Resumo grécia antiga

106,953 views
107,062 views

Published on

Resumo sobre a Grécia Antica:
- conceito
- jogos olímpicos
- Períodos da história grega

Published in: Education
10 Comments
52 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
106,953
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
15
Actions
Shares
0
Downloads
2,347
Comments
10
Likes
52
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Resumo grécia antiga

  1. 1. História Antiga GRÉCIA ANTIGA
  2. 2. Quem foram os gregos? A civilização criada pelos gregos (ou helenos, como elesmesmos se chamam até hoje) se desenvolveu entre 2000 a.C. e146 a.C. no sudeste da Europa — mais precisamente, napenínsula Balcânica e ilhas vizinhas.
  3. 3. Localização Geográfica e características da região: De um modo geral, o relevo das penínsulas e ilhas é montanhoso, entremeado de pequenas e férteis planícies isoladas umas das outras Na Antigüidade, as montanhas eram recobertas de florestas e o litoral, muito recortado, favoreceu a navegação e as comunicações através do mar. Por outro lado, as características do relevo continental estimularam o isolamento e a autonomia das cidades gregas
  4. 4. ATENÇÃO!!! Nunca houve um Estado grego unificado! O que chamamos de Grécia antiga não foi nada além de um conjunto de póleis, isto é, cidades independentes e muitas vezes rivais. O que os integrava eram alguns elementos culturais comuns: língua (embora existissem diferentes dialetos) e religião. Os jogos olímpicos (ou pan helênicos), constitui um exemplo de unidade cultural. Os helenos chamavam de bárbaros os povos que não tinham sua cultura e não falavam sua língua.
  5. 5. As Olimpíadas... Apesar de associarmos os jogos olímpicos com os esportes, os jogos da Grécia antiga eram principalmente um festival religioso para honrar a Zeus. As lendas contam que os jogos foram fundados por Hércules, que plantou uma oliveira de onde foram feitas as guirlandas dos vencedores. As primeiras olimpíadas foram realizadas em 776a.C. com apenas uma modalidade – a corrida de 200 metros chamada de Stadion, o que nos deixou a palavra ‘estádio’. Os jogos eram realizados a cada quatro anos, com o período de tempo entre os dois encontros conhecido como uma Olimpíada.
  6. 6.  Os jogos eram levados tão a sério pelos gregos que uma trégua era declarada, e estritamente respeitada, durante cada Olimpíada. Inclusive durante as Guerras do Peloponeso, os inimigos se misturavam e competiam lado a lado durante o evento. A trégua foi quebrada apenas uma vez por Esparta, que como castigo foi excluída dos jogos de 420 a.C..
  7. 7. Períodos da história grega: Micênico ou Pré-homérico (1650 a 1150 a.C.) Homérico (1150 a 800 a.C.) Arcaico (800 a 500 a.C.) Clássico (500 a 338 a.C.) Helenístico (338 a 146 a.C.)
  8. 8. Principais póleis: Atenas, Esparta e Corinto
  9. 9. Períodos da história grega: Micênico ou Pré-homérico Migração e assentamento de povos, como aqueus (vindos do norte da península Balcânica), fundadores da cidade de Micenas. Construção de palácios, templos e fortalezas. Eólios e Jônios também se fixam na região. Conhecimento e uso da escrita para os registros.
  10. 10. Período Homérico Dórios se fixam a região e impõe um violento domínio. Ocorre a 1ª Diáspora Grega. Destruição do mundo micênico. Desaparecimento do uso da escrita. Formação de novas comunidades. Surgimento da pólis. Devido ao aumento populacional ocorre a 2ª Diáspora Grega.
  11. 11. Homero foi um ilustre poeta da época, responsável pela escrita da Ilíada e da Odisséia, importantes obras que fazem uma narrativa de acontecimentos marcantes da história grega. A Ilíada narra a Guerra de Tróia e a Odisséia, as aventuras do herói Ulisses. Portanto, o período denominado pré homérico, refere-se à época que antecedeu as obras de Homero. Grande parte que se conhece sobre o período homérico é devido às contribuições desse autor.
  12. 12. As invasões de aqueus, jônios, eólios e dórios
  13. 13. Período Arcaico as comunidades tribais começaram a crescer como as primeiras Cidades-estado, nas quais Corinto e Esparta já se destacavam com importância. O comércio cresceu, trazendo aos gregos contatos com os fenícios, cujo alfabeto eles adotaram. Realização dos primeiros jogos olímpicos. A aristocracia (nobres e ricos) substituiu o poder monárquico (rei) pelo oligárquico (governo de poucos e para poucos).
  14. 14. Período Arcaico Ocorre o desenvolvimento das cidades-estado (pólis). Existiram mais de 100 pelo território grego. As cidades portuárias intensificam as atividades comerciais e com isso desenvolveram-se bastante, acentuando-se as diferenças sociais: os pequenos agricultores acabavam cheios de dívidas e só conseguiam pagá-las entregando suas terras aos aristocratas, que iam concentrando cada vez mais terras e poder. Quando nem as terras serviam como pagamento, os pequenos agricultores eram escravizados.
  15. 15. Período Clássico Consolidação da pólis. Apogeu de cidades como Atenas (onde se desenvolveu a democracia) e de Esparta (que desenvolveu um governo oligárquico) Guerras Médicas (Greco persas): os persas queriam dominar e colonizar as regiões gregas.
  16. 16. Período Clássico Em meio à guerra, formou-se a Confederação/Liga de Delos, uma liga para angariar soldados e fundos para proteger a Grécia das invasões. Atenas, que era a líder da confederação utilizou parte dos recursos para se fortalecer e embelezar. Furiosas com Atenas e lideradas por Esparta, as cidades-estados iniciam a Guerra do Peloponeso, da qual Esparta sai vitoriosa. Mas toda a Grécia se fragiliza e vira um alvo fácil para os Macedônios.
  17. 17. Período Helenístico Crise da pólis grega. Invasão e domínio da Grécia pelos macedônios. Época de difusão da cultura grega pelo oriente e sua fusão com outras culturas, a partir do governo de Alexandre, o Grande. Essa fusão trouxe avanços em diversas áreas do saber: matemática, física, geometria, etc.
  18. 18. Liga de DelosA Liga de Delos (também conhecida por Liga Marítima Ateniense) foiuma liga marítima organizada por Atenas durante as Guerras Médicas. Esparta e suas aliadas do Peloponeso no primeiro momento entraramna liga.A Liga de Delos tinha como principal objetivo a defesa das cidadesgregas de um ataque persa. Cada cidade contribuia com homens e,principalmente, com dinheiro.Péricles de Atenas usou o dinheiro da liga para embelezar a sua cidade(o Partenon foi construído nessa época) e transformá-la num grandeimpério marítimo e comercial.Atenas não deixou que as cidades-estado saissem da liga, e transformoua contribuição de dinheiro em impostos (séc. 4 a.C.).
  19. 19. Guerra do Peloponeso Quando os espartanos descobriram que o dinheiro da Confederação de Delos havia sido utilizado em benefício próprio dos atenienses, tem início uma guerra entre gregos. De um lado, as cidades que apoiavam Atenas e de outro, as cidades que apoiavam Esparta.
  20. 20. Consequências da Guerra do Peloponeso:Na visão do historiador grego Tucídides, a guerra do Peloponeso estendeu-se por longo tempo e, no seu curso a Hélade (Grécia), sofreu desastres como jamais houvera num lapso de tempo comparável. Nunca tanta gente foi exilada ou massacrada, quer no curso da própria guerra, quer em conseqüência de divergências civis.Sendo assim, podemos afirmar que a consequência direta dessa guerra foi o esfacelamento da Grécia e a sua conquista pela Macedônia, em 338 a.C
  21. 21. O grande legado cultural dos gregos:Língua e Poesia: nossa língua está cheia de palavras derivadas do grego. Com os gregos, aprendemos a expressar nossos sentimentos por meio da poesia.
  22. 22. Teatro: os gregos nos passaram o gosto pelo teatro com especial ênfase às questões ligadas aos sentimentos e sofrimentos da humanidade.
  23. 23. Ciências: os antigos gregos dedicavam grande parte de seu tempo na busca da compreensão dos fenômenos da natureza, pois acreditavam que o conhecimento tornaria as pessoas mais virtuosas, honestas, corajosas e bondosas.
  24. 24. Leis: as leis dos antigos gregos baseavam-se em um consenso popular, ou seja, estavam de acordo com a maioria.
  25. 25. Religião: mesmo sendo politeístas, os gregos imaginavam seus deuses à imagem e semelhança ao homem.
  26. 26. Espero que tenha gostado deste resumo, continue seus estudos lendo mais sobre o assunto eavaliando seus conhecimentos em nossa página de exercícios. Até a próxima!

×