4 slides mba gestão de pessoas

  • 2,258 views
Uploaded on

 

More in: Education , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • você pode disponibilizar esse material pra download, é um excelente material
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
2,258
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
1
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. MBA GESTÃO DE PESSOAS Tópicos Especiais A Vocação de Consultor Organizacional Consultor é o profissional que agencia a mudança.Que assume a responsabilidade de auxiliarseus executivos e profissionais no processodecisório, não tendo, entretanto, o controle direto da situação. 1
  • 2. A vocação de uma pessoa que opta pelaprofissão consultor deve estar sustentada em três pilares: A integridade do profissional para atuar como consultor; O valor que o profissional da consultoria proporciona para a empresa-cliente; A felicidade que o consultor tem e expressa por sua atuação profissional. A integridade do profissional para atuar como consultor Quando o consultor se coloca totalmente a serviço e auxílio da empresa-cliente, visando elevado engajamento em sua atividade profissional. O valor que o profissional da consultoria proporciona para a empresa-clienteO valor refere-se ao serviço prestado,correlacionado ao resultado proporcionadopela empresa-cliente. 2
  • 3. A felicidade que o consultor tem e expressa por sua atuação profissional. Resultado de vários fatores, tais como: Realização profissional; Liberdade de atuação; Aprendizado na tarefa; Etc. O consultor só será feliz se conseguir identificar seus fatores pessoais de vocação como consultor. Todos os 3 pilares são de elevada importância e devem ser exercitados na plenitude. 3
  • 4. Características Básicas do Consultor São características de um consultor: Comportamentais; Habilidade; e Conhecimento. Comportamentais Ter atitude interativa perante diversassituações que as empresas colocam em suafrente; Atitude interativa é aquela que o consultor prepara o futuro e acredita que pode concretizar esta situação. O futuro só depende do que ele faz agora e depois.Esta atitude consolida o pensamento estratégico do consultor. 4
  • 5. Ter uma atitude racional; Consultor depressivo(culpa); consultor paranóico (desconfiança); consultor compulsivo(perfeccionismo) ; consultor esquizofrênico(distanciamento e não-envolvimento coma realidade); consultor dramático(autodramatização); e o consultor místico(acredita em sina, má sorte, etc). Fazer parte do mundo; Amplo referencial de atuação. Sólida cultura geral e experiências diversificadas. Ter adequado relacionamento com aspessoas;Deve estabelecer relacionamento de confiança, respeito e consciência dos direitos e responsabilidades das partes, bem como a participação das pessoas no processo. Ter diálogo amplo e otimizado; Deve estar consciente dos direitos das instituições, empresas e pessoas. Deve reconhecer o direito dos outros e respeitar as individualidades. Ser negociador; Ter valores culturais consolidados; Deve possuir sólido conjunto de convicções e valores que proporcionem consistência em tudo que faz. A integridade deve caracterizar sua atuação e sua forma de ser, apresentando coerência em tudo o que pensa e faz. 5
  • 6. Ter interesse pelo negócio da empresa- cliente; Ter atuação com ênfase nas pessoas; Desenvolver clima de confiança; Deve desenvolver nas pessoas crença positivas quanto aos caminhos que estão trilhando e que terão o apoio necessário para a concretização dos resultados. Saber trabalhar com erros; Ter comprometimento das pessoas; Ter lealdade à empresa-cliente, àempresa de consultoria e às pessoas. Habilidade Estar voltado para o processo de inovação; Ter adequado processo de auxílio na tomada de decisões e de estabelecimento de prioridades; 6
  • 7. Ter processo adequado de autocontrole gerencial e estratégico; Ter pensamento estratégico; Ser um agente de mudança; Ter intuição; Transmitir otimismo e segurança; Saber trabalhar em equipe; Trabalhar com realismo; Saber trabalhar com aspectosquantitativos e qualitativos; Saber assumir responsabilidades; Ter respeito; Ter capacidade de resolver conflitos; Saber administrar o tempo; Ter visão abrangente; 7
  • 8. Ser ético; Ter adequados focos de ataque; e Saber trabalhar com o elemento surpresa. Explicando item a item I Estar voltado para o processo de inovaçãoOs consultores devem contribuir para oprocesso inovativo; identificando-o,aprendendo, adaptando e aplicando estasnovas tecnologias.As empresas estarão mais e maisprocurando novas soluções para problemasmais complexos. 8
  • 9. Barreiras ao Processo da Inovação: Inaceitação dos indivíduos criativos e idealizadores; Visão curta quanto ao período de uma inovação; Avaliação objetiva demais; Tentativa de forçar a barra quanto aos resultados esperados; Inexistência de incentivos e processos de controle e avaliação inadequados, provocando descrédito. Estratégia do consultores Estar voltado para busca e para o desenvolvimento de oportunidades; Estar adequadamente estruturado para a inovação ( estruturar suas tecnologias, conhecimentos, recursos e compromissos organizacionais ); Estar com apoio motivacional, político epsicológico para o desenvolvimento da inovação; Estar estruturado para trabalhar com questõescomplexas e interativas; e Estar estruturado para aceitar a inovação. Oconsultor pode planejar os rumos e objetivosgerais, mas, provavelmente, ocorrerão inúmerassurpresas. 9
  • 10. Os consultores precisam entender e aceitar as realidades tumultuadas da inovação, aprender com as experiências de outras empresas e adaptar os aspectos mais relevantes dos outros e suas próprias práticas e culturas administrativas. As empresas inovadores demonstram excepcional habilidade em responder a quaisquer tipo de mudanças em seus ambientes. Atributos de Empresas Inovadoras Firme posição de agir; Estar ao lado e junto do cliente(atendimento,qualidade e confiabilidade); Ter autonomia e iniciativa; Ter produtividade por intermédio de pessoas,com base em um processo de confiança; 10
  • 11. Peters e Waterman, 1983. Ter mão-de-obra orientada por valores; Ater-se ao conhecido e não procuraraventuras desnecessárias; Ter formas bem simples e equipesdirigentes pequenas; e Ter prioridades flexíveis simultâneas. O consultor pode construir sobre o passado para alcançar o sucesso no presente, mas nunca deve negligenciar o futuro. Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira Adequado Processo de Auxílio II na TD e Estabelecimento de Prioridades Distinguir entre o que pode e o que nãopode ser mudado; Não envolver-se em assuntos que fogemde sua competência; Não gastar seu tempo em contribuiçõesimprodutivas e irrelevantes; 11
  • 12. Estar em posição de proatividade e a frente dos acontecimentos; Buscar soluções sempre. Não se permitir a postura de lamentações; Diante de informações desagradáveis, enfrente-as; Nunca tomar decisões de forma apressada, atabalhoada ou superficial; Ter descrita a situação adequada. Buscando fatos e coletando informações. Analisando todos os fatores pertinentes; Definir corretamente o problema (situação atual e situação desejada); Separar causa de efeito. E atacando ascausas; Formular mais de uma alternativa parao problema analisado; 12
  • 13. Não confundir alternativa com solução.Alternativa é um meio de que se dispõe paraalcançar determinado objetivo, relacionadoa determinada situação; Formular adequadamente as alternativas,analisar as conseqüências. Só aí tomar adecisão; Estabelecer critérios para a decisão, considerando um conjunto de fatores limitativos existentes; Ter capacidade de gerenciar sua vida, de sua família, seu tempo e suas prioridades; Ter competência na escolha de suas colaboradores e gostar de trabalhar em equipe; Não aceitar (nem de você, nem de suaequipe) desempenho medíocre; Não iludir-se com percepção de sucesso desua carreira; Após a fase de planejamento de sua decisãoé hora da implantação da mesma. Estabeleçamecanismos de controle, inclusive; 13
  • 14. Estabelecer a forma adequada de comunicação entre os tomadores dedecisão e os implementadores da decisão; Ao passar para a nova fase do processo decisório, verificar as conseqüências entre as etapas. Isto porque em cada etapa podem surgir novos fatos que invalidem a decisão da etapa anterior; Toda alternativa tem aspectos positivos e negativos. Não se iluda; Elabore planos contigenciais; Defina o processo pelo que a decisão será tomada. Ou melhor, estabeleça as etapas do processo de TD; Uma boa forma de melhor de aprimorarseu processo de TD é utilizar a metodologia“pensamento divergente e pensamentoconvergente”. Ou seja, a alternância entre acriatividade, a análise, a síntese e ojulgamento; Nunca imponha sua decisão e/ou adecisão de alguém; 14
  • 15. Esqueça as decisões de curto prazo, imediatistas e/ou simplistas; Uma solução é conseqüência do produto, de sua qualidade e sua aceitação. Uma solução excelente que não tenha aceitação terá pouca ou nenhuma efetividade. Ter processo adequado de III autocontrole gerencial e estratégicoIV Ter pensamento estratégico Tem que ter uma visão aberta e abrangente da empresa-cliente e seus ambiente; Possuir um adequado sistema de informações; Ter raciocínio do geral para o particular, e vice-versa. V Ser um agente de mudança VI Ter intuição A intuição serve para captar as oportunidades e saber estar na frente do processo decisório. 15
  • 16. VII Transmitir Otimismo e Segurança VIII Saber trabalhar em Equipe IX Trabalhar Com Realismo Saber Trabalhar Com Aspectos X Qualitativos e Quantitativos Tão importante quanto trabalhar com aspectos quantitativos (que mensuram os resultados a serem alcançados), os aspectos qualitativos (delineamento de novos mercados, novos produtos, diversificação, etc) também apresentam alta validade para o processo de inovação e de desenvolvimento da empresa-cliente. XI Saber Assumir Responsabilidades XII Ter Respeito 16
  • 17. XIII Ter Capacidade de Resolver Conflitos Como é um trabalho que envolve um alto número de pessoas, é muito comum a ocorrência de conflitos. XIV Saber Administrar o Tempo O tempo representa vantagem competitiva. Portanto, o consultor trata o tempo como um elemento estratégico. XV Ter Visão Abrangente A realidade global está mudando; Como minha empresa deverá atuar nesse processo?O Estado não apresenta campo propício para o desenvolvimento das potencialidades e capacidades profissionais dos indivíduos. Portanto, a economia será cada vez mais privatizada. A diluição do poder político, por meio do desenvolvimento dos blocos econômicos. Uma sociedade pluralista e descentralizada. A qualidade dos profissionais está em constante evolução e melhoria. O que provoca novas necessidades e expectativas nas pessoas. A internacionalização da economia. XVI Ser ÉticoXVII Ter Adequados Focos de Ataque O consultor não pode aceitar serviços que fujam de sua especialidade. 17
  • 18. Saber Trabalhar Com oXVIII Elemento Surpresa Conhecimento Ter Elevado Conhecimento de Sua Especialidade em Consultoria. Ter Conhecimento de Administração. O consultor deve conhecer as funções de administração (planejamento, organização, direção e controle), bem como as área funcionais ( marketing, pesquisa, desenvolvimento, finanças, recursos humanos, informática, etc). Desenvolver Situações AlternativasInteressantesO consultor deve possuir ampla sustentação conceitual e prática para poder desenvolver e exercitar situações alternativas para cada um dos assuntos de sua área de atuação. Ter Visão de Longo e Curto Prazo. O consultor deve pensar a longo prazo e agir a curto prazo. 18
  • 19. Saber Pensar Grande. Ser Generalista Com Forte Especialização. Trabalhar em Tempo Real. Estar Voltado para as Necessidades do Mercado. Voltado para o mercado, identificando e usufruindo as oportunidades. Ter raciocínio Lógico. Saber Buscar e Consolidar Informações. Ter Inteligência Empresarial. Possuir Conhecimento de Economia ePolítica Internacional. Saber Transformar o Impossível emPossível. O consultor deve criar várias alternativas para conseguir o resultado esperado e operacionalizar fortes decisões. 19
  • 20. Criar Condições Para Que o TrabalhoSeja Gratificante, Não Apenas do Pontode Vista Financeiro. 20