentos de bordo, incluindo o rádio. São executados todos os testes de velocidade e de manobras arriscadas, em todos os movimentos e condições possíveis;sendo o principal deles o grande teste de detenção, onde o navio,a 20 nós, é desacelerado abruptamente sem regredir os motores (sem marcha à ré). Este teste mostra que o Titanic, a esta velocidade, requercerca de 2 milhas ( 3,22 Km ) para parar completamente após a "frenagem". As 14:00 horas, começa um ensaio de rota à velocidade de 18 nós durante 2 horas, e o Titanic retorna para Belfast 2 horas mais tarde. Havia tanta confiança na construção naval que os testes e ensaios levaram menos de um dia!
  • 150. Lembramos que quando foi avistado oiceberg, ele estava a cerca de 450 metros da proa do navio que navegava a 21 nós. Era impossível evitar o impacto.
  • 151. Cabine de comando vista da proa
  • 152. A Popa
  • 153. Detalhe do costado de Estibordo.
  • 154. Detalhe de costado de Bombordo.
  • 155. Fragmento da única película existente do “Titanic”.
  • 156. Edward J. Smith era o comandante mais antigo na White Star Line, e indiscutivelmente o mais experiente comandante na rota do AtlânticoNorte. Ele havia comandado o Adriático, um dos grandes transatlânticos da empresa. Ele tinha 38 anos de experiência e possuía um excelente currículo em termos de segurança. Em todos os seus anos de marinha nunca teve qualquer problema.
  • 157. Última fotografía do capitão Edward J. Smith.
  • 158. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 56Há 100 anos, em 15 de abril de 1912, ocorreu o naufrágio do Titanic, um dos maiores desastres da história naval do mundo. Durante a viagem inaugural, da Inglaterra aos Estados Unidos, a embarcação colidiu com um iceberg no Atlântico Norte.A respeito do tema, pode-se DIZER QUE,EXCETO:a) Na época, os transatlânticos travavam uma disputa acirrada por passageiros e transporte de cargas e correspondência entre os continentes. Rapidez e conforto estavam entre os principais quesitos levados em conta na construção das embarcações.b) Viajando a toda a velocidade, o Titanic não pode parar a tempo de evitar o choque com o iceberg. E mesmo o moderno sistema de compartimentos à prova d´água – o mais avançado que existia – não impediu que submergisse em pouco mais de duas horas após o acidente.c) Depois do naufrágio, as normas de segurança marítima foram mudadas. Mas o legado do Titanic iria além, preservado na cultura ocidental na forma de dezenas de livros, filmes, peças de teatro, museus e obras de arte.d) este evento sempre trouxe para os cientistas análises de suas possíveis causas e ao mesmo tempo, eventos são até os dias de hoje lembrados sobre, para que a história não seja esquecida: a questão dos navios transatlânticos e sua influência na navegação e no transporte de passageiros.e) O episódio até os dias de hoje ainda levantam dúvidas de sua veracidade, pois trazem perspectivas históricas que traduzidas ainda carecem de ser o episódio verdadeiro, devido ao evento ter acontecido na porção do atlântico, onde havia interesees estratégicos entre EUA e URSS.
  • 159. DICA 57: NUDEZ E PROTESTOS: SEIOS NUS VIRAM ARMA POLÍTICA
  • 160. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 57Loiras, jovens, bonitas, maquiadas e de seios à mostra, as integrantes do grupo popularizaram a nudez como forma de manifestação e deram um novo rosto ao feminismo no século 21.A respeito do tema, pode-se dizer,1 - Na Ucrânia, foram às ruas de Kiev contra a prostituição, o turismo sexual, o casamento arranjado pela internet e o estupro e morte de uma jovem de 18 anos (ocorrido em março). Na Rússia, engrossaram o coro contra a eleição do presidente Vladimir Putin; na Bulgária, investiram contra a violência doméstica; na Itália, o alvo foi o ex- premiê Sílvio Berlusconi; e, em Paris, o motivo da fúria foi o ex-diretor do FMI, Dominique Strauss-Kahn, acusado de estupro.2 - O Femen surgiu neste contexto e redefiniu o feminismo na Europa, que possui uma longa tradição de luta por direitos das mulheres. Nos anos 1920 foi fundada na própria Ucrânia uma das maiores organizações feministas do continente europeu, a União das Mulheres Ucranianas. Durante o período do regime soviético, o feminismo foi sufocado na Europa Oriental.3 - As ucranianas do Femen ganharam a atenção da imprensa mundial em protestos feitos com os seios à mostra. Tornaram-se, assim, um dos mais importantes grupos feministas europeus em atividade.4 - No mais recente protesto, uma manifestante do Femen, seminua, tentou roubar a taça da Eurocopa 2012, em um evento promocional em Kiev, capital da Ucrânia. Os jogos foram realizados em junho/2012 no país e na vizinha Polônia. Segundo o coletivo, a competição estimulou a indústria do sexo no país.5 - O grupo Femen foi criado em 2008 e possui 300 filiados e cerca de 40 ativistas que fazem topless nas manifestações contra a prostituição, o turismo sexual, a corrupção e outros temas ligados aos direitos da mulher. O movimento se espalhou por países da Europa e chegou até o Brasil.ESTÃO CORRETAS AS FRASES:a) Somente 1,2,3,4b) Somente 2,3,4,5c) Somente 1,3,4,5d) Somente 1,3,4,5e) Somente 1,2,3,4,5
  • 161. DICA 58: ALAN TURING – 100 ANOS – O HOMEM POR DETRÁS DA MÁQUINA
  • 162. INTRODUÇÃO“O antigo sonho da humanidade em criar outros seres, pela perspectiva das novas ciências”. O HOMEM sempre teve um impulso para criaroutros seres. Embora ele tenha sempre tido à suadisposição um meio simples (o sexo), parece que naverdade ele nunca esteve satisfeito. Podemos traçar ahistoria desse impulso através das épocas,concentrando-nos, claro, nas ultimas décadas, onde osurgimento de uma nova área de pesquisa. - A VidaArtificial - trouxe-nos resultados muito interessantes eavanços em diversas outras áreas do conhecimento.
  • 163. HISTÓRIA DA I.A. As mais antigas referências à criação de outros seres pelo homem fundem-se com a mitologia e o misticismo. Segundo um mito grego, Pygmalião teria criado a estátua de uma mulher, e pedido à deusa Afrodite para que desse vida a ela. Seu pedido foi atendido, e a estátua, agora uma mulher de verdade, batizada de Galatea, casou-se com seu "criador".
  • 164. HISTÓRIA DA I.A. A lenda judaica do Gollem é parecida, na qual um rabino, através de operações mágicas, deu vida a uma estátua de barro, que mais tarde rebelou-se contra o criador e tornou-se uma máquina de destruição (alguém aqui lembrou-se de "Frankstein"? Isso mesmo, a semelhança não é mera coincidência) .
  • 165. HISTÓRIA DA I.A. Na obscura Idade Média, por uma época formou-se a crença de que poderia-se criar pequenos seres denominados homúnculos, através da arte hermética da alquimia. PARACELSO, um médico praticante da alquimia, diz ter conseguido criar vários homúnculos, num processo que entre outras coisas envolvia um ovo de galinha, embrulhado num pergaminho umedecido por uma virgem, que deveria ser mantido durante 40 dias à temperatura de um estômago de cavalo.
  • 166. HISTÓRIA DA I.A. Na Idade Moderna, com o surgimento da arte da relojoaria e da mecânica de precisão, surgiram vários dispositivos chamados de autômatos, como as figuras mecânicas que se moviam sozinhas para soar as badaladas dos relógios da grandes catedrais, e alguns prodígios como o desenhista de Henri-Louiz Droz (que na época foi até acusado de feitiçaria, tal era a perfeição dos movimentos de seu autômato) e o espetacular Pato do mecânico francês Vaucanson, que reproduzia fielmente quase todos os movimentos de um pato de verdade.
  • 167. HISTÓRIA DA I.A. Com o surgimento dos computadores no século XX, esse antigo sonho humano de criar seres à sua imagem pôde alçar vôos mais ousados, iniciando-se as especulações sobre se alguma máquina poderia um dia reproduzir as capacidades do cérebro humano. ALAN TURING foi um dos pioneiros na criação da Inteligência Artificial, e na época imaginava-se que o cérebro trabalhava basicamente com a manipulação de símbolos abstratos representando os objetos do mundo real, e que poderia-se recriar todo o raciocínio humano apenas com o processamento lógico desses símbolos.
  • 168. HISTÓRIA DA I.A. O TESTE DE TURING • Turing definiu um comportamento inteligente como sendo a habilidade de um sistema alcançar um desempenho ao nível de um ser humano em todas as tarefas cognitivas, de forma a conseguir enganar uma pessoa que o estivesse a interrogar.
  • 169. HISTÓRIA DA I.A. O TESTE DE TURING O teste consistia em submeter um operador, fechado em uma sala,a descobrir se quem respondia suas perguntas, introduzidas através doteclado, era um outro homem ou uma máquina. O computador passaria oteste se a pessoa não conseguisse identificar se estava a falar com umcomputador ou não.
  • 170. HISTÓRIA DA I.A. Principalmente nos anos 50 e 60, era comum a idéia de que num futuro próximo (por volta do ano 2000) existiriam robôs com formas antropomórficas, capazes de servirem como empregados para os serviço pesados, rotineiros ou aborrecidos, como limpar a casa. O desenho dos Jetsons, e os livros de ficção científica de Isaac Asimov fornecem bons exemplos.
  • 171. HISTÓRIA DA I.A. Com a evolução das idéias, cientistas e pensadores foram se convencendo de que iniciar a produção de outro ser segundo a forma humana não era uma boa idéia, bem como também o raciocínio estritamente lógico e simbólico era insuficiente para lidar com os problemas da vida cotidiana. Criaram-se programas que jogavam Xadrez, uma faculdade intelectual de alto nível, ou que resolviam Teoremas matemáticos, outra habilidade considerada bastante "inteligente", e que só não alcançaram prestígio maior devido a um pequeno problema: eram específicos demais. Eram capazes de resolver somente a tarefa para o qual haviam sido criados, não exibindo capacidade de adaptação ou inovação de soluções para os problemas.
  • 172. HISTÓRIA DA I.A. Rodney Brooks (M.I.T.) criou um tipo de arquitetura de controle robótico chamado de Arquitetura de Assunção, na qual o comportamento de uma criatura cibernética é originado de camadas de controle, cada camada responsável pelo processamento de um tipo de informação oriunda dos sensores, e na qual entradas e saídas de uma camada podem ser inibidas por aquelas da camada "inferior", ou aquela que processa os dados de mais baixo nível (como controle dos motores, p. ex.) A fim de por em prática esse raciocínio, partiu então de um pressuposto bastante racional: "Tomemos os insetos como modelo. Embora tendo um sistema nervosomuito simples, os insetos povoam cada canto do nosso planeta, exibindo umacapacidade de adaptação impressionante. Resistiram até mesmo à grandeextinção em massa há 65 milhões de anos que extinguiu os dinossauros.Moldemos robôs na forma de insetos, não de humanos".
  • 173. HISTÓRIA DA I.A. Depois de alguns robôs construídos segundo aarquitetura de assunção, mas que se locomoviam sobrerodas, surgiu Gêngis, o primeiro robô móvelautônomo, com 6 pernas. Medindo cerca de 30cm decomprimento, seu sistema de controle era distribuído,pois em cada perna havia um processador quecoordenava o seu movimento em função do estado dasoutras pernas. Com sensores infravermelho no lugarde olhos, ele seguia um ser humano, ajustando suavelocidade à velocidade da pessoa seguida.
  • 174. HISTÓRIA DA I.A. Empolgados com o sucesso de Gêngis, a equipe do Laboratório de Robótica Móvel do MIT continuou as pesquisas e criou Átila (figura ao lado), irmão mais novo de Gêngis, e mais moderno. Átila possuía mais de 120 sensores, distribuídos por todo o corpo, capazes de transformar em pulsos elétricos informações como inclinação, temperatura, o estado do solo em que cada pata se apoiava, se era macio, qual era sua cor...enfim, capazes de captar ricamente informações do ambiente ao redor.
  • 175. A EVOLUÇÃO DA I.A. A GESTAÇÃO (1943 - 1956 )• 1943 : Primeiro trabalho - Modelo artificial de neurônios (Warren McCulloch e Walter Pitts)• 1949 : Algoritmo para modificar os pesos das ligações entre os neurônios (Donald Hebb)• Início dos anos 50 : Programas de xadrez para computador (Claude Shannon 1950 e Alan Turing 1953)• 1951: Primeira rede neuronal em computador (Marvin Minsky e Dean Edmonds)
  • 176. A EVOLUÇÃO DA I.A.• 1956 : Conferência Dartmouth (10 participantes) Logic Theorist (LT) - programa que era capaz de provar teoremas. (Allen Newell e Herbert Simon).• 1952 - 1969 : Período de muito entusiasmo e grandesexpectativas (muitos avanços com sucesso) General Problem Solver (GSP). Imitava o homem na forma como resolvia os problemas. Dentro das classes de puzzles limitados que resolvia, chegou-se à conclusão que a forma em como dividia um objetivo em subobjetivos e possíveis ações era similar à forma em como o homem o fazia (Newell e Simon).
  • 177. A EVOLUÇÃO DA I.A.• 1952 - 1969 : Período de muito entusiasmo IBM produz alguns dos primeiros programas de AI, entre os quais, em 1959 o Geometry Theorem Prover. Arthur Samuel desenvolveu um programa capaz de jogar damas ao nível de um jogador de torneio. O programa jogava melhor do que o seu autor.
  • 178. A EVOLUÇÃO DA I.A.• 1952 - 1969 : Período de muito entusiasmo• 1958 : John McCarthy no Lab Memo No.1 do MIT define a linguagem de programação Lisp (List Processing) que se transformou na linguagem dominante da IA. O Lisp é a segunda linguagem de programação mais antiga ainda em uso. A linguagem Fortran é um ano mais antiga.
  • 179. A EVOLUÇÃO DA I.A.• 1952 - 1969 : Período de muito entusiasmo• Em 1958 McCarty publicou um artigo intitulado “Programs with common sense”, onde descrevia um programa hipotético designado por “Advice taker” (tomada de decisão), o qual pode ser visto como o primeiro sistema completo da IA. Este artigo não perdeu a sua relevância ao fim de mais de 40 anos.
  • 180. A EVOLUÇÃO DA I.A.• 1966 - 1974 : Uma dose de realidade• Década de 70 : Sistemas com uma base de conhecimento (knowledge base systems) • Ao contrário dos métodos fracos (usam pouca informação acerca do domínio do problema e mecanismos gerais de procura) os sistemas que dispõem de uma base de conhecimento podem resolver problemas mais complexos. • DENDRAL - Análise de compostos orgânicos para determinar a sua estrutura molecular.
  • 181. A EVOLUÇÃO DA I.A.•Década de 70 : Sistemas com uma base de conhecimento (knowledge base systems)– MYCIN – Sistema pericial (expert system) capaz de diagnosticar infeções no sangue (dispunha de mais de 450 regras). Este sistema tinha um desempenho tão bom como o de alguns médicos especialistas e melhor do que o de médicos ainda com pouca experiência.– 1972 : LINGUAGEM PROLOG (programação em lógica).
  • 182. A EVOLUÇÃO DA I.A.• Década de 80 : IA transforma-se numa industria • 1982 : Surge o primeiro sistema pericial a ser comercializado, o R1. O programa ajudava a configurar encomendas de computadores. Em 1986 estimou-se que a Digital tinha poupado cerca de 40 milhões de dólares graças ao R1. • 1986 : Retorno das redes neurais artificiais.
  • 183. A EVOLUÇÃO DA I.A.• 1991 : Sistemas de IA utilizados com sucesso na guerra do Golfo.• 1991 : Um sistema pericial analisa um caso médico, chega a um diagnóstico e é capaz de explicar porque chegou a esse diagnóstico, expondo os fatores que mais o influenciaram.• 1993 : Sistema capaz de conduzir um carro numa auto- estrada a cerca de 90 Km/h. O sistema usa câmaras de vídeo, radar e lasers, para se aperceber do que o rodeia.
  • 184. A EVOLUÇÃO DA I.A.• 1993 : Um sistema detecta colisões na rua, chamando automaticamente o 112.• 1994 : Um sistema de reserva de viagens é capaz de entender frases como “quero ir de Boston para São Francisco”. O sistema percebe mal uma em cada 10 palavras, mas é capaz de recuperar, porque compreende a forma em como as frases são compostas.• 1997 : O “Deep Blue” vence Kasparov.• 2000 : Começam a surgir brinquedos inteligentes.• 2001 : Computador comunica ao nível de uma criança com 15 meses.
  • 185. APLICAÇÕES DA I.A.
  • 186. APLICAÇÕES DA I.A.• MATEMÁTICA: Demonstração de teoremas, resolução simbólica de equações, geometria, etc.• PESQUISA OPERACIONAL: Otimização e busca HEURÍSTICA em geral que constituem-se como regras baseadas na experiência e no planejamento substituindo as anteriores baseadas na procura algorítmica que chega às soluções corretas depois de ter combinado o problema com todas as soluções possíveis. 229
  • 187. APLICAÇÕES DA I.A.• JOGOS: Xadrez, damas, etc.• PROCESSAMENTO DE LINGUAGEM NATURAL: Tradução automática, verificadores ortográficos e sintáticos, etc. 230
  • 188. APLICAÇÕES DA I.A.• SISTEMAS TUTORES: Modelagem do aluno, escolha de estratégias pedagógicas, etc.• PERCEPÇÃO: Visão, tato, audição, olfato, paladar...• ROBÓTICA (SOFTWARE E HARDWARE): Manipulação, navegação, monitoramento, etc. 231
  • 189. APLICAÇÕES DA I.A.• SISTEMAS ESPECIALISTAS: Atividades que exigem conhecimento especializado e não formalizado –TAREFAS: Diagnóstico, previsão, monitoramento, análise, planejamento, projeto, etc. –ÁREAS: Medicina, finanças, engenharia, química, indústria, arquitetura, arte, computação,... 232
  • 190. APLICAÇÕES DA I.A.• COMPUTAÇÃO: – Engenharia de software – Programação automática – Interfaces adaptativas – Bancos de dados dedutivos e ativos – Mineração de dados – Sistemas distribuídos, etc. 233
  • 191. REDES NEURAIS e a ROBÓTICA AUTÔNOMA C2 C3 C1 C4 C0 C5 M1 M2 C7 C6 ROBÔ MÓVEL KHEPERA - características Controle sensorial-motor Comportamentos reativos - Evitar obstáculos - Seguir muros
  • 192. AMBIENTE PARA INTERFACE DE CONTROLE (SOFTWARE)
  • 193. REDES NEURAIS e a ROBÓTICA AUTÔNOMA 90° 45° 45° INSS - Evitar Obstáculos (Aprendizado Incremental)
  • 194. REDES NEURAIS e a ROBÓTICA AUTÔNOMA INSS - Seguir um Muro (Aprendizado Incremental)
  • 195. PROCESSAMENTO DE IMAGENS
  • 196. Aplicações em Processamento de Imagens•Processamento de Imagens: * Reconhecimento e Classificação de Padrões: - Impressões Digitais / Identificação da íris do olho - Assinaturas e textos manuscritos - Reconhecimento de caracteres em textos digitalizados (OCR) - Reconhecimento de expressões faciais e gestos - Identificação e controle de acesso com “senha visual” - Reconhecimento de objetos em uma cena - Reconstrução de modelos geométricos a partir de imagens digitais - Controle de Qualidade Automático (produto bom/ruim)
  • 197. Aplicações em Processamento de Imagens* Tratamento de Imagens: - Destacar, corrigir, apagar ou melhorar elementos de uma imagem - Focalizar melhor uma imagem, suavizar os contrastes de uma imagem - Transformar as cores dos elementos que compõem a imagem - Identificar bordas e contornos, linhas horizontais, linhas verticiais, etc
  • 198. Processamento de Imagens Neural (a) Imagem Original (b) Imagem Tratada - ConvencionalTransformação de (c) Imagem Tratada Cores Neural sem vizinhança (d) Imagem Tratada Neural com vizinhança (a) (b) (c) (d)
  • 199. Processamento de Imagens Neural DETECÇÃO DE CONTORNOS (a) (b) (c)Original Filtro Convencional Filtro Neural
  • 200. Processamento de Imagens Neural Focalizar uma Imagem (a) (b) (c)Desfocada Focalizada Convencional Focalizada Neural
  • 201. Processamento de Imagens Neural Ferramenta NeuronColor
  • 202. Processamento de Imagens NeuralReconhecimento e Classificação de Imagens Texto Original Texto Digitalizado OCR Optical Character Recognition
  • 203. INTELIGÊNCIA NATURAL × I.A.
  • 204. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 58Nascido há 100 anos, em 23 de junho de 1912, Alan Turing tinha 41 anos quando cometeu suicídio. Incompreendido e perseguido em sua época, ele é hoje reconhecido como um dos maiores gênios da humanidade.A respeito deste “GÊNIO DA HUMANIDADE”, pode-se dizer que:1 - As contribuições de Turing podem ser resumidas ao campo de estudo dos códigos, que compreendem desde os algoritmos de computadores até o código genético. As facilidades em comunicação e gerenciamento de dados no século 21 devem muito a esse matemático inglês.2 - Em 1936, Turing definiu o conceito de uma máquina de números computáveis que constituiria a base da ciência da computação contemporânea. Naquele tempo não havia qualquer tipo de aparelho programável ou que realizasse cálculos mais complexos, apenas calculadoras simples.3 - Em 1936, com apenas 24 anos de idade, Turing definiu o conceito-base da ciência da computação. A chamada "máquina universal de Turing" era apenas uma teoria matemática, mas descrevia o funcionamento de um computador moderno.4 - Durante a Segunda Guerra Mundial, ele desenvolveu máquinas que quebraram o código usado pelos alemães para transmitir mensagens criptografadas para as tropas nazistas. Isso conferiu aos ingleses e americanos uma vantagem sobre o Eixo.5 - Em 1952 Turing foi preso acusado de manter relações sexuais com um jovem de 19 anos. Homossexualismo era considerado crime no Reino Unido desde 1885. O escritor Oscar Wilde havia sido condenado a dois anos de prisão por violar a mesma lei. Turing, contudo, foi sentenciado a receber injeções de estrogênio (uma forma de castração química). Ele se matou dois anos depoisESTÃO CORRETAS AS FRASES:a) Somente 1,2,3,4b) Somente 2,3,4,5c) Somente 1,3,4,5d) Somente 1,3,4,5e) Somente 1,2,3,4,5
  • 205. DICA 59: OS CONFLITOS ENTRE ÁRABES E JUDEUS
  • 206. O povo Judeu é originário do Oriente Médio, onde selocalizam os lugares sagrados de sua religião.No início da era cristã, quando parte dessa regiãoestava sob o domínio dos romanos, foram expulsosda Palestina e se dispersaram por vários países(DIÁSPORA) atingindo a Europa. Após longaocupação romana, no séc.VII a Palestina foi ocupadapor árabes, que ficaram conhecidos como Palestinospor habitarem esse território.Desde o Império Romano até 1948 os judeus nãotinham um Estado, e moravam em quase todos ospaíses da Europa, África e América.
  • 207. São de origem árabe. Ocuparam a região da Palestina posterior à Diáspara. Professam o Islamismo. O islamita (a palavra que dizer “submetida a um Deus”) acredita em Alá, oúnico deus. Alá pedia aos homens que rezassem cinco vezes por dia voltados para a cidade sagrada de Meca (Arábia Saudita). As verdades dessa religião foram escritas num livro chamado Corão, como a Bíblia cristã ou a Torá hebraica.
  • 208. Desprovidos de pátria durante 20 séculos, os judeus viramcrescer no século XIX o movimento sionista, que lutava paraconstituir um Estado Judeu.Fatores que contribuíram para o movimento sionista:- Nacionalismo europeu- Queda do Império Britânico – pós 1ª Guerra.- “Apoio” britânico através da Declaração de Balfour.(1917) O governo de sua majestade encara favoravelmente o estabelecimento na Palestina de um Lar Nacional para o povo Judeu e enviará os melhores esforços para facilitar a realização desse objetivo ficando claramente entendido que não se fará nada possa prejudicar os direitos civis e religiosos das comunidades não judaicas da Palestina e os direitos e a condição política desfrutadas pelos Judeus em quaisquer outros países.
  • 209. Aumento da Imigração Israelita, dirigida a partirde 1929 pela Agência Judaica (Instituição quecoletava os recursos necessários para financiar aviagem e a instalação dos colonos judeus).Graças aos capitais dos judeus espalhados pelomundo, a Palestina, até então pobre, assistiu a umdesenvolvimento agrícola extraordinário.Em 1931, os Judeus já eram 174 mil, contra 780 milÁrabes.
  • 210. O Nazismo – cerca de 6 milhões de judeus forammortos.Com a ascensão do nazismo na Alemanha, na décadade 30, intensificou-se a saída dos judeus da Europa.
  • 211. Em 1947, a ONU dividiuo Território, então sob omandato britânico, em 2Estados: Israel ePalestina. O primeiro,para abrigar o povojudeu emêxodo(aproximadamente600 mil pessoas, naépoca); o outro, para osárabes (cerca de 1,2milhões de habitantes).
  • 212. Guerra de Independência de Israel (1948-1949)Cinco países árabes contra os Judeus: • Egito • Síria • Líbano • Iraque • Transjordânia (atual Jordânia)
  • 213. Religião: um elemento cultural de unificação ediscórdia.O Oriente Médio é berço de três grandes religiões: ISLAMISMO, JUDAISMO, CRISTIANISMO
  • 214. Muro das lamentações – lugar sagrado para osJudeus
  • 215. Mesquita – lugar sagrado para os muçulmanos Mesquita de Omar
  • 216. Igreja em Jerusalém
  • 217. Em 1964 foi criada a OLP(Organização paraLibertação da Palestina), com a finalidade de lutarpela criação de um Estado Palestino, que abrangeriatoda a região. Em 1969 Yasser Arafat, assume a presidência da Organização
  • 218. Em 1993, palestinos e israelenses iniciaram umprocesso de paz que previa retirada gradual deIsrael dos territórios em troca dereconhecimento palestino do Estado judeu. Israelpassou a se retirar paulatinamente dos centrosurbanos palestinos.Mas Israel seguiu expandindo suas colônias emGaza e Cisjordânia, enquanto palestinos seguiramcometendo atentados.
  • 219. Maioria dosisraelenses apóiacercaA maioria dos israelensesapóia a cerca que o governoestá construindo com oobjetivo anunciado de evitar aentrada em Israel de suicidaspalestinos vindos daCisjordânia, de acordo comuma pesquisa divulgada ontem.Publicada no diário israelense“Yediot Aharonot”, a pesquisa,com margem de erro de 4,5pontos percentuais para maisou para menos, indica que 69%dos israelenses apóiam oprojeto. Foram entrevistadas590 pessoas para a pesquisa,que também mostra que o apoioao primeiro-ministro de Israel,Ariel Sharon, caiu de 59% para51%.
  • 220. Bloqueios tolhem vida palestinaEntre cada palestino e uma necessidade há umbloqueio. Desde o início da intifada, em setembrode 2000, Israel parece ter se tornado um lugaronde só conseguem entrar os terroristas. Para aesmagadora maioria da população que não pensaem martírio e bombas, mas em comida etrabalho, os postos de controle são umtorniquete a estorvar o cotidiano. instabilidade, uma em cada 10Há que se ter os documentos em ordem – não crianças com menos de 5 anosuma ordem muito lógica, mais uma que segue sofre de subnutrição aguda,humor estável dos guardas de fronteira-, um colocando Gaza ao lado darosto que não levante suspeitas e principalmente Nigéria e do Chade. No anopaciência para aguentar horas a fio sob o sol. 2000, a proporção era de uma para 40. Uma pesquisa conduzidaQuase tudo que os palestinos precisam está em pelo Birô Palestino deIsrael. Dos mantimentos que não são produzidos Estatísticas mostra que em 65%nas hortas caseiras aos empregos que trazem dos 5.228 lares pesquisadospreciosos shekels. Estima-se que hoje que mais durante abril, maio e junho haviade 70% dos palestinos estejam desempregados. dificuldade em encontrarDados da Agência de Desenvolvimento alimento – 85% puseram a culpaInternacional do governo dos Estados Unidos nos bloqueios israelenses quemostram que hoje, depois de dois anos de apelidam de “nosso Muro de Berlim”.
  • 221. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 591) “Os Estados Árabes se consideram em estado de guerra com Israel e, desde 1948, não cessam de proclamar sua vontade de lançar os israelitas no mar e de riscar seu Estado do mapa do Oriente próximo (...).”FRIEDMANN, Georges. Fim do povo judeu? São Paulo: Perspectiva, 1969, p. 243.Iniciado em 1848, o conflito palestino-israelense constituiu, no Oriente Médio, o que se convencionou chamar de Questão Palestina, que está longe de ser resolvida, ainda hoje, e pode ser relacionada àa) exigência, pelos países do Oriente Médio, de cumprimento do Plano da ONU de Partição da Palestina, que criava o Estado Palestino no final da Segunda Guerra Mundial.b) incapacidade dos países vencedores da Segunda Guerra de garantir a paz no Ocidente nos anos posteriores ao conflito, provocando uma fuga em massa de judeus para a Palestina.c) construção de um padrão de instabilidade nas relações internacionais pelo recém-criado Estado de Israel, que contava com o apoio dos Estados Unidos, da União Soviética e da ONU.d) recusa árabe à partilha da Palestina, imposta pela ONU, que submeteu a maior parte do território ao controle do recém-criado Estado de Israel, sem que se respeitasse a soberania dos povos desta região.e) extinção oficial do mandato britânico sobre a Palestina, no final da Segunda Guerra, com reconhecimento imediato pelos países vencedores da independência de todos os países do Oriente Médio.•
  • 222. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 592) “Em pleno seculo XXI, as religioes continuam tendo grande influência no contexto social e cultural de diversos países e em amplas regiões do planeta. O poder da fé é de tal magnitude que é capaz de influir em aspectos políticos, sociais e econômicos de nações cujas autoridades, leis ou fronteiras são fortemente delimitadas por questões religiosas. Além disso, variados conflitos no mundo nos últimos tempos têm sua origem em divergências religiosas. (...) Jerusalém é a cidade sagrada de três grandes religiões (...). Os três credos têm em Jerusalém marcos básicos de sua doutrina e de sua historia.”(In.: Atlas Geográfico Mundial ― para conhecer melhor o mundo em que vivemos ― vol.01Mundo. Barcelona: Editorial Sol 90, 2005.)O texto acima apresenta Jerusalém como a cidade sagrada de três religiões. São elas:a) judaísmo, hinduísmo e islamismob) judaísmo, cristianismo e islamismoc) judaísmo, budismo e islamismod) judaísmo, confucionismo e islamismoe) judaísmo, xintoísmo e islamismo
  • 223. DICA 60: BÓSON DE HIGGS : CIENTISTAS ENCONTRAM A ‘PARTÍCULA DE DEUS”
  • 224. Conclusões • Física das partículas é uma área da fronteira do conhecimento com problemas reais esperando soluções.• É uma das áreas mais ativas da física com uma média de 20 artigos científicos sendo submetidos a publicacão diariamente. • O mais excitante:• o LHC sondará energias aonde o modelo padrão viola unitariedade. Logo, seja lá qual for o resultado, teremos física nova nos próximos anos. • É esperar pra ver.
  • 225. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 60No dia 04 de julho deste ano novos rumos foram dados à ciência moderna. Esse avanço foi permitido devido à confirmação da existência de uma partícula que possivelmente pode ser o Bóson de Higgs, dando sentido ao estudo de milhares de cientistas que doam suas vidas para tentar explicar e entender como o maquinário fundamental do universo se comporta e funciona.A respeito do tema, pode-se dizer que:1 - O Modelo Padrão, atualmente, é a melhor explicação do mundo subatômico, ou seja, no mundo de nível inferior ao átomo. O Modelo Padrão permite ferramentas teóricas para o desenvolvimento de tecnologias. A cura do câncer, por exemplo, é submetida, em última análise, ao bom funcionamento de um modelo que descreve o comportamento da natureza no mais fundamental dos níveis.2 - O Bóson de Higgs é uma partícula proposta há, aproximadamente, 50 anos, e mesmo depois de tanto tempo, os físicos não possuem nenhuma evidência da existência dela. O Higgs é imprescindível, pois a existência dele provaria a teoria de um campo invisível que permeia o universo. Sem este campo invisível, nada poderia existir. Os cientistas não estimavam detectar o campo, e sim apenas uma deformação do mesmo, chamada Bóson de Higgs.3 - O Modelo Padrão foi desenvolvido inicialmente em 1960. Quatro anos após, Higgs supôs a existência de um campo, e com ele as partículas interagiriam. Essa proposta de interação confere massa às partículas. As partículas que não interagem com o campo, não possuem massa, e viajarão sempre na velocidade da luz, sendo assim não existirá qualquer forma de vida.4 - A confirmação da existência do Bóson de Higgs é o mais relevante resultado dos últimos 30 anos no campo de Física de Partículas, entretanto o Modelo Padrão é a melhor explicação sobre o mundo subatômico e corresponde apenas a 4% do universo visível, há ainda 96% para se desvendar.ESTÃO CORRETAS AS FRASES:a) Somente 1,2,3,4b) Somente 2,3,4c) Somente 1,3,4d) Somente 1,2,4e) Somente 2,4