I Seminário Sobre As Drogas

33,967 views

Published on

I Seminário da Monte Cristo sobre as Drogas

Published in: Education
8 Comments
9 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
33,967
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
350
Actions
Shares
0
Downloads
1,038
Comments
8
Likes
9
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

I Seminário Sobre As Drogas

  1. 1. I SEMINÁRIO SOBRE AS DROGAS <ul><li>SABER E INFORMAÇÃO A SERVIÇO DA DECISÃO </li></ul>
  2. 2. <ul><li>11 de dezembro de 2008 </li></ul><ul><li>EMEF Vila Monte Cristo </li></ul><ul><li>Participantes: 3° ano do 3° ciclo e professores </li></ul>
  3. 3. Conheça os efeitos de algumas drogas: <ul><li>No corpo e na cabeça de quem usa </li></ul><ul><li>Na família de quem usa </li></ul><ul><li>Na sociedade em geral </li></ul>
  4. 4. Álcool
  5. 5. Álcool
  6. 6. Álcool <ul><li>O principal agente do álcool é o etanol (álcool etílico). </li></ul><ul><li>Apesar de o álcool possuir grande aceitação social e seu consumo ser estimulado pela sociedade, este é uma droga psicotrópica que atua no sistema nervoso central, podendo causar dependência e mudança no comportamento. </li></ul><ul><li>Quando consumido em excesso, o álcool é visto como um problema de saúde, pois é ligado a acidentes de trânsito, violência e alcoolismo . Os efeitos do álcool são percebidos em dois períodos, um que estimula e outro que deprime. </li></ul><ul><li>Os efeitos agudos do consumo do álcool são sentidos em órgãos como o fígado, coração, vasos e estômago. </li></ul>
  7. 8. Álcool
  8. 9. Álcool
  9. 10. Cigarros
  10. 11. O “garoto propaganda” de uma marca de cigarros...
  11. 14. Alguns dos problemas gerados pelo vício do cigarro (e assemelhados) : Morte; Envelhecimento precoce; Enfizema e câncer de pulmão; Acidentes; Graves problemas cardíacos; Impotência sexual, entre outros.
  12. 15. Crack <ul><li>Devido à sua ação sobre o sistema nervoso central, o crack gera aceleração dos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, dilatação das pupilas, suor intenso, tremores, excitação, maior aptidão física e mental. Os efeitos psicológicos são euforia, sensação de poder e aumento da auto-estima. A dependência se constitui em pouco tempo no organismo. </li></ul>
  13. 16. Cocaína <ul><li>A cocaína é originária da planta Erythroxylon coca, nativa da Bolívia e do Peru. </li></ul><ul><li>Efeitos de euforia e prazer que a cocaína proporciona sensações de poder. Esses efeitos duram pouco tempo, onde a pessoa entra em contato com a realidade e experimenta depressão e ansiedade por utilizá-la novamente. </li></ul>
  14. 17. Cocaína <ul><li>A cocaína estimula e vicia. Ocasiona muitos problemas de saúde, como por exemplo: a aceleração do envelhecimento e danos cerebrais, alteração do ritmo cardíaco e pressão sanguínea dilatação da pupila, calafrios, náuseas e vômitos, perda de peso e apetite são alguns dos efeitos biológicos da cocaína. </li></ul>
  15. 18. Merla <ul><li>Durante o uso da merla, o usuário pode ter convulsões e perda de consciência. As convulsões podem levar o usuário a ter uma parada respiratória, coma, parada cardíaca e a morte. Ao passar o efeito da merla, o usuário sente medo, depressão e paranóia de perseguição que em alguns casos leva o usuário ao suicídio. </li></ul><ul><li>o usuário perde seus dentes pois na merla existe um composto misturado chamado ácido de bateria que começa a furar os dentes até que a perda total aconteça. </li></ul>
  16. 19. Heroína <ul><li>A heroína é uma substância depressora do Sistema Nervoso Central sendo capaz de alterar as sensações de prazer e dor . </li></ul><ul><li>Usuários relatam uma sensação de intenso prazer, bem-estar e euforia após o uso da heroína, assim como diminuição de sensações como dor, fome, tosse e desejo sexual. A respiração, pressão arterial e freqüência cardíaca ficam aumentadas à medida que a dose aumenta, fazendo com que o usuário se sinta aquecido, pesado e sonolento. </li></ul><ul><li>Altas doses podem causar náuseas, vômitos e intenso prurido (coceira). </li></ul>
  17. 20. Heroína <ul><li>Os usuários de heroína injetável correm mais riscos de contraírem HIV, Hepatite B e Hepatite C ao compartilharem seringas ou agulhas. Além disso, o uso crônico da heroína pode provocar colapso dos vasos sangüíneos, infecção bacteriana das válvulas do coração, abscessos, doenças do fígado e rins, pneumonias e tuberculose. </li></ul><ul><li>O dependente de heroína também pode ter problemas sociais e familiares. Ele torna-se apático, desanimado, perdendo o interesse por sua vida profissional e familiar. A necessidade de doses crescentes da droga pode levar o indivíduo a ter problemas financeiros resultando em mais problemas sociais. </li></ul>
  18. 21. Maconha <ul><li>Em 1735, o botânico Carl Lineu nomeou a Maconha como Cannabis sativa . A mesma foi chamada de Cannabis indica , pelo biólogo francês, Jean Baptiste Lamarck. </li></ul><ul><li>A THC (delta-9-tetrahidrocanabinol) que serve de filtro solar para a planta . </li></ul><ul><li>O cérebro produz uma substância com efeitos parecidos com os do THC, em doses bem menores. </li></ul>
  19. 22. Maconha <ul><li>Os efeitos físicos mais freqüentes são avermelhamento dos olhos, ressecamento da boca e taquicardia . </li></ul><ul><li>O uso afeta o pulmão,que devido à contínua exposição com a fumaça tóxica da droga, o sistema respiratório do usuário começa a apresentar problemas como bronquite e perda da capacidade respiratória , inclusive a desenvolver o câncer de pulmão. </li></ul><ul><li>O consumo da maconha também diminui a produção de testosterona que é um hormônio masculino responsável, entre outras coisas, pela produção de espermatozóides. Portanto, com a diminuição da quantidade de testosterona, o homem que consome continuamente maconha apresenta uma capacidade reprodutiva menor. </li></ul>
  20. 23. Maconha <ul><li>Os efeitos psíquicos são os mais variados.As sensações mais comuns são bem-estar inicial, relaxamento, calma e vontade de rir. Pode-se sentir angústia, desespero, pânico e letargia. Ocorre ainda uma perda da noção do tempo e espaço além de um prejuízo na memória e latente falta de atenção. </li></ul><ul><li>Em longo prazo o consumo de maconha pode reduzir a capacidade de aprendizado e memorização, além de passar a apresentar uma falta de motivação para desempenhar as tarefas mais simples do cotidiano. </li></ul>
  21. 24. Dopagem <ul><li>A dopagem ou dopagem bioquímica é a utilização ilícita de substâncias, independente da quantidade ingerida, que melhoram de alguma forma o rendimento físico de atletas, sendo esses pessoas ou animais. São consideradas substâncias dopantes: betabloqueadores, diuréticos, estimulantes, injeção de sangue, narcóticos e esteróides anabolizantes. </li></ul>
  22. 26. Remédios para emagrecer
  23. 27. Ecstasy
  24. 28. EFEITOS VISÍVEIS
  25. 31. Christiane F. <ul><li>1982, Christiane “limpa”. 2008, volta às drogas. </li></ul>
  26. 32. <ul><li>Na seqüência: Christiane, Detlef, Stella, Christiane, Kessi, Stella, Babsi e Stella </li></ul>
  27. 34. Bibliografia <ul><li>http://www.brasilescola.com/drogas </li></ul><ul><li>www.google.com.br – imagens </li></ul><ul><li>www.antidrogas.com.br </li></ul>

×