• Like
  • Save
52.junho 2013 revista
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

52.junho 2013 revista

on

  • 396 views

 

Statistics

Views

Total Views
396
Views on SlideShare
396
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
1

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Gosto muito...POSIATIVIDADE BRASILIA é uma revista que é cheia de informações ,com muita beleza e graça.......
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    52.junho 2013 revista 52.junho 2013 revista Document Transcript

    • Revista 52ª edição, junho de 2013 Esportes, viagens, moda, saúde e entretenimento: você encontra aqui!
    • 2 NO MÊS DOS NAMORADOS A NOSSA COMEMORAÇÃO É DUPLA. A CADA R$ 30 REAIS EM COMPRAS, VOCÊ CONCORRE A UM FINAL DE SEMAMA INTEIRINHO NO HOTEL LAKE SIDE, COM DIREITO A UM JANTAR ESPECIAL DO SUSHI WAY. COM TANTOS MIMOS, VOCÊ NÃO VAI QUERER DESGRUDAR DO SEU AMOR. WWW.SUSHIWAY.COM.BR É TANTO AMOR QUE UM DIA SÓ É POUCO. QUANTO MAIS CUPOM, MAIS CHANCE DE GANHAR! A CADA 30REAIS=UMCUPOM Essa promoção é válida para os cupons preenchidos em qualquer loja Sushi Way de 04 a 22/06. O sorteio será realizado no dia 23/06. O ganhador(a) será anunciado no dia 24/06 através do site e redes sociais. Premiação: um final de semana (28 a 30 de junho) no hotel Lake Side Brasília, com direito a um jantar oferecido pelo Sushi Way. WWW.SUSHIWAY.COM.BR V I T R I N N I S H O P P I N G ( Á G U A S C L A R A S ) 3 3 8 1 - 8 0 5 1 | C O N J U N T O N A C I O N A L : 3 3 2 7 - 8 0 6 9 NO MÊS DOS NAMORADOS A NOSSA COMEMORAÇÃO É DUPLA. A CADA R$ 30 REAIS EM COMPRAS, VOCÊ CONCORRE A UM FINAL DE SEMAMA INTEIRINHO NO HOTEL LAKE SIDE, COM DIREITO A UM JANTAR ESPECIAL DO SUSHI WAY. COM TANTOS MIMOS, VOCÊ NÃO VAI QUERER DESGRUDAR DO SEU AMOR. WWW.SUSHIWAY.COM.BR É TANTO AMOR QUE UM DIA SÓ É POUCO. QUANTO MAIS CUPOM, MAIS CHANCE DE GANHAR! A CADA 30REAIS=UMCUPOM Essa promoção é válida para os cupons preenchidos em qualquer loja Sushi Way de 04 a 22/06. O sorteio será realizado no dia 23/06. O ganhador(a) será anunciado no dia 24/06 através do site e redes sociais. Premiação: um final de semana (28 a 30 de junho) no hotel Lake Side Brasília, com direito a um jantar oferecido pelo Sushi Way. WWW.SUSHIWAY.COM.BR V I T R I N N I S H O P P I N G ( Á G U A S C L A R A S ) 3 3 8 1 - 8 0 5 1 | C O N J U N T O N A C I O N A L : 3 3 2 7 - 8 0 6 9 NO MÊS DOS NAMORADOS A NOSSA COMEMORAÇÃO É DUPLA. A CADA R$ 30 REAIS EM COMPRAS, VOCÊ CONCORRE A UM FINAL DE SEMAMA INTEIRINHO NO HOTEL LAKE SIDE, COM DIREITO A UM JANTAR ESPECIAL DO SUSHI WAY. COM TANTOS MIMOS, VOCÊ NÃO VAI QUERER DESGRUDAR DO SEU AMOR. WWW.SUSHIWAY.COM.BR É TANTO AMOR QUE UM DIA SÓ É POUCO. QUANTO MAIS CUPOM, MAIS CHANCE DE GANHAR! A CADA 30REAIS=UMCUPOM Essa promoção é válida para os cupons preenchidos em qualquer loja Sushi Way de 04 a 22/06. O sorteio será realizado no dia 23/06. O ganhador(a) será anunciado no dia 24/06 através do site e redes sociais. Premiação: um final de semana (28 a 30 de junho) no hotel Lake Side Brasília, com direito a um jantar oferecido pelo Sushi Way. WWW.SUSHIWAY.COM.BR V I T R I N N I S H O P P I N G ( Á G U A S C L A R A S ) 3 3 8 1 - 8 0 5 1 | C O N J U N T O N A C I O N A L : 3 3 2 7 - 8 0 6 9
    • Espaço reservado ao leitor para envio de sugestões, dúvidas e críticas através do e-mail: revistaposiatividade@yahoo.com.br Muito interessante a abordagem da nutricionista referente ao uso da proteína antes e após o treino! Às vezes a gente acha que sabe qual e como consumir, mas após essa leitura vi que as coisas não são tão simples assim... Parabéns pela matéria! Alexandre L. Jornalista Responsável Mel Simões Colunista Acácio Tolentino Colunista “Eu no mundo“ Rafael Ajuz Colunista “Viver com Estilo” Sandra Tumelero Colunista “É o Bicho” Ricardo Antônio Colunista “Correndo +” Edilberto Barros Colunista “Passaporte ” Elcio Vieira Colunista “Alimentação Positiva” Karen Moreno Colunista “Você na Moda” Finíssimo Fotografia Equipe POSIATIVIDADE Contato Comercial (61) 9261-2778 revistaposiatividade@yahoo.com.br www.facebook.com/posiatividade A Revista POSIATIVIDADE não se responsabiliza pelos anúncios veiculados, como também não se responsabiliza pelas matérias publicadas, que são de responsabilidade de seus autores. Página 20 Correndo + ............................................................................................................................ 07 Treinamento Personalizado .............................................................................................. 08 Alimentação positiva .......................................................................................................... 13 Você na moda ...................................................................................................................... 16 Pós-atividade ......................................................................................................................... 20 Viver com estilo ................................................................................................................... 22 Passaporte .............................................................................................................................. 24 Eu no mundo .......................................................................................................................... 28 É o bicho ............................................................................................................................... 31 Acontece – Semente da Vila ............................................................................................ 32 Acontece Shows .................................................................................................................... 34 Forró por eles! Elba Ramalho Á g u a s C l a r a s I Av. C a s t a n h e i r a s I R 1 3 N o r t e V i t r i n n i S h o p p i n g I Te l : 3 3 8 1 - 2 2 5 3 Ta g u a t i n g a S h o p p i n g I 2 º p i s o - Te l : 3 0 4 7 - 3 4 8 0 sinta o amor12 DE JUNHO
    • 7 controle de ritmo na corrida: decisivo para o sucesso nos treinamentos e competições Edilberto Barros é graduado, mestre e doutorando em Educação Física (CREF 873/DF). Pós- graduado em fisiologia do exercício e em treinamento desportivo. Treinador nível 5 da Federação Internacional de Atletismo – IAAF e professor da academia da mesma IAAF para corrida de longa distância. Atualmente treina vários atletas de alto rendimento, entre eles, Lucélia Peres, última brasileira a vencer a corrida Internacional de São Silvestre, como também treina vários corredores recreacionais (qualidade de vida). Contatos: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br Por Edilberto Barros C aros leitores, para quem corre é comum se deparar com pedidos do treinador, tais como: - No treino de sábado, corra tan- tos minutos ou quilômetros em um ritmo de 12 km/h, ou 5 minutos cada km! Ou ainda: na prova de domingo, 10 km, seu tempo final deverá ser de 42´30´´, ritmo de 4´15´´ cada km! Se esse for o seu caso, não entenda isso como chatices ou coisas do tipo, apenas compreenda que o que o seu treinador está pedindo é muito importante para seu desempenho, na verdade o que ele está fazendo é associar todas as suas capacidades, como frequência cardíaca, respiração/consumo de oxigênio, gasto energético, economia de corri- da, entre outros, ao ritmo de corrida para um óti- mo desempenho! Cada prova tem sua intensidade máxima limi- te (velocidade, ritmo) que está associada ao seu gasto energético, determinado pelo consumo de oxigênio (VO2 Máximo). Tentar ir além desse limi- te significa “quebrar” durante a prova ou treino, ou mesmo piorar marca e colocar todo trabalho realizado a perder. Portanto ouça e faça o seu me- lhor diante do solicitado para que tudo dê certo e você alcance os seus objetivos! No quadro abaixo, apresentamos um exem- plo de controle de ritmo. Foco no ritmo! Olho no GPS, ou cronômetro, e bons treinos! PARTICIPE DO FILA NIGHT RACE, UM ESPETÁCULO ÚNICO DE RUNNING E ENTRETENIMENTO. INSCREVA-SE AGORA MESMO! DIFERENCIAIS DA PROVA: ‹› Kit exclusivo Fila Night Race. ‹› Massagem. ‹› Smart Click, sistema de fotos instantâneas. ‹› Show do Grupo Patubatê e DJ convidado. ‹› Test drive do tênis Kenya Night Race. ‹› Estúdio fotográfico Fila Night Foto. ‹› Ativações surpreendentes. ‹› Guarda Volumes. Mais informações: www.filanightrace.com.br INSCRIÇÃO + KIT ATLETA INSCRIÇÃO + KIT ATLETA Por apenas R$ ,00 9522 de junho Largada às 20h00 Local: Praça do Buriti Etapa Brasília controle de ritmo na corrida: decisivo para o sucesso no Prova (Distância) Intensidade máxima 3000m 5.000m 10.000m ½ Maratona Maratona (%) Da Velocidade VO2 Máximo (VAM) 100% 95% 90% ≤ 85% ≤ 83% Exemplo de um atleta com VAM 12 km/h 15 min. ± 26´19´´ ± 55´33´´ ≤ 2h04´ ≤ 3h14 Ritmo em km/h 12 11.4 10.8 10.2 9.96 Ritmo tempo por km 5´ 5´16´´ 5´33´´ 5´53´´ 6´01´´ LUCÉLIA PERES, ÚLTIMA BRASILEIRA A VENCER A SÃO SILVESTRE. Edilberto Barros é seu treinador pessoal.
    • 98 Entenda a melhor saída para entrar em forma! Por Acácio Tolentino A luta constante na melhora da compo- sição corporal, por conta da epide- mia da obesidade, vem se tornando um desafio cada vez maior, confun- dindo as pessoas com relação aos conceitos e atitudes (corretas) a serem tomadas, agravando ainda mais a briga com a balança. A compreensão dos significados de emagrecimen- to e perda de peso precisa ser bem esclarecida no intuito de conduzir as pessoas à solução. Ao contrário do que todo mundo pensa, emagrecer e perder peso não são sinônimos. Emagrecer é a mesma coisa que perder peso? Posso emagrecer sem perder peso? Posso per- der peso e engordar? São perguntas complexas, mas com respostas simples, desde que entenda- mos o significado de cada uma delas. Para melhor entender esta diferença é im- portante, inicialmente, saber que o peso corpo- ral é composto pela soma da massa gorda (gor- dura corporal) + massa magra (músculos, ossos e vísceras) + água corporal. Assim sendo, quando alguém realiza um programa para emagrecer, ela deverá reduzir somente a massa gorda ou gor- dura corporal, sem necessariamente diminuir a massa magra e a hidratação do corpo. Já a perda de peso se dá não apenas pela redução de gor- dura, mas também da massa magra e água. Ou seja, se você amputar uma perna, por exemplo, você perderá peso. Caso você reduza o percen- tual de gordura, e o peso total permaneça o mesmo na balança, você estará emagrecendo. Vamos colocar o assunto em questão na prá- tica. Ao realizar somente atividades aeróbicas você estará reduzindo o peso corporal, pois há decréscimo de gordura, músculos e líquidos do corpo. Estímulos unicamente aeróbios não favo- recem a manutenção e melhoria da massa mus- cular, prejudicando o trabalho de emagrecimen- to. O peso terá um decréscimo, mas os valores de gordura no corpo podem não ser alterados como o desejado. Pelos conceitos e exemplos citados, pode- mos claramente responder aos questionamentos do inicio do texto, emagrecer não é a mesma coi- sa que perder peso. Caso a musculação esteja inserida no programa de emagrecimento, o peso total pode manter-se ou até elevar-se, porém os níveis de gordura no corpo sofrerão uma redu- ção significativa e o metabolismo gastará mais calorias no repouso. Para que ambos (Peso e gordura corporal) sejam reduzidos, atividades aeróbicas e de força (musculação) deverão estar associadas a uma alimentação equilibrada e um descanso reparador. Quando esse equilíbrio não acontece a resposta do outro questionamento fica mais fácil. Pessoas que fazem uma dieta de- sequilibrada ou muito restritiva perdem bastante peso, preferencialmente massa muscular, esto- cando gordura e prejudicando o emagrecimen- to. Ou seja, perdem peso e engordam ao mesmo tempo, pois elevam o percentual de gordura. O peso sofre flutuações em vários períodos do dia influenciado principalmente pela dieta, hi- dratação, ciclo menstrual e circulação. Por isso deve-se ter um cuidado ao verificar o peso diaria- mente, uma vez que basta tomar 1 litro de água e verá o “estrago” (psicológico) ao ver o seu peso na balança. Uma dica é sempre que for se pesar, vá no mesmo horário, no máximo uma vez por se- mana, nas mesmas condições alimentares e com as mesmas roupas para que seja mais fidedigno os números da balança. Para ter certeza se a re- dução de medidas foi em gordura procure um profissional de Educação Física e faça uma avalia- ção física a cada três meses a fim de estimar se está perdendo peso ou emagrecendo. Busque atitudes saudáveis para que a sua redução de peso não comprometa a sua massa muscular, nem sua saúde. Emagreça saudavelmente! O Personal Trainer Acácio Tolentino é especialista em programas de exercícios físicos para idosos. Pós graduado em reabilitação cardíaca e grupos especiais (obesidade, hipertensão, osteoporose e diabetes). Membro da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde. Palestrante sobre qualidade de vida, emagrecimento e exercícios físi- cos para idosos. Coach Profissional pela Academia Brasileira de Coaching. Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br
    • 1110
    • 1312 Por Karen Moreno Karen Moreno é nutricionista formada pela Universidade de Brasília, Especialista em Nutrição Esportiva pela Universidade Gama Filho e Sócia-proprietária de Clínica 449 – Nutrição esportiva - desde 2001. Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br O ovo traz benefícios à saúde? ma intercalada, evitando sempre a fritura (imer- são em óleo). Além disso, as proteínas do ovo apresentam alto valor biológico, ou seja, possuem todos os aminoácidos essenciais e em quantidades ade- quadas ao reparo e crescimento do músculo. Portanto o ovo é um ótimo alimento no que diz respeito à recuperação de massa magra. E a presença de ômega 3 no ovo também favorece nesta recuperação; já que o ômega 3 é anti-in- flamatório e protege os músculos contra os da- nos sofridos durante a execução do exercício (lesões musculares causadas pela própria repe- tição exaustiva do movimento e pela produção de radicais livres durante o exercício). Desfrute das qualidades do ovo de forma segura e aproveite suas vanta- gens em relação à saúde e recu- peração muscular. Prefira as formas que não levam gor- dura ou pouca gordura: cozido na panela ou no microondas; pochê; ou em frigideira antiade- rente coloque um fio de óleo e então passe um papel toalha para retirar o excesso, de- pois coloque o ovo, e em fogo baixo fa- ça-o mexido, “frito” ou como omelete. Portanto a modera- ção traz benefícios, e A SUA ALIMENTAÇÃO FAZ A DIFERENÇA! P or muito tempo o ovo foi acusado de vi- lão, principalmente no que diz respeito à saúde cardiovascular, devido ao seu ele- vado teor de colesterol. No entanto, estu- dos mais recentes vêm mostrando que seu consu- mo moderado pode ser benéfico à saúde, já que o ovo é rico em vitaminas, minerais e compostos bioativos. Além disso, é rico em proteína de alta qualidade, contribuindo para a recuperação mus- cular após atividades físicas desgastantes. O ovo realmente apresenta um teor alto de colesterol (por volta de 200mg em um único ovo); enquanto a recomendação de acordo com a American Heart Association limita o consumo em até 300mg por dia. No entanto, o ovo apresenta substâncias nutritivas como as vitaminas li- possolúveis (A, D, E, K); vitaminas do complexo B; minerais como ferro, magnésio, zinco, cálcio; e é rico em ômega 3 e compostos bioa- tivos como os carotenoides. Portanto, todos esses nu- trientes protegem o orga- nismo e proporcionam o controle do colesterol sanguíneo; diferente- mente de outros ali- mentos ricos em coles- terol. A indicação pela Sociedade Brasileira de Cardiologia é que se consuma até 1 ovo por dia, para que se aproveite de seus benefícios de for- ma segura. E outra forma seria consumir 2 ovos de for-
    • Durval Lelys - Asa de águia
    • 1716 O Boticário lança webserie com o selo da Linha Intense A s clientes de O Boticá- rio agora têm uma nova maneira de acom- panhar e copiar ten- dências propostas pela marca. A gigante dos cosméticos acaba de estrear a webserie “Lin- das e Tensas”, que ganha a assinatura da Linha Intense e conta a história de quatro jovens, suas rotinas e segredos de beleza. Com uma primeira temporada de três episódios, os próximos a serem lançados Lindas e tensas nos dias 17 e 24 de junho, a série teve os looks assinados por Sadi Consati, consul- tor criativo da linha Intense, que propõe não apenas ideias de maquiagens e pro- dutos, mas composições fashionistas para cada make na série. Quem acompanhar ainda poderá con- sultar no site da marca uma listagem de produtos usados em cada cena, assistir a tutoriais feitos pelo próprio Sadi e apro- veitar da interatividade dos vídeos que es- tarão devidamente sincronizados com a loja online de O Boticário. Por Wilson Nemov Conheça nossa loja em Águas Claras! Av. Castanheiras, rua 36 Norte (em frente ao Shopping Quê!) 215 Sul • (61) 3245 5003 205 Sul • 3242 7469 Águas Claras (Av. Castanheiras, rua 36 Norte) • (61) 3435 2130 Twitter @LoggiaOficial • Facebook LoggiaOficial www.loggiacalcados.com.br R$209,90 R$169,90 R$149,90 R$109,90 R$139,90 R$139,90 R$159,90 R$1�9,90 R$159,90
    • 1918
    • 2120 Forró por eles E m junho comemoramos a tão famosa e esperada Festa Junina! Festejada o mês inteiro e prorrogada para o mês de julho, a festa de São João brasileira é típica da Região Nordeste. Por ser uma região árida, o Nordeste agradece anualmente a São João Batista, mas também a São Pedro, pelas chuvas caídas nas lavouras. Em razão da época propícia para a colheita do milho, as comidas feitas de milho integram a tradição, como a canjica, a pamonha, o curau, o milho cozido, a pipoca e o bolo de milho. Também pratos típicos das festas são o arroz-doce, a broa de milho, a cocada, o bom-bocado, o quentão, o vinho quente (quentão), o pé-de-moleque, a batata-doce, o bolo de amendoim, o bolo de pinhão e muito mais. Tudo isso regado a boa música, ao nosso bom e velho forró, mas você sabe o que é o verdadeiro forró-pé-de serra?! E o forró universitário e o eletronico, será que se encaixam na linhagem de Luiz Gonzaga?! Confira as definições que nossos ilustres representantes da música brasileira falaram em entrevistas anteriores! Dominguinhos: A essência do forró está no zabumba, no triângulo e na sanfona, e há uma diferença nos vários ritmos que nós temos no nordeste, porque o baião é um Alceu Valença: O que é o pé-de-serra?! O pé-de serra é o forró que vem dentro da linhagem de Luiz Gonzaga, que foi quem criou tudo isso! Eu acho que há uma apropriação indébita quando aparecem determinadas bandas que não fazem nada de forró, e colocam uma sanfona e pensam que estão fazendo um forró, e tocam uma lambada, tocam um calipso, qualquer coisa disso e depois vem dizer que isso é forró. Pegaram a marca forró, ela foi usurpada porque essa marca vale muito, porque a marca tem tradição e tem conteúdo. Tato: O forró universitário, na verdade, tem o forró-pé-de serra como sua musicalidade, e disso acabam surgindo influências. O forró-pé-de serra é tocado dentro do forró universitário. A gente utiliza a zabumba, o triângulo, a sanfona, o violão e a voz como base do nosso trabalho, que é a base do forró pé-de-serra. ritmo, o forró é outro ritmo, o xote é outro, o arrasta-pé é outro... As pessoas às vezes globalizam e todos eles ficam sendo só forró, mas tem uma diferença, e essa diferença é dada pelo zabumba! O forró-pé- de-serra e o forró universitário andam juntos. Já o eletrônico, eu não sei nem que eletrônico é esse, porque pra mim eletrônico é outra coisa, mas tudo bem. Eu acho que essas bandas ainda não acharam um nome que levassem eles a dizer que tocam forró. Tenho a impressão que deveriam se chamar de outra coisa, mas nunca dizer que faz forró, porque não faz. Em época de festa junina, saiba a definição desse ritmo musical, através das palavras de grandes representantes da nossa música!
    • 2322 Sandra Tumelero é designer de interiores e engenheira eletricista gradu- ada pela Napier University, em Edinburgh UK, tendo realizado mostras como Morar Mais e Casa Cor, atua no mercado de design de interiores em Brasília. Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br T ema que engloba conhecimentos de bo- tânica, técnicas agronômicas, design de interiores e arquitetura, considera-se paisagem um elemento a ser construído, tanto em edifícios e residências como em ambientes urbanos, por vezes pode-se consi- derar ainda o paisagismo quase que uma exten- são da arquitetura. Um projeto de paisagismo melhora as condições de conforto ambiental, pro- tege o solo contra erosão e organiza os espaços livres dando um ar cênico ao local. Pode amenizar a ação da natureza tais como insolação excessiva, ventos fortes, enchente, ero- são e ruídos. O projeto deve considerar elementos físicos do ambiente tais como relevo, vegetação, áreas de preservação, nascentes, clima, e no caso de já existir vegetação no local, esta deve ser in- corporada ao projeto. Elementos que devem ser considerados são a terra, a vegetação, a água, a morfologia do terre- no, o mobiliário de área externa, equipamentos de lazer, iluminação, circulação e os passeios que dão enorme charme ao local. A área pavimentada deve ser a menor pos- sível. Para a escolha do piso, considera-se a qualidade, durabilidade, as características es- téticas, facilidade de manutenção e permeabi- lidade das águas pluviais. Existem pisos cimen- tícios que são do tipo drenante, com inúmeros padrões estéticos e cores, que dão enorme vida ao projeto de paisagismo. Opções de iluminação são os espetos de jar- dins, as arandelas em vários formatos, sempre com lâmpadas que suportam humidade e água da chuva, tipo PAR 20. Os detalhes construtivos do tipo rampas, escadas, canaletas, grelhas, guar- da corpo, corrimão, serão especificados no proje- to de acordo com as normas brasileiras e regras de acessibilidade. No desenvolvimento do proje- to, devem-se considerar também os aspectos de manutenção das plantas, irrigação, controle de pragas e procedimentos de limpeza periódicos. Uma das mais fortes expressões brasileiras em paisagismo é Burle Marx, paulista de ascen- por Sandra Tumelero Obra paisagista de Burle Marx: Praça dos Cristais em Brasília dência francesa, formou-se em pintura na Alema- nha, e em Belas Artes no Rio de Janeiro, onde desenvolveu a maioria de seus trabalhos, muito embora o tenha realizado também em outras ci- dades brasileiras e inúmeros países. Possuía uma linguagem bastante orgânica e evolutiva, identifi- cando-a muito com a arte abstrata, o concretismo e o construtivismo. As plantas baixas dos seus jar- dins lembravam em muito, telas abstratas, nos quais os espaços criados privilegiavam a forma- ção de recantos e caminhos através dos elemen- tos de vegetação nativa.
    • 2524 Elcio Vieira é formado em Pedagogia e Turismo, Pós Graduado em Psicopedagogia Clínica e Institucional, atua no mercado de turismo em Brasília há 26 anos, tendo visitado mais de 15 paises. Morou 3 anos na itália e na França e atualmente traba- lha na Sanchat Tour operadora. Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br A ruba situa-se no coração do caribe meridional, a 20 quilômetros da costa Venezuelana.A ilha tem extensão de 30 quilômetros e 9 quilômetros em seu ponto mais largo, com uma área total de 184 quilômetros quadrados. A topografia e a vegetação são inusitadas para uma ilha do Caribe. Nas costas do sul e do oeste encontram-se quilômetros de intocadas praias brancas consideradas entre as mais lindas do mun- do, rodeadas por tranquilo mar azul, cuja visibilida- de em certas áreas chega a profundidade de 30 metros.A costa noroeste, ao longo da costa de bar- lavento, é escarpada e agreste. O interior é desérti- co, com uma variedade de cactos e dramáticas for- mações rochosas. Ás árvores mais famosas da ilha são as wata- panas, ou árvores divi-divi, todas permanente- mente esculpidas em formas graciosas, inclinadas para o sudeste pelos constantes ventos alísios. Em Aruba sempre é verão e o clima é seco todo o tempo.A diferença entre as temperaturas de meio-dia e meia noite, e entre as de verão e inverno, é de somente 1,3 C. A média de chuva é menor que 50 cm por ano, devido principalmen- te ás curtas pancadas de chuvas durante os me- ses de novembro e dezembro. Possui uma locali- zação segura, longe da rota tradicional de furações. Porém, é preciso considerar a seguinte advertência: o sol brilha intensamente entre as 11 horas e 14:30, recomenda-se enfaticamente, portanto, o uso de bloqueadores solares, in- cluindo os produtos fabricados localmente, tais como Aruba Aloe. Aruba tem aproximadamente 110.000 habi- DICAS: Não deixe de conhecer a gastro- nomia da ilha, Aruba oferece 100 op- ções de finos restaurantes, nesse caso, hospedagem com all inclusive talvez não seja vantagem. Aruba está no horário padrão do Atlântico, uma hora a menos que no Brasil. Muitas lojas são especializadas em câmaras, cristais e porcelanas, coleções de marca e roupas de esti- listas reconhecidos mundialmente. Roupas de banho são aceitáveis somente na paria e não nas ruas ou restaurantes. tantes permanentes, que representam mais de 94 nacionalidades diferentes e que convivem em har- monia, e a hospitalidade continua sendo uma tradi- ção fortemente arraigada entre a população. Os idiomas oficiais de Aruba são o holandês e o papiamento que é a língua nativa, mas a maior parte dos arubanos tem fluência em vários idiomas, incluin- do o inglês e o espanhol. (O papiamento local, um idioma melódico e ritmado, evoluiu durante séculos a partir de uma mistura eclética entre espanhol, holan- dês e português, com um toque de dialeto indígena, inglês e francês.) Aruba tem muitas atrações além das praias, estão lá às cavernas de Andicuri e Dos Playa, as pitorescas casas de campo e as coloridas aves em frenchman´s pass, a Capela de Alto Vista, as sepulturas dos primei- ros colonos em Seroe Patrishi, o Fort Zoulman, a anti- ga igreja protestante e o altar neo-gótico ornamenta- do e entalhado á mão, encontrado na igreja de Santa Anna em Noord. Considerada um mar de atrações naturais, Aruba possui um Parque denominado Nacional Ariok, que proporciona uma visão do passado da ilha, além de uma oportunidade para disfrutar sua beleza natural. Impossível não visitar: a fazenda de avestruzes, a fazenda de borboletas, santuário dos burros, a ilha de andorinhas do mar e o santuário de pássaros Bubali. O ambiente romântico de Aruba, com praias ilu- minadas pelo pôr-do-sol e esconderijos particulares na praia, fez da ilha o destino para os récem-casados. E para quem pensa em se casar, fica a dica: tanto a lua-de-mel, como a cerimônia de casamento e recep- ção podem ser feitas na ilha. Por ser um dos locais mais famosos no Caribe para essas situações, os casais que procuram romance em Aruba encontram seu refúgio em momentos memoráveis que junto ás fotos do casa- mento e a lua-de-mel se tornarão inesquecíveis! A pro- pósito, realizam-se casamentos civis no salão do histó- rico edifício da prefeitura, no centro de Oranjestad. Após o casamento civil, o casal pode realizar uma ceri- mônia religiosa em uma das igrejas ou sinagogas de Aruba, ou ainda receber a benção na praia! A culinária tradicional de Aruba surgia da abun- dância oferecida pelo mar.Desde o momento em que os primeiros habitantes povoaram Aruba, os mariscos, o atum, o wahoo, o mahi-mahi, a garoupa e o pargo foram os principais produtos trazidos para casa pelo pescador da ilha para compartilhar com a comunidade com o intuito de celebração. Atualmente, os frutos do mar fazem parte dos pratos favoritos nas comidas típi- cas condimentadas com ervas e especiarias nativas. Qualquer época do ano é ideal para visitar Aruba. Os refrescantes ventos alísios ajudam a manter as tem- peraturas constantemente amenas.Não há estação de chuvas, a ilha está afastada da rota dos furações e a temperatura do mar fica ao redor dos 28 C todo o ano. passaporte 2524 Por Elcio Vieira Verão o ano todo e muita Beleza Natural Janeiro, fevereiro e março são os meses mais populares para visitar a ilha, durante o carnaval Aruba diverte-se com desfiles, celebrações e festas. Se você prefere menos multidão e uma at- mosfera mais relaxante, planeje sua viagem en- tre meados de abril e setembro. Mas, se você realmente quer se divertir e curtir muito sol, pegue o próximo avião e vá co- nhecer Aruba. Partindo de Brasília, temos voos diários da Copa Airlines via Panamá e Avianca via Bogotá. Em outras palavras, escolha seu próprio mo- mento e tenha uma boa viagem.
    • 2928 Rafael Ajuz é biólogo, mestre em Biologia Animal pela UnB. Atua no Licenciamen- to Ambiental de empreendimentos de infraestrutura de energia, com a análise do componente biótico. Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br eu no mundo Por Rafael Ajuz Que coincidência engraçada! Não é que a Copa das Confederações ocorrerá justo no mês em que é comemorado o dia mundial do meio ambien- te (05/06)? Será que a atenção da mídia ocupará ao menos um décimo do tempo disponível para a Copa das Confederações com a causa ambiental? Inocência minha achar que em um país onde a vida humana é secundária, onde a saúde é tratada com tamanho descaso enquanto nossas superfatu- radas “arenas” aparecem lindas na TV, onde o close da filmagem nem ao menos pega o seu entorno ainda em obras e sem nenhum dos projetos de mobilidade e urbanização prontos a tempo deste evento, teste da tão esperada Copa do Mundo. Não é uma questão de ser pessimista, mas como a crítica ainda é permitida em nosso país, é importante atentar para o quanto nossas priorida- des estão invertidas. É claro que a Copa do Mundo é desejada por todos os países e deveria ser bem vinda para o Brasil! O problema é quando a sua realização é usada para justificar qualquer fim. Não é concebível que a Copa no Brasil custe mais caro do que as últimas 3 copas juntas custaram, Japão e Coréia (2002) US$16 bilhões, Alemanha (2006) US$6 bilhões e África do Sul (2010) US$8 bilhões. No Brasil, as previsões conservadoras estimam um gasto total próximo de US$ 40 bilhões!!! Imaginem o impacto de um investimento des- ta magnitude em inovação e pesquisa de ponta, em saneamento básico, em ensino profissionali- zante, em recuperação de mananciais? Ainda te- mos uma gordurinha de cerca de 30 bilhões de reais investidos em um projeto discutível como Belo Monte, sem falar na Transposição do São Francisco, que já evaporou com bilhões de reais e encontra-se abandonada. O que percebemos é que o Brasil investe muito mal o dinheiro arrecada- do com tanta voracidade do seu cidadão. Mas o que isso tem a ver com meio ambiente? Tudo! Esse dinheiro mal gasto poderia estar sendo revertido em pesquisa de novas fontes de energia mais sustentáveis do que queimar carvão e óleo die- sel, ou ainda construir obras faraônicas que tanto im- pacto trazem para a biodiversidade e para as popula- ções tradicionais como as hidrelétricas. Além disso, poderíamos deixar de ser um país tão dependente de comodites como carne, soja e minério de ferro. Pode- ríamos exportar muito mais tecnologia como qual- quer país que saiu da situação de subdesenvolvimen- to.Semfalarnosavançosemeducação,quepoderiam realmente começar a resolver nossas mazelas. Não se trata de torcer contra a Copa no Brasil, mas sim de exigir que o nosso dinheiro seja bem utilizado, respeitando os brasileiros. Se o custo desta Copa fosse compatível com o resto do mun- do, ainda sobraria muito dinheiro para todas essas transformações que mencionamos. Cabe a nós fi- carmos de olho e exigirmos mais responsabilidade de nossos governantes e entender que por mais que gostemos de futebol, essa Copa não pode ser- vir para legitimar qualquer desgoverno ou atropelo das políticas públicas que realmente farão diferen- ça para o nosso país!
    • 3130 Ricardo Antonio Silva é Médico Veterinário CRMV/GO Nº 5283, Especialista e Mestrando em Ciência Animal. Atua como Fiscal Estadual Agropecuário da Agência Goiana de Defesa Agropecuária – AGRODEFESA. Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br Por Ricardo Antônio Silva U m dia o aluno me perguntou: - Professor, qual ferramenta devo eleger para conseguir a aprova- ção em um concurso público? Fa- zer um cursinho, resolver provas e simulados, debulhar livros e apostilas, estudar sozinho ou pela internet? A minha resposta: - Você deve fazer um cursinho, resolver provas e simulados, debu- lhar livros e apostilas, estudar sozinho e pela internet, se manter atualizado, conhecer a ban- ca examinadora, estabelecer cronogramas de estudo, preparar o corpo físico e mentalmente para a jornada de quatro horas de leitura e trei- nar a interpretação de texto. Fazendo uma analogia subjetiva entre esse questionamento e outro muito comum no contexto da Medicina Veterinária – que diz respeito à forma como fazer um controle efetivo de carrapatos, vai a dica: Não existe remédio milagroso! O controle a ser adotado para combate ao parasita, assim como deveria ocorrer na prepa- ração para a prova de concurso, deve ser pro- gramado e sistemático; não estando necessa- riamente relacionado ao tratamento único dos cães, uma vez que o planejamento das ações deve contemplar, primordialmente, o controle ambiental. Para o combate eficaz devem-se utilizar carrapaticidas no canil o que inclui a ca- sinha do cachorro e suas frestas, paredes, ralos e adjacências do recinto. Em casos de infesta- ções maciças até mesmo o tratamento com fogo – em canis, por exemplo, de alvenaria – por ciclos de 15 a 15 dias, geralmente, em três oportunidades. A poda das plantas, no con- texto geral, também é muito importante. Para os animais, deve-se aplicar ectopara- siticidas mensalmente associados ao banho e a tosa sistemáticos, principalmente, no verão, uma vez que as condições ambientais são mais favoráveis à eclosão de ovos e dissemi- nação dos carrapatos adultos. • No geral, apenas 5% dos carrapatos se encontram nos animais e o restante está disperso no ambiente nas formas de ninfas, larvas e ovos; • Uma larva de carrapato pode sobrevi- ver 568 dias sem se alimentar; e • uma única fêmea ingurgitada pode de- positar 5.000 ovos. Façamos como parte os colegas que um dia deixaram de ser aspirantes a servidores públicos e vamos nos programar no intuito de alcançar o objetivo desejado. www.bateral.com.br LIVRE DE MANUTENÇÃO BAIXA MANUTENÇÃO COM ENTREGA E INSTALAÇÃO GRATUITA TAGUATINGA SUL (EM FRENTE A UNIV. CATÓLICA) Controlar carrapatos é tão difícil quanto passar em concurso público
    • 3332 acontece Semente da Vila Semente da Vila – uma homenagem a Dona Ivone Lara Data: 13 de julho Horário: 20h | Local: Rotary Clube (Setor de Clubes Esportivos Sul, trecho 3) Ingressos: R$ 20,00 (sujeito a alteração). Banheiros com acessibilidade para pessoas com deficiência física e idosos. Não recomendado para menores de 18 anos. Informações: (61) 92671108 Pontos de Vendas: Restaurante Green’s (302 norte, Bloco B). Balcone (CLSW, 101, Bloco B - Sudoeste). E m julho a roda de samba do Projeto Semente da Vila faz homenagem a sambista, cantora e com- positora Dona Ivone Lara em agradecimento a sua contribuição para a música popular brasilei- ra. Em setembro de 2012, o grande homenageado da série “Raiz do samba” idealizada pela produção do even- to, foi João Nogueira. Em janeiro/2013, o grande home- nageado foi o cantor, compositor e escritor Martinho da Vila em comemoração aos 45 anos de carreira. Para homenagear a grande dama do samba, a can- Em julho, uma homenagem a Dona Ivone Lara tora Khris Maciel e o cantor Salomão Di Pádua irão interpretar seus grandes sucessos como “Sonho Meu”, “Acreditar”, “Tiê”, “Candeeiro de vovó”, “Sonho meu”, “Acreditar”, “Sorriso Ne- gro”, “Nasci pra cantar e sonha”, “Mas quem disse que eu te esqueço”, dentre outros. *Roda de samba com Dudu 7 cordas (banjo e voz), Rodrigo Dantas (violão 7), Tito Silva (ca- vaco), Larissa Umaytá (pandeiro), Biel Teixeira (percussão), Thiago Viégas (percussão geral).
    • 3534 Acontece shows A POSIATIVIDADE limita-se apenas à divulgação das informações fornecidas pelas empresas promotoras de eventos aos meios de comunicação. caetano veloso Renato russo sinfônico Estádio Nacional de Brasília (Mané Garrincha) será palco do show de uma das maiores vozes da Música Popular Brasileira. Renato Russo Sinfônico é a primeira apresentação em tecnologia holográ- fica (3D) em show no Brasil, e a segunda no mun- do. A holografia do artista projetada no palco, cantando suas canções mais famosas, o trará de volta à Brasília para a comoção do público. O Evento marcará a inauguração do espaço como arena multiuso e contará com a presença de artis- tas como Ivete Sangalo, Zélia Duncan, Fernanda Takai, Lobão e Ellen Oléria. Caetano Veloso, uma das maiores vozes da Música Popular Brasileira, apresenta seu novo show “Abraçaço” em Brasília. Dia 5 de Julho, no Opera Hall, às 22h. Renato Russo Sinfônico Data: 28 de Junho Sexta-feira. Hora: 20h. Local: Estádio Nacional de Brasília (Mané Garrin- cha) Pontos de Venda: Free Corner (Brasília Shopping; Conjunto Nacional; Loja 304 Sul; Loja; Sudoeste; Gilberto Salomão); Zimbrus (Loja 305 Sul; Pier21; Águas Claras); Clube Melissa (Conjunto Nacional; Park Shopping; Taguatinga Shopping); Central de ingressos G2 (Brasília Shopping); Bilheteria Digi- tal: www.bilheteriadigital.com caetano veloso Data: 05 de Julho, Sexta-feira. Hora: 22h. Local: Opera Hall - SHTN, Trecho 2 (antigo Marina Hall) Brasília Pontos de Venda: Central de Ingressos – (Brasilia Shopping); Ingressos Online: Bilhete- ria Digital INFORMAÇÕES: (61) 3342-2232
    • 36