Crase
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Crase

on

  • 7,669 views

 

Statistics

Views

Total Views
7,669
Slideshare-icon Views on SlideShare
7,033
Embed Views
636

Actions

Likes
3
Downloads
219
Comments
2

13 Embeds 636

http://www.curiosidadesdalngua.blogspot.com.br 434
http://curiosidadesdalngua.blogspot.com.br 116
http://professorangela.blogspot.com.br 31
http://professorangela.blogspot.com 18
http://curiosidadesdalngua.blogspot.com 13
http://leisequestoes.blogspot.com 5
http://www.slideshare.net 5
http://www.curiosidadesdalngua.blogspot.ru 5
http://www.professorangela.blogspot.com 3
http://curiosidadesdalngua.blogspot.pt 3
http://leisequestoes.blogspot.com.br 1
http://webcache.googleusercontent.com 1
http://www.curiosidadesdalngua.blogspot.com 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

12 of 2

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Crase Crase Presentation Transcript

    • CRASE
      • A palavra crase (do grego krásis = mistura, fusão) designa a contração da preposição a exigida pela regência do verbo ou do nome (substantivo, adjetivo ou advérbio) com:
      • a) o artigo feminino a(s);
      • b) o pronome demonstrativo a(as);
      • c) os pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s), aquilo;
      • d) os pronomes relativos a qual, as quais.
    • 1º caso Antes de palavra feminina: Preposição a + artigo definido a(s)
      • Doei um livro à menina.
      • (Preposição a exigida pelo verbo doar + artigo definido a que acompanha o substantivo menina.) Doei o livro ao menino.
      • O comparecimento às palestras é importante.
      • (Preposição a exigida pelo substantivo comparecimento + artigo definido as .)
      • O comparecimento aos seminários é importante.
    • 2º caso Preposição a + pronome demonstrativo a(s)
      • Doei um livro à que mais estuda.
      • (Preposição a exigida pelo verbo doar + pronome demonstrativo a )
      • Doei um livro ao que mais estuda
      • Obs.: O pronome demonstrativo a equivale ao pronome demonstrativo aquela .
      • Não compare minhas poesias às de Drummond.
      • Não compare meus versos aos de Drummond.
    • 3º caso Preposição a + pronomes demonstrativos aquele(s), aquela( s), aquilo.
      • Doarei o livro àquela menina.
      • (Preposição a exigida pelo verbo doar + pronome demonstrativo aquela .)
      • Enviei àquele aluno um livro interessantíssimo.
      • (Preposição a exigida pelo verbo enviar, enviar a alguém + pronome demonstrativo aquele .)
    • 4º caso Preposição a + pronomes relativos a qual , as quais.
      • Aqui mora a aluna à qual dedico grande afeto.
      • (Aqui mora o aluno ao qual dedico grande afeto.)
      • Estas são as alunas às quais me referi.
      • (Estes são os alunos aos quais me referi.)
    • 5º caso Locuções adverbiais formadas por à(s) + palavras femininas
      • às avessas,às claras, às escuras, às escondidas, à força, às favas, à tona, à escuta, à deriva, à francesa, à paisana, à esquerda, à direita, à tarde, à noite, às vezes, à toa, à vontade etc.
      • Prefiro sair das festas à francesa .
      • Com palavras masculinas o a não é acentuado: a prazo, a pé, a lápis.
    • 6º caso Locuções prepositivas formadas por à(s) + palavras femininas
      • À beira de, à procura de, à custa de, à espera de, à imagem de, à maneira de, à vista de, à semelhança de, à sombra de, à frente de, à moda de etc.
      • Estou à beira de um ataque de nervos.
      • Os alunos estavam à procura de contos interessantes.
    • Às vezes as locuções prepositivas à maneira de, à moda de ficam subentendidas
      • Ele vestia-se à Clodovil.
      • (Ele vestia-se à moda de Clodovil.)
      • Carlos escreve à Machado de Assis.
      • (Carlos escreve à maneira de Machado de Assis).
      • Preparei para o jantar bifes à milanesa.
      • (Preparei para o jantar bifes à moda milanesa)
    • 7º caso Locuções conjuntivas proporcionais
      • À medida que
      • À medida que lia bons poemas, desenvolvia sua sensibilidade.
      • À proporção que
      • À proporção que ele se dedicava aos estudos, obtinha melhores resultados nas avaliações.
    • 8º caso à(s) + ... hora(s)
      • Sairemos à uma hora e ele, às duas.
      • O eclipse ocorreu à zero hora.
      • Chegaremos às vinte e duas horas.
      • O trem parte às quatorze horas e trinta minutos.
      • O espetáculo começou à meia-noite e meia.
      • O encontro de jovens será das duas às cinco horas da tarde.
    • 9º caso Topônimos (nomes de lugares) que admitem artigo “a”
      • Todos iremos à Bahia.
      • (Ir a + a Bahia)
      • Voltamos da Bahia. (voltar de + a Bahia)
      • Viajaremos à China.
      • (Viajaremos a + a China) – Viajaremos para a China.
    • Não ocorre com topônimos que não admitem artigo
      • Iremos a Brasília. (Viemos de Brasília.)
      • Fomos a Roma. (Regressamos de Roma.)
      • Dirigiram-se a Fortaleza.
      • (Permanecemos em Fortaleza.)
      • Vou a Copacabana. (Ficarei em Copacabana)
    • Ocorre quando os topônimos vierem seguidos de uma expressão especificativa.
      • Iremos à Brasília de Niemeyer .
      • Fomos à Roma dos Césares.
      • Dirigi-me à Fortaleza de José de Alencar .
      • Dedico meus versos à Copacabana dos bons tempos.
    • 10º caso - à + casa quando a palavra casa estiver determinada.
      • O engenheiro foi à casa da Sônia .
      • O príncipe pertencia à casa de Bragança .
      • Vou à casa de Alberto para almoçar.
      • Não ocorre diante da palavra casa no sentido de lar, domicílio, quando não estiver determinada.
      • Eu vou a casa trocar de roupa.
      • “ Chegavam a casa quase sempre à tardinha.”
      • Vou a casa almoçar.
    • 11º caso à + terra
      • No sentido de território.
      • A expedição dirigiu-se à terra dos bárbaros.
      • No sentido de terra natal.
      • Lia voltou à terra para rever os parentes.
      • No sentido de planeta.
      • Retornou à Terra a nave espacial.
    • 12º caso Numerais ordinais
      • Da primeira à vigésima página.
      • Ele estudou aqui da quinta à oitava série.
      • (Ele estudou aqui de quinta a oitava série)
      • O curso ocorrerá da terça à sexta-feira.
      • (O curso ocorrerá de terça a sexta-feira.)
    • 13º caso Quanto a + ...
      • Quanto a + nome feminino
      • Estudaremos verbos difíceis quanto à flexão.
      • Quanto a + pron. demonstrativo a(s), aquele(s), aquela(s), aquilo.
      • Quanto àquele aluno, não tenho nada a declarar.
      • Quanto àquilo , nada pude fazer.
    • 14º caso Locução à distância quando estiver determinada
      • Achava-me à distância de alguns metros.
      • O barco ancorou à distância de cem metros.
      • Quando indeterminada, não se acentua o “a”.
      • Ficou a distância, observando o ensaio.
      • Seguira-nos a distância.
      • O trem passava a pouca distância da casa.
    • CASOS FACULTATIVOS A crase é facultativa:
      • diante de nomes próprios femininos.
      • diante de pronomes possessivos femininos.
      • na locução prepositiva até a.
    • Facultativa diante de nomes próprios femininos.
      • O rapaz dirigiu-se à Suzana.
      • O rapaz dirigiu-se a Suzana.
      • Entreguei o livro à Mariana.
      • Entreguei o livro a Mariana.
      • O professor fez alusão à Clarice Lispector.
      • O professor fez alusão a Clarice Lispector.
    • Facultativa diante de pronomes possessivos femininos.
      • O filho informou à sua mãe a data da formatura.
      • O filho informou a sua mãe a data de formatura.
      • Iremos juntos à nossa escola.
      • Iremos juntos a nossa escola.
    • Facultativa na locução prepositiva até a .
      • O motorista foi até à garagem.
      • O motorista foi até a garagem.
      • Acompanhe-me até à porta.
      • Acompanhe-me até a porta.
      • Fomos até à França.
      • Fomos até a França.
    • Não ocorre crase
      • antes de substantivos masculinos;
      • antes de verbos;
      • entre substantivos repetidos;
      • antes de palavras femininas no plural, com sentido genérico, não precedidas de artigo;
      • antes do artigo indefinido uma;
      • antes de pronomes que não admitem artigo “a” (pessoais, de tratamento, indefinidos, demonstrativos, relativos.)
    • Não ocorre crase antes de substantivos masculinos.
      • Entreguei a encomenda a João.
      • Somos felizes graças a Deus.
      • O comerciante só vendia a prazo.
      • Não assisto a filme de guerra.
      • Isso cheira a vinho.
      • Admirei os quadros a óleo.
      • Escreveu um bilhetinho a lápis.
    • Não ocorre crase antes de verbos.
      • A multidão voltou a protestar.
      • Seu Inácio voltou a rezar.
      • Estamos dispostas a trabalhar.
      • Quando me dispunha a sair, começou a chover.
      • Puseram-se a discutir em voz alta.
    • Não ocorre crase entre substantivos repetidos.
      • Tomou o remédio gota a gota.
      • Os inimigos ficaram frente a frente.
      • Josué foi de cidade a cidade.
      • As alunas entraram uma a uma na sala.
      • Dia a dia a cidade foi crescendo.
      • Os pastos estendiam-se de ponta a ponta da fazenda.
    • Não ocorre crase antes de palavras femininas no plural, com sentido genérico, não precedidas de artigo
      • Devemos favores a pessoas amigas.
      • Referia-se a crianças carentes.
      • Ivo não vai a festas nem a reuniões.
      • Não dê atenção a pessoas suspeitas.
    • Não ocorre crase antes do artigo indefinido “uma”.
      • Contei o caso a uma mulher supersticiosa.
      • Não entregues teu trabalho a uma pessoa qualquer.
      • Prestaremos homenagens a uma grande escritora.
    • Não ocorre crase antes de pronomes que não admitem artigo “a”
      • Pronomes pessoais
      • Ofereci ajuda a elas .
      • Recorrem a mim , quando precisam.
      • Pronomes de tratamento
      • Não me referi a Vossa Excelência .
      • Pediram perdão a você ?
      • Exceções: senhora e senhorita
      • Peço à senhora que tenha paciência.
    • Não ocorre crase antes de pronomes que não admitem artigo “a”
      • Pronomes indefinidos
      • Nunca deste auxílio a ninguém .
      • Escrevi a algumas colegas.
      • Referi-me a várias colegas.
      • Exceções: outra, outras.
      • Entregou o livro à outra colega.
    • Não ocorre crase antes de pronomes que não admitem artigo “a”
      • Pronomes demonstrativos - este(s), esta(s), esse(s), essa(s), isto, isso.
      • Diariamente, chegam turistas a esta cidade.
      • Quem chegou a essa conclusão?
      • Não dês importância a isto .
      • Exceções: aquele(s), aquela(a), aquilo
    • Não ocorre crase antes de pronomes que não admitem artigo “a”
      • Pronomes relativos
      • Esta é a vida a que aspiramos.
      • Ali havia uma árvore, a cuja sombra descansamos.
      • Esta é a aluna a quem me referi.
      • Exceções: a qual, as quais
      • Esta é a escola à qual nos referimos