Eficiencia energetica apresentação

4,405 views

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,561
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
373
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Eficiencia energetica apresentação

  1. 1. Eficiência Energética O que isso tem a ver com a sua vida e com a sua empresa? 11 de agosto de 2011Espaço de Práticas em Sustentabilidadewww.santander.com.br/sustentabilidade
  2. 2. Olheà sua volta Pisco del GaisoNão há como negar:a sociedade precisa hojede bastante energia para Pisco del Gaiso Pisco del Gaisofuncionar. Divulgação
  3. 3. Olhe novamente à sua volta…Precisamos encontrar caminhos eficientes para lidarcom a seguinte equação: As empresas precisam ser MAIOR mais eficientes para garantir DEMANDA sua competitividade por energia para Crises ambientais ameaçam suportar o avanço econômico X a oferta de energia A geração de energia implica em custos econômicos, sociais e ambientais A conta da energia pode ficar cada vez mais cara
  4. 4. Através de soluções simples,você e sua empresa podem: REDUZIR REDUZIR REDUZIR O VALOR O IMPACTO RISCOS GASTO COM AO MEIO ENERGIA... AMBIENTE... ...e suprir sua demanda energética! (além de melhorar sua reputação)
  5. 5. É o que chamamos deEficiência EnergéticaNão vamos esgotar o assunto nesta apresentação.O objetivo aqui é: Introduzir o tema Apresentar formas práticas de aplicação Mostrar o que o Santander tem feito a respeito e que soluções oferece aos clientes Indicar caminhos para você se aprofundar no assunto
  6. 6. AFINAL…O QUE É? POR QUE PRECISAMOS DE NOVAS Práticas e Equipamentos?Eficiênciaenergética Aparelhos e sistemas não usam toda energia Aparelhos em mau que recebem. Parte dela se perde no estado de conservação podem gerar até funcionamento. Por exemplo: 30%nada mais é de aumento na sua contado que o uso de energiade práticas e Fontes alternativas de energia, como o gás natural, podemequipamentos reduzir em atécapazes de reduzir 90% O consumo elétricoo consumo eo desperdício O uso inadequado dos equipamentosde energia. gera desperdício de energia. Por exemplo: Uma lâmpada acesa em uma sala vazia não atende ao seu propósito de iluminação!
  7. 7. IMPACTOEficiência energética REAÇÃO EM CADEIAproporciona O investimento em eficiência energética gera uma série de efeitos, diretos e indiretos.ganhos Além de economizar recursos financeiros, empresas e residências eficientes ajudam a reduzir a emissão de gases do efeito estufa,financeiros, sociais poupar recursos naturais e diminuir a pressão pore ambientais, novos postos de geração de energia – o que gera impacto socioambiental inevitável, mesmo que asem comprometer fonte de energia seja limpa e renovável.a qualidade do seunegócio e da suavida. Gerar energia a partir do sol, do vento e da água polui muito menos do que a queima de carvão e combustíveis fósseis. Além disso, esses recursos são abundantes na natureza e permitem gerar energia em diversas escalas independentemente das centrais elétricas. Um bom negócio!
  8. 8. IMPACTOEmpresas PEQUENAS AÇÕES, GRANDES RESULTADOSenergeticamente Diferentemente do que você deve estar pensando, a Eficiência Energética pode ser praticada sem grandes revoluçõeseficientes no dia a dia do seu negócio e da sua casa.ganham em competitividade, Já existem medidas simples, fontes alternativas e soluções tecnológicasreputação, diminuem riscos que reduzem a dependência e o consumoe liberam recursos para de energia elétrica!investir em outras Em seguida, apresentaremos uma sérieprioridades. de ações práticas relacionadas a: 1. Compra de equipamentos 2. Iluminação 3. Ar condicionado 4. Manutenção e uso de equipamentos
  9. 9. Ações práticas 1. Na hora de comprar equipamentos:Na hora de comprar, priorize o selo!Os produtos mais eficientes dentro de cadacategoria levam este selo na embalagem.O selo é concedido pelo Programa deConservação de Energia Elétrica (Procel),criado pelo governo federal em 1985 com oobjetivo orientar o consumidor no ato dacompra. Os resultados apresentados até agora Etiqueta dá a letramostram que ele tem colaborado bastante coma Eficiência Energética do país: Outro indicador é a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia Somente entre 2000 e 2003, (ENCE), do Inmetro. Ela diz a economia de energia elétrica quanto cada produto consome de foi de 8,4 milhões de KWh. eletricidade e dá uma nota de A (mais eficiente) a G (menosEconomia em milhões de Kwh. Fonte PROCEL eficiente). Os produtos com o selo Procel costumam levar a nota A! Essa economia evitou o gasto de R$ 6 bilhões, dinheiro suficiente para construir aproximadamente Veja a lista de equipamentos com 6.000 escolas com 2.000 vagas cada uma. o selo do Procel no site do programa: www.eletrobras.com/procel
  10. 10. Ações práticas2. Iluminação OUTRAS OPÇÕES DE ILUMINAÇÃO EFICIENTE:Desligar Lâmpadas de LEDos aparelhos eletrônicos e apagar a luz ao sair Apesar de mais caras, duram mais, consomemde um ambiente garantem economia, mas dá pra fazer muito ainda menos energia, nãomais aplicando o conceito de eficiência energética já no geram calor e não têmprojeto de iluminação de uma construção. mercúrio. Fibra óticaUse lâmpadas de maior Ainda mais eficientes, mas ainda muito carasrendimento e disponíveis em poucosFluorescentes compactas de 20W lugares.iluminam mais do que incandescentesde 60W, podendo durar até 10 vezesmais e reduzir o consumo em até 80%. Atenção! Nunca jogue-as no lixo comum 80% DE ECONOMIA CURIOSIDADE: Se todas as famílias brasileiras trocassem apenas duas lâmpadas incandescentes comuns por Há postos de coleta especializados onde fluorescentes, a economia gerada evitaria a você deve entregá-las. O mercúrio contido construção de uma nova usina termelétrica, nelas é um metal altamente contaminante. o tipo que mais emite gases de efeito estufa. Fonte: Instituto Akatu
  11. 11. Ações práticas2. Iluminação Use equipamentos inteligentesAdeque a iluminação ao uso doambienteÁreas de trabalho, lavanderia, rouparia, cozinha eoficina necessitam de muita luz. Já outras áreas, comocorredores, restaurantes e áreas de descanso exigemmenos. Aproveite para economizar! Sensores de presença Dimmers Ativam equipamentos somente Permitem controlar aDica: Lâmpadas fluorescentes compactas com quando necessário intensidade da iluminaçãotonalidade amarelada deixam o ambiente mais acolhedor.Instale circuitos de iluminaçãoindependentes Timers Programados paraAlém de economizar energia, você cria a possibilidade funcionar em períodosde variar o “clima” do ambiente (com mais luz ou determinadosmenos luz) de acordo com a ocasião e a necessidade. Design eficiente Luz Natural O formato, o material e a cor de Embora favoreça a economia de energia e deixe algumas luminárias propicia os locais mais agradáveis, a entrada de luz natural melhor reflexão do que outras. também pode esquentar o ambiente e demandar Privilegie as mais eficientes para o uso de ar condicionado. É preciso saber dosar para usar lâmpadas mais fracas. que a luz natural não vire uma inimiga da eficiência.
  12. 12. Ações práticas 3. Ar condicionadoPara deixar o ambiente fresquinho, aparelhos de arcondicionado consomem muita energia. Durante o verão,segundo cálculos do Procel, eles respondem por um terço doconsumo doméstico de eletricidade. Já em edifícios comerciais,eles lideram a lista de consumo durante o ano inteiro. Evite a incidênciaPor isso, para ser eficiente, é bom tomar cuidados especiais: direta do sol A exposição do aparelho aos raios solares aumenta sua temperatura interna, exigindo que ele trabalhe mais.Desligue o ar condicionado do escritório Isso faz com que gaste mais energiauma hora antes do final do expediente para produzir o mesmo resultado de que teria em um lugar protegido.Num período de oito horas,isso equivale a 12,5% deeconomia diária. Ao final Evite o uso de aparelhosdo ano, você terá muito potentes em lugareseconomizado mais pequenosde um mês de energia Lembre-se que maissem passar calor, afinal, potência significa maisno final do expediente, consumo e, portanto,a temperatura já começa mais gastos. Tenha ema ficar mais amena. mente o tamanho do espaço e compre um aparelho adequado, evitando desperdício.
  13. 13. Ações práticas3. Ar condicionado Mantenha sempre limpos os filtros dos seus aparelhos Sujeira acumulada nos filtros prejudica a circulação de ar e exige que o motor trabalhe mais, aumentando o consumo de energia do aparelho.Use cores claras nas paredesAo optar pelos tons mais claros nasparedes externas você diminui a Você já pensou em fazer o jardimtemperatura do ambiente interno e subir para o telhado? Pode parecer maluquice, mas não é.assim pode reduzir a potência do Inclusive já existem alguns implantados no Brasil!sistema de ar condicionado. O teto verde (ou teto vivo) é mais uma solução para reduzir a temperatura de ambientes internos. Evite gases nocivos A camada de terra e vegetação no telhado funciona como excelente isolante térmico, evitando assim Alguns aparelhos contêm como gases que o calor penetre na construção. refrigerantes CFCs ou HFCs, que são danosos ao meio ambiente e fazem mal à saúde. Além disso, jardins suspensos, como qualquer jardim, colaboram com a biodiversidade, Sistemas limpos, como o de ventilação embelezam a paisagem e retêm a água da chuva, evaporativa, garantem 100% da renovação do evitando enchentes. ar e reduzem a necessidade de uso do ar condicionado.
  14. 14. Ações práticas4. Manutenção e usoSiga as dicas e economize energia!DE TEMPOS EM TEMPOS SEMPRE DE CINCO EM CINCO ANOSChecagem geral A todo vapor! Infra-estrutura Faça a manutenção periódica dos equipamentos Use os aparelhos em toda Faça revisão da rede e fiação que consomem energia na sua casa e no escritório. a sua capacidade. elétrica a cada cinco anos, Verifique se estão sendo usados de maneira adequada certificando-se que não há fuga a sua capacidade, potência e nível de eficiência. Ex.: espere o volume de roupas de energia e que ela está acumular; assim você evita usar a adequada ao uso. A cada dia lavadora várias vezes e já passa adquirimos novos aparelhos que $ $ várias peças de uma só vez. consomem energia e, assim,SEMPRE podemos sobrecarregar a redeUse com moderação sem nem nos darmos conta. $ SEMPRE QUE NECESSÁRIO Sobrecargas podem queimar $Quando se trata de energia, tempo aparelhos e gerar incêndiosé consumo! Portanto avalie bem o Meio desligadotempo de uso necessário de cadaaparelho, desligue-os quando não Evite que seus aparelhos fiquem no SEMPRE QUE NECESSÁRIOestiverem em uso e aproveite ao modo stand-by – quando, mesmomáximo as condições naturais. desligados, eles mantêm uma luzinha Desconecte acesa no painel. Nesse modo, ele Tire carregadores de celular,Ex.: Para secar roupas, aproveite a continua consumindo energia. E não computador e outros daventilação e a luminosidade natural; é pouca! Pode chegar a 25% do tomada quando não foremse realmente precisar da secadora, consumo elétrico do aparelho mais necessários. Plugados,use-a somente pelo tempo ligado. Faça um teste: desligue os eles continuam consumindonecessário. No banho, desligue o equipamentos da tomada e meça energia, mesmo quechuveiro enquanto se ensaboa. a diferença na conta de luz. desconectados do aparelho.
  15. 15. Ações práticas4. Manutenção e uso Alternativa: Chuveiros com aquecimento solar permitem banhos no horário de pico sem sobrecarregar a rede da cidade nem a conta de energia!HORÁRIO DE PICO 1 Afinal, o sistema só depende doSe puder, evite! sol para funcionar!O período entre as 18h e as 21h é crítico.É quando as luzes se acendem e, portanto,quando mais se consome eletricidade. Além disso,a energia consumida nesse horário émais cara. Portanto, pelo bem da sociedade e doseu bolso, evite usar nessa faixa do dia equipamentosindustriais e eletrodomésticos como lavadora, secadora,ferro de passar e chuveiro. HORÁRIO DE PICO 2 EMPRESAS Hora do banho Bom negócio Além de ser o período do dia em que as luzes se Algumas empresas economizaram bastante ao acendem, entre 18h e 21h é quando mais se toma reduzir o consumo no horário de pico. banho. Nesse horário, os chuveiros elétricos correspondem a 20% da demanda total de energia A HIGRA, por exemplo, zerou o consumo elétrica no Brasil. Esse fator é levado em consideração nessa faixa, e obteve 55% em qualquer plano público de geração e distribuição de energia para evitar ”apagões”. Se você puder deixar o de redução na banho para depois, estará, portanto, fazendo um bem para todos (e para o seu bolso). conta de energia Conheça este e outros casos no Banco de Práticas
  16. 16. Ações práticasResumo 1 SOBRE O AMBIENTEPortanto...Na hora de  OBSERVE E APROVEITE AS CONDIÇÕEScomprar, avaliar NATURAIS Perguntas: O local é ventilado? Tem boa iluminação natural?um novo projeto, É quente ou frio?reformar ou  ANALISE O LOCAL E A DEMANDA DE ENERGIAconstruir, Perguntas: Será que preciso de um ar condicionado neste local? De que potência? Onde é melhor instalá-lo?lembre-se dasseguintes dicas: 2 SOBRE EQUIPAMENTOS  ESCOLHA OS MAIS EFICIENTES Perguntas: Que aparelho me dará o melhor custo-benefício? Qual possui selo de eficiência? Qual tem potência e carga mais próxima da minha demanda?  AVALIE O DESIGN DO PRODUTO Perguntas: O formato, o material e a cor do produto favorecem a eficiência?
  17. 17. Ações práticasResumo 3 SOBRE O USO DOS EQUIPAMENTOS  REGULE A POTÊNCIA DE ACORDO COM A NECESSIDADE E UTILIZE EM TODA A SUA CAPACIDADESe você é um empresa ou vaiconstruir sua casa, talvez também  USE APENAS PELO TEMPO NECESSÁRIO Epossa optar por usar fontes DESLIGUE QUANDO NÃO ESTIVER USANDOalternativas de energia, como asolar e a eólica. Informe-se!  EVITE O MODO “STAND BY”  USE DISPOSITIVOS INTELIGENTES  EVITE O HORÁRIO DE PICO  NÃO DEIXE A MANUTENÇÃO PARA DEPOIS Seja um multiplicador! É muito importante que você divida com amigos, Para multiplicar, utilize este familiares e colegas de trabalho seu conhecimento material e os conteúdos de sobre Eficiência Energética. Quanto mais a palavra www.santander.com.br circular, mais eficiente será a sociedade! /sustentabilidade
  18. 18. Como o Santanderapoia a Eficiência Energéticados seus Clientes?
  19. 19. SoluçõesFinanciáveisConheça alguns exemplosde equipamentos e projetosde Eficiência Energética quepodemos financiar.Para mais informações,consulte seu gerente! André Arruda
  20. 20. Soluções financiáveisExemplos de soluções financiáveisPESSOA FÍSICA PESSOA JURÍDICAPara você no seu Para o seu negóciodia a dia  Projetos de engenharia e  Energia e aquecimento solar consultoria para eficiência energética  Sistemas de controle e Aquisição de eletrodomésticos gestão da energia e equipamentos com o selo  Sistemas de iluminação Procel – Eficiência A. mais eficientes  Fornos, fornalhas, caldeiras e estufas Instalação de sistema de  Sistemas de refrigeração aquecimento solar. e ar condicionado  Cogeração e recuperação de calor Reforma da casa com sistema  Sistemas de condução de Iluminação Inteligente. e motores  Motores e compressores Em Referências (ao final da apresentação) você encontra links de Associações através das quais você pode obter mais informações sobre os sistemas e equipamentos mais adequados para o seu negócio.
  21. 21. Exemplos de eficiência energética nos negócios CASO LUIZ ALVES/SC Acearia Frederico Missner e Fundição Máquinas Divulgação Cuidando do meio ambiente e aumentando a eficiência. PROBLEMA SOLUÇÃO As duas empresas catarinenses Financiamento de compra de máquinas precisavam reduzir o impacto ambiental para adequação ambiental. que causavam na cidade. RESULTADOS Outros resultados:  Aumento da produtividade em 40% MAIS DE 18%  Diferenciação do produto  Diminuição de poluentes lançados na atmosfera pelo processo de fabricação dos produtos DE ECONOMIA  Satisfação dos colaboradores, pois foi eliminado o manuseio do material EM ENERGIA contaminado, melhorando a qualidade do trabalho e a qualidade de vida. .
  22. 22. Exemplos de eficiência energética nos negócios CASO MONTES CLAROS/MG Pentáurea Clube Bom para os clientes, para a sociedade e para os negócios Jailson Alencar Soares PROBLEMA SOLUÇÃO O clube queria diminuir seus custos e Financiamento de aquecedores solares que garantir a qualidade e diferenciação dos permitiu oferecer o aquecimento da piscina serviços oferecidos. durante a noite e o dia.RESULTADOS MAIS DE Outros resultados: 40%  Aumento da satisfação dos usuários  Aumento do fluxo de associados DE ECONOMIA  Diminuição da dependência da energia elétrica EM ENERGIA
  23. 23. Exemplos de eficiência energética nos negócios CASO UBERLÂNDIA / MG VULCAFLEX Necessidade gera uma oportunidade para se tornar mais eficiente! Thiago Mesquita PROBLEMA SOLUÇÃO A empresa, fabricante de derivados de Financiamento de uma nova estação de borracha, estava sendo pressionada tratamento permitiu reintegrar a água no pelos seus clientes por processos mais processo produtivo e separar as sobras eficientes. que a poluíam para descarte correto – e, de quebra, economizar energia. RESULTADOS MAIS DE Outros resultados: 50% • Melhoria do relacionamento com clientes • Fortalecimento no mercado DE ECONOMIA • Diminuição de riscos legais e da EM ENERGIA dependência de recursos naturais
  24. 24. O que o Santander temfeito para tornar-se maiseficiente eeducarseusfuncionários e clientes?
  25. 25. Processos O que temos feito Eficiência certificadaSoluções eficientes Sete prédios administrativospara aprimorar nossas e uma agência certificados pela norma ISO14001 .instalações e serviços Torre Santander certificada pela ISO14001Adoção de práticas eficientes no projeto e pelo LEED Core & Shell.de construção e reforma de agências;Acionamento automático do ar condicionado, doscaixas eletrônicos e das comunicações visuais externas(letreiros, totens, etc.) por meio de timers programáveis; Agência Granja Viana certificada pelo LEEDIluminação inteligente: sensores acionam as luzes (categoria prata).quando detectam a presença de pessoas, economizandoenergia nos períodos menos movimentados; Em 2010: economia deSetorização de iluminação e do ar condicionado; R$ 4,6 milhões em energia elétrica
  26. 26. Processos O que temos feitoLuminárias de alto rendimento, que consomemmenos energia e conferem luminosidade 10% maiorque as lâmpadas antes usadas;Captação de energia na descida do elevador eiluminação interna substituída por lâmpadas deLED, gerando uma economia de 70% em relação Uso de indicadores ambientais,às lâmpadas fluorescentes convencionais; entre eles a Eficiência Energética, como critério para aAcompanhamento de dados de consumo remuneração variávelpara todas as unidades da organização; mensal das agências e regionais.Substituição de 5 mil monitores CRT pelos de LCD,resultando em economia estimada de 550 MWh por 59% do consumo de energiaano, aproximadamente R$ 1,76 milhão; elétrica dos nossos prédios administrativos vieram de Pequenas Centrais HidrelétricasSubstituição de desktops por unidades de (PCHs) em 2010.processamento remotas e centralizadas: redução de Energia limpa e renovável!40% de energia elétrica e 30% do espaço físico eeconomia estimada de US$ 355 mil em 4 anos pelaredução do número de desktops.
  27. 27. Educação O que praticamosEngajamento de funcionários Educação transversal e específica:  Programa Ser Líder: treinamento para liderança, sustentabilidade permeia todo o treinamento  26 mil funcionários concluíram o netcurso de SustentabilidadePisco del Gaiso  16 mil concluíram o netcurso de Ecoeficiência. Prêmio Sustentabilidade e Inovação  Lançado em maio de 2011 o Reconhecer boas práticas e iniciativas netcurso de Negócios em sustentabilidade, estimulando o protagonismo dos indivíduos
  28. 28. Educação O que praticamosEspaço de Práticasem SustentabilidadeCaminhos & Desafios:Treinamento para compartilhar com clientes efornecedores a experiência na inserção dasustentabilidade em sua estratégia de negócios. Portal do Práticas: www.santander.com.br/sustentabilidade  Curso Online de Sustentabilidade  Curso Online de Edificação Sustentável  Banco de Práticas: mais de 20 cases  Interatividades: na casa e no trabalho  Confira também outros cursos online, vídeos, blog, jogos e interatividades e cadastre-se para saber dos próximos eventos! Ricardo Hara
  29. 29. Referências
  30. 30. Referências Para saber maisAlguns portais Energia limpa ou de fontes renováveispara busca de Centro de Referência para Energia Solar e Eólica Sérgio de Salvo Brito (Cresesb) www.cresesb.cepel.brinformação e Centro Nacional de Referência em Pequenas Centrais Hidrelétricas (CERPCH)orientação www.cerpch.unifei.edu.br Sistemas de aquecimento de águaGuia de sustentabilidade para Meios de Cidades SolaresHospedagem www.cidadessolares.org.brhttp://sustentabilidade.bancoreal.com.br/biblioteca/Documentos/Guia%20de%20Sustentabilida_final.pdf Departamento Nacional de Aquecimento Solar da Abrava (Dasol-Abrava)Santander Obra Sustentável www.dasolabrava.org.brhttp://sustentabilidade.santander.com.br/oquefazemos/produtoseservicos/Paginas/RealObraSustentavel.aspx Sociedade do Sol www.sociedadedosol.org.brInstituto Akatuwww.akatu.org.br Climatização naturalInstituto Brasileiro de Defesa do Consumidor Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)(Idec) www.mapas.ibge.gov.brwww.idec.org.br Laura Vieira de Gouvea, Teto verde: uma propostaInstituto Nacional de Eficiência Energética (Inee) ecológica e de melhoria do conforto ambiental a partirwww.inee.org.br do uso de coberturas vegetais nas edificações www.puc-rio.br/pibic/relatorio_resumo2008/relatorios/ctch/art/art_lauravg.pdfPrograma Nacional de Conservação de Energia Universidade Federal de Santa Catarina – Projeto deElétrica (Procel) normalização de conforto térmicowww.eletrobras.com/pci/main.asp www.labeee.ufsc.br/conforto
  31. 31. Associações Para saber mais Geral Aquecimento Solar ABESCO Associação Brasileira das Empresas de Serviços DASOL de Conservação de Energia Depto. Nacional de Aquecimento Solar da ABRAVA Fone (11) 3549-4525 Telefone 11-3361-7266 Fax 11-3361-7160 http://www.abesco.com.br/siterobot http://www.dasolabrava.org.br/associados/ ABEER BH SOLAR Associação Brasileira de Empresas de Energia Grupo das empresas mineiras de aquecimento solar Renovável Fone (31) 3443-2894 Fax: (31) 3498-0902 Fone (21) 3261-7111 Fax (21) 3261-7103 http://www.bhsolar.com.br/ http://www.abeer.org.br/page003.html ABENS CNI Associação Brasileira de Energia Solar Confederação Nacional da Indústria http://www.abens.org.br Fone (11) 3040-3860 http://www.cni.org.br ISES do Brasil International Solar Energy Society do Brasil ABEAMA (48) 3721-9379 (48) 3234-2161 Associação Brasileira de Energias Renováveis e http://www.fotovoltaica.ufsc.br/ises/ Meio Ambiente Fone (21) 2512-1260 http://www.abeama.org.br/pagina.asp?pag=associados ABIMAQ Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos Fone (11) 5582-6311 - Fax (11) 5582-6312 http://www.abimaq.org.br/
  32. 32. Associações Para saber mais Iluminação Refrigeração ABILUX Associação Brasileira da Indústria de Iluminação ABRAVA Tel.: (11) 3251 2744 Fax: (11) 3251 2558 Associação Brasileira de Refrigeração, Ar http://www.abilux.com.br/associados_abilux.asp Condicionado, Ventilação e Aquecimento Tel: (11) 3361-7266 - Fax: (11) 3361-7160 ANEEL http://www.abrava.com.br/?Canal=13&Channel=QXNzb2NpYWRvcw Agência Nacional de Energia Elétrica Tel: 167 ASBRAV http://www.aneel.gov.br/ Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (RS, SC, PR) Fone / Fax: (51) 3342.2964 - (51) 3342.9467 Fornos e fornalhas http://www.asbrav.org.br/conteudo/asbrav/associados_listagem.asp ELETROS CSFEI – ABIMAQ Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Câmara Setorial de Fornos e Estufas Industriais Eletroeletrônicos Telefone: (11) 5582-6373 Fax: (11) 5582-6379 Fone: (011) 3556-8821 http://www.eletros.org.br/site/redes.php http://www.abimaq.org.br/camaras SINDRATAR Sindicato da Indústria de Refrigeração, Automação e controle Aquecimento e Tratamento de Ar no Estado de Sao Paulo Fone: (011) 3221-5777 Fax:(011) 3361-7160 http://www.fiesp.com.br/sindicato/sindratar_08/default.aspx AINST Ass. Bras. dos Prof. de Instrumentação, Controle e Automação TEL: (71) 3367-0109 http://www.ainst.org.br/

×