SINTAXE – PARTE II PROF. JORGE HENRIQUE - 2007
PERÍODO SIMPLES E COMPOSTO <ul><li>PERÍODO  – Conjunto de uma ou mais orações que apresenta sentido geral autônomo em rela...
PERÍODO SIMPLES E COMPOSTO COMPOSTO  – Quando encerra mais de uma oração. <ul><ul><li>O período pode ser: </li></ul></ul>S...
CONSTRUINDO CONCEITOS <ul><li>As orações se caracterizam pelo  SENTIDO  e pela  FORMA : </li></ul>As orações ainda podem s...
ORAÇÕES DEPENDENTES OU SUBORDINADAS Desejo que  sejas  feliz. Objeto direto VTD O  aluno que  estuda Adj. adn. Subst. apre...
ORAÇÕES DEPENDENTES OU SUBORDINADAS Sairei quando ela  chegar . Adj. Adv. de tempo VI A oração será: PRINCIPAL –  quando e...
ORAÇÕES DEPENDENTES OU SUBORDINADAS É   seu  casamento . Subst. VL necessário É   que você se  case . VI VL necessário Ora...
ORAÇÕES DEPENDENTES OU SUBORDINADAS O  aluno  comportado Adj. Subst. é  elogiado VI Subst. Oração subordinada adjetiva Adj...
ORAÇÕES DEPENDENTES OU SUBORDINADAS Viajaremos   pela  manhã . Adv. VI Viajaremos assim que  amanhecer . VI VL Oração subo...
ORAÇÕES INDEPENDENTES OU COORDENADAS Saímos  cedo  e   chegamos  na hora marcada. Saímos  cedo.  Chegamos  na hora marcada...
ORAÇÕES COORDENADAS <ul><li>As orações coordenadas são unidas por justaposição (vírgulas) ou por meio de  CONJUNÇÕES COORD...
ORAÇÕES SUBORDINADAS <ul><li>As orações subordinadas são unidas às suas orações principais por meio de  CONJUNÇÕES SUBORDI...
ORAÇÕES SUBORDINADAS <ul><li>... Ou por meio de  PRONOMES RELATIVOS . </li></ul>O menino /  que  me  convidou  / não  veio...
ORAÇÕES SUBORDINADAS <ul><li>Ou ainda poder estar reduzida. Neste caso, não apresentará conjunção ou pronome relativo e se...
ORAÇÕES COORDENADAS <ul><li>Classificam-se, conforme a conjunção que as introduz, em: </li></ul>Aditivas Adversativas Alte...
ORAÇÕES COORDENADAS Pedro falava  e   todos ouviam em silêncio. Armando não estudava  nem   trabalhava. Nem = e não ADITIV...
ORAÇÕES COORDENADAS Não se emprega a conjunção   “e”  associada com a conjunção  “nem” . Não sei  e nem   quero saber. Obs...
ORAÇÕES COORDENADAS É possível encontrar a conjunção  “e”  empregada em frases adversativas, equivalendo a  “mas” . Estudo...
ORAÇÕES COORDENADAS Pedro está feliz,  mas   não tem nenhum motivo especial. Armando estudava,  no entanto   não aprendia....
ORAÇÕES COORDENADAS Quando empregamos a conjunção adversativa, sempre enfatizamos o enunciado da oração iniciada por ela e...
ORAÇÕES COORDENADAS Não se emprega a conjunção   “mas”  associada com a locução  “no entanto” . Lutamos muito,  mas, no en...
ORAÇÕES COORDENADAS O candidato  ora  apoiava,  ora   combatia o presidente. Irei à festa sozinho,  quer  você queira,  qu...
ORAÇÕES COORDENADAS O céu está estrelado,  logo   não choverá. Ele é bondoso,  por isso   todos o estimam. Penso,  portant...
ORAÇÕES COORDENADAS A conjunção conclusiva  “pois”  sempre deverá vir depois da forma verbal. Ela é gloriense ;  é ,   poi...
ORAÇÕES COORDENADAS Entre,  que   está chovendo. Cumprimente-o,  pois   hoje é seu aniversário. Normalmente, justificam um...
ORAÇÕES COORDENADAS Não se deve confundir  explicação  e  causa . A primeira é sempre  anterior ao fato  que a gerou, ao c...
ORAÇÕES SUBORDINADAS <ul><li>Podem ser: </li></ul>
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS O chefe quer Nós insistimos A verdade é Não sei Parece São introduzidas, normalmente, po...
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS O chefe quer Nós insistimos A verdade é Não sei Parece Oração Subordinada Substantiva Ob...
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS Ele tinha medo Sei de uma coisa: Não sei Oração Subordinada Substantiva Completiva Nomin...
ORAÇÕES SUBORDINADAS <ul><li>Podem ser: </li></ul>
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS O homem merece castigo. O homem , merece castigo. Oração Subordinada Adjetiva Restritiva Or...
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS Meu tio chegou ontem. Oração Subordinada Adjetiva Restritiva Meu tio , chegou ontem. Oração...
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS Meu tio que  mora em Londres chegou ontem. Oração Subordinada Adjetiva Restritiva Meu tio ,...
ORAÇÕES SUBORDINADAS <ul><li>Podem ser: </li></ul>
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Não foi ao clube Como  não   haveria aula, porque  não era sócio. foram todos à praia. Qua...
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Ele é  tão  generoso que  nos comove. A oração anterior normalmente apresenta um termo int...
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Caso  você se case, convide-me para a festa. Não saia sem que  eu permita. CONDICIONAIS   ...
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Embora  não tenha estudado, obteve aprovação. A transposição sairá ainda que  seja contra ...
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Vim aqui, a fim de que  você me explique essa história direito. Não faça barulho para que ...
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Quanto mais  rezo, mais me aparecem assombrações. Dormia mais profundamente à medida que  ...
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS “ Quando  você foi embora, fez-se noite em meu viver”. Cheguei assim que  rompeu a manhã. ...
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Sou tão bom quanto  qualquer um nesta sala. Ele dorme como  um urso. COMPARATIVAS   – ( qu...
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Fiz o bolo conforme  ensina a receita. Agiu segundo  seu ímpeto guerreiro. CONFORMATIVAS  ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Período Composto

11,120

Published on

Sintaxe de período composto.

Published in: Education

Período Composto

  1. 1. SINTAXE – PARTE II PROF. JORGE HENRIQUE - 2007
  2. 2. PERÍODO SIMPLES E COMPOSTO <ul><li>PERÍODO – Conjunto de uma ou mais orações que apresenta sentido geral autônomo em relação aos enunciados que o precedem ou sucedem. </li></ul><ul><ul><li>Ex.: Corram ! </li></ul></ul><ul><ul><li>É bom que ela venha amanhã e traga os livros. </li></ul></ul>
  3. 3. PERÍODO SIMPLES E COMPOSTO COMPOSTO – Quando encerra mais de uma oração. <ul><ul><li>O período pode ser: </li></ul></ul>SIMPLES – Quando encerra apenas uma oração. <ul><ul><li>Ex.: Anseio aliviar o mal, mas não posso e sofro . </li></ul></ul><ul><ul><li>Vim , vi e venci . </li></ul></ul><ul><ul><li>Ex.: Três paixões governaram minha vida. </li></ul></ul><ul><ul><li>Vou trabalhar cedo amanhã. </li></ul></ul>
  4. 4. CONSTRUINDO CONCEITOS <ul><li>As orações se caracterizam pelo SENTIDO e pela FORMA : </li></ul>As orações ainda podem ser: SENTIDO – podem apresentar sentido completo e incompleto. FORMA – possuem, normalmente, sujeito e predicado. INDEPENDENTES OU COORDENADAS – quando não exercem função sintática de outra a que se liga. DEPENDENTES OU SUBORDINADAS – quando exercem função sintática de outra a que se liga.
  5. 5. ORAÇÕES DEPENDENTES OU SUBORDINADAS Desejo que sejas feliz. Objeto direto VTD O aluno que estuda Adj. adn. Subst. aprende .
  6. 6. ORAÇÕES DEPENDENTES OU SUBORDINADAS Sairei quando ela chegar . Adj. Adv. de tempo VI A oração será: PRINCIPAL – quando exige outra que lhe seja dependente.
  7. 7. ORAÇÕES DEPENDENTES OU SUBORDINADAS É seu casamento . Subst. VL necessário É que você se case . VI VL necessário Oração subordinada substantiva sujeito sujeito
  8. 8. ORAÇÕES DEPENDENTES OU SUBORDINADAS O aluno comportado Adj. Subst. é elogiado VI Subst. Oração subordinada adjetiva Adj. Adn. O aluno que se comporta Adj. Adn. é elogiado
  9. 9. ORAÇÕES DEPENDENTES OU SUBORDINADAS Viajaremos pela manhã . Adv. VI Viajaremos assim que amanhecer . VI VL Oração subordinada adverbial Adj. Adv. de tempo Adj. Adv. de tempo
  10. 10. ORAÇÕES INDEPENDENTES OU COORDENADAS Saímos cedo e chegamos na hora marcada. Saímos cedo. Chegamos na hora marcada. Oração B Oração A Oração B Oração A
  11. 11. ORAÇÕES COORDENADAS <ul><li>As orações coordenadas são unidas por justaposição (vírgulas) ou por meio de CONJUNÇÕES COORDENATIVAS . </li></ul>Ele estuda e trabalha muito. Oração A Oração B
  12. 12. ORAÇÕES SUBORDINADAS <ul><li>As orações subordinadas são unidas às suas orações principais por meio de CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS . </li></ul>Pediram -me que definisse os trabalhos de hoje. Oração A Oração B
  13. 13. ORAÇÕES SUBORDINADAS <ul><li>... Ou por meio de PRONOMES RELATIVOS . </li></ul>O menino / que me convidou / não veio . Oração A Oração B
  14. 14. ORAÇÕES SUBORDINADAS <ul><li>Ou ainda poder estar reduzida. Neste caso, não apresentará conjunção ou pronome relativo e seu verbo estará numa das FORMAS NOMINAIS . </li></ul>Era necessário / pagar aquela dívida terrível. Oração A Oração B Verbo no infinitivo
  15. 15. ORAÇÕES COORDENADAS <ul><li>Classificam-se, conforme a conjunção que as introduz, em: </li></ul>Aditivas Adversativas Alternativas Conclusivas Explicativas
  16. 16. ORAÇÕES COORDENADAS Pedro falava e todos ouviam em silêncio. Armando não estudava nem trabalhava. Nem = e não ADITIVAS – ( e, nem ) Apresentam soma de idéias , ligação de pensamentos .
  17. 17. ORAÇÕES COORDENADAS Não se emprega a conjunção “e” associada com a conjunção “nem” . Não sei e nem quero saber. Observação! INCORRETO! Não sei nem quero saber. CORRETO!
  18. 18. ORAÇÕES COORDENADAS É possível encontrar a conjunção “e” empregada em frases adversativas, equivalendo a “mas” . Estudou tanto e não foi aprovado. Observação!
  19. 19. ORAÇÕES COORDENADAS Pedro está feliz, mas não tem nenhum motivo especial. Armando estudava, no entanto não aprendia. ADVERSATIVAS – ( mas, porém, contudo, entretanto, no entanto, todavia ) Apresentam oposição de idéias .
  20. 20. ORAÇÕES COORDENADAS Quando empregamos a conjunção adversativa, sempre enfatizamos o enunciado da oração iniciada por ela em detrimento do enunciado anterior. Veja: Sandra não é inteligente , mas é linda. Observação! A característica “linda” é mais importante ao emissor da frase que a característica “inteligente”. Sandra não é linda , mas é inteligente. Neste caso, a característica “linda” é menos importante ao emissor da frase que a característica “inteligente”.
  21. 21. ORAÇÕES COORDENADAS Não se emprega a conjunção “mas” associada com a locução “no entanto” . Lutamos muito, mas, no entanto, nada conseguimos. Observação! INCORRETO! Lutamos muito, mas nada conseguimos. CORRETOS! Lutamos muito, no entanto nada conseguimos.
  22. 22. ORAÇÕES COORDENADAS O candidato ora apoiava, ora combatia o presidente. Irei à festa sozinho, quer você queira, quer não. (queira) Compre uma cerveja, ou um uísque. ALTERNATIVAS – ( ou, ou... ou, já... já, quer... quer, ora... ora ) Apresentam alternância, separação ou exclusão de idéias .
  23. 23. ORAÇÕES COORDENADAS O céu está estrelado, logo não choverá. Ele é bondoso, por isso todos o estimam. Penso, portanto existo. CONCLUSIVAS – ( logo, pois, portanto, por conseguinte, por isso, assim, de modo que ) Apresentam conclusão de um raciocínio expresso anteriormente .
  24. 24. ORAÇÕES COORDENADAS A conjunção conclusiva “pois” sempre deverá vir depois da forma verbal. Ela é gloriense ; é , pois , sergipana. Observação! Nestes casos, o emprego do ponto e vírgula é obrigatório.
  25. 25. ORAÇÕES COORDENADAS Entre, que está chovendo. Cumprimente-o, pois hoje é seu aniversário. Normalmente, justificam uma ordem, uma sugestão ou uma suposição anterior. EXPLICATIVAS – ( pois, porque, porquanto, que=porque ) Apresentam uma justificativa à idéia anterior, sua razão de ser .
  26. 26. ORAÇÕES COORDENADAS Não se deve confundir explicação e causa . A primeira é sempre anterior ao fato que a gerou, ao contrário da segunda, que lhe é, necessariamente, posterior. Estude bastante , porque disso depende seu futuro. Observação! No primeiro caso, alguém aconselha outra pessoa a estudar e explica-lhe porque está a está aconselhando. Seria absurdo supor que o futuro é o fato gerador, portanto, anterior ao conselho. No segundo caso, a caminhada é anterior ao cansaço e é a causa deste. Estava cansado porque vínha de uma longa caminhada.
  27. 27. ORAÇÕES SUBORDINADAS <ul><li>Podem ser: </li></ul>
  28. 28. ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS O chefe quer Nós insistimos A verdade é Não sei Parece São introduzidas, normalmente, por CONJUNÇÕES INTEGRANTES ( que, se ) e complementam as orações a que se ligam. que o relatório esteja pronto hoje mesmo. em que ela diga a verdade. que os alunos não esperaram o professor. se comprarei este apartamento. que candidato ganhará no primeiro turno.
  29. 29. ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS O chefe quer Nós insistimos A verdade é Não sei Parece Oração Subordinada Substantiva Objetiva Direta Oração Subordinada Substantiva Objetiva Indireta Oração Subordinada Substantiva predicativa Oração Subordinada Substantiva Objetiva Direta Oração Subordinada Substantiva Subjetiva que o relatório esteja pronto hoje mesmo. em que ela diga a verdade. que os alunos não esperaram o professor. se comprarei este apartamento. que candidato ganhará no primeiro turno.
  30. 30. ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS Ele tinha medo Sei de uma coisa: Não sei Oração Subordinada Substantiva Completiva Nominal Oração Subordinada Substantiva apositiva Oração Subordinada Substantiva Objetiva Direta de que descobrissem seu plano. que a prova será difícil. onde coloquei os meus óculos.
  31. 31. ORAÇÕES SUBORDINADAS <ul><li>Podem ser: </li></ul>
  32. 32. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS O homem merece castigo. O homem , merece castigo. Oração Subordinada Adjetiva Restritiva Oração Subordinada Adjetiva Explicativa Introduzidas por PRONOMES RELATIVOS , explicam ou restringem o sentido de um termo da oração principal a que se referem. que mente que mente ,
  33. 33. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS Meu tio chegou ontem. Oração Subordinada Adjetiva Restritiva Meu tio , chegou ontem. Oração Subordinada Adjetiva Explicativa que mora em Londres que mora em Londres ,
  34. 34. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS Meu tio que mora em Londres chegou ontem. Oração Subordinada Adjetiva Restritiva Meu tio , que mora em Londres , chegou ontem. Oração Subordinada Adjetiva Explicativa
  35. 35. ORAÇÕES SUBORDINADAS <ul><li>Podem ser: </li></ul>
  36. 36. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Não foi ao clube Como não haveria aula, porque não era sócio. foram todos à praia. Quando a oração introduzida pela conjunção causal antecede a outra, é obrigatório o emprego de vírgula. CAUSAIS – ( porque, visto que, já que, como, uma vez que ) Introduzem a causa, o motivo, a razão do enunciado da outra oração, a que se subordina.
  37. 37. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Ele é tão generoso que nos comove. A oração anterior normalmente apresenta um termo intensificador (tão, tal, tanto, tamanho). Sua fome era tanta que devorou a casca também. CONSECUTIVAS – ( que, de modo que, de maneira que, de sorte que ) Introduzem o efeito ou a conseqüência do fato expresso no enunciado da outra oração, a que se subordina.
  38. 38. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Caso você se case, convide-me para a festa. Não saia sem que eu permita. CONDICIONAIS – ( se, caso, contanto que, desde que, a menos que, salvo se, exceto se, sem que ) Introduzem uma condição necessária para que se realize ou deixe de se realizar o que se declara na oração a que se subordina.
  39. 39. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Embora não tenha estudado, obteve aprovação. A transposição sairá ainda que seja contra a vontade de todos. Quando a oração introduzida pela conjunção concessiva antecede a outra, é obrigatório o emprego de vírgula. CONCESSIVAS – ( embora, se bem que, mesmo que, ainda que, apesar de que ) Introduzem um obstáculo – real ou suposto – que não impedirá ou modificará a declaração da oração a que se subordina.
  40. 40. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Vim aqui, a fim de que você me explique essa história direito. Não faça barulho para que o bebê não acorde. FINAIS – ( a fim de que, para que, que ) Introduzem a intenção, o objetivo, a finalidade do pensamento expresso na oração a que se subordina.
  41. 41. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Quanto mais rezo, mais me aparecem assombrações. Dormia mais profundamente à medida que o remédio fazia efeito. PROPORCIONAIS – ( à proporção que, à medida que, quanto mais ) Introduzem um fato aumenta ou diminui na mesma proporção daquele que se declara na oração a que se subordina.
  42. 42. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS “ Quando você foi embora, fez-se noite em meu viver”. Cheguei assim que rompeu a manhã. TEMPORAIS – ( quando, enquanto, logo que, desde que, assim que ) Introduzem o tempo da realização do fato expresso na oração a que se subordina.
  43. 43. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Sou tão bom quanto qualquer um nesta sala. Ele dorme como um urso. COMPARATIVAS – ( que, como ) Introduzem o outro termo de uma comparação da oração a que se subordina.
  44. 44. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Fiz o bolo conforme ensina a receita. Agiu segundo seu ímpeto guerreiro. CONFORMATIVAS – ( conforme, segundo, consoante, como ) Introduzem um fato em conformidade com o que se declara na oração a que se subordina.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×