Your SlideShare is downloading. ×
41.julho 2012 revista
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

41.julho 2012 revista

201
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
201
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 41ª edição, julho de 2012Quedas em Idosos: Umproblema com solução!CUBA – Muitas Viagensem um Só Lugar E AINDA: Saiba onde tomar deliciosos drinks na Capital Federal!
  • 2. Deguste à vontade o tradicional galeto acompanhado de salada de maionese, polenta frita, talharim à bolonhesa, arroz carreteiro, salada e molho de ervas. PROMOÇÃO Existem maneiras mais fáceis de conquistar alguém. Anunciar aqui é uma delas. R$ 24 por pessoa ,80 POSIATIVIDADE: um veículo apreciado que traz retorno. Válido de Segunda à Sexta até 31/08/2012 Reservas: 3047-2444 (61) 9261 2778 comercial@posiatividade.com.br Av. Parque Águas Claras - Qd. 3012
  • 3. . 06 ............ ............ 1 ............ ....... 1 ............ ............ .. ............ .. ............ .. 12 ............ ............ ............ ............ ............ ............ .... 14 ........ ............ ...... ............ ........ ............ ............ mu ndo .. .. ............ .... ............ .... ............ . 16Eu no ............ ............ ............ ............ ............ ............ ............ ............ do + lizado ............ ............ .. ........ 2 0Corren ersona ............ ............ ............ m ento P ...... ............ ............ ............ .. . 22 Treina 012 .... .......... ............ ............ ago 2 ............ ............ ............ a do L ............ ........ ............ ............ .......... 24 Volt sitiva ............ ...... ...... ntaç ão po ...... ............ .... .... ............ . 26 Alime ............ ............ ............ ............ de...... .... ............ .. ............ .. ............ Pós Ati vida ............ ............ ............ ....... 28 t ........ ............ ............ ............ G ourme .... ............ .... ............ ...... ............ ..... 30 Sabor ............ ............ ............ ............ por te ........ ...... ............ .... ............ .... ............ ... 33 Passa ............ ............ ............ ............ om Estilo .... ............ .... ............ .... ............ . 34 Viver c ............ ............ ............ ............ a mo da ...... .... ............ .. ............ .. ............ Você n ............ ............ ............ emas.. ............ ............ n os Cin .. ............ .. ............ Breve ............ ............ ............ ............ Éo Bicho.. .. ............ ............ ce...... Aconte Espaço reservado ao leitor para envio de sugestões, dúvidas e críticas através do e-mail: revistaposiatividade@yahoo.com.br “Adorei a inserção das novas colunas! Gastronomia e turismo é tudo de bom! Parabéns!!!” Jane G. Jornalista Responsável Mel Simões Colunista Página 20 Acácio Tolentino Colunista “Eu no mundo“ Rafael Ajuz Colunista “Você na Moda” Alceu Valença Equipe Finíssimo Colunista “Viver com Estilo” Sandra Tumelero Colunista “É o Bicho” Ricardo Antônio Colunista “Correndo +” Renato André Colaborou nesta edição: Karen Moreno, Elcio Vieira e Ronia Alves Fotografia Equipe POSIATIVIDADE Projeto Gráfico e Diagramação Azê Marketing Impressão Athalaia Gráfica e Editora Contato Comercial (61) 9261-2778 revistaposiatividade@yahoo.com.br www.posiatividade.com.br A Revista POSIATIVIDADE não se responsabiliza pelos anúncios veiculados, como também não se responsabiliza pelas matérias publicadas, que são de responsabilidade de seus autores.
  • 4. Afinal, o que é dos pelo desmatamento da cobertura florestal. Outros exemplos podem facilmente ser citados, como o custo para tratar a água, as próximas gerações, os governan- tes devem entender que as políticas devem ser coerentes com o cresci- economia verde?eu no mundo que poderia ser encontrada potável e mais mento relativo do país, isto é, PIB vs abundante caso suas nascentes fossem pre- Recursos ambientais/sociais. servadas, ou ainda pensando-se na questão O foco das políticas deve ser as social, o desperdício de recursos humanos ações que privilegiem empresas que Por Rafael Ajuz em nossos engarrafamentos diários e cada investem em energia alternativa, trans- vez mais extensos. Qual é o valor des- porte público, aumento da eficiência E tes preciosos minutos que dos aparelhos consu- m meio às discussões da Rio +20, um que apliquemos os conceitos poderiam ser utiliza- midores de energia, tema está sendo recorrentemente aventa- da sustentabilidade! Entendam dos para um conví- preservação dos ser- do como uma das soluções para a crise ‘crescimento’ no aspecto eco- vio familiar mais sa- viços ecológicos, ambiental que o mundo está passando: a nômico e demográfico. O PIB dio, ou para uma produção de ali- implantação de uma economia verde. O problema é de um país não pode ser ava- produção mais mentos aliada à que nem todos sabem o que realmente está por trás liado de maneira absoluta, mas criativa dos pro- recuperação de deste conceito, nem mesmo os chefes de estado que sim como uma relação entre o fissionais? Sem áreas já degra- estavam reunidos no Rio de Janeiro, nem os profis- quanto o país cresceu em de- falar no aumen- dadas, aumento sionais de imprensa que cobriram o evento, e muito trimento de quanto dos seus to nos gastos da produtivida- menos, o público em geral. recursos foi degradado (algo com saúde de- de das áreas já Existem várias definições sobre o que seria a eco- ainda mais elaborado do que o c o r r e n t e s de cultivadas (com nomia verde, porém nenhuma delas pode fugir da Índice de Desenvolvimento uma população o uso de con- questão principal, isto é, a inclusão do conceito de Humano - IDH). estressada, que sórcios de cul- desenvolvimento sustentável no planejamento polí- Simplificando, não adianta não tem tempo turas), tecno- tico e econômico dos países. Assim, o que se espera o país crescer 10% em um ano para se exercitar e se logia, inovação, de uma economia verde são ações que privilegiem se para isso ele degradou alimentar adequada- educação, políticas um desenvolvimento social e econômico, sem que se grande parte de seu patrimô- mente, além de respi- que inibam o cresci- destruam os recursos naturais e, por consequência, nio natural juntamente com rar um ar extremamente m e n t o demográfico preserve a biodiversidade como um patrimônio da os serviços ecológicos que ele poluído. descontrolado e finalmente, humanidade. representa, ou ainda, implicou A implantação de uma economia assumir que os recursos naturais têm O problema das pessoas que discutem este tema em um custo social que resul- verde não é uma tarefa fácil e demanda sé- valor e não custo zero como a maio- é que muitas delas esquecem do ponto central: não tará em mais gastos com saú- rias reflexões e planejamentos de médio a ria dos economistas pensam. é possível continuar a ‘crescer’ eternamente, mesmo longo prazo. Abaixar o IPI (imposto sobre Enquanto esse conceito não for as- de, por exemplo. Logo, esse propriedade industrializada) sobre auto- similado pelos tomadores de decisões mesmo país terá um enorme móveis simplesmente porque a economia e pela própria mídia/formadores de prejuízo com o agravamento está em crise não é uma solução inteligen- opinião, o PIB convencional continuará das estiagens ou alagamentos te para quem pensa a longo prazo. Se o sendo o parâmetro de quanto o país é e deslizamentos decorrentes país realmente pretende atingir um nível bem sucedido ou não, continuando e das mudanças climáticas. Isso de qualidade de vida digno para seus habi- perpetuando a nossa atual economia sem falar no maior volume de tantes, e garantir um futuro saudável para ‘marrom’. agrotóxicos necessários para combater as pragas que agora proliferam sem seus concor- rentes naturais, ou ainda com a Rafael Ajuz é biólogo, mestre em Biologia Animal pela UnB. Atua no Licenciamen- queda na produtividade de- to Ambiental de empreendimentos de infraestrutura de energia, com a análise do corrente da falta de poliniza- componente biótico. dores silvestres, ambos causa- Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br 7
  • 5. História e corrida – parte 2 Por Renato André A história permite conhecermos nossas origens e como chega- mos a ser o que somos. Tam- bém, a entender os costumes de nossos antepassados e as origens de nossa civilização, dialogando com os acontecimen- tos atuais e prognosticando o futuro. Neste contexto, abordarei meu segundo texto sobre aspectos históricos relativos ao atle- tismo e a corrida. Pois, acredito piamente que o entrelaçamento entre o passado e o presente pode desenvolver e agigantar os corredores. Foi em setembro de 490 a.C. que iniciou- modalidades do atletismo o ato de correr se expressa for- -se a saga da corrida e, consequentemente, do temente. atletismo. A tropa ateniense se pôs a marchar No Brasil esta linda saga é marcada pela realização contra as forças persas, contudo este exército da primeira edição da Corrida de São Silvestre em 1924. estava em desvantagem numérica apesar do Em 2012 a prova chegará a 88ª edição. melhor armamento. Ocorreu que a esquadra Na capital federal, em meados dos anos 70 um es- persa não aceitou a derrota e decidiu atacar trelado professor de Educação Física iniciou uma revolu- pelo Sul. Nesta situação a cidade precisava ser ção no atletismo local, seu nome – Mário Ribeiro Can- avisada, foi aí que o soldado Feidípedes se tarino Filho. Ele defendia uma formação desportiva ofereceu para este brado. Correndo a passos pautada na ética e formação humana. Sob sua supervi- largos o soldado percorreu os 36 km entre a são surgiram para o mundo a atleta Aída dos Santos cidade e o campo de batalha e após atingir (quarto lugar nos Jogos Olímpicos de 1964) e Joaquim sua meta pôs-se a morrer! Cruz (medalhista olímpico- 1964). Nos Jogos Olímpicos o atletismo despon- Atualmente, o contexto mudou bastante, por vezes em tou para o mundo em Atenas (1896). De lá demasia, e o que vemos são megaeventos, serviços especiali- para cá firma-se como a modalidade mais gla- zados de treinamento, a ingestão de preparados dietéticos, mourosa e prestigiada dos jogos. É dividido uso de meias de compressão e o monitoramento dos treinos em provas que incluem saltos, velocidade, ar- com um aparelho de pulso que se comunica com satélites. remessos dentre outros. Contudo, em todas as Gostou? Corrida é para ler, escrever e praticar! Renato André Silva é graduado, mestre e doutorando em Educação Física (CREF 1114G/DF). Atua como fisiologista do exercício e coordenador de exames de desempenho humano do Centro de Excelência em Medicina do Exercício (CEMEx/ Golden Spa) . Contatos: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br10 11
  • 6. Quedas em Idosos: mizar as capacidades e potencialidades, pois a restrição da atividade pode rela- cionar-se com as quedas, uma vez que a mostrou que um dia de musculação por se- mana já é capaz de atenuar a perda de força muscular, contribuindo para um menor de- Um problema com solução! inatividade favorece a perda de força, sequilíbrio do idoso e maior autossuficiência flexibilidade e equilíbrio. para suas atividades cotidianas. A atividade Os idosos devem ser encorajados a an- física deve ser precedida por uma avaliação Por Acácio Tolentino dar, fazer suas atividades diárias, realizar médica e física, além de contemplar diferen- O um programa de exercício adequado, que tes qualidades físicas como o exercício aeró- envelhecimento humano é um proces- melhore o equilíbrio e a flexibilidade, man- bio, o alongamento, os exercícios de equilí- so gradativo e inevitável, no qual os sis- tendo, ou mesmo, aumentando, a força e a brio e o trabalho de força muscular. temas que constituem o nosso corpo resistência, bem como a coordenação. Conhecendo estes aspectos, é funda- começam, por algum motivo, a enve- Tanto o treinamento de equilíbrio, como mental pensar preventivamente! Não es- lhecer, e neste percurso, algumas estruturas passam a o de ganho de força, devem ser estimulados pere por uma queda para adotar tais me- funcionar de maneira alterada, provocando disfunções para um melhor bem estar dos idosos, dimi- didas, antecipe seus cuidados, afinal a e processos patológicos em idosos. Essas alterações de nuindo assim a taxa de morbidade e morta- prevenção sempre foi, e continua sendo, o mobilidade dificultam a realização das atividades da lidade dos mesmos. Uma pesquisa divulgada melhor remédio! Cuide-se hoje para viver vida diária, podendo conduzir às quedas. pela sociedade americana de gerontologia melhor amanhã e assim sucessivamente! As quedas nos idosos provocam uma série de da- nos físicos, como traumatismos de tendões e liga- mentos, fraturas ósseas, declínio funcional, e muitas vezes, podem levar a morte. Com o avançar da idade, um Quedas em idosos indivíduo experimenta, durante este processo, um declínio contí- nuo de suas atividades e funções como por exemplo o das fun- 35% de que- 51% de que- ções nervosas, auditivas, visuais e das ocorrem das ocorrem musculares. Com o envelheci- em maiores em maiores mento, o sistema nervoso passa de 70 anos de 85 anos a transmitir seus impulsos mais lentamente fazendo com que o idoso não tenha tempo hábil de 6ª causa de defesa em casos de desequilí- 30 a 60% idosos brio, justificando o aumento de óbito em pa- caem anual- quedas nessa fase da vida. cientes acima Porém, o fato de o idoso mente de 65 anos ter algumas limitações físicas e funcionais, que aumentam o risco de quedas, não significa Idosos mais saudáveis que o mesmo deva permane- O Personal Trainer Acácio Tolentino é especialista em programas de exercícios físicos para idosos. Pós graduado em reabilitação cardíaca e grupos especiais (obesidade, caem menos!!! cer o dia sentado e sem ativi- hipertensão, osteoporose e diabetes). Membro da Sociedade Brasileira de Atividade dade! De fato, o ideal é maxi- Física e Saúde. Palestrante sobre qualidade de vida, emagrecimento e exercícios físi- cos para idosos. Coach Profissional pela Academia Brasileira de Coaching. Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br12 13
  • 7. Equipe Revista ram do que realmente é feita uma equipe. Compreensão, apoio, com- panheirismo, força, paciência, garra, POSIATIVIDADE na superação e perseverança foram as palavras que definiram a Volta do Lago 2012! Só quem estava lá sabe 9ª Volta do Lago – as pouca e boas que essas 8 pesso- as passaram, mas nem por isso de- sistiram e, merecidamente, alcança- 100Km - 2012 ram o objetivo, conseguindo completar, com louvor, os 100Km da Volta do Lago! A verdade é que o espírito de equipe foi mais forte C que o de competição, e a POSIATI- completa: um microônibus como transporte de onsiderada uma Couto, Paulo Henrique Bizanha, Jhonny Viana e Leonar- VIDADE parabeniza essas 8 pessoas apoio e uma bicicleta; Fotógrafos; Alimentação ba- das mais tradi- do Ribeiro. pelos valores ali demonstrados! Te- lanceada e adequada para a prova, que além de ser cionais provas de Liderados pelo capitão da equipe e colunista da re- mos muita honra em dizer que vo- proporcionada pela revista POSIATIVIDADE, tam- corrida de rua de vista POSIATIVIDADE, Acácio Tolentino, os atletas da cês fizeram parte da nossa equipe!!! bém contou com o apoio do Pão de Açúcar e da Brasília, a Volta do Lago - Equipe tiveram como desafio a superação de seus limi- Parabéns a todos, mas principal- Panificadora Pão Dourado; A suplementação ficou 100Km – tem em seu percurso tes, já que não se tratam de atletas profissionais e sim mente, muito obrigada pela sua por conta da Nutriwhey (que também forneceu diferenciado que privilegia os cidadãos, com diferentes profissões, porém com carac- inesquecível participação!!! brindes aos participantes). Os 8 atletas da equipe pontos turísticos da Capital terísticas em comum: a busca pela qualidade de vida e foram presenteados pela revista POSIATIVIDADE Federal situados em torno do o mais verdadeiro espírito de equipe! E é justamente Km totais de cada atleta: com 1 par de ingressos para cinema e brindes da Eixo Monumental e do Lago por esse motivo que Revista POSIATIVIDADE tem o or- •Acácio Tolentino: 12,7Km POSIATIVIDADE! Paranoá, entre eles a Ponte JK, gulho de dizer que a Volt a do Lago 2012 foi mais que Nós da Revista POSIATIVIDADE agradecemos à •Melina Simões: 10Km a Ermida Dom Bosco e a Con- especial... foi marcante! Principalmente pela equipe que Organização da Prova e também aos participantes •Darlan Farias: 15,4Km cha Acústica. Nessa prova os levamos! Essas 8 pessoas, que acordaram em plena ma- da Equipe Revista POSIATIVIDADE. Nosso sincero atletas percorrem diferentes drugada para dar início a mais uma corrida de aventura, •Natália Caixeta: 5Km agradecimento ao capitão da equipe Acácio Tolen- tipos de terreno, que variam foram fundamentais na conquista de mais uma meda- •Elias Couto: 8Km tino que estruturou toda a logística da prova, com entre asfalto e o cross country. lha dos 100Km. Porém, mais do que isso, elas mostra- •Paulo Henrique segurança e conforto para todos. Nosso muito Desde 2009 a revista POSIA- •Bizanha:9,6Km obrigada também vai para a própria Revista POSIA- TIVIDADE leva uma equipe para TIVIDADE, pela organização e dedicação em levar a •Jhonny Viana: 22,3Km participar deste desafio, e em equipe com a melhor estrutura possível. Agradece- •Leonardo Ribeiro: 17Km 2012 não foi diferente. A 9ª edi- mos aos apoiadores e parceiros da revista POSIATI- ção da Volta do Lago - 100Km VIDADE – Pão de Açúcar, Panificadora Pão Dourado - aconteceu no dia 17 de junho A equipe POSIATIVIDADE, con- e Nutriwhey - pois todos vocês foram fundamen- de 2012, e nós da revista PO- tou com uma estrutura única e tais para a realização deste desafio! SIATIVIDADE, levamos uma equipe de 8 atletas para partici- parem da 9ª Volta do Lago. Os participantes da Equipe Revista POSIATIVIDADE foram: Acácio Tolentino, Melina Simões, Dar- lan Farias, Natália Caixeta, Elias14 15
  • 8. Hidratação no cerrado Por Karen Moreno uem mora em Brasília sabe como o leve, de 1 a 2% do peso já afeta a temperatura cor- organismo pode ficar debilitado poral, provoca tontura, fraqueza e confusão. Já a neste período de Julho à Setembro. combinação de desidratação e treino em um am- O inverno no Cerrado parece real- biente quente e seco aumenta e muito a situação mente ter clima de deserto: com de estresse que o corpo tem que enfrentar, afetan- madrugadas frias e dias secos e quentes. Essa do negativamente o rendimento, a capacidade e/ alteração de temperatura faz com que nosso ou motivação para se exercitar, sobrecarregando organismo sofra, piorando o rendimento e fra- vários órgãos e sistemas do nosso organismo, e em gilizando a saúde. casos mais graves podendo levar à morte. Para amenizar os perigos da seca, é impor- A quantidade de água a ser ingerida durante tante se alimentar adequadamente, com ali- o dia varia de acordo com o peso, idade, sexo, mentos leves que contenham alto percentual de clima, nível de atividade e alimentação. Sendo água em sua composição: assim como sucos, que cerca de 80% normalmente é proveniente de leite, iogurte, chás, frutas e verduras. E, in- bebidas (água, sucos, chás, leite) e 20% dos ali- discutivelmente, deve-se abusar da mentos. Não existe nível máximo seguro água neste período. A água é o estabelecido para ingestão de água por principal nutriente que precisamos dia. Os rins de um adulto conseguem ex- consumir diariamente! Já que ape- cretar em torno de 0,7 a 1 litro de líqui- nas 1(um) dia sem beber água já é dos por hora, e por isso a intoxicação por suficiente para percebermos os efei- água é rara. tos nocivos de sua falta, o que Para manter a saúde e conti- não acontece com outros nuar sua rotina de treinos nos nutrientes! Para enten- próximos meses, é importan- dermos a magnitude de te hidratar-se antes, durante sua importância, basta e após exercício, e principal- lembrar que 55 a 60% do mente durante todo o dia. peso de um adulto é MANTER UM ESTADO DE composto por água. HIDRATAÇÃO ADEQUADO Um a desi dratação FAZ A DIFERENÇA! Karen Moreno é nutricionista formada pela Universidade de Brasília, Especialista em Nutrição Esportiva pela Universidade Gama Filho e Sócia-proprietária de Clínica 449 – Nutrição esportiva - desde 2001. Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br16 17
  • 9. DENSE FILLER * Produto para uso externo, não deve ser ingerido. A CÁPSULA DO TEMPO COM EFEITO PREENCHEDOR PROLONGADO. Dense Filler é o lançamento da ADCOS, que oferece inovação e praticidade no tratamento rejuvenescedor facial. Contém ácido hialurônico em cápsulas* na medida certa para a sua aplicação. Promove efeito preenchedor e uma pele revitalizada, radiante e iluminada. TAGUATINGA SHOPPING | 61 3033.5303 BRASÍLIA SHOPPING | 61 3036.6262 PARKSHOPPING | 61 3047.5678 ASA SUL | 61 3244.2777 - SCLS 307, Bl. A - Lj 2518 19
  • 10. Arraiá do Alceu O nordeste está em festa! que aconteceu no dia 30 de junho, na AABB, con- Não apenas pelas festas tou com muitas barraquinhas de comidas típicas, juninas, mas principal- quadrilha e é claro, com a atração principal: Alceu mente pelo centenário de Valença, que além de cantar seus grandes suces- Luiz Gonzaga, o rei do Baião! Há muito sos, não poupou palavras para interagir com o pú- que comemorar, não só em Pernambuco, blico. Contou histórias, fez críticas e é claro, arran- como em todo o Brasil, e por que não di- cou sorrisos dos que estavam ali presentes! Mas a zer, no mundo?! Alceu Valença que o música de Alceu não foi a única que botou o públi- diga, pois é justamente nesse ano que o co para dançar: Clima de Montanha, Salve Jorge, cantor e compositor comemora os seus Balalaica e João Artur e Daniel, foram as demais 40 anos de carreira, e esse foi um dos atrações da festa que teve início as 21h e foi até principais motivos que fez com que o ar- altas horas da madrugada! O sucesso do “Arraiá do tista fosse um dos homenageados do Alceu” foi tão grande que a produtora do evento carnaval pernambucano junto a Luiz pretende repetir a dose ano que vem. Aguarde! Gonzaga! O fato é que 2012 tem sido um ano especial para Alceu Valença. Além do que foi dito anteriormente, Alceu participou da “Estória João Joana” (único cordel de Drummond, com versos musicados por Sérgio Ricardo, que viraram um cordel sinfônico); irá gravar CD e DVD intitulado “Lua e Eu” em homenagem a Gonzagão, e pretende lançar, ainda esse ano, o seu filme, denominado “Luneta do Tempo”. Com tanta coisa boa acontecendo, o artista se sentiu lisonjeado ao retornar a Brasília para uma festa junina que levou o seu nome, o “Arraiá do Alceu”. A festa20 21
  • 11. que foi aprimorado com BANHO E TOSA VIGIADOS açúcar demerara e rum ouro. O cosmopolitan tam- Alquimias bém entra sem cena. A be- bida ganhou o público fe- minino depois do seriado alcoólicas Sex in the City, mas há duas décadas é febre nos bares descolados dos Estados Unidos. Por Ronia Alves A experiência com as coqueteleiras – e com o uma nova carta de bebidas, preparo de hambúrgueres, unindo clássicos da coque- outra atração da casa – Ge- telaria internacional a co- naro adquiriu em Londres. quetéis que não saem dos Em solo inglês, trabalhou copos dos brasileiros. na hamburgueria Haché A primeira página etílica Burger, onde aprendeu a oferta criações autorais de Genaro e, também, releituras modelar e temperar as car- de bares mundo afora. No nes e combiná-las com ou- Midori Sour, por exemplo, sai tros ingredientes, entre fa- o uísque e entra a angustura tias de pão. O menu da bitter combinada com licor casa sugere 17 estilos com de melão japonês, limão e toque picante, agridoce e açúcar. tradicional e, ainda, peque- Uma seção masculina foi ninos hambúrgueres espe- criada com bebidas no estilo tados no palito (finger bur- bitter&sour. Destaque para a gers) para acompanhar os cachaça old fashioned (aguar- drinques. dente de cana, chambord, angustura bitter e açúcar) e o negroni, moda deste verão entre os europeus. No copo, Genaro Jazz Burger Café gim, campari, martini e an- 114 Norte Bloco A Loja 60 D gustura bitter. – Asa Norte ois quadros da Revista Veja Em “Cockatil Classics”, o (61) 3273-1525 Comer&Beber pendurados mojito – drinque favorito de na parede do Genaro Jazz Ernest Hemingway, que che- Burger Café anunciam: lá gou a cunhar um quase poe- Ronia Christina Freire Alves é jornalista com especialização na área são preparados os melhores drinques de ma a respeito em “My Mojito gastronômica (Cátedra Ferran Adrià de Cultura Gastronómica y Ciencias de Brasília. As premiações impulsionaram in La Bodeguita” – leva o la Alimentación). Sócia do site Brasília no Prato há 8 meses, Ronia possui Genaro Macedo, sócio da casa, a criar nome de mojito golden, por- vasta experiência no ramo. Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br22 23
  • 12. orte passap DICAS & INFORMAÇÕES: CUBA – Muitas Viagens moeda: peso convertible (CUC) em um Só Lugar cartões de crédito: são aceitos todos os cartões, ex- ceto American Express e cartões Por Elcio Vieira emitidos por bancos americanos. e teatros, na riqueza do casa- documentação: necessário tarjetas de entrada, rio em estilos colonial, barro- em Brasília emitida pela Embai- co e art-noveau, na geografia xada de Cuba ou pela Sanchat de suas praias, e principal- Tour Operadora. mente com sua história. o que fazer: Sem forçar a barra, é Para comemorar sua chegada ou numa viagem pelos Cayos sua despedida da ilha, vale o café (Cayo Coco, Cayo Guilher- Del Oriente no centro histórico, no hotel Meliá Cohiba, você curte mú- mo, Cayo Largo, Cayo Santa sica ao vivo – bolero,salsa e cha- Maria) que se pode perceber -cha-cha. com maior intensidade que O Jazz Club La Zorra e El Cuervo é a vida é a melhor coisa que considerado por muitos a melhor já se inventou. casa musical de havana, vale apena N Ao primeiro olhar asso- conferir. ão é o passado que nos domina ciamos a imagem dominante madas essas pequenas ilhas, algumas quase o que trazer: O rico artesa- em Havana, são as imagens do nato cubano de máscaras, cerâ- do mar caribenho de Cuba, desertas onde você pode deitar e rolar. mica, pinturas, pode ser encon- presente que nos fascinam. sob a vastidão do céu azul e O verão começa em abril e termina em trado no Mercado Del Seminário Hoje é um tempo privilegia- de um sol sem cerimônia, á outubro, a temperatura média anual é de de San Carlos e San Ambrosio na do para conhecer a capital cubana. A cidade ideia liberdade. Calle Tacón em Havana Vieja ou 24ºC. O sol esquenta 330 dias ao ano, por passa por um processo de revitalização, o que O esplendor dos trópicos Mercado de La Artesania. este motivo os cubanos falam que a ilha é permite uma visão global das diferentes fases tornam belas e sedutoras as Você logicamente não pode um “Eterno Verão”. deixar de visitar as fábricas de de Cuba. Lado a lado no centro histórico vê- cenas, em razão de um pano em-se palacetes em ruínas; vários estão sen- São muitas as viagens que se faz em Ha- charutos Monte Cristo, Parta- de fundo de tons verdes e gas, Cohiba e Romeo Y Julieta e do restaurados e outros já voltaram a exibir vana. Você pode conferir em vôos partindo azuis do seu mar cristalino de suas respectivas tabacarias seu original esplendor. águas mornas. Em meio a de Brasília com as empresas aéreas Copa onde, certamente você compra- Estas construções, assim como as do esse panorama, a hospitalida- Airlines (via Panamá) ou pela Taca/Lacsa (via rá o verdadeiro charuto. bairro residencial Vedado e as do Malecón de nos resorts all inclusive, o Bogotá) com conexões imediatas. – o calçadão á beira-mar – foram edificadas que quer dizer, tudo incluído com pedra porosa retirada dos recifes, pig- no preço, e a história do povo mentadas pela ação do tempo, pelos fun- cubano, se tornam coadju- Elcio Vieira é formado em Pedagogia e Turismo, Pós Graduado em Psicopedagogia gos, pela forte maresia, compondo uma cor vantes do seu roteiro. Clínica e Institucional, atua no mercado de turismo em Brasília há 26 anos, tendo vi- muito particular. As praias são o maior atra- sitado mais de 15 paises. Morou 3 anos na itália e na França e atualmente trabalha na Sanchat Tour operadora. A cidade flerta com o visitante nos museus tivo dos cayos, como são cha- Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br24 25
  • 13. bra possível. As clarabóias, vãos envidraçados no teto, podem ter um papel bastante enri- CONFORTO VISUAL quecedor para trazer iluminação natural. Cuidado apenas para que a área ilumi- nada sob a claraboia seja bastante ven- por Sandra Tumelero tilada, para evitar o efeito estufa com os O ganhos solares excessivos, pois se deseja conforto visual diz respeito bem-estar e saúde. o equilíbrio entre o aproveitamento da à paisagem que vimos do iluminação natural versus a proteção à mundo exterior a partir do insolação inadequada. Orientação Solar / Fato- interior da nossa casa e à ilu- minação natural que nossos olhos captam. res Climáticos Locais O dimensionamento adequado das Vista para o Exterior Nossos olhos são receptores extremamen- É importante para o nosso bem-estar te sensíveis e complexos que precisam de áreas envidraçadas em função da varia- psíquico mantermos de forma regular o conforto para funcionar de forma eficiente. ção do percurso do sol contribui enor- memente para o conforto térmico e vi- contato visual com elementos naturais. Vis- Apesar de nem toda radiação solar ser be- sual dos interiores, resultando inclusive tas para superfícies com água, vegetação e néfica ao ser humano, a luz emitida pelo em considerável redução do consumo a linha do horizonte nos trazem a sensação sol é a melhor qualidade de luz que assimi- lamos e a que nos causa o menor cansaço energético. Esta capacidade de captar a de serenidade e equilíbrio, pois refletem quando trabalhamos. Subcapítulo do con- energia do sol é um dos principais atri- nossa relação com a natureza. Quanto à É importante que possamos ter o decoração de interiores o uso de elemen- forto ambiental, o conforto visual é uma butos para o conforto que os espaços controle operacional dos vãos de luz, condição importante para promover nosso interiores nos oferecem. tos de paisagismo, jardim de inverno, pe- diminuindo ou aumentando a quan- dra ou madeira em forma geométrica ou tia de luz natural que entra no interior em composição de mosaicos são sempre dos ambientes no decorrer do dia. O bem-vindos. dimensionamento das áreas envidraça- Ao estudo da iluminação natural so- das é, em geral, feito contemplando-se o mínimo de iluminação natural neces- mam-se as técnicas de luminotécnica sária nos dias encobertos. Nos dias de apropriada. Não apenas estes aspectos de céu aberto, a radiação solar disponível vista e de iluminação fazem parte da com- poderá ser muito superior à pretendida, posição visual, o efeito final é também in- aí a orientação das lâminas de uma per- fluenciado pelo uso de cor, forma, volume- siana, uso de cortinas ou até de toldos tria, proporção e de circulação apropriada, retráteis é bastante providencial. No in- todos esses assuntos já abordados em verno desejamos que a luz solar entre artigos anteriores. O conforto visual é, afi- com abundância em nossas casas e no nal, um forte motivador para a melhoria da verão desejamos estar com mais som- nossa produtividade e redução do stress. Sandra Tumelero é designer de interiores e engenheira eletricista gradu- ada pela Napier University, em Edinburgh UK, tendo realizado mostras como Morar Mais e Casa Cor, atua no mercado de design de interiores em Brasília. Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br26 27
  • 14. AURA: Primeira Fragância Swarovski chega ao Brasil Por Redação do Finíssimo manhos, 30ml, 50ml e 75ml e Fotos : Reprodução custa R$169, R$279 e R$369, res- pectivamente. Os frascos maiores (de 50 e 75ml) também podem ser repos- tos a partir de um refil, o que dei- xa o produto até mais barato. Para compor o perfume foram feitas cerca de 2 mil experimentações. Fotos : Reprodução Campanha da fragrância foi lançada ano passado com a top russa Vlada Roslyakova em fotos de Craig McDean Em julho chega ao Brasil o primeiro perfu- me da Swarovski: “Aura”. A grife mal lançou o produto e ele já se transformou em objeto de desejo. Basta dar uma olhada no frasco espe- cial, que lembra um altar para o cristal que dá nome à marca. Com uma mistura de âmbar, benjoim e al- Fragancia Swarovski chega ao Brasil em julho deste ano. míscar branco, a fragrância chega em três ta- ´ W W W . F I N I S S I M O . C O M . B R28 29
  • 15. Confira aqui alguns filmes que estrearão em breve nos cinemas O ESPETACULAR HOMEM ARANHA Sinopse: : ´O Espetacular Homem-Aranha´ serve como reboot. Peter Parker volta com uma história totalmente nova, sem levar em conta os três primeiros filmes da franquia. Neste, Parker é um estudante do ensino médio que terá de lidar com superpoderes. Gênero: Aventura Direção: Marc Webb Elenco: Andrew Garfield, Emma Stone, Martin Sheen, Rhys Ifans, Sally Field, Denis Leary, Chris Zylka Distribuidora: Columbia Tristar VOU RIFAR MEU CORAÇÃO Sinopse: Documentário que trata do imaginário romântico, erótico e afe- tivo brasileiro a partir da obra dos principais nomes da música popular romântica, também conhecida como brega. Letras de músicas de artistas como Odair José, Agnaldo Timóteo, Waldick Soriano, Evaldo Braga, Nel- son Ned, Amado Batista e Wando, entre outros, formam verdadeiras crô- nicas dos dramas da vida a dois. Gênero: Drama Direção: Ana Rieper Elenco: : Agnaldo Timóteo, Amado Batista, Lindomar Castilho, Wando, Nelson Ned e todos os personagens que abriram suas casas e corações. VALENTE Sinopse: : Desde os tempos antigos, as histórias de batalhas épicas e lendas místicas foram passadas através das gerações pelas montanhosas e misteriosas Terras Altas da Escócia. Em ´Valente´, um conto de fadas se une à uma sombria jornada quando a corajosa Merida confronta os seus costumes, o destino e o mais feroz dos animais. Gênero: Aventura Direção: Mark Andrews Elenco: Vozes de Kelly Macdonald, Emma Thompson, Billy Connolly, Kevin McKi- dd, Robbie Coltrane Distribuidora: Walt Disney BATMAN - O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE Sinopse: : Batman tornou-se um perseguido pela lei, após ter sido acusado de ter assassinado Harvey Dent em uma busca liderada por seu amigo Comissário Gor- don. Então, ele precisa lidar rapidamente com a chegada do novo vilão Bane, res- ponsável por uma onda de caos e destruição em Gotham City, enfrentar velhas feridas com a enigmática Selina Kyle e salvar a cidade antes de que tudo seja per- dido para sempre. Gênero: Ação Direção: Christopher Nolan Elenco: Christian Bale, Tom Hardy, Michael Caine, Morgan Freeman, Gary Oldman, Anne Hathaway, Joseph Gordon-Levitt Distribuidora: Warner Bros30 31
  • 16. BANHO E TOSA VIGIADOS Condicionamento ou sofrimento Por Ricardo Antônio Silva E de repente eis que surge o en- zado no qual devem existir benefícios tanto cantador de serpentes. Para para o animal quanto para aqueles que vi- ele uma simples flauta é o su- vem ao seu redor e não sofrimento, ficiente. Apenas poucos se- mesmo que em dadas situa- gundos de cortejo musical são necessários ções a prática envolva para deixar a cobra com- ‘’punições’’ controla- pletamente hipnotizada, das. O princípio básico é o de seguindo cada movi- reduzir o estresse, principalmente, mento realizado pelo nos momentos de contenção ou treina- instrumento. Mágica? mento, induzindo o animal a manifestar de- Não, fome! terminado comportamento fisiológico a Em outras palavras... partir da aquisição de uma recompensa. É fácil evitar o ataque de uma O que nada tem a ver com o desespero serpente quando a mesma provocado pela fome intensa - uma condi- não tem apoio para dar o ção que desestimula a atividade mental e a bote, como no caso de ani- capacidade de resposta a estímulos mais ‘’circenses’’ mantidos externos; além de, no geral, au- em pequenos cestos de pa- mentar a agressividade do ani- lha. E, da mesma forma, é sim- mal. ples condicionar o animal a se- Se o alcance da capacida- guir o movimento de um de de aprendizado depende da objeto embebido pro- plena condição de saúde, o que no positalmente em urina de rato, âmbito dos animais está associado, neces- quando o mesmo está há semanas sariamente, a uma condição nutricional mí- sem comer. Difícil é fazer o ser humano en- nima, fica claro que os acidentes com ani- tender que por mais fantástico que pareça mais, supostamente treinados em parques e não se trata de uma prática saudável. zoológicos, não são por acaso. O condicionamento animal deve ser É difícil assimilar as idéias de um livro entendido como um processo de aprendi- com o estômago vazio. Ricardo Antonio Silva é Médico Veterinário CRMV/GO Nº 5283, Especialista e Mestrando em Ciência Animal. Atua como Fiscal Estadual Agropecuário da Agência Goiana de Defesa Agropecuária – AGRODEFESA. Contato: 61 9261-2778 ou revistaposiatividade@yahoo.com.br32 33
  • 17. acontece shows CIRCUITO DE BRINCADEIRAS Semente da Vila 17ª edição DE 6 DE JULHO A 5 DE AGOSTO O Semente da Vila é um projeto Cultural que visa valorizar a cultura popular e o Samba nosso de cada dia, buscando na sua essência o que de mais importante se tem na vida: a alegria e a busca da felicidade! A Roda de Samba é descontraída, um verdadeiro encontro de amigos versado em VE N HA Q U EB R A R música brasileira de primeira qualidade. Dia 21 de julho, no Rotary Club com as seguintes atrações: Moacyr Luz, Gabriel Cavalcante, Nelson Felix, Helena TO D O S O S Pinheiro, Raphael Paulista, Vinícius de Oliveira e Thiago Viegas! Semente da Vila 17ª edição RE CO R D ES DA DATA: 21 de Julho, Sábado. D IVER SÃO ! Hora: 19h. Local: Rotary Club - Setor de Clubes Esportivos Sul, trecho 3. PONTOS DE VENDA: Lanchonete Xis dos Pampas (104 Norte) INFORMAÇÕES: (61) 9267-1108 Todos os Sons Em parceria com o Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília, grande show reunirá a banda Marakamundi, a cantora Ellen Oléria – ambos de Brasília – e a cubana Yusa. O quarteto instrumental Marakamundi apresenta seu novo trabalho, com influências das culturas ameríndias, africanas e europeias. Ellen Oléria mostra o repertório de seu disco de estreia. E Yusa, cantora e compositora cubana, vem pela primeira vez a Brasília, trazendo sua música que funde os ritmos tradicionais cubanos, como son e filin, ao jazz, ao flamenco e ao rock. todos os sons Data: 29 de Julho, Domingo. Hora: 17h. Local: Teatro do CCBB - SCES, Tr. 2, Conjunto 22 Entrada Franca INFORMAÇÕES: 3108-7600 Mini Golf Mesa de Totó Roupa Nova Gol Trave de Basquete com Bola Vem aí o show do Roupa Nova em Brasília. Dia 10 de agosto, a partir Mesa de Air Game Cama Elástica das 22h no Opera Hall. Roupa Nova Horário de funcionamento: segunda a sábado de DATA: 10 de Agosto, Sexta-feira. Hora: 22h. 10h às 20h e domingo de 12h às 20h. Local: Opera Hall. PONTOS DE VENDA: Lojas Mormaii (Pontão, Pátio Brasil, @aguasclarasshop REALIZAÇÃO: Brasília Shopping) INFORMAÇÕES: (61) 3342-2232. /aguasclarasshopping www.aguasclarashopping.com.br A POSIATIVIDADE limita-se apenas à divulgação das informações fornecidas pelas empresas promotoras de eventos aos meios de comunicação.34
  • 18. Traga seu aparelho e fale ilimitado com planos a partir de O M ÇÃ SE IZA L DE FI /mês Por 1 ano.IlimitadoCOM A MAIOR COBERTURA 3GServiços ilimitados de Vivo para Vivo. Para DDD, use o 15. Roaming em toda a área de cobertura da Vivo. Consulte condições de compartilhamento.Oferta válida de 09/05/2012 a 31/07/2012. Para saber mais consulte o regulamento em www.vivo.com.br/chipavulsopos. Oferta sujeita a análise de crédito. Maior cobertura3G, em número de municípios, conforme site www.teleco.com.br, em 19/04/2012