RECEPTORESRECEPTORES
Professor
Elder Latosinski
São Borja, 2011
Conceito de receptorConceito de receptor: é um dispositivo que
converte energia elétrica em outras formas
de energia, não ...
Exemplos de ReceptoresExemplos de Receptores
Representação de um ReceptorRepresentação de um Receptor
i
+
-r 'ε
Força Contra-EletromotrizForça Contra-Eletromotriz
Força contra-eletromotriz (Força contra-eletromotriz (εε’’)): a definiç...
GráficoGráfico xx
ABV i
'ε
ABV
i
irVAB .+= ε
Circuitos de malha únicaCircuitos de malha única
No circuito abaixo, o qual se trata de um circuito de
MALHA ÚNICA, vamos ...
Lei de PouilletLei de Pouillet
Ou seja: iR)(∑=ε
Quando há vários geradores e vários resistores a Lei
de Pouillet é a segui...
Lei de Pouillet (generalizada)Lei de Pouillet (generalizada)
Ao generalizar a Lei de Pouillet, vamos agora
considerar circ...
A corrente elétrica ii, estabelecida em um circuito é
dada por:
Equação do circuitoEquação do circuito
R
i
ε∑
=
Onde é a s...
Equação do circuitoEquação do circuito
Ω=Ω=Ω=
Ω==Ω==
3;20;60
1';6';1;18
321 RRR
rVrV εε
a) Determine o sentido da corrente...
b) Determine a intensidade da corrente que está
sendo fornecida pela f.e.m.
Equação do circuitoEquação do circuito
Esta co...
c) Determine a corrente que passa em cada um dos
elementos do circuito.
Equação do circuitoEquação do circuito
É óbvio que...
Equação do circuitoEquação do circuito
d) Determine as voltagens VAF
e VDE
existentes nos
pólos de cada gerador.
VV
irV
AF...
Equação do circuitoEquação do circuito
e) Suponha que os pontos A e
B tenham sido ligados por um
fio de resistência despre...
Ai
R
i
4,2
5
12
=
=
∑
=
ε
Com base nesse dados:
Equação do circuitoEquação do circuito
Ex2Ex2: No circuito da Figura, determine as leituras do
amperímetro e do voltímetro. Suponha que eles são
ideais, isto é, ...
A resistência é dada por:
AplicaçõesAplicações
Ω=
+++=
+++=
25
5,05,11211
'21
R
R
rrRRR
Assim:
Ai
R
i 16,0
25
4
=⇒=
∑
=
ε
A leitura do voltímetro é a ddp entre os pontos A e
B, assim teremos:
AplicaçõesAplicações
VV
V
irRV
AB
AB
AB
426
16,0).5,...
Lei dos nós
Leis de KirchhoffLeis de Kirchhoff
i2
i1
i3
i4
∑ ∑= saemchegam ii
Lei dos malhas
Leis de KirchhoffLeis de Kirchhoff
E 1 E 2
E 3
E 4
R 1
R 2
R 3
i
∑ =++ 0)( resistoresreceptoresgeradores UU...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Equipamentos elétricos e telecomunicações - 5 Receptores

1,503
-1

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,503
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
67
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Equipamentos elétricos e telecomunicações - 5 Receptores

  1. 1. RECEPTORESRECEPTORES Professor Elder Latosinski São Borja, 2011
  2. 2. Conceito de receptorConceito de receptor: é um dispositivo que converte energia elétrica em outras formas de energia, não exclusivamente térmica. ExEx:: Motor elétrico (converte em. elétrica em mecânica)
  3. 3. Exemplos de ReceptoresExemplos de Receptores
  4. 4. Representação de um ReceptorRepresentação de um Receptor i + -r 'ε
  5. 5. Força Contra-EletromotrizForça Contra-Eletromotriz Força contra-eletromotriz (Força contra-eletromotriz (εε’’)): a definição da f.c.e.m.f.c.e.m. é a mesma usa para a definição anterior, porém ττ representa a quantidade de energia retirada da carga ΔqΔq que atravessou o aparelho. Equação do receptorEquação do receptor irVAB .+= ε
  6. 6. GráficoGráfico xx ABV i 'ε ABV i irVAB .+= ε
  7. 7. Circuitos de malha únicaCircuitos de malha única No circuito abaixo, o qual se trata de um circuito de MALHA ÚNICA, vamos deduzir a Lei de Pouillet, para isso sabemos que a tensão fornecida nos terminais do gerador é igual à tensão fornecida ao resistor R. Tensão nos terminais do gerador Tensão nos terminais do resistor irU .−= ε iRU .= Igualando as expressões temos: irR Riir )( . += =− ε ε
  8. 8. Lei de PouilletLei de Pouillet Ou seja: iR)(∑=ε Quando há vários geradores e vários resistores a Lei de Pouillet é a seguinte: iR)(∑=∑ε Para o caso de um gerador alimentando um circuito constituído de uma associação mista temos: irReq )( +=ε
  9. 9. Lei de Pouillet (generalizada)Lei de Pouillet (generalizada) Ao generalizar a Lei de Pouillet, vamos agora considerar circuitos contendo geradores e receptores. Trabalharemos somente com circuitos de malha única, logo o princípio da conservação da energia nos fornece: iR)(' ∑+∑=∑ εε Segundo essa expressão, a soma das tensões fornecidas pelos geradores, é igual à soma das tensões consumidas pelos receptores e pelos resistores.
  10. 10. A corrente elétrica ii, estabelecida em um circuito é dada por: Equação do circuitoEquação do circuito R i ε∑ = Onde é a soma algébrica das forças eletromotrizes e contra- eletromotrizes (sinal negativo), e R é a resistência equivalente total do circuito. ε∑ Consideremos o seguinte exemplo: Ex1:Ex1: No circuito ao lado, considere os seguintes valores:
  11. 11. Equação do circuitoEquação do circuito Ω=Ω=Ω= Ω==Ω== 3;20;60 1';6';1;18 321 RRR rVrV εε a) Determine o sentido da corrente no circuito. Como a f.e.m. é maior que a f.c.e.m., o sentido da corrente deve ser determinado pela f.e.m., ou seja, deve estar saindo do pólo positivo da bateria conforme figura.
  12. 12. b) Determine a intensidade da corrente que está sendo fornecida pela f.e.m. Equação do circuitoEquação do circuito Esta corrente é dada por: Assim temos: R i ε∑ = V12618' =−=−=∑ εεε Ω= = += 15 460 20 1 60 11 12 12 12 R R R Ω=⇒+++= +++= 2011315 '312 RR rrRRR Ai R i 6,0 20 12 =⇒= ∑ = ε logo
  13. 13. c) Determine a corrente que passa em cada um dos elementos do circuito. Equação do circuitoEquação do circuito É óbvio que a corrente que passa por R3 e pelas baterias é i =0,6A. Temos que descobrir a corrente que passa por R1 e R2 , para isso temos de descobrir o valor de VBC VViRV BCBC 96,0.15.12 =⇒== Portanto os resistores 1 e 2 estão submetidos a uma voltagem de 9V, logo: Ai R V i Ai R V i BC BC 45,0 20 9 15,0 60 9 2 2 2 1 1 1 =⇒== =⇒==
  14. 14. Equação do circuitoEquação do circuito d) Determine as voltagens VAF e VDE existentes nos pólos de cada gerador. VV irV AF AF 4,17 6,0.118. = −=−= ε VV irV DE DE 6,6 6,0.16'.' = +=+= ε
  15. 15. Equação do circuitoEquação do circuito e) Suponha que os pontos A e B tenham sido ligados por um fio de resistência desprezível R4 . Determine nesse caso a intensidade da corrente que seria estabelecida no circuito. R i ε∑ = V12618' =−=−=∑ εεε Ω=⇒+++= +++= 51130 '34 RR rrRRR R4
  16. 16. Ai R i 4,2 5 12 = = ∑ = ε Com base nesse dados: Equação do circuitoEquação do circuito
  17. 17. Ex2Ex2: No circuito da Figura, determine as leituras do amperímetro e do voltímetro. Suponha que eles são ideais, isto é, não interferem no circuito. AplicaçõesAplicações R i ε∑ = A corrente no amperímetro é dada por: V426 ' =−=∑ −=∑ ε εεε
  18. 18. A resistência é dada por: AplicaçõesAplicações Ω= +++= +++= 25 5,05,11211 '21 R R rrRRR Assim: Ai R i 16,0 25 4 =⇒= ∑ = ε
  19. 19. A leitura do voltímetro é a ddp entre os pontos A e B, assim teremos: AplicaçõesAplicações VV V irRV AB AB AB 426 16,0).5,111(6 ).( 1 =−= +−= +−= ε VV V irRV AB AB AB 422 16,0).5,012(2 ).'(' 2 =+= ++= ++= ε ou
  20. 20. Lei dos nós Leis de KirchhoffLeis de Kirchhoff i2 i1 i3 i4 ∑ ∑= saemchegam ii
  21. 21. Lei dos malhas Leis de KirchhoffLeis de Kirchhoff E 1 E 2 E 3 E 4 R 1 R 2 R 3 i ∑ =++ 0)( resistoresreceptoresgeradores UUU VOLTAR
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×