• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
7ano correção da atividade 31 e 32.
 

7ano correção da atividade 31 e 32.

on

  • 421 views

 

Statistics

Views

Total Views
421
Views on SlideShare
299
Embed Views
122

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

3 Embeds 122

http://joaopauloprogeo.blogspot.com.br 118
http://joaopauloprogeo.blogspot.com 3
http://www.joaopauloprogeo.blogspot.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    7ano correção da atividade 31 e 32. 7ano correção da atividade 31 e 32. Document Transcript

    • Correção da Atividade 31 01. B-B-B-A-A-B. 02. A exploração do ouro deu origem a cidades nas zonas de produção, provocou o crescimento urbano nos portos de escoamento, desenvolveu a agricultura e a pecuária em outras áreas, para abastecer as minas e as cidades. 03. No início, havia algumas missões jesuíticas na região dos Pampas, onde se praticava a criação do gado. A região não dava lucro para Portugal, porque não era rica em ouro e prata e as condições climáticas não favoreciam o plantio de produtos tropicais. No século XVIII, a Coroa portuguesa começou a doar terras para atrair imigrantes europeus. Os primeiros a chegar foram os portugueses dos Açores, que se estabeleceram na ilha de Santa Catarina e fundaram a atual Florianópolis, em 1673, e Porto dos Casais (atual Porto Alegre), em 1740. 04. As baixas densidades demográficas são explicadas pelos seguintes fatores: escassez de ouro e pedras preciosas, a perda da colônia de Sacramento (hoje Uruguai) e a opção pela pecuária, que ocupa pouca mão de obra. A partir de 1960, com a construção de Brasília e a abertura das rodovias de integração, começou o crescimento econômico e populacional. 05. A cafeicultura possibilitou a expansão territorial, o povoamento do interior (sudeste e norte do Paraná), introduziu o trabalho livre e imigrante (europeu) e também absorveu o migrante do Nordeste; possibilitou o acúmulo de capitais e ferrovias para o escoamento da população. É importante destacar o surgimento de cidades nas áreas cafeeiras e nos eixos ferroviários. 06. B-D-A-C-E. 07. Os imigrantes que povoaram o Sul se organizavam em grupos no seu país de origem. Vinham com a família. Recebiam uma pequena propriedade, onde havia uma divisão de trabalho, e a mão de obra era familiar, porque não dispunham de dinheiro para comprar escravos. Correção da atividade 32. 01. a) Em 1830, no Vale do Paraíba; b) 1870 c) Norte do Paraná d) Império (1822/1889) e República (1889 até os dias atuais). 02. Aspectos ecológico e político-social. No aspecto ecológico, a derrubada das matas e as queimadas provocaram mudanças no ecossistema. No aspecto político-social, ocorreram a posse de terra e a consolidação da aristocracia do café.
    • 03. A imigração; consolidar as relações assalariadas de trabalho, substituindo as escravistas; implantar um sistema ferroviário; possibilitar o desenvolvimento comercial; criar capital para o desenvolvimento industrial; estimular o crescimento urbano e a formação de uma classe média urbana. A principal consequência do seu trajeto, principalmente no estado de São Paulo, foi o desmatamento da Mata Atlântica. 04. C-B-A-C-A-A-C. 05. a)escrava. b) imigrante; colonato; parceria. 06. Os personagens das fazendas pioneiras eram: grileiros, imigrantes italianos, japoneses e migrantes nordestinos. Nas novas frentes pioneiras, os grileiros e os posseiros são os que mais se destacam.