Your SlideShare is downloading. ×
Dons de revelação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Dons de revelação

15,227
views

Published on

dons, revelação, sabedoria,poder, conhecimento, discernimento, espiritos

dons, revelação, sabedoria,poder, conhecimento, discernimento, espiritos

Published in: Spiritual

1 Comment
11 Likes
Statistics
Notes
  • meu amado obrigado por seus slids, são de excelente qualidade e de ótima didatica por conter exatamente o conteúdo da lição, tenho feito menção por justiça a seu nome como autor dos tais slids.
    OBRIGADO
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
15,227
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
14
Actions
Shares
0
Downloads
838
Comments
1
Likes
11
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. DONS DE REVELAÇÃO 2º Trimestre de 2014 Lição 3 Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 2. TEXTO ÁUREO Pr. Moisés Sampaio de Paula 2 "Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação" (1 Co 14.26).
  • 3. VERDADE PRÁTICA Pr. Moisés Sampaio de Paula 3 Os dons de revelação divina são indispensáveis à igreja da atualidade, pois vivemos em um tempo marcado pelo engano.
  • 4. OBJETIVOS Pr. Moisés Sampaio de Paula 4 Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:  Analisar o dom da palavra da sabedoria.  Compreender o dom da palavra da ciência.  Saber a respeito do dom de discernimento dos espíritos.
  • 5. Pr. Moisés Sampaio de Paula 5 CLASSIFICAÇÃO GERAL DOS DONS – 1 CO 12 DONS DE REVELAÇÃO DONS DE PODER DONS DE ELOCUÇÃO Palavra da sabedoria Palavra do conhecimento Discernimento de espíritos Fé Curar Operação de milagres Profecia Variedade de línguas Interpretação de línguas
  • 6. Palavra chave Pr. Moisés Sampaio de Paula 6
  • 7. I. PALAVRA DA SABEDORIA 1. Conceito. 2. A Bíblia e a palavra de sabedoria. 3. Uma liderança sábia. II. PALAVRA DA CIÊNCIA 1. O que é? 2. Sua função. 3. Exemplos bíblicos da palavra da ciência. III. DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS 1. O dom de discernir os espíritos. 2. As fontes das manifestações espirituais. 3. Discernindo as manifestações espirituais. Esboço da Lição Pr. Moisés Sampaio de Paula 7
  • 8. INTRODUÇÃO Pr. Moisés Sampaio de Paula 8  Na lição desta semana estudaremos a respeito dos dons da "primeira categoria": os de revelação.  Estes são concedidos aos servos de Deus para o aconselhamento e orientação da Igreja do Senhor. Dr. Stanley M. Horton (1916 -) “A maioria dos estudiosos classifica os dons de 1 Coríntios 12.8-10 em três categorias: revelação, poder e expressão, [tendo] três dons em cada categoria".
  • 9. I. PALAVRA DA SABEDORIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 9  1. Conceito.  2. A Bíblia e a palavra de sabedoria.  3. Uma liderança sábia.
  • 10. I. PALAVRA DA SABEDORIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 10  Sabedoria SOFHIA <Gr.> significa "discernimento inspirado nas coisas sobrenaturais e humanas". (Dicionário Eletrônico Houaiss) 1. Conceito.
  • 11. I. PALAVRA DA SABEDORIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 11  A sabedoria como dom do Espírito:  Refere-se a uma capacitação divina sobrenatural para tomada de decisões sábias e em circunstâncias extremas e difíceis. 1. Conceito.
  • 12. I. PALAVRA DA SABEDORIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 12  “A palavra da sabedoria é a sabedoria de Deus, ou, mais especificamente, um fragmento da sabedoria divina, que nos é dada por meios sobrenaturais". (Estêvam Ângelo de Souza) 1. Conceito.
  • 13. Estêvam Ângelo de Souza Pr. Moisés Sampaio de Paula 13 Pastor Estevam Ângelo de Souza (1922 - 1996) foi um escritor, teólogo e grande líder que dirigiu as Assembleia de Deus no estado do Maranhão entre os anos de 1957 a 1996. Sob sua liderança foram criados o Colégio "Bueno Aza", a Sociedade Filantrópica Evangélica do Maranhão, a Fundação Cultural Pastor José Romão de Souza e a Rádio FM Esperança. Assumiu a presidência da Assembléias de Deus no Maranhão em 1957 com apenas 3 templos e no ano de 1996 já contava com 167 igrejas construídas. Faleceu em 1996, aos 73 anos de idade, em um acidente automobilístico. Algumas Obras (Livros Publicados) •O Pai-Nosso •O Bom Despenseiro •Com Quem Caim Casou •As Características da Igreja de Cristo •Liberdade Para os Jovens •Relação Entre Jovens e Velhos •Títulos e Dons do Ministério Cristão •Um Católico Que Foi Salvo •Os Nove Dons do Espírito Santo •Nos Domínios do Espírito •Guia Básico de Oração Entre outros...
  • 14. Uma palavra de sabedoria Pr. Moisés Sampaio de Paula 14 1. É um dom sobrenatural que, no momento oportuno, nos traz “uma palavra de sabedoria”, não significando que passamos a ser sábios, com pérolas de sabedoria destilando de nossos lábios.
  • 15. Uma palavra de sabedoria Pr. Moisés Sampaio de Paula 15 2. A razão da palavra da sabedoria é nos levar a um relacionamento correto com os propósitos eternos de Deus. 3. Seu principal propósito e nos fornecer direção
  • 16. Uma palavra de sabedoria Pr. Moisés Sampaio de Paula 16 4. Ela toma todos os fatos que conhecemos, aqueles relacionados com Deus, e aqueles que somente Deus tem acesso, e coloca em nossa mente a orientação sobre o que deve ser feito. (Os dons e o poder do Espírito Santo em ação, Reinhard Bonnke).
  • 17. I. PALAVRA DA SABEDORIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 17  Na Antiga Aliança os dons espirituais não eram plena e claramente evidenciados como na Nova. 2. A Bíblia e a palavra de sabedoria. Deus conferia aos homens sabedoria do alto para: 1. Executar tarefas ou 2. Tomar decisões
  • 18. I. PALAVRA DA SABEDORIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 18  Alguns episódios do Antigo Testamento servem de exemplo: 2. A Bíblia e a palavra de sabedoria. José no Egito Salomão A revelação e a interpretação dos sonhos de Faraó através de José, o filho de Jacó (Gn 41.14-41). Ele não apenas interpretou os sonhos de Faraó, mas trouxe orientações sábias para que o Egito se preparasse para o período de fome que estava para vir. A habilidade do rei Salomão em resolver causas complexas, igualmente, é um admirável exemplo de dom da sabedoria no Antigo Testamento (1 Rs 3.16-28; 4.29-34).
  • 19. Uma Pergunta Cite outro profeta que você que evidenciou o dom de sabedoria? Pr. Moisés Sampaio de Paula 19
  • 20. I. PALAVRA DA SABEDORIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 20  Em o Novo Testamento podemos tomar como exemplo de palavra da sabedoria: 2. A Bíblia e a palavra de sabedoria. Estevão A exposição da Escritura realizada pelo diácono e primeiro mártir cristão, Estevão. O livro de Atos conta-nos que os sábios da sinagoga, chamada dos Libertos, "não podiam resistir à sabedoria e ao Espírito com que falava" (At 6.9,10).
  • 21. I. PALAVRA DA SABEDORIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 21  A palavra de sabedoria é de grande valor na tarefa do 1. Aconselhamento pessoal e na 2. Orientação no exercício do ministério pastoral. 3. Uma liderança sábia.
  • 22. I. PALAVRA DA SABEDORIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 22  Entretanto, tenhamos cuidado para não confundir a manifestação desse dom com o nosso desejo pessoal.  Lembremo-nos de que Deus manifesta os dons em nossas vidas segundo o conselho da sua sabedoria, não da nossa. Tenhamos maturidade e cuidado no uso dos dons! 3. Uma liderança sábia.
  • 23. SINOPSE DO TÓPICO (1) Pr. Moisés Sampaio de Paula 23 A sabedoria a que se refere 1 Coríntios 12.8 não é a humana, adquirida mediante os livros ou nas universidades, mas sim uma capacidade sobrenatural, divina, para tomar decisões sábias em circunstâncias extremante difíceis.
  • 24. Perguntas Pr. Moisés Sampaio de Paula 24 1. De acordo com a lição, defina o dom de sabedoria? R. Discernimento inspirado nas coisas sobrenaturais e humanas.
  • 25. Perguntas Pr. Moisés Sampaio de Paula 25 2. Cite dois exemplos de dom de sabedoria vindas de Deus no Antigo Testamento? R. José e Salomão.
  • 26. Uma Pergunta Os dons do Espírito Santo podem ser ensinados? Pr. Moisés Sampaio de Paula 26
  • 27. II. PALAVRA DA CIÊNCIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 27  1. O que é?  2. Sua função.  3. Exemplos bíblicos da palavra da ciência.
  • 28. II. PALAVRA DA CIÊNCIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 28  Este dom muito se relaciona ao ensino das verdades da Palavra de Deus, fruto do resultado da iluminação do Espírito acerca das revelações dos mistérios de Deus (Stanley Horton, em sua Teologia Sistemática, CPAD). 1. O que é?
  • 29. II. PALAVRA DA CIÊNCIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 29  Este dom também se relaciona à capacidade sobrenatural concedida pelo Espírito Santo ao crente para este conhecer fatos e circunstâncias ocultas. 1. O que é?
  • 30. II. PALAVRA DA CIÊNCIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 30 Não é Finalidade:  O dom da palavra da ciência não visa servir a propósitos triviais, como o de descobrir o significado dos tecidos do Tabernáculo ou a identidade da mulher de Caim, etc. Isto é mera curiosidade humana, e o dom de Deus não foi dado para satisfazê-la. 2. Sua função.
  • 31. II. PALAVRA DA CIÊNCIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 31 Finalidade:  A manifestação sobrenatural deste dom tem a finalidade de preservar a vida da igreja, livrando-a de qualquer engano ou artimanha do maligno. 2. Sua função.
  • 32. II. PALAVRA DA CIÊNCIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 32 No velho testamento: 3. Exemplos bíblicos da palavra da ciência. Ao profeta Eliseu Daniel Foram revelados os planos de guerra do rei da Síria. Quando o rei sírio pensou em atacar o exército de Israel, surpreendendo-o em determinado lugar, o profeta alertou o rei de Israel sobre os planos inimigos (2 Rs 6.8-12). Outro exemplo foi a revelação de Daniel acerca do sonho de Nabucodonosor, quando Deus descortinou a história dos grandes impérios mundiais ao profeta (Dn 2.2,3; 17-19).
  • 33. II. PALAVRA DA CIÊNCIA Pr. Moisés Sampaio de Paula 33 No Novo Testamento:  O dom da palavra da ciência não é adivinhação, mas conhecimento, concedido sobrenaturalmente, da parte de Deus. 3. Exemplos bíblicos da palavra da ciência. Esse dom foi manifesto quando o apóstolo Pedro desmascarou a mentira de Ananias e Safira (At 5.1-11).
  • 34. SINOPSE DO TÓPICO (2) Pr. Moisés Sampaio de Paula 34 O dom da palavra da ciência não é para servir a propósitos triviais. A manifestação sobrenatural deste dom tem a finalidade de preservar a vida da igreja, livrando-a de qualquer engano ou artimanha do maligno.
  • 35. Perguntas Pr. Moisés Sampaio de Paula 35 3. O que é o dom da palavra do conhecimento? R. Este dom se relaciona ao ensino das verdades da Palavra de Deus, fruto do resultado da iluminação do Espírito acerca das revelações dos mistérios de Deus.
  • 36. Perguntas Pr. Moisés Sampaio de Paula 36 4. Qual a função do dom da palavra de conhecimento? R. Preservar a vida da igreja, livrando-a de qualquer engano ou artimanha do Maligno.
  • 37. III. DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS Pr. Moisés Sampaio de Paula 37  1. O dom de discernir os espíritos.  2. As fontes das manifestações espirituais.  3. Discernindo as manifestações espirituais.
  • 38. III. DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS Pr. Moisés Sampaio de Paula 38 Definição:  É uma capacidade sobrenatural dada por Deus ao crente para discernir a origem e a natureza das manifestações espirituais. 1. O dom de discernir os espíritos.
  • 39. III. DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS Pr. Moisés Sampaio de Paula 39  A palavra discernir <Grego diakrisis > significa: "julgar através de"; "distinguir". 1. O dom de discernir os espíritos. Ela denota o sentido de "se penetrar abaixo da superfície, desmascarando e descobrindo a verdadeira fonte dos motivos".
  • 40. III. DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS Pr. Moisés Sampaio de Paula 40  Stanley Horton afirma que este dom "envolve uma percepção capaz de distinguir espíritos, cuja preocupação é proteger- nos dos ataques de Satanás e dos espíritos malignos" (cf. 1 Jo 4.1). 1. O dom de discernir os espíritos.
  • 41. III. DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS Pr. Moisés Sampaio de Paula 41  Ao longo das Escrituras podemos destacar três origens das manifestações espirituais no mundo: 1. DIVINA 2. HUMANA 3. DIABOLICA 2. As fontes das manifestações espirituais.
  • 42. Uma Pergunta Pr. Moisés Sampaio de Paula 42 Uma profecia, por exemplo, pode ser fruto da ordem divina ou da mente humana ou ainda de origem maligna. Como saber?
  • 43. A sabedoria satânica Pr. Moisés Sampaio de Paula 43 Satanás opera:  falsos milagres (Ex 7:11-22; 8:7; Mt 7:21-23; 2 Tm 3:8) para enganar as pessoas (2 Ts 2:9),  capacita falsos mestres (2 Pd 2:1),  capacita falsos profetas (Mt 7:15),  capacita falsos apóstolos (2 Co 11:13)  divulga falsas doutrinas (1 Tm 1:3; 6:3).
  • 44. Sabedoria do mundo Pr. Moisés Sampaio de Paula 44  1.Confia no homem  2.É enganosa  3.Valoriza o ter  4.Depende do que vê  5.Se reduz a nada
  • 45. Sabedoria de Deus Pr. Moisés Sampaio de Paula 45  1.Confia na Bíblia  2.É verdadeira  3.Valoriza o ser  4.É movida pela fé  5.Tem valor eterno
  • 46. III. DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS Pr. Moisés Sampaio de Paula 46  O dom de discernir os espíritos tem o papel essencial de preservar a saúde espiritual da congregação. 2. As fontes das manifestações espirituais.
  • 47. III. DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS Pr. Moisés Sampaio de Paula 47 O que não é:  “O discernimento de espíritos não é habilidade para descobrir as faltas alheias". (Estêvam Ângelo)  O dom não é uma permissão para julgar a vida dos outros. 2. As fontes das manifestações espirituais.
  • 48. III. DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS Pr. Moisés Sampaio de Paula 48  A Palavra de Deus nos ensina que os espíritos devem ser provados (1 Jo 4.1).  Toda palavra que ouvimos em nome de Deus deve passar pelo crivo das Sagradas Escrituras, pois o Senhor Jesus nos advertiu sobre os falsos profetas. 3. Discernindo as manifestações espirituais.
  • 49. III. DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS Pr. Moisés Sampaio de Paula 49  Jesus nos ensinou que os falsos profetas são conhecidos pelos "frutos que produzem", isto é, pelo caráter (Mt 7.15-20). 3. Discernindo as manifestações espirituais.
  • 50. III. DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS Pr. Moisés Sampaio de Paula 50  Jesus conhece o segredo do coração humano, mas nós não, e por isso precisamos do Espírito Santo para revelar-nos a verdadeira motivação daqueles que falam em nome do Senhor.  O apóstolo João nos advertiu acerca do "espírito do antricristo" que já opera neste mundo (1 Jo 4.3). 3. Discernindo as manifestações espirituais.
  • 51. SINOPSE DO TÓPICO (3) Pr. Moisés Sampaio de Paula 51 O dom de discernimento dos espíritos é uma capacidade sobrenatural dada por Deus ao crente para discernir a origem e a natureza das manifestações espirituais.
  • 52. Perguntas Pr. Moisés Sampaio de Paula 52 5. Segundo a lição, defina o dom de discernimento de espíritos? R. É uma capacidade sobrenatural dada por Deus ao crente para discernir a origem e a natureza das manifestações espirituais.
  • 53. Conclusão Pr. Moisés Sampaio de Paula 53  A Igreja de Jesus necessita dos dons de revelação para discernir entre o certo e o errado, entre o legítimo e o falso.  Os falaciosos ensinos e as manifestações malignas podem ser desmascarados pelo dom do discernimento dos espíritos. Que Deus conceda à sua igreja dons de revelação para não cairmos nas astutas ciladas do Maligno.
  • 54. Subsídio Bibliológico Pr. Moisés Sampaio de Paula 54 A U X Í L I O B I B L I O G R Á F I C O I Subsídio Teológico "Uma Palavra de Sabedoria Trata-se de uma palavra (uma proclamação, uma declaração) de sabedoria dada para satisfazer a necessidade de alguma ocasião [...]. Não depende da capacidade humana nem da sabedoria natural, pois é uma revelação do conselho divino. Mediante esse dom, a percepção sobrenatural, tanto da necessidade como da Palavra de Deus, traz a aplicação prática daquela Palavra [...]ao problema do momento. Porque é uma palavra de sabedoria, fica claro que é concedida apenas o suficiente para aquela necessidade. Este dom não nos enaltece para um novo nível de sabedoria, nem nos torna impossibilitados de cometer enganos. [...]. Às vezes, este dom transmite uma palavra de sabedoria para orientar a Igreja, assim como em Atos 6.2-4; 15.13-21. É possível, também, que cumpra a promessa dada por Jesus, que daria 'boca de sabedoria a quem não poderão resistir nem contradizer todos quantos se vos opuserem' (Lc 21.15). A prova de que Jesus falava em um dom sobrenatural (a palavra de sabedoria) é comprovada, quando proibiu a premeditação do que diriam nas sinagogas ou diante dos tribunais (Lc 21.13,14). Isso certamente foi cumprido pelos apóstolos e por Estêvão (At 8.4-14,19-21, 6,9,10)" (HORTON, Stanley M. A Doutrina do Espírito Santo no Antigo e Novo Testamento. 12.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, p.294).
  • 55. Subsídio Bibliológico Pr. Moisés Sampaio de Paula 55 A U X Í L I O B I B L I O G R Á F I C O I I Subsídio Teológico "Discernimento de espíritos Os dons têm um lugar especial na igreja e são muito úteis. Mas o amor representa a essência da vida cristã, e é absolutamente necessário. Ele encontra um lugar mesmo entre os dons A expressão inteira, no grego, apresenta-se no plural. Este fato indica uma variedade de maneiras na manifestação desse dom. Por ser mencionado imediatamente após a profecia, muitos estudiosos o entendem como um dom paralelo responsável por 'julgar' as profecias (1 Co 14.29). Envolve uma percepção capaz de distinguir espíritos, cuja preocupação é proteger-nos dos ataques de Satanás e dos espíritos malignos (cf. 1 Jo 4.1). O discernimento nos permite pregar a Palavra de Deus e todos os demais dons para liberar o campo à proclamação plena do Evangelho" (HORTON, Stanley M. Teologia Sistemática: Uma perspectiva pentecostal. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 1996, p.475).
  • 56. Pr. Moisés Sampaio de Paula 56
  • 57. Pr. Moisés Sampaio de Paula 57

×