Tematização da Prática

6,247 views
6,010 views

Published on

Published in: Travel, Health & Medicine
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
6,247
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
607
Actions
Shares
0
Downloads
71
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tematização da Prática

  1. 1. Pauta Leitura feita pela formadora; Slides: tematização da prática; Análise de registro; Elaboração da devolutiva – focos em destaque; Socialização Leitura do texto: “A tematização da prática”; Trabalho em grupo Socialização Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  2. 2. TEMATIZAÇÃO DA PRÁTICA O QUE É TEMATIZAR A PRÁTICA??? Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  3. 3. 1- PARA SER TEMATIZADA A PRÁTICA DO PROFESSOR PRECISA ESTAR DOCUMENTADA. Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  4. 4. “ CHAMAMOS A ESTE TRABALHO TEMATIZAÇÃO DA PRÁTICA PORQUE SE TRATA DE OLHAR PARA A PRÁTICA DE SALA DE AULA COMO UM OBJETO SOBRE O QUAL SE PODE PENSAR.” TELMA WEISZ Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  5. 5. <ul><li>ANÁLISE DE SITUAÇÕES DE SALA DE AULA: </li></ul><ul><li>ESTRATÉGIA QUE MAIS DADOS OFERECE PARA A REFLEXÃO; </li></ul><ul><li>AJUDA O PROFESSOR A IDENTIFICAR PROBLEMAS, A PENSAR NAS POSSIBILIDADES DE SUA RESOLUÇÃO; </li></ul>Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  6. 6. COMO ANALISAR AS AULAS? PODERÁ SER POR MEIO DE REGISTROS ESCRITOS EM VÍDEO; REGISTROS ESCRITOS DA AULAS Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  7. 7. UMA PEQUENA AMOSTRA DA PRÁTICA REAL NA SALA DE AULA TORNA POSSÍVEL ABORDAR A COMPLEXIDADE DO OBJETO QUE SE DESEJA ESTUDAR: Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  8. 8. <ul><li>CONCEPÇÃO DE ENSINO E APRENDIZAGEM; </li></ul><ul><li>HIPÓTESE E CONHECIMENTOS PRÉVIOS DOS ALUNOS; </li></ul><ul><li>INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO - APRENDIZAGEM </li></ul>Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  9. 9. A MEDIDA EM QUE ESTE TRABALHO DE TEMATIZAÇÃO AVANÇA, O PROFESSOR DESCOBRE A POTENCIALIDADE DO REGISTRO COMO INSTRUMENTO DE OBJETIVAÇÃO DA PRÁTICA Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  10. 10. E DESTE MODO RECONHECE ESTE REGISTRO COMO RECURSO QUE PERMITE TOMAR CERTA DISTÂNCIA DA AÇÃO NA SALA DE AULA PARA OBSERVÁ-LA MELHOR. Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  11. 11. À MEDIDA QUE OS PROFESSORES AVANÇAM NA CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO DIDÁTICO, PASSA A SER POSSÍVEL TEMATIZAR COM MAIOR FREQUÊNCIA SUAS PRÓPRIAS AULAS. Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  12. 12. A FINALIDADE DA ANÁLISE DE SITUAÇÕES DE SALA DE AULA SEMPRE É A APRENDIZAGEM E NÃO A AVALIAÇÃO DO QUE O PROFESSOR FEZ OU DEIXOU DE FAZER NA AULA REGISTRADA. Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  13. 13. PENSAR A PRÁTICA COMO OBJETO DE CONHECIMENTO COMPLEXO, NO QUAL É POSSÍVEL CONSIDERAR DIVERSOS ASPECTOS QUE PODEM SER RECORTADOS DO CONTEXTO ESPECÍFICO DE UMA AULA EM PARTICULAR E PODEM SER CARACTERIZADOS E PREVISTOS COMO VARIÁVEIS QUE DEVEM SER LEVADAS EM CONSIDERAÇÃO NO MOMENTO DO PLANEJAMENTO E DA CONCRETIZAÇÃO DE NOVAS SITUAÇÕES DE ENSINO. Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  14. 14. <ul><li>AÇÃO FORMATIVA: </li></ul><ul><li>TRABALHAR COM O PROFESSOR EM AÇÃO: </li></ul><ul><li>ANTES; </li></ul><ul><li>DURANTE; </li></ul><ul><li>DEPOIS. </li></ul>Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  15. 15. COMO COMPREENDER MELHOR AS COMPLEXAS RELAÇÕES ENTRE ENSINO DE APRENDIZAGEM? Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  16. 16. QUANDO O PROFESSOR PARTICIPA DE UMA FORMAÇÃO NA QUAL SERÁ ANALISADA UMA AULA PRÓPRIA... TRAJETO PERCORRIDO... Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  17. 17. LIÇÃO COMPREENDIDA ... ... A APRENDIZAGEM NÃO É UM FIEL REFLEXO DO ENSINO, QUE UMA MESMA INTERVENÇÃO PODE PROVOCAR DIVERSAS RESPOSTAS ENTRE AS CRIANÇAS, QUE FAZER A INTERVENÇÃO PRECISA NO MOMENTO OPORTUNOPARA FAVORECER O PROGRESSO DO CONHECIMENTO QUE ESTÁ LONGE DE SER FÁCIL... TELMA WEISZ Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  18. 18. COMO FUNDAMENTAR AS AÇÕES PARA AVANÇAR NA DESCONTEXTUALIZAÇÃO DOS CONHECIMENTOS DIDÁTICOS? Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  19. 19. APROPRIAR-SE NO SENTIDO DAS SITUAÇÕES E INTERVENÇÕES DIDÁTICAS ANALISADAS; TOMAR DECISÕES FUNDAMENTADAS AO PLANEJAR E ENFRENTAR EVENTOS INESPERADOS QUE COSTUMAM OCORRER DURANTE AS AULAS. Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  20. 20. ANÁLISE DO REGISTRO FEITO PELA PROFESSORA. LEITURA E PENSAR NO PROCESSO DE FORMAÇÃO Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  21. 21. TRABALHO EM GRUPOS SOCIALIZAÇÃO Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  22. 22. LEITURA: “A TEMATIZAÇÃO DA PRÁTICA” Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  23. 23. MUDANÇA NA PRÁTICA DO PROFESSOR COORDENADOR: COMO SERÁ REALIZADA A / ORGANIZADA TEMATIZAÇÃO DA PRÁTICA ? Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I
  24. 24. SOCIALIZAÇÃO DOS GRUPOS Márcia Corrales - Priscila Alquimim - PC OP Ciclo I

×