Your SlideShare is downloading. ×
Slide De InclusãO Digital..
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Slide De InclusãO Digital..

6,137
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
6,137
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
111
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. INCLUSÃO DIGITAL PROFESSOR: ARISTÓTELES DA SILVA OLIVEIRA
  • 2. INCLUSÃO DIGITAL Aristóteles da Silva Oliveira INCLUSÃO DIGITAL
  • 3. INTRODUÇÃO • A utilização continuada dessas tecnologias requer preparo diário para saber lidar com as mesmas, para resolver problemas, do mais simples ao mais complexo no cotidiano educacional. • O desafio colocado a cada cidadão, é a capacitação tecnológica. • Realizar um processo abrangente e eficaz de inclusão é fundamental para transformar a sociedade em que vivemos, num ambiente mais justo e igualitário. • O papel da escola. • A sociedade contemporânea passou por profundas transformações o que exige novas formas de tratar o conhecimento.
  • 4. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES NECESSÁRIAS AO PROFESSOR PARA UTILIZAR AS TIC
  • 5. “ALFABETIZAÇÃO DIGITAL”
  • 6. A escola, nesse contexto, surge como mediadora e intermediadora entre essas transformações e o preparo dos alunos para assimilá- las e transformá-la em benefício do bem comum.
  • 7. A escola deve integrar as TIC(TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO) para melhorar a qualidade de ensino-aprendizagem, reconhecimento que elas trazem inovações metodológicas que despertam maior interesse dos alunos em aprender.
  • 8. O professor na sociedade do conhecimento necessita organizar melhor as informações, orientar os alunos sobre como, onde e para que colher informações.
  • 9. COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS PARA OS PROFESSORES: • COMPETÊNCIA TECNOLÓGICA. • COMPETÊCIAS SOCIAIS E DE COMUNICAÇÃO. • COMPETÊNCIAS TEÓRICAS. • COMPETÊNCIAS PSICOPEDAGÓGICAS.
  • 10. A INCLUSÃO SÓCIO-TECNOLÓGICA DE PROFESSORES IA NA IA DE MÍD MÍD RSO URSO DE DO CU URMA DO C TURMA T UFAL UFAL 3ª OFERTA DO CURSO DE MÍDIAS/E-PROINFO AL
  • 11. Na sociedade da informação e do conhecimento a informação passa a ser o bem de valor mais importante, então isso pode acarretar a exclusão tecnológica ou digital para aqueles que não têm acesso as informações que as TIC proporcionar.
  • 12. A escola pública é o ambiente ideal para começar um projeto eficiente de inclusão digital.
  • 13. Para Aranha (1996),o importante é que os novos recursos como o computador,a televisão,o cinema,o vídeo,não sejam usados apenas como instrumentos,mas se tornem capazes de desencadear transformações estruturais na velha escola.
  • 14. Vejamos alguns recursos tecnológicos:
  • 15. Segundo Romero (2005) para que os professores estejam preparados para trabalhar com as TIC é necessário que a formação do professor contemple:
  • 16. • A familiarização com as TIC. • Possibilidade de utilização das TIC para ensinar. • Selecionar programas educativos que sejam significativos para aprendizagem.
  • 17. INCLUSÃO TECNOLÓGICA/DIGITAL DE PROFESSORES LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA POLO UFAL TURMA DE PEDAGOGIA UFAL AULA DE MÍDIA TV e DVD INDÚSTRIA DO CONHECIMENTO
  • 18. AS FACILIDADES DE COMUNICAÇÃO, DE TROCA DE INFORMAÇÕES, DE PESQUISAS TORNAM AS TIC FERRAMENTAS INDISPENSÁVEIS AO PROCESSO ENSINO- APRENDIZAGEM.
  • 19. As políticas públicas de inserção tecnológica devem ser analisadas porque são importantes e necessárias na orientação das atitudes pedagógicas dos professores,frente as TIC.
  • 20. As ações de inclusão digital promovem a inserção de grupos sociais considerados marginalizados,como: • Jovens com deficiência visual; • Comunidades indígenas; • Pacientes de hospitais psiquiátricos; • Presidiários.
  • 21. CONCLUINDO • A inclusão digital fundamenta-se nas mudanças no trabalho,na economia e na sociedade nestes últimos tempos; • A escola sozinha não conseguirá realizar processo amplo e sistemático de inclusão digital; • As TIC precisam estar a serviço do homem auxiliando em suas atividades diárias para criar laços de proximidade cultural e técnica,corrigir distorções econômicas e nunca para aprofundar as desigualdades sociais.
  • 22. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA In:MERCADO,Luís.(org.).Experiência com tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.Maceió: Edufal ,2006
  • 23. VISITA DOS ALUNOS À INDÚSTRIA DO CONHECIMENTO DO S TRIA SES I INDÚ ENTO CIM C ONHE
  • 24. INDÚSTRIA DO CONHECIMENTO
  • 25. LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DA ESCOLA BENÍCIO BARBOSA
  • 26. AULA EXPOSITIVA ATRAVÉS DE MÍDIA TV
  • 27. AULA DE CONTOS INFANTIS ATRAVÉS DE MÍDIA TV
  • 28. TRABALHOS CONFECCIONADOS APÓS A AULA COM MÍDIA TV
  • 29. Grupo de trabalho • ALINE MARIA • ALZENI ALVES • EDVALDA PEREIRA • JANAINA MARTINS • PAULO BASILIANO
  • 30. Fotos ALINE MARIA

×