Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Conflitos na família
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Conflitos na família

  • 5,973 views
Published

2º Trimestre de 2013, Aula 5

2º Trimestre de 2013, Aula 5

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • pastor... vou ministrar a aula 6 sobre infidelidade conjugal... tive que trocar o dia com outro professor sem trocar o tema , mudamos somente o dia, pois irei viajar dia 11/05, procurei... procurei esta aula e nao encontrei... tive que me virar nos 30 ...kkkkk mas foi uma benção...porém a estrutura das suas aulas são incríveis... LOUVADO SEJA DEUS...
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • melhoras pastor ....
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Tudo bem pastor, deu tempo rsrs, Deus te abençoe mais e mais.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Amados, desculpa a demora, estive viajando e ao retornar adoeci.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
5,973
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
632
Comments
4
Likes
7

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. CONFLITOSNA FAMÍLIA2º Trimestre de2013Lição 51Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 2. TEXTO ÁUREO2Pr. Moisés Sampaio de Paula"Eu, porém, esperarei no SENHOR;esperei no Deus da minhasalvação; o meu Deus me ouvirá"(Mq 7.7)."Eu, porém, esperarei no SENHOR;esperei no Deus da minhasalvação; o meu Deus me ouvirá"(Mq 7.7).
  • 3. VERDADE PRÁTICA3Pr. Moisés Sampaio de PaulaSe buscarmos a graça de Deus eexercermos o amor que Ele nosconcedeu, poderemos resolvertodos os conflitos que surgiremem nossa família.Se buscarmos a graça de Deus eexercermos o amor que Ele nosconcedeu, poderemos resolvertodos os conflitos que surgiremem nossa família.
  • 4. Pense nisso!• Foi no Éden que a famíliavivenciou seu primeiro e maiorconflito. A consequência destadesordem é sentida até hojeem todos os lares.• Porém, Deus não foi pego desurpresa com o pecado dohomem e já no Édenprovidenciou a solução para asfamílias e para a iniquidade:Jesus Cristo. O Filho de Deusveio ao mundo como um bebêe experimentou a vida familiar.Pr. Moisés Sampaio de Paula 4
  • 5. Pense nisso!• Atualmente, em Jesus, as famílias podemresolver seus conflitos. Com o amorverdadeiro no coração, que é resultadoda graça divina, poderemos nãosomente vencer, mas evitar as confusões.Para isto precisamos convidar Jesus afazer do nosso lar sua moradapermanente. Que o Filho de Deus tenha aprimazia em nossos lares.Pr. Moisés Sampaio de Paula 5
  • 6. OBJETIVOS• Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:• Elencar alguns fatores que podem gerarconflitos entre os cônjuges.• Analisar os resultados das atividadesprofissionais dos pais.• Compreender a importância da fidelidadeconjugal no casamento.6Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 7. Uma Pergunta“Quais os fatores que podemgerar conflitos entre oscônjuges?"Pr. Moisés Sampaio de Paula 7
  • 8. Uma Pergunta“Como podemos vencer essesconflitos?““Como podemos vencer essesconflitos?“Pr. Moisés Sampaio de Paula 8
  • 9. Palavra chave: Conflito9Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 10. Esboço da Lição10Pr. Moisés Sampaio de PaulaIII. MÁ EDUCAÇãO DOS FILHOS1. Educação prejudicada.2. Quem são os professores?3. Falta de estrutura espiritual e moral.III. MÁ EDUCAÇãO DOS FILHOS1. Educação prejudicada.2. Quem são os professores?3. Falta de estrutura espiritual e moral.II. ATIVIDADES PROFISSIONAIS DOS PAIS1. A mulher no mercado de trabalho.2. A ausência dos pais prejudica a criação dos filhos.II. ATIVIDADES PROFISSIONAIS DOS PAIS1. A mulher no mercado de trabalho.2. A ausência dos pais prejudica a criação dos filhos.I. DESENTENDIMENTO ENTRE OS CÔNJUGES1. Temperamentos diferentes.2. Fatores que trazem conflitos.I. DESENTENDIMENTO ENTRE OS CÔNJUGES1. Temperamentos diferentes.2. Fatores que trazem conflitos.
  • 11. • No Éden, antes da Queda, haviaum ambiente perfeito: harmônicoe amoroso. Mas o casal, ouvindoo tentador, perdeu a docecomunhão com Deus• Consequência: o início de sériosconflitos familiares.11Pr. Moisés Sampaio de PaulaINTRODUÇÃO• A boa nova para os nossos dias ésaber da possibilidade, em Cristo,de equacionarmos os problemasque, às vezes, afetam a família cristã.• A boa nova para os nossos dias ésaber da possibilidade, em Cristo,de equacionarmos os problemasque, às vezes, afetam a família cristã.
  • 12. I. DESENTENDIMENTO ENTRE OSCÔNJUGES12Pr. Moisés Sampaio de PaulaFalta de confiança,tratamento grosseiro,dívidas e infidelidadepodem causar conflitosfamiliares.1. Temperamentos diferentes.2. Fatores que trazem conflitos.1. Temperamentos diferentes.2. Fatores que trazem conflitos.
  • 13. I. DESENTENDIMENTO ENTRE OSCÔNJUGES• O temperamento. É o quemais se destaca é dentre osvários motivos existentes parajustificar os desentendimentosentre os cônjuges.13Pr. Moisés Sampaio de Paula1. Temperamentos diferentes.1. Temperamentos diferentes.
  • 14. I. DESENTENDIMENTO ENTRE OSCÔNJUGES• Segundo a psicólogia:temperamento "é a combinação decaracterísticas inatas que herdamosdos nossos pais que, de formainconsciente, afetam o nossocomportamento".14Pr. Moisés Sampaio de Paula1. Temperamentos diferentes.1. Temperamentos diferentes.
  • 15. I. DESENTENDIMENTO ENTRE OSCÔNJUGES• De acordo com o conceito popular:podemos dizer que otemperamento é a maneira própriapela qual reagimos aos diversosestímulos e situações que se nosapresentam cotidianamente (Gn25.27).15Pr. Moisés Sampaio de Paula1. Temperamentos diferentes.1. Temperamentos diferentes.Mas, pelo amor, podemos (e devemos) vencertodas as nossas diferenças, a fim de quetenhamos um casamento feliz (1 Pe 4.8).Mas, pelo amor, podemos (e devemos) vencertodas as nossas diferenças, a fim de quetenhamos um casamento feliz (1 Pe 4.8).
  • 16. O FLEUMÁTICO• O nome fleumático vem de fleuma, que querdizer frieza de ânimo, impassibilidade. Logo, ofleumático é aquele que tem fleuma. É umapessoa desatenta, desligada.• Qualidades – Calmo, tranqüilo, cumpridor dedeveres, eficiente, conservador, pratico, líder,diplomata, bem-humorado.• Defeitos – Calculista, temeroso, indeciso,contemplativo, desconfiado, pretensioso,introvertido, desmotivado.Pr. Moisés Sampaio de Paula 16
  • 17. O MELANCÓLICO• Define uma pessoa que geralmente é aquele quesofre de melancolia. O melancólico se esconde dosoutros, não se mistura, gosta de andar só. Mas issonão o impede de ter amigos, e serconsideravelmente sociável.• Qualidades – Habilidoso, minucioso, sensível,perfeccionista, esteta, idealista, leal, dedicado.• Defeitos – Egoísta, amuado, pessimista, teórico,confuso, anti-social, crítico, vingativo, inflexível.Pr. Moisés Sampaio de Paula 17
  • 18. O COLÉRICO• O nome colérico vem de cólera, que é o impulsoviolento contra o que nos ofende, fere ou indigna,ira. O colérico é propenso à cólera, cheio de cólera,irado, atacado de cólera.• Qualidades – Enérgico, resoluto, independente,otimista, prático, eficiente, decidido, líder,audacioso.• Defeitos – Iracundo, sarcástico, impaciente,prepotente, intolerante, vaidoso, auto-suficiente,insensível, astucioso.Pr. Moisés Sampaio de Paula 18
  • 19. O SANGUÍNEO• O sanguíneo é aquele que se ira com facilidade epega logo fogo; é impulsivo. O termo é relativo aosangue, que tem ou parece ter aumento da massasanguínea• Qualidades – Comunicativo, destacado, entusiasta,afável, simpático, bom companheiro, compreensivo,crédulo.• Defeitos – Fraco de ânimo, volúvel, indisciplinado,impulsivo, inseguro, egocêntrico, barulhento,exagerado, medroso.Pr. Moisés Sampaio de Paula 19
  • 20. Pr. Moisés Sampaio de Paula 20Resumo
  • 21. I. DESENTENDIMENTO ENTRE OSCÔNJUGESa) Falta de confiança. O casamentosó tem sentido quando éestabelecido na plena confiança doamor verdadeiro, pois o amor folgacom a verdade (1 Co 13.6).Quando há amor entre o casal nãohá motivos para desconfianças ouciúmes (1 Co 13.5b). Há quem penseque o ciúme desenfreado é provade amor. ledo engano!É loucuraque pode, inclusive, colocar emrisco a estabilidade conjugal.21Pr. Moisés Sampaio de Paula2. Fatores que trazem conflitos.2. Fatores que trazem conflitos.
  • 22. I. DESENTENDIMENTO ENTRE OSCÔNJUGESb) Tratamento grosseiro. os conflitosentre os cônjuges suscitam ira, ódioe destruição (Pv 15.1). E a formacom que tratamos uns aos outros évista por Deus como uma referênciapara designar quem é sábio ou não,pois a sabedoria é manifesta emobras de mansidão (tg 3.13).22Pr. Moisés Sampaio de Paula2. Fatores que trazem conflitos.2. Fatores que trazem conflitos.
  • 23. Nós podemos ser tentados acontrolar os outros,Pr. Moisés Sampaio de Paula 23para transformá-los em alguma espécie deimagem que nós formamos.A passagem [Ef 5.19-21] tem sido deturpadae fica quase irreconhecível em algumasinterpretações. Muitas vezes ouço pessoasfazendo malabarismos com essa passagemem favor daquele versículo que diz que asesposas têm que se submeter aos seusmaridos - que os homens são o cabeça dacasa. Mas pegar esse versículo isolado dapassagem anterior destrói o significado daEscritura.
  • 24. Mas este tipo de intolerâncianão é o que Paulo está falando• A ideia era que maridos e esposasdevem submeter-se mutuamente.1. Eles devem ser sensíveis àsnecessidades um do outro e fazer opossível para alcançá-las.2. Eles precisam ver seus cônjuges comodistintos, como independentes deles,com necessidades peculiares, e3. Não devem controlar ou dominar oesposo, ou a esposa, ou dizer a elescomo devem viver.4. Também não devem viver inteiramenteseparados do seu parceiro.Pr. Moisés Sampaio de Paula 24• Assim também vós,cada um emparticular, ame asua própria mulhercomo a si mesmo, ea mulher reverencieo marido (Ef 5.33)”• Assim também vós,cada um emparticular, ame asua própria mulhercomo a si mesmo, ea mulher reverencieo marido (Ef 5.33)”• Paulo idealizou umainteração íntima e santaentre marido e mulher,
  • 25. Pense nisso!• Onde o Espírito Santo sefaz presente há perfeitoamor, paz, alegria elonganimidade, que é apaciência para se suportaras falhas alheias (Gl 5.22).• Uma das formas dedemonstrarmos o fruto doEspírito é vista na maneiracomo usamos nossaspalavras, pois a palavrabranda joga para longe ofuror.Pr. Moisés Sampaio de Paula 25
  • 26. I. DESENTENDIMENTO ENTRE OSCÔNJUGESc) Dívidas. As dívidas ocasionam muitosconflitos familiares, chegando até mesmo aterminar um relacionamento conjugal.Quando uma pessoa se endivida não pensaem mais nada a não ser nas dívidas.Algumas pessoas até adoecem. Através de:1. Um planejamento eficiente,2. Bom senso e3. Autocontrole podemos fugir das dívidas.Faça isso para o bem-estar da sua família(Pv 11.15; 22.7,26)!26Pr. Moisés Sampaio de Paula2. Fatores que trazem conflitos.2. Fatores que trazem conflitos.Assim, precisamos ouvir a Palavra deDeus e nada dever a ninguém (Rm 13.8).Assim, precisamos ouvir a Palavra deDeus e nada dever a ninguém (Rm 13.8).
  • 27. Uma Pergunta“Qual a importância da fidelidadeconjugal no casamento?"“Qual a importância da fidelidadeconjugal no casamento?"Pr. Moisés Sampaio de Paula 27
  • 28. I. DESENTENDIMENTO ENTRE OSCÔNJUGESd) Infidelidade. Quando o cônjugeencobre a sua conduta pecaminosao pecado vem a públicoinesperadamente (lc 12.2).1. O casamento sofre um durogolpe,2. Os filhos ficam sem direção e3. A família transtorna-se.• Além de ser um grave pecadocontra Deus, é uma ofensa contra ocônjuge, filhos e filhas (ler Pv 5.3-6).A infidelidade contra o cônjuge éinfidelidade contra Deus.28Pr. Moisés Sampaio de Paula2. Fatores que trazem conflitos.2. Fatores que trazem conflitos.É imperativo que os cônjuges evitem, atodo o custo, o envolvimentoextraconjugal.É imperativo que os cônjuges evitem, atodo o custo, o envolvimentoextraconjugal.
  • 29. Pr. Moisés Sampaio de Paula 29
  • 30. Uma Pergunta“Até que ponto as atividadesprofissionais dos pais contribuempara os conflitos?"“Até que ponto as atividadesprofissionais dos pais contribuempara os conflitos?"Pr. Moisés Sampaio de Paula 30
  • 31. II. ATIVIDADES PROFISSIONAISDOS PAIS31Pr. Moisés Sampaio de PaulaOs pais podem trabalharfora, todavia, não podemdescuidar da educação deseus filhos. A educação dosfilhos deve ser prioridade.1. A mulher no mercado de trabalho.2. A ausência dos pais prejudica a criação dosfilhos.1. A mulher no mercado de trabalho.2. A ausência dos pais prejudica a criação dosfilhos.
  • 32. II. ATIVIDADES PROFISSIONAISDOS PAIS• Devi do à s modernas demandassociais, a mulher deixou de sededicar exclusivamente às funçõesdomésticas, e passou também aexercer funções em empresas eorganizações diversas, ocupando amaior parte do seu tempo ematividades profissionais.32Pr. Moisés Sampaio de Paula1. A mulher no mercado de trabalho.1. A mulher no mercado de trabalho.
  • 33. II. ATIVIDADES PROFISSIONAISDOS PAIS• Mas essa mudança tem trazidosérias consequências. Há mais deuma década, para cada dez homensque morria de infarto, apenas umamulher sofria desse mal. Hoje, onúmero de mulheres que morredesse mal subiu para quatro.33Pr. Moisés Sampaio de Paula1. A mulher no mercado de trabalho.1. A mulher no mercado de trabalho.
  • 34. Cresce a participação da mulher nomercado de trabalho, aponta governo• 07/03/2013 17h40 - Atualizado em 07/03/2013 17h41• Registros de emprego com carteira assinadacresceu 5,93% em um ano.Salário das mulheres cresceu 4,94%, enquantoo dos homens subiu 4,74%Pr. Moisés Sampaio de Paula 34“Os números comprovam que a mulher seprepara mais para o mercado de trabalho e vemocupando mais espaço e melhorando seusalário, diminuindo a gradativamente umadiferença histórica. E isso é muito bom!”,afirmou, em comunicado, o ministro doTrabalho e Emprego, Brizola Neto.“Os números comprovam que a mulher seprepara mais para o mercado de trabalho e vemocupando mais espaço e melhorando seusalário, diminuindo a gradativamente umadiferença histórica. E isso é muito bom!”,afirmou, em comunicado, o ministro doTrabalho e Emprego, Brizola Neto.http://g1.globo.com/economia/noticia/2013/03/cresce-participacao-da-mulher-no-mercado-de-trabalho-aponta
  • 35. II. ATIVIDADES PROFISSIONAISDOS PAIS• Sem a presença dos pais, as criançasficam desorientadas.1. Muitas vezes elas convivem compessoas que não têm a menorcapacitação para educá-las.2. Por outro lado, algumas criançasficam o dia todo em frente da "babáeletrônica", a televisão, ou com a"mestra eletrônica", a internet. Ali,são "educadas" pelos heróisartificiais.35Pr. Moisés Sampaio de Paula2. A ausência dos pais prejudica acriação dos filhos.2. A ausência dos pais prejudica acriação dos filhos.
  • 36. Pense nisso!• As figuras do pai e damãe presentes estãocada vez mais escassas.tal ausência é sentidaquando os nossosfilhos entram naadolescência, uma fasede novidades emudanças bruscas.Pr. Moisés Sampaio de Paula 36
  • 37. • Paternidade depende defidelidade. O papel estratégico dorelacionamento marido/esposano casamento estabelece umponto central no alvo familiar.• Tudo mais é secundário. Tudo omais é inferior, porque quando ocompanheirismo não funciona, afamília não pode funcionar.Pr. Moisés Sampaio de Paula 37
  • 38. III. MÁ EDUCAÇÃO DOS FILHOS38Pr. Moisés Sampaio de PaulaA ausência de Deus é oinimigo número um do lar.Jesus, o maior educador detodos os tempos, precisaestar presente em nossoslares1. Educação prejudicada.2. Quem são os professores?3. Falta de estrutura espiritual e moral.1. Educação prejudicada.2. Quem são os professores?3. Falta de estrutura espiritual e moral.
  • 39. • A melhor escola ainda éo lar.• A melhor escola ainda éo lar.Pr. Moisés Sampaio de Paula 39
  • 40. III. MÁ EDUCAÇÃO DOS FILHOS• Precisamos ensinar a Palavra de Deusaos nossos filhos na admoestação doSenhor (Ef 6.4; Pv 22.6). Infelizmente, oexcesso de ocupação dos pais relegoua educação dos filhos às instituiçõeseducacionais. Esperando que taisentidades construam o caráter dos seusfilhos, os pais ignoram a família comoinstituição responsável pela formaçãoespiritual e moral da criança. Muitosnão acompanham a rotina escolar dosfilhos e sequer a filosofia pedagógicaadotada pela instituição de ensino.40Pr. Moisés Sampaio de Paula1. Educação prejudicada.1. Educação prejudicada.
  • 41. III. MÁ EDUCAÇÃO DOS FILHOS• Infelizmente, são graves os prejuízos ànação na área educacional. Os "mestres"das crianças, hoje, são os artistas e asempresas de telecomunicação. É comumver as nossas crianças e adolescentesprostrados diante da tv, consumindo todotipo de má educação. Mas é raro vê-losnos cultos de oração e ensino da Palavra.• Que a igreja local invista nos professoresde Escola Dominical.• Que os professores da Escola Dominical sepreparem eficazmente para o grandedesafio de ensinar a Palavra de Deus nummundo que jaz no maligno (Rm 12.7).41Pr. Moisés Sampaio de Paula2. Quem são os professores?2. Quem são os professores?
  • 42. III. MÁ EDUCAÇãO DOS FILHOS• A ausência de Deus é o inimigo número umdo lar. É essencial que aqueles queconstituem família convidem Jesus, o maioreducador de todos os tempos, a estarpresente em seu lar. É indispensável que ospais, com a assistência da Igreja, optempor servirem a Deus, contrariando aspropostas do mundo (Js 24.15). Realizemoso culto doméstico e, juntamente com osnossos filhos, estudemos a Bíblia. Nãonos esqueçamos: "Se o Senhor não edificara casa, em vão trabalham os que aedificam" (Sl 127.1).42Pr. Moisés Sampaio de Paula3. Falta de estrutura espiritual e moral.3. Falta de estrutura espiritual e moral.
  • 43. Pr. Moisés Sampaio de Paula 43
  • 44. Pense nisso!• Que possamos orar aDeus pedindo que Elesabedoria para que osconflitos que tentamassolar as famílias sejamsanados comdiscernimento eprudência.Pr. Moisés Sampaio de Paula 44
  • 45. Conclusão• Sempre haverá conflitos nasrelações familiares, mas afamília cristã precisa sabercomo contornar tais conflitos àluz da Palavra de Deus. Como amor verdadeiro nocoração, poderemos nãosomente vencer, masigualmente evitar os conflitos.Basta ter a Jesus como ohóspede de nosso lar.Pr. Moisés Sampaio de Paula 45
  • 46. Pr. Moisés Sampaio de Paula 46