Cap. 3 - População brasileira (7º ano)

9,288 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
9,288
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
241
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cap. 3 - População brasileira (7º ano)

  1. 1. A população brasileira Prof.º Acácio Martins
  2. 2. A formação da população brasileira• Antes da chegada dos portugueses: 2 a 5 milhões de indígenas organizados em tribos que se dividiam conforme a língua, os usos e os costumes;• Depois de 1500: Genocídio e etnocídio, no qual os portugueses promoveram a miscigenação;• Período do Açúcar: tráfico negreiro de dois grandes grupos africanos  cultura sudanesa e cultura banta;• 1550 a 1850: chegaram ao Brasil cerca de 4 milhões de negros africanos trazidos à força;
  3. 3. A formação da população brasileira• Intensa miscigenação: branco + negro + indígena;• Contribuição para a cultura: palavras, música, culinária e religião (sincretismo religioso);• População brasileira  mistura étnica básica: indígena, europeu e negro;• Séc. XX: chegada dos asiáticos (japoneses, chineses e coreanos).
  4. 4. Miscigenação• Mulato: branco + negro;• Caboclo (Caiçara, Mameluco, Caipira ou Capiau): índio + branco;• Cafuzo: índio + negro;• Ainocô: amarelo + outras etnias.
  5. 5. Crescimento natural da população brasileira• Medido através do censo (contagem da população realizada de dez em dez anos no Brasil);• 1500 a 1872: Período sem registros, apenas estimativas conseguidas através de relatos de viajantes e dos dados paroquiais;• 1872: Primeiro censo realizado no Brasil (9.930.478 habitantes);• Início do séc. XX: 17 milhões;
  6. 6. Crescimento natural da população brasileira• 2000: Quase 170 milhões;• Hoje: Quase 191 milhões (Quinto mais populoso do mundo).
  7. 7. Fatores que influenciaram no crescimento da população brasileiraSéc. XX• Essencialmente agrário, com maior parte da população vivendo no campo;• Dificuldades médico-hospitalares, escassez de remédios e falta de infraestrutura (Alta taxa de mortalidade);• As famílias no campo tendiam a ser numerosas para que os filhos ajudassem no trabalho (Alta taxa de natalidade, maior que a de mortalidade).
  8. 8. Fatores que influenciaram no crescimento da população brasileira1930• Industrialização  deslocamento da população do campo para a cidade.1950• Intensificaram-se as migrações campo-cidade para a Região Sudeste (concentração das indústrias) e para o Centro-Oeste (construção de Brasília);
  9. 9. Fatores que influenciaram no crescimento da população brasileira1950• Industrialização e urbanização  melhoria dos padrões de vida, já que a infraestrutura das cidades eram maiores e melhores do que no campo;• Mantiveram-se as taxas de natalidade e reduziram-se as taxas de mortalidade  Aumento da população e da expectativa de vida.
  10. 10. Fatores que influenciaram no crescimento da população brasileiraDe 1960 aos dias atuais• Redução da taxa de fertilidade (nº médio de filhos por mulher em seu período fértil)  6,3 filhos (1960), 2,9 filhos (2000) e 2 filhos (2008);• Mulher: mercado de trabalho (vida profissional), uso de métodos anticoncepcionais e altas despesas nas grandes cidades;• Melhora no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano)  avaliação da educação, saúde e renda;
  11. 11. Fatores que influenciaram no crescimento da população brasileiraDe 1960 aos dias atuais• Aumento da expectativa de vida (1960: 54 anos e 6 meses / 2008: 72 anos)  melhoria de acesso e de qualidade dos serviços de saúde, campanhas de vacinação, prevenção de doenças, avanços da Medicina e aumento da escolaridade e do acesso às informações;• Envelhecimento da população brasileira.
  12. 12. A taxa de mortalidade no Brasil• Apesar de ser alta, está diminuindo: 25 a cada mil nascidos;• 1990: 47 a cada mil nascidos.
  13. 13. A taxa de mortalidade no BrasilFatores para a diminuição:• Aumento do nº de residências com saneamento básico;• A melhoria da educação materna;• O acompanhamento médico durante a gravidez, e depois, aos recém-nascidos;• Melhoria da alimentação dos bebês.
  14. 14. A taxa de mortalidade no BrasilDiferenças entre as regiões:• Nordeste: 44 a cada mil nascidos;• Sudeste: 20 a cada mil nascidos;• Sul: 19 a cada mil nascidos.
  15. 15. A taxa de mortalidade no BrasilDiferenças entre as regiões:• Nordeste: 44 a cada mil nascidos;• Sudeste: 20 a cada mil nascidos;• Sul: 19 a cada mil nascidos.
  16. 16. Migração brasileira• Voluntária: quando se muda à procura de trabalho e melhores condições de vida;• Forçada: quando se abandona o local de origem por causa de guerras, perseguições ou por desastres ambientais.
  17. 17. Migração brasileira• 1800 a 1955: 5,3 milhões de imigrantes;• Séc. XIX: Italianos, alemães, espanhóis;• Séc. XX: japoneses, coreanos e chineses;• 1980: o Brasil se torna um país de emigrantes  brasileiros passaram a sair do país;• Principal destino: EUA.
  18. 18. Migração interna• Sécs. XVI e XVII: litoral brasileiro, principalmente no Nordeste (cana-de-açúcar);• Séc. XVIII: Minas Gerais (descoberta do ouro) e Maranhão (lavoura do algodão);• Séc. XIX: Amazônia (ciclo da borracha) e Sudeste (café);• Séc. XX: Marcha para o Oeste  o Governo incentiva o povoamento e ocupação da região Centro-Oeste;
  19. 19. Migração interna• 1940: do Nordeste para o Sudeste (industrialização);• 1980: Diminuição do fluxo migratório do Nordeste para o Sudeste (descentralização econômica) e migração de agricultores e pecuaristas do Sul e Sudeste para as regiões Centro-Oeste e Norte (última fronteira agrícola);• Hoje: Sudeste (principal área receptora), migração do Sudeste para o Nordeste e deslocamento de pessoas das capitais para as grandes e médias cidades do interior.
  20. 20. Distribuição da população brasileira• De forma irregular, no qual boa parte da população se concentra nas capitais e no litoral do território brasileiro.

×