uvb    Aula Nº 5 – Classificação ABCObjetivos da aula:Você já aprendeu a fazer previsões de demanda de um produto comcarac...
uvbrigorosos de dimensionamento e controle, devendo predominar a adoçãode estoques elevados.2. Montagem da Classificação A...
Com base nessa relação, o primeiro passo é calcularmos o valor do consumoanual de cada um dos materiais em estoque. Isso é...
uvbO passo seguinte é efetuarmos o cálculo do custo anual acumulado,somando os valores de todos os custos individuais, acu...
3. Análise para Classificação ABCAgora que já completamos a nossa tabela, é necessário adotarmos umatabela administrativa,...
O próximo passo é fazer o mesmo para a Classe B. No nosso caso, o númerode materiais permitido nessa classe varia de 20% d...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Aula05

471 views
420 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
471
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula05

  1. 1. uvb Aula Nº 5 – Classificação ABCObjetivos da aula:Você já aprendeu a fazer previsões de demanda de um produto comcaracterísticas sazonais.Agora que você compreende que é necessário prever a demanda parafazer o dimensionamento das quantidades necessárias ao suprimento desua empresa, vamos entender alguns conceitos importantes para controlaros estoques, começando com a Classificação ABC.1. Classificação ABCA gestão do estoque de materiais, em uma empresa onde existam milharesde itens em estoque, demandaria uma quantidade de pessoas e de tempomuito elevados, se fosse dada a mesma atenção de controle para todosos materiais, o que é inviável. Para se contornar esse problema, muitasempresas adotam a Classificação ABC.Esse sistema permite identificar aqueles itens que necessitam de atençãomaior em razão da representatividade de cada um em relação aosinvestimentos feitos em estoque.Na Classificação ABC, os itens são divididos em três classes:Classe A: pequeno número de itens responsáveis por alta participação novalor total dos estoques. Justificam procedimentos meticulosos no seudimensionamento e controle.Classe B: são itens intermediários entre as classes A e C. Os procedimentosde dimensionamento e controle não precisam ser tão meticulosos.Classe C: são itens de menor importância, que não justificam procedimentos
  2. 2. uvbrigorosos de dimensionamento e controle, devendo predominar a adoçãode estoques elevados.2. Montagem da Classificação ABCA Classificação ABC pode ser feita de diversas formas, mas a mais difundidae assimilada é a que considera o valor de custo da demanda anual de cadamaterial em estoque.Os elementos necessários para que a classificação possa ser feita são:1 – Relação de todos os materiais em estoque;2 – Preço unitário de aquisição de cada material;3 – Demanda ou consumo anual de cada material;4 – Montante do capital investido no exercício para a aquisição dessesmateriais.Com esses elementos, é possível calcular o valor do consumo anual, arelação de materiais em ordem decrescente de capital investido e a relaçãode valores acumulados de capital investido.Vamos supor que uma empresa, a título de exemplo, possua a seguinterelação de materiais em estoque:
  3. 3. Com base nessa relação, o primeiro passo é calcularmos o valor do consumoanual de cada um dos materiais em estoque. Isso é feito multiplicando opreço unitário de aquisição pelo consumo anual. Assim, temos:Material A: R$ 25,00 x 200 = R$ 5.000,00Material B: R$ 16,00 x 5.000 = R$ 80.000,00...Material I: R$ 70,00 x 10 = R$ 700,00Material J: R$ 5,00 x 60 = R$ 300,00Dessa forma, obtemos uma nova tabela, mais completa, como mostrada aseguir:Feito isso, agora é necessário ordenar, de maneira decrescente do valor deconsumo anual de cada um dos materiais em estoque, conforme indicadopelas setas.Assim, obtemos uma nova tabela, como mostrado a seguir:
  4. 4. uvbO passo seguinte é efetuarmos o cálculo do custo anual acumulado,somando os valores de todos os custos individuais, acumulando, linha alinha da tabela, obtendo-se o seguinte:Para podermos fazer a análise e a organização nas classes A, B ou C, énecessário calcularmos o percentual (%) sobre o custo anual acumuladodos itens, dividindo-se cada linha pelo valor acumulado na última linha,obtendo-se os seguintes valores:
  5. 5. 3. Análise para Classificação ABCAgora que já completamos a nossa tabela, é necessário adotarmos umatabela administrativa, com os percentuais de participação no total investidoe número máximo de materiais por classe. Para efeito desse exemplo,utilizaremos a tabela abaixo:Iniciamos a análise pelos itens Classe A. Como nosso exemplo possui 10itens em estoque, o número de materiais que podem participar variam de5% de 10 a 20% de 10, o que equivale a 0,5 a 2 materiais. Já que é impossívelclassificar 0,5 materiais, podemos dizer que podem ter 1 a 2 materiais naClasse A, desde que o valor % acumulado não ultrapasse os 70% estipuladosna tabela.Analisando a nossa tabela, podemos ver que os dois primeiros materiaisestão dentro dos limites máximos da Classe A (2 materiais e 70% doinvestimento total), fechando a análise para esta classe.
  6. 6. O próximo passo é fazer o mesmo para a Classe B. No nosso caso, o númerode materiais permitido nessa classe varia de 20% de 10 a 50% de 10, ou seja,de 2 a 5 materiais. O limite de investimento, usando a tabela administrativa,pode chegar a 30% além do investido na Classe A, ou seja:68,38% + 30,00% = 98,38%.Olhando na tabela, verificamos que, apesar de podermos colocar até 5materiais na Classe B, o 4º material já ultrapassa o limite de 98,38%. Osoutros materiais serão todos classificados na Classe C.SínteseEsta aula apresentou de que forma pode ser feita a classificação dos materiaisem estoque, de modo a facilitar o controle sobre eles, dando atenção maioraos itens mais importantes do ponto de vista do capital investido, por meioda Classificação ABC.Assim, mais uma vez, você deve ter percebido a importância de sedesenvolver a capacidade de análise e interpretação.Na próxima aula, vamos abordar outros conceitos necessários à administraçãode estoques, como Lote Econômico de Compras e Ponto de Pedido.ReferênciasDIAS, Marco Aurélio P. Administração de Materiais: uma abordagemlogística. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1993.NOVAES, Antonio Galvão N. ; ALVARENGA, Antonio Carlos. LogísticaAplicada: suprimentos e distribuição física. São Paulo: Pioneira, 1994.

×