Your SlideShare is downloading. ×
0
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Estrutura Das Palavras1

1,851

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,851
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
40
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Estrutura das palavras Profª. Ângela Maria dos Santos
  • 2. Morfemas São as unidades mínimas de caráter significativo, capazes de arti- cularem para constituir a palavra. Repare em algumas dessas unidades mórficas destacáveis: noiv - a ris - o trabalh - ar noiv – inh – a ris – onh - o trabalh - ador noiv - ado ris - ada trabalh - adeira
  • 3. Estrutura das palavras Os elementos mórficos (morfemas) da estrutura das palavras são: radical , desinência , afixos , vogal temática, tema Radical É o elemento principal da palavra, a base de seu significado. Noivado  radical noiv- risonha  radical ris- trabalhar  radical trabalh- Os radicais são elementos comuns às palavras da mesma família etimológica (da mesma origem).
  • 4. Palavras cognatas Chamam-se cognatas as palavras que conservam o mesmo radical. olh -o sacud - ir olh - ado sacud -ida olh - eiro sacud - idona ca - olh - o sacud - idela Cuidado com os falsos cognatas - palavras semelhantes em sua forma gráfica, mas que diferem quanto ao significado.
  • 5. Desinência É o elemento que se acrescenta ao radical para indicar flexão . A de- sinência pode ser: nominal (gênero e número) ou verbal (modo- temporal - quando indica o modo e o tempo dos verbos e número- pessoal quando indica a pessoa e o número). cas a s radical desinência nominal de gênero desinência nominal de número
  • 6. fô sse mos radical desinência modo-temporal desinência número-pessoal
  • 7. Afixos São os elementos significativos secundários, juntados ao radical para formar palavras novas. Quando o afixo vem antes do radical, chama-se prefixo , e quando vem depois, sufixo. res - pingo sobre - viver prefixo prefixo feliz - mente charut - aria sufixo sufixo
  • 8. Vogal temática e Tema Vogal temática é a vogal que sucede o radical dos verbos ou dos nomes. Em verbos, indica a conjugação, a que eles pertencem. - a – que indica a 1ª conjugação: junt a mos - e – que indica a 2ª conjugação: bat e ndo - i – que indica a 3ª conjugação: sent i a Tema é o radical acrescido da vogal temática, isto é, pronto para receber as desinências. Ex.: beb + e = bebe (tema)
  • 9. Vogal e consoante de ligação É a vogal ou a consoante cuja função é unicamente ligar dois morfemas. Trata-se de elementos sem significação própria que apenas facilitam a pronúncia das palavras. Ex.: cha l eira gas ô metro café t eira
  • 10. Bibliografia <ul><li>Cunha, Celso. </li></ul><ul><li>Nova gramática do português contemporâneo / Celso Cunha e Luis F Lindle Cintra. </li></ul><ul><li>Rio de Janeiro: Nova Fronteira. </li></ul><ul><li>Sacconi, Luiz Antônio </li></ul><ul><li>Nossa Gramática: Teoria e Prática – NGTP/Luiz Antônio Sacconi. – 18. ed. reform. e atual. – </li></ul><ul><li>São Paulo: Atual, 1994. </li></ul><ul><li>Cipro Neto, Pasquale Gramática da Língua Portuguesa / Pasquale e Ulisses. – São Paulo: Scipione, 1998. </li></ul>

×