• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Aula 10   completa 2014.1 - aco - preco valor
 

Aula 10 completa 2014.1 - aco - preco valor

on

  • 201 views

 

Statistics

Views

Total Views
201
Views on SlideShare
201
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Aula 10   completa 2014.1 - aco - preco valor Aula 10 completa 2014.1 - aco - preco valor Document Transcript

    • 28/01/2014 Aula 10. Disciplina: ANÁLISE CRÍTICA DAS ORGANIZAÇÕES. Tema: Preço e Valor como perspectiva de uma avaliação de empresas. Prof. Angelo Peres A diferença entre preço e valor é de vital importância num processo de avaliação de empresa. A QUESTÃO DO PREÇO E DO VALOR NUMA AVALIAÇÃO DE EMPRESA. VALOR é a apreciação feita sobre a importância de um bem, com base em sua utilidade ( objetiva ou subjetiva ). Portanto, valor é o grau de utilidade de um bem dentro de uma escala de prazer / necessidade de um consumidor. 1
    • 28/01/2014 Rita Hayworth. O grau de utilidade de um bem não são claramente definidos, nem mensuráveis: -Valor contábil; -Valor de mercado; e -Valor econômico. O PREÇO reflete a mensuração financeira de uma transação de compra e venda de determinada empresa. Assim, o preço é definido após um processo de negociação, entre o desejo dos compradores e a expectativa dos vendedores. 2
    • 28/01/2014 Sem uma ideia coerente de valor passam a preponderar os fatores de ordem emocional, especulativo, entre outros. O PREÇO requer mais que uma experiência tecnológica. Ele requer pensamento criativo, percepção das emoções do consumidor. A chave para a formação do preço passa por: -Quem são os consumidores; -Porque eles compram; -Como eles tomam sua decisão de compra. 3
    • 28/01/2014 Algo de valor (preço). Algo de valor (benefício de possuir). Valor é a compreensão que os consumidores conferem ao benefício que recebem dos produtos adquiridos BENEFÍCIOS REAIS BENEFÍCIOS PERCEBIDOS O valor de um PRODUTO (OU SERVIÇO) varia conforme a percepção do cliente (atributos objetivos e subjetivos na perspectiva do cliente). Um bom preço começa com a análise das necessidades do cliente e sua percepção do preço atribuído ao produto. 4
    • 28/01/2014 ANÁLISE CRÍTICA DE UMA EMPRESA... É a busca de um valor econômico. Um valor que expresse o potencial de geração futura (de riqueza) de uma empresa. - Há que se ter qualidade (e confiabilidade) das informações; O processo de avaliação de uma empresa é complexo. - Há que se fazer um diagnóstico da empresa (dentro de um contexto social, cultural, macroeconômico, etc.) Há que se “ler”: •Setor de atuação; •Mercado consumidor; •Desempenho atual e do passado recente; •Aspectos econômicos, financeiros, sociais, jurídicos, fiscais, comerciais, tecnológicos, de gestão, etc. RESUMO DAS CAUSAS E SINTOMAS (GENÉRICOS) DE DECLÍNIO DE UMA EMPRESA. 5
    • 28/01/2014 SINTOMAS TIPO Renegociação de dívida junto à rede bancária; Financeiro. Piora nas garantias bancárias; Financeiro. Lucros não distribuídos aos acionistas; Financeiro. Perda de valor no mercado Financeiro. Pagamento tardio de faturas; Financeiro. Fraca gestão de capital de giro e/ou problemas com capital de giro; Financeiro. Queda nas vendas impactando no ativo (no total dos ativos) Financeiro. Planos de reestruturação; Gestão. Acidentes que ponham em risco a credibilidade da empresa; Gestão. Produtos obsoletos e/ou novos entrantes; Gestão. Mudança de diretoria (repentina); Gestão. Fracasso estratégico no lançamento de novos produtos; Gestão. Falta de estratégia e gestão; Gestão. Perda de funcionários-chave; Gestão. Falta de investimento em novas tecnologias, pessoal e ativos produtivos; Gestão. Perda de clientes e contratos-chave; Gestão. Moral baixa; RH. Perda de credibilidade da direção; Gestão. Objetivos operacionais desalinhados com a estratégia ou não sendo executados; Gestão. Contabilidade “criativa”. Contabilidade/Auditoria. •Má gestão; •Controle financeiro inadequado / Política financeira; •Fraca gestão do capital de giro; •Custos elevados; •Esforço de marketing insuficiente; •Aquisições; •Inércia ou confusão organizacional; •Mudanças na demanda; •Concorrência; •Variação adversa no preço dos insumos. 6