Corujinha 63

2,692 views
2,588 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,692
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9
Actions
Shares
0
Downloads
22
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Corujinha 63

  1. 1. Ano XVII - N. 63 1º Trimestre - 2009 Impresso Florianópolis/SC Especial 9912212433/2008-DR/SC Editora Sophos Ltda CORREIOS Entrevista Jornal de Idéias da Filosofia com Crianças, Adolescentes e Jovens Filosofia Viva no Ensino É realidade na Rede Municipal de Educação o ensino de Filosofia Entrevista com a Fundamental público e particular secretária de Educação de São José/SC Página 3 Filosofia na Rede Pública Redes Municipais de Ensino e o ensino de Filosofia Páginas 6 e 7 Realizações Filosofia Viva em escolas do Brasil Páginas 8, 9, 10 e 11 A Filosofia é realidade no Ensino Fundamental em muitas escolas públicas e Encarte particulares de nosso país. Crianças desde os primeiros anos escolares fazem Filosofia de maneira sistemática. Professores são preparados dentro de um Sistema de Ensino Reflexivo S.E.R. Famílias percebem que filhos Livros que estão mais críticos e criativos. levam alunos ao pensar crítico e interdisciplinar Encarte especial w w w.por taldafilosofia.com.br
  2. 2. Editorial FILOSOFIA VIVA no Ensino Fundamental público e particular A pós o período de lutas para que na educação brasileira a disciplina de Filosofia tivesse escolas, vem acontecendo com a nossa contribuição. Uma Fi­ losofia Viva sendo trabalhada Conselho Municipal de Educa­ ção de São José/SC, da Filoso­ fia na matriz curricular. Muitos e implantar a Filosofia. O ensi­ no/aprendizagem da Filosofia precisa ser vivo e marcante na para acompanhar o que se faz em sala de aula. Aguarde para os próximos seu espaço, começa um novo por educadores em escolas outros municípios do país estão vida de todos. meses os novos livros e cole­ tempo de reflexões e apresen­ reflexivas. Uma Filosofia que mostrando interesse, oficiali­ Finalmente, convidamos vo­ ções que a Editora Sophos está tação de ensino e de aprendiza­ busca emancipar os professo­ zando aulas de Filosofia desde cê, leitor, a participar do Projeto preparando. Veja um encarte gem filosófica, condizentes com res e alunos por meio do pen­ a Educação Infantil e em todo o Diálogos Filosófico­Pedagógicos. especial mostrando a linha edi­ o momento em que vivemos. sar, refletir e ter ações condi­ Ensino Fundamental. Como? Lendo o que está sendo torial da Sophos e o que pro­ Estamos na luta para que zentes. Por isso, um convite O Centro de Filosofia e a feito pelo país. Você vai saber pomos com nossas obras. Por­ o ensino de Filosofia seja vivo, a você: leia, encontre novas Editora Sophos, que compõem que iniciamos uma nova turma tanto, muitas e boas novidades motivador e a causa de um novo ideias e divulgue a seus conta­ o Sistema de Ensino Reflexivo do EaD do S.E.R. no mês de estão ao seu alcance. pensar crítico, criativo e de trans­ tos e conhecidos o que estamos S.E.R., há muitos anos desen­ março, a formação continuada Boa leitura e reflexões! formação em todos os segmentos mostrando nesse informativo, cadeiam o Projeto Filosofia na dos professores, e demos con­ escolares. Uma reflexão filosófica que registra a história atual do Escola Pública. A educação tinuidade aos Cafés com Ideias encharcada de vida. ensino de Filosofia. pública de São José é modelo em diversos lugares do Brasil. Como de tradição (são 17 Outro assunto importan­ e exemplo para municípios do E também mostramos a progra­ anos de publicação), o nosso tíssimo desse jornal é a Filoso­ país, por isso, apresentamos mação de assessoria e acom­ Jornal de Ideias da Filosofia com fia acontecendo em Redes Pú­ a entrevista com a secretá­ panhamento dos trabalhos nas Crianças, Adolescentes e Jovens blicas de Ensino. Mostramos ria municipal de Educação, escolas pela ficha S.E.R., por apresenta um pouco do muito algumas iniciativas significa­ professora Rosinha. E, nas meio da qual o Departamento que está sendo feito pelo nosso tivas, encantadoras e desafia­ páginas centrais (6 e 7), exibi­ de Assessoria Filosófico­peda­ país com o ensino de Filosofia. doras para todos os gestores mos um retrato parcial do que gógica está entrando em conta­ Apresentamos a seguir o municipais da Educação. Fato acontece em municípios que to com os professores de sala Prof. Dr. Silvio Wonsovicz que, em muitas centenas de histórico foi a aprovação, pelo nos procuram para assessorar de aula e com as coordenações Presidente do S.E.R. Opinião do leitor expediente Espaço para os registros e as participações de amigos por contato a partir de sites e e-mail Tomei conhecimento do Obrigada e que Deus ilumine SER.net e o Portal da Filosofia ficamos no aguardo do contato O Corujinha é um Jornal de Idéias trabalho desenvolvido por esse todos os educadores filósofos. existem e que tive a oportuni­ para que possamos desenvolver do Programa filosófico-pedagógico grupo e agradeço­lhes o envio dade de conhecê­los. Sabemos a contento nossos trabalhos. Maria Inês da Silva Nonato “Educar para o Pensar: Filosofia com do e­mail com as informações a dificuldade que é trabalhar Maceió/AL e as sugestões ali propostas, as as ciências humanas na educa­ Eduardo B. S. Ferreira Crianças, Adolescentes e Jovens”. Nagoya/Japão Todas as matérias, idéias e opiniões quais me servirão em momento • • • • • • • • • • • ção institucionalizada. Porém, é aqui expressas são de responsabili- oportuno. Coloco­me à dispo­ Amei ter recebido a última uma oportunidade de desenvol­ • • • • • • • • • • • dade das pessoas que contribuíram sição para qualquer contato se edição do Corujinha e fiquei sur­ vermos um trabalho de qualida­ Somos da equipe do Centro para este informativo. Querendo re- necessário no sentido de reali­ presa quando lá encontrei o meu de, sem deixar que percam suas de Formação e Aperfeiçoamento produzir partes, favor citar a fonte. zarmos a tarefa educacional de depoimento. Espero que tenha­ características. É fundamental dos Professores de Educação – contribuir para a construção do mos um ótimo relacionamento ciências humanas na educação CEFAPRO e estamos iniciando saber, que se dá indubitavel­ em 2009. Gostaria de receber os pública institucionalizada. Pre­ nossos trabalhos para o ensino mente por meio da Filosofia. catálogos didáticos e paradidáti­ cisamos estar atentos a seu ver­ de Filosofia na Rede Pública do cos da Editora Sophos. dadeiro propósito, por isso creio Prof. Domingos Sávio Evaristo estado de Mato Grosso. Conhe­ que os sites de vocês podem ser fer­ Vitória/ES ço bem o trabalho desenvolvido Prof.ª Luzia Cardoso de Souza ramentas importantíssimas nesse por vocês, uma vez que já tive • • • • • • • • • • • Itororó/BA sentido. A todos um ano de muito a oportunidade de conhecê­los Endereço do S.E.R. Como sempre agradeço o trabalho e sucessos. • • • • • • • • • • • pessoalmente em Florianópolis, para corespondência: Corujinha que recebo, é uma Rua Cristovão Nunes Pires, 161 A todos que fazem o EaD do Prof. Léo durante um congresso. Gosta­ verdadeira fonte de incentivo e CEP 88.010-120 S.E.R. os meus agradecimentos São Paulo/SP ria de continuar aprendendo Centro - Florianópolis/SC com muita sabedoria proporcio­ pelo jornal Corujinha, pelo Cer­ • • • • • • • • • • • com vocês, recebendo materiais (48) 3025-2909 / 3222-8826 na grande efeito na mente do lei­ tificado do Curso 1 – Formação e sugestões sobre como proce­ secretaria@portalser.net tor. Sempre ofereço aos colegas Considerando os imensos www.portaldafiosofia.com.br no Programa Educar para o der no ensino de Filosofia com de Filosofia, e todos aproveitam desafios da educação clássica Pensar e por tudo que aprendi adolescentes e jovens do Ensi­ muito bem. Por enquanto estou nipo­brasileira, pensamos por com vocês, especialmente com a no Médio, recém­implantado sem ensinar, acho que por pre­ bem pedir auxilio a essa tão con­ Prof.ª Neuza, nossa tutora. aqui entre nós. Na medida do conceito de idade, visto que as ceituada Editora de modo que Projeto gráfico e diagramação: Studio S • Diagramação e Arte Visual pessoas veem a idade como um possamos aplicar com maior possível, poderiam nos ajudar? Prof.ª Catarina Labouré (48) 3025-3070 final de conhecimento e pobreza propriedade os conteúdos que Auguro­vos continuado sucesso de espírito, mas amo a Filosofia • • • • • • • • • • • até agora nos têm sido tão rica­ em vossas atividades, colocan­ Revisão: e tenho minha filosofia de vida: Quero manifestar minha sa­ mente úteis. Antecipadamente do­me ao vosso dispor se puder Isabel Luclktenberg amo o que faço e faço o que amo. tisfação por saber que o portal­ agradecemos a vossa atenção e ser útel em Cáceres/MT. 2 w w w.por talser.net
  3. 3. Foto: Arquivo do S.E.R. Entrevista “Quem pensa bem vive bem, quem pensa mal vive mal” Corujinha: Quem é a educado- necessidades. Os professores ra Prof.ª Rosinha? recebem formação continua­ Prof.ª Rosinha: Sou uma da, baseada nos fundamen­ professora extremamente dedi­ tos teóricos e metodológicos da cada à causa da educação. Que Proposta Curricular, construí­ acredita na educação como con­ da ao longo dos últimos anos. dição básica para o crescimento Os professores estudam­na e social, político e econômico de reelaboram­na para que pos­ qualquer nação e em qualquer sam repensar o conteúdo mi­ tempo histórico. Para compro­ nistrado. Vão ao encontro da varmos isto, basta conferirmos qualidade de ensino, o que traz a história da Alemanha, do Ja­ como consequência a melhoria pão, da Suécia e de tantos ou­ na qualidade de vida dos alu­ tros países que se direcionaram nos, de si mesmos e dos fami­ pelo campo da educação e que liares da comunidade escolar. hoje são nações emancipadas Corujinha: A SME de São José no cenário mundial. Hoje ocu­ Profª. Rosa Maria da Silva Schmidt é na história educacional atu- po o cargo de secretária munici­ Secretária Municipal de Educação em São José/SC. al uma das primeiras a implan- pal de Educação em São José/ tar sistematicamente o ensino SC, uma Rede Municipal que tem na sua matriz curricular a disciplina de Filosofia desde os de Filosofia em toda a estrutu- ra escolar (iniciou a implanta- A Filosofia agora é disciplina obrigatória primeiros anos escolares. Uma Rede que, há uma década, acre­ ção há 10 anos). Que avaliação é feita sobre a Filosofia na Rede que traz inúmeros benefícios e será e seus benefícios? dita e defende espaços para que o ensino reflexivo, pela Filoso­ Prof.ª Rosinha: As aulas de Fi­ ministrada de maneira eficiente em toda a losofia são muito bem aceitas Rede Municipal de Ensino, sendo do agrado fia, aconteça e seja um grande caminho para a escola emanci­ por toda a comunidade escolar. pada que estamos construindo. Há uma verdadeira filosofia sen­ Corujinha: Na sua gestão junto do feita, uma filosofia viva, ética e transformadora nas unidades das crianças, dos adolescentes e de toda a à Secretaria Municipal de Edu- cação (SME) de São José, quais escolares. Temos dificuldades como em qualquer outra disci­ comunidade escolar. são as prioridades? plina da matriz curricular; uma Prof.ª Rosinha: A prioridade delas reside na escolha dos pro­ maior é a melhoria na qualida­ fissionais para trabalhar a refle­ fios. E com a aprovação dessa Filosofia nas unidades escolares. ço para a disciplina de Filoso­ de de ensino: reduzir a evasão xão desde a Educação Infantil disciplina na grade curricu­ Sua função é orientar e assesso­ fia, para uma Educação para o e a reprovação, incluir todas as até o 5º ano e depois no Ensi­ lar pelo Conselho Municipal de rar os inúmeros professores de Pensar. Em nosso mundo ime­ crianças em idade escolar, ga­ no Fundamental II e na EJA. Os Educação, não tem mais volta. Filosofia na Rede; organizar e co­ diatista e desumano, é bom que rantindo aprendizagem de qua­ benefícios são sentidos ao longo A Filosofia agora é uma disci­ ordenar o Café com Ideias (ati­ professores e alunos saiam do lidade para todos. São essas as dos anos nas mais variadas dis­ plina obrigatória que traz inú­ vidade pioneira no Brasil desde lugar­comum, da roda­viva, e minhas metas. ciplinas e na vida pessoal do es­ meros benefícios e será minis­ 2002); e organizar as demais ati­ parem para refletir sobre a pró­ tudante, bem como em diversas trada de maneira eficiente em vidades referentes a essa disci­ pria vida, a natureza e o mun­ Corujinha: A escola pública situações da vida escolar. toda a Rede Municipal de Ensi­ plina e suas implicações na vida do. Já dizia Sócrates: “quem tem uma missão e função es- no, sendo do agrado das crian­ da escola e das pessoas envolvi­ pensa bem vive bem, quem sencial. É por ela e com ela que Corujinha: Em 2008, o Con- ças, dos adolescentes e de toda das no dia­a­dia. pensa mal vive mal”. É preci­ acontece uma melhoria na qua- selho Municipal de Educação a comunidade escolar. so que a Filosofia tenha espa­ lidade de vida das pessoas e, aprovou a inclusão da discipli- Corujinha: Uma mensagem ço, principalmente, na esco­ consequentemente, na socieda- na de Filosofia em todo o pro- Corujinha: Existe um Departa- para os gestores das escolas la pública. Esta cumprirá sua de. A Rede Municipal (professo- cesso escolar municipal. A sua mento de Filosofia na SME que públicas e para os secretários missão se, no exercício de suas res, gestores, pais, alunos) está Secretaria é hoje modelo para coordena os trabalhos junto às municipais de Educação de funções, for capaz de disponibi­ preparada para isso? muitas outras, isso não é uma unidades escolares de São José? nosso país. lizar recursos que favoreçam o Prof.ª Rosinha: A Rede de En­ grande responsabilidade? Prof.ª Rosinha: A SME de São Prof.ª Rosinha: A mensagem desenvolvimento do educando sino está preparada sim e per­ Prof.ª Rosinha: Com certe­ José tem uma equipe pedagógi­ que deixo aos gestores das es­ e do educador para sua eman­ manece com formação em ser­ za vejo como um grande com­ ca, na qual há um professor efe­ colas públicas é que invistam e cipação social, política, econô­ viço para atender às principais promisso, mas gosto de desa­ tivo que coordena o trabalho de lutem pela conquista do espa­ mica e cultural. w w w.por taldafilosofia.com.br 3
  4. 4. Projeto Diálogos Filosófico-Pedagógicos FORMAÇÃO CONTINUADA 2009 – 1º trimestre de 2009 O Projeto Café com Ideias: um momento filosófico cria um espaço social e filo­ sófico entre alunos, professores e comunidade. Um encontro eclético, pluralista, democrático e, sobretudo, livre. Um projeto que acontece há 8 anos pelo país, resgatando um antigo método de filosofar, quando os “amigos da sabedoria” se reuniam para conversar, discorrer e dissertar sobre as ideias, a vida na pólis, a natureza humana e o mundo em geral. SãO JOSÉ E GRANDE FLORIANóPOLIS/SC RIO DE JANEIRO/RJ BRASíLIA/DF Quando: 28 de março de 2009 Próximos Cafés Quando: 21 de março de 2009 Onde: CATI ­ São José/SC Abril – dia 25 Onde: Colégio JK, de Brasília/DF Maio – dia 30 Público: Colégios e educa­ Palestra: A educação na Rede dores do Distrito Federal que de São José: metas, priorida­ Junho – dia 27 trabalham com o Programa des e estratégias – Prof.ª Rosa Julho – dia 25 Educar para o Pensar: Filoso­ Maria Schimidt Agosto – dia 29 fia com Crianças, Adolescentes Quando: 15 de maio de 2009 Setembro – dia 26 e Jovens Onde: Colégio JK, de Brasília/DF Sala de espera: Traçando Outubro – dia 31 Público: Colégios e educado­ metodologias estratégicas e res do Distrito Federal que encaminhamentos na Filosofia Novembro – dia 28 trabalham com o Programa para 2009 – Prof. Adão (sempre no último sábado do mês) Educar para o Pensar: Filoso­ Quando: 14 de fevereiro de 2009 fia com Crianças, Adolescentes Onde: Barra/RJ e Jovens Realização: NUFEP/RJ Quando: 18 de abril de 2009 Tema: Uma Educação para o Onde: Colégio Cor Jesu Pensar por meio da Filosofia Público: Colégios e educa­ com Crianças: a musicalidade dores do Distrito Federal que na Educação Infantil (Prof. trabalham com o Programa Anderson Carvalho) e trocas Educar para o Pensar: Filoso­ de experiências com a novela fia com Crianças, Adolescentes filosófica: “O meu quintal” e Jovens PARANAGuá E CuRITIBA/PR BARRA MANSA E SuL FLuMINENSE/RJ Quando: 27 de abril de 2009 Quando: 11 de março de 2009 Onde: Instituto Federal do Realização: RACCO/Barra Paraná – IFPR, no Campus Mansa, Núcleo de Atendimen­ Paranaguá to à Mulher – NIAM e NUFEP/ Tema: Os filósofos convivem Sul Fluminense conosco Tema: Heráclito e a advir Informações e inscrições: Mediadora: Prof.ª Teresa Clóvis e Luciana Borges (41) 3427­1144 e 3427­1155 Foi realizado o Café com Ideias no espaço da Racco em Quando: 28 de abril de 2009 comemoração ao Dia Interna­ Onde: Instituto Federal do cional da Mulher. Estiveram Paraná – IFPR, no Campus presentes nesse café mulhe­ Quando: 18 de março de 2009 presentes no evento. Vários Curitiba res atuantes na sociedade e alunos agradeceram a opor­ Sala de espera: Filo­Filósofos Café com Ideias no Colégio também mulheres consultoras tunidade de discutir temas de hoje (discussão com alunos Estadual São Pedro, em Barra da Racco. Todas participa­ seu interesse. que fazem Filosofia) Mansa/RJ (19:00 às 20:00) ram com muito entusiasmo e Quando: 19 de março de 2009 Tema: Os filósofos convivem Evento com as turmas de sugeriram que fosse realizado Café com Ideias no Colégio conosco 1º ano do Ensino Médio. Na mensalmente um encontro ocasião, os alunos participa­ Estadual São Pedro, em Barra Informações e inscrições: como esse. Na ocasião, a co­ ram com entusiasmo e um Mansa/RJ (09:00 às 11:00) Vicente Sandeski e Marli ordenadora do NUFEP, Teresa aluno apresentou um número Desta vez, os alunos de 1º e (41) 3361­4904 e 9244­3467 Borges, alertou também das musical. Foi uma noite de 3º anos participaram do Café Inscrição gratuita e questões de gênero e violência grande proveito e gratifican­ com Ideias. Tivemos uma exce­ com vagas limitadas! contra a mulher. te para todos que estavam lente participação de todos. 4 w w w.por talser.net
  5. 5. Projeto Diálogos Filosófico-Pedagógicos FORMAÇÃO CONTINUADA 2009 – 1º trimestre de 2009 Professores em formação numa Filosofia Viva RIO DE JANEIRO DISTRITO FEDERAL NUFEP/RJ Centro Educacional Católico de Brasília Relato da atividade De acordo com a avaliação referencial teórico apresentado pelo palestrante. N os dias 10, 11 e 14 de fe­ vereiro aconteceu um cur­ de uma aula filosófica e apre­ sentações de aulas. Nesses mesmos dias, esse de todos os participantes, o so de formação no programa Oficina 1 – O meu quintal – di­ de Filosofia com crianças no curso foi ministrado aos pro­ curso de formação realizado no namizada pela Prof.ª Gisele Centro Educacional Católico fessores da Educação Infantil, sábado, dia 21 de março, muito Soares Amorim de Brasília. Esse curso foi dire­ voltado para a realidade dessa contribuiu para esclarecimen­ Oficina 2 – Minha história no cionado a professores que atu­ faixa etária. tos e sugestões de atividades quintal – dinamizada pela am do 2º ao 5º ano do Ensino Foram momentos muito C sobre o trabalho com o fio con­ om uma grande divulga­ Prof.ª Luciana Gama proveitosos, os professores tive­ dutor do Programa Educar para Fundamental e ministrado pe­ ção e participação signi­ Oficina 3 – Uma ideia puxa ram a oportunidade de conhecer o Pensar: Filosofia com Crian­ las professoras Franciléa Rita ficativa de professores das es­ outra... – dinamizada pela Chaves e Kennia Macedo. melhor a dinâmica da Filosofia ças, Adolescentes e Jovens. colas que trabalham Filosofia Prof.ª Corina Decco No curso foram abordados com crianças e relatar suas ex­ O evento contou com o com crianças, adolescentes e periências em sala de aula. os objetivos da Filosofia com apoio da Gerência Acadêmica jovens, e também dos alunos A coordenadora do evento, crianças, apresentadas ofici­ do Campus Millôr Fernandes, Prof.ª Ângela Paiva, traçou um Kennia Macedo dos cursos de Pedagogia, Letras nas e elaborado planejamento Coordenadora da Filosofia da Universidade Estácio de paralelo com o referencial do e Filosofia, aconteceu no dia 21 Sá, da Coordenação do Curso Centro de Filosofia Educação de março o curso de formação de Pedagogia e de Atividades para o Pensar, organizado pelo continuada no Programa Edu­ Complementares, a coordena­ Prof. Dr. Silvio Wonsovicz em cação para o Pensar. A forma­ dora Prof.ª Taisa Vliese. sua tese de doutorado, publi­ ção continuada foi coordenada A palestra inicial foi do cada pela Editora Sophos. As pela Prof.ª Ângela Paiva e por Prof. Pablo Vargas, doutorando oficinas oportunizaram a troca toda sua equipe de professores em Educação, que versou sobre de sugestões bem como a refle­ responsáveis pela Filosofia e a “A Filosofia com crianças”. xão sobre as ideias relevantes e pelo programa na cidade do Rio Foram realizadas três oficinas a forma de despertar o interes­ de Janeiro. sobre a prática estudada no se para discussões filosóficas. CEARá NORTE DO PARANá Colégio Maria Ester, de Fortaleza/CE Colégio Nobel, de Maringá/PR Colégio Nossa Senhora do Rosário, de Cornélio Procópio/PR C om 25 anos de educação para a vida, o Colégio Maria H ouve no mês de março um encontro de formação continuada com as professoras A s professoras que traba­ lham Filosofia com crian­ ças, adolescentes e jovens, (dúvidas levantadas no encon­ tro de 2008). Além da reflexão sobre o Ester, motivado pela que trabalham a Filosofia com juntamente com a Direção e papel do educador no trabalho crença de que a Filo­ os alunos, também participou a Coordenação, contaram no­ com a Filosofia, tiveram a opor­ sofia possibilita uma o Prof. César (da Coordenação). vamente com a presença do tunidade de vivenciar uma aula formação crítica do ser Nessa formação, foram sanadas assessor Prof. Carlos Alberto com o tema “Leitura”, proposto humano, adota, desde as dúvidas e mostrada a rique­ Alves para mais uma formação no novo espaço filosófico criati­ o ano de 1999, a pro­ za do programa e do material continuada. O trabalho veio vo da 1ª série do 2º ano. O re­ posta filosófica do Cen­ didático­filosófico que o Colégio atender às expectativas dos sultado foi muita participação, tro de Filosofia Educação para Paulo Freire vem contribuindo utiliza há mais de 10 anos. professores de como desen­ reflexão em grupo e capacitação o Pensar (Florianópolis/SC), com a ação educativa do Co­ Dia 24 de abril acontece o volver o trabalho filosófico em para o bom desenvolvimento do pioneiro no estado do Ceará. légio Maria Ester, norteando Encontro Regional dos Alunos sala de aula com seus alunos trabalho no ano de 2009. A interdisciplinaridade, a o cotidiano de forma criativa e das 7ªs séries. Esse encontro contextualização e os trabalhos participativa. será no Colégio Nobel, e já con­ em grupo são estratégias que O Colégio Maria Ester, ao firmaram presença a Escola Di­ facilitam o desenvolvimento das oferecer o ensino de Filosofia, vina Pastora de Uraí, o Colégio competências e das habilidades assume a perspectiva filosófica Nossa Senhora do Rosário de dos alunos. O desenvolvimento de uma educação que eman­ Cornélio e o Colégio Educare de socioafetivo do educando é es­ cipa e que exige preparação e Campo Mourão. Outros colégios timulado por meio de uma vi­ compromisso com o verdadeiro do Norte do Paraná que têm Filo­ vência significativa; e, a partir sentido da prática educativa sofia nas 7ªs séries (8º ano) estão dessa visão, o grande mestre nos dias de hoje. confirmando participação. w w w.por taldafilosofia.com.br 5
  6. 6. Filosofia na Rede Pública Filosofia Viva, com alunos e professores no ensino público A Filosofia espalha-se pelo país Primeiro município a oficializar a disciplina de Filosofia Assessoria Filosófico-pedagógica, de Florianópolis/SC Secretaria Municipal de Educação, de São José/SC E m nossa defesa de uma Filosofia Viva em toda a edu­ cação brasileira, uma das prioridades do Centro de Filosofia Educação para o Pensar sempre foi que nas esco­ D epois de mais de uma dé­ cada de lutas e conquista de espaços, a disciplina de Fi­ las públicas aconteça o ensino de Filosofia. losofia, que estava como proje­ Nas duas décadas de trabalhos, obtivemos muitos re­ to, passa a ser obrigatória na sultados significativos em Unidades Escolares e também matriz curricular de nove anos em Redes Municipais e Estaduais de Ensino, realizando no Ensino Fundamental e na a formação e a implantação da disciplina de Filosofia nas EJA, em São José. escolas pelo país. Nesse tempo, houve muitas O Centro de Filosofia Educação para o Pensar tem re­ conquistas e realizações em sa­ cebido muitas solicitações de secretarias municipais para las de aula com a vida de alunos envio de projetos de formação, implantação e assessoria A disciplina de Filosofia A decisão histórica da SME e suas famílias por meio das de nosso Programa Educar para o Pensar: Filosofia com como projeto acontecia na Rede em apresentar o parecer e do atividades reflexivas feitas por Crianças, Adolescentes e Jovens. Municipal. A partir da decisão Conselho Municipal de Edu­ professores para os quais sem­ São municípios de diversos lugares interessados em do Conselho Municipal de Edu­ cação em aprová­lo vem coroar pre teve presente a importância iniciar uma formação sistemática para a concretização de cação de São José – COMESJ, um trabalho sério de muitos de uma Filosofia Viva nas esco­ uma educação reflexiva e um ensino filosófico vivo. Nos las públicas de São José. passa a ser disciplina da matriz professores de Filosofia da últimos tempos, solicitaram projetos as cidades de Man­ No dia 9 de dezembro de curricular, com carga horária, Rede, do Departamento de Fi­ garatiba/RJ, Uberlândia/MG, Valparaíso/GO, Londrina/ 2008, reuniu­se o Conselho avaliação e programa de conte­ losofia da SME e do Centro de PR, Apucarana/PR, Francisco Beltrão/PR, Camboriú/SC, Municipal de Educação de São údos. Isso acontece em todas Filosofia Educação para o Pen­ Leoberto Leal/SC, Blumenau/SC, Modelo/SC, Caçador/ José/SC na Sessão Plenária as séries do Ensino Funda­ sar, que sempre esteve junto SC, Belmonte/SC, Guaíba/RS, entre outros. Já está con­ Ordinária n. 81 para a aprecia­ mental e da EJA. Com a apro­ nas lutas para essa vitória. firmado o curso de formação continuada em toda a Rede Municipal de Itumbiara/GO. ção e a aprovação do Parecer n. vação histórica do Conselho, a A partir da aprovação pelo O Centro de Filosofia e a Editora Sophos querem con­ 0039/2008 sobre “Autorização Rede Municipal de Educação COMESJ, outros municípios tribuir significativamente com a educação pública. Com a para implantação da disciplina sai na frente e torna­se um dos irão entrar nessa discussão e, formação, a implantação e a assessoria nas escolas, esta­ de Filosofia na Rede Municipal primeiros municípios do país a com certeza, seguirão os cami­ mos acompanhando o grande interesse de gestores. de Ensino de São José, a ini­ oficializar a disciplina de Filo­ nhos do município de São José, ciar no ano letivo de 2009”. sofia em sua estrutura. em Santa Catarina. Pioneirismo no ensino de Filosofia Filosofia Educação para o Pen­ sar. Os primeiros passos fo­ importantes para a vida dos educandos. Há uma ótima re­ solidariedade, de justiça e ética são fundamentais na formação ram os cursos de formação, a ceptividade por parte dos alu­ do bom cidadão. Secretaria Municipal de Educação, de Sombrio/SC implantação da disciplina nas nos, que já vão para o Ensino Conforme a Prof.ª Josiane O escolas e, em seguida, o con­ Médio familiarizados com a Santos Medeiros, diretora de município do Extre­ curso público para o preenchi­ disciplina. ensino da Secretaria Munici­ mo Sul catarinense mento das vagas. Busca­se trabalhar uma pal de Educação: “Ficamos fe­ é pioneiro na implantação No decorrer do tempo, uma Filosofia Viva com o máximo lizes em poder colaborar com da disciplina de Filosofia dificuldade atingiu o ensino de de dinamicidade para fazer, do o Centro de Filosofia e fechar­ no Ensino Fundamental. Filosofia em nossa região: a momento da aula de Filosofia, mos uma parceria para a for­ A formação dos profes­ falta de professores habilitados um momento atraente, capaz mação continuada de nossos sores e a implantação para trabalhar nas escolas. de desenvolver no educando professores”. na Rede tiveram início Atualmente, a disciplina uma busca pelo bem pensar. A no ano de 1995, com a de Filosofia é trabalhada do 6° investigação, a dúvida, a cons­ Prof. Pedro Arilton Barbosa orientação do Centro de ao 9° ano, abrangendo temas ciência crítica e o espírito de Professor de Filosofia da Rede 6 w w w.por talser.net
  7. 7. Depoimentos A Filosofia é realidade na grade curricular Recebi a notícia da implantação da Filosofia na grade do município de São José. Vocês estão de parabéns, São José vai ser exemplo em Santa Catarina para outros municípios. Secretaria Municipal de Educação, de Belmonte/SC Em Jaraguá do Sul, temos novo secretário, conversei rapidamente com ele e volto a O município de Belmon­ aulas de Filosofia têm sido de conversar nas próximas semanas. Encami- te, no Extremo Oeste grande relevância para a cons­ nhem mais detalhes da implantação, usarei esse exemplo para mobilizar a comunidade de Santa Catarina, teve mu­ trução de um projeto pedagó­ de Jaraguá do Sul e região. A vitória de vo- danças significativas na edu­ gico que educa para o valor cês é a minha, o que me traz muita alegria. cação nos últimos anos. A do amor, da beleza, do sentido Ronaldo, de Jaraguá do Sul/SC partir do início de 2008, por profundo da vida e do respeito Os maiores cumprimentos ao município de meio da Secretaria Munici­ a todos os seres”. São José/SC pela implantação de Filosofia pal de Educação e aprovada A atual secretária de Edu­ no Ensino Fundamental. Embora tenha- pelo Conselho Municipal de cação, Iliane Dall’ Agnol, já ga­ mos essa disciplina no Ensino Médio por Educação, com total apoio de rantiu para o mês de julho mais força da Lei Federal n. 11.684/08, no Ensino Fundamental ainda é sonho, mas que nesse toda a Comunidade Escolar, uma etapa de formação dos pro­ município tornou-se realidade. Parabéns foi implantada na grade cur­ Pensar (Sistema de Ensino Re­ O ensino de Filosofia desde fessores. Segundo ela, “é impor­ ao Colegiado Deliberativo pela amplidão ricular da Educação Infantil flexivo – S.E.R.), colocou­se em a Educação Infantil já é uma tante que os professores conti­ e nitidez de compreensão; pela visão de e do Ensino Fundamental a prática a significativa mudan­ realidade em Belmonte. nuem discutindo a Educação futuro; pela dedicação para que todos os estudantes tenham acesso à Filosofia, mãe disciplina de Filosofia. ça. Com o material filosófico Conforme o ex­secretário para o Pensar e que a Filosofia e berço do conhecimento Ocidental. Após várias etapas de for­ adquirido e mais a criatividade de Educação, idealizador da juntamente com as demais dis­ Prof. Élcio Mário Pinto, diretor de escola mação para o grupo de pro­ dos professores, notamos uma implantação em Belmonte, e ciplinas possam dar um sentido em Sorocaba/SP fessores, por meio do Centro melhoria considerável na Edu­ também professor de Filosofia, profundo ao fazer pedagógico de Fiquei muito feliz em saber que a cidade de de Filosofia Educação para o cação Municipal. Roberto Carlos Dalla Rosa, “as cada profissional. São José/SC adotou a disciplina de Filosofia nas séries iniciais na Rede Pública. Espero que todos os municípios adotem essa medi- Alunos e professores filosofando Filosofia nas escolas públicas da, pois como fazer com que nossas crianças e adolescentes gostem de Filosofia se não começarem nas séries iniciais? E o mais na Rede Municipal em todo o município importante é formar cidadãos conscientes, críticos e humanos para que possamos viver em um mundo melhor. Secretaria Municipal de Educação, de Salto/SP Secretaria Municipal de Educação, Elenir Marinho, de Caxias/MA de Rio do Sul/SC A da Prefeitura da Estância Tu­ rística de Salto, por meio Secretaria Municipal de Pensar. A novela será usada como ferramenta didática e fi­ losófica, baseada na experiên­ cação, projetando uma educa­ ção empreendedora e para o Sou professor de Filosofia no Ensino Fun- damental do 6º ao 9º ano, há tempo venho acessando o site do S.E.R. e recebo o jornal Corujinha. Gostaria de ter mais clareza Educação, empenhada na bus­ cia de sucesso já desenvolvida futuro, acreditam que a inser­ de como funciona essa parceria com as ca constante da melhoria do em outras partes do país. ção da disciplina de Filosofia escolas públicas. Trabalho pelo município ensino, está implantando na Com o incentivo do secre­ nos anos iniciais do ciclo de de Brusque (o único da região que possui Rede Municipal o projeto piloto Filosofia no Ensino Fundamental). Essa tário municipal de Educação, alfabetização e nos anos finais seria uma possível proposta a ser apresen- de Filosofia com crianças. Prof. Wilson Roberto Caveden, do Ensino Fundamental, em tada para a Secretaria de Educação. Para As primeiras unidades par­ a meta é levar o projeto a todas parceria com o Centro de Filo­ tanto, preciso de mais esclarecimentos. ticipantes do projeto serão as que possuem o ciclo II (antigas as escolas da Rede. Na foto, professoras em sua primeira E stamos com o trabalho em andamento na Esco­ la de Período Integral Centro sofia Educação para o Pensar, irá contribuir para uma atua­ Indo até o Centro em Florianópolis, terei essas informações e outras? Mauricio Lima de Oliveira, de Brusque/SC terceiras e quartas séries), e as reunião de formação, junta­ ção mais efetiva da reflexão no professoras envolvidas no pro­ Educacional Prefeito Luiz Ade­ mente com a professora Taísa ambiente escolar não somente Dia 4 de março, o NUFEP/Sul Fluminense jeto participarão de formação lar Soldatelli, inserindo a dis­ reuniu-se com a equipe pedagógica da Gasparini (primeira da direita nas aulas de Filosofia, mas na Coordenadoria Estadual de Ensino Médio. continuada visando à capacita­ para a esquerda), diretora do ciplina de Filosofia na matriz relação entre os professores, O objetivo dessa reunião foi a apresentação ção para o bom desenvolvimen­ Departamento Pedagógico, e diversificada do período inte­ entre a Direção e entre os alu­ do material e da metodologia do Centro to do projeto. o Prof. Aparecido, responsável gral, para as turmas do 1º e 2º de Filosofia com o intuito de implantar o ciclos de alfabetização e para nos, atingindo todas as áreas Durante as aulas, os alu­ pela formação. ensino de Filosofia nas turmas do 6º ao 9º nos vão poder vivenciar histó­ as turmas do 5º ao 9º ano do do conhecimento e levando os ano do Ensino Fundamental. Ficou acerta- Agradeço muito o apoio e a alunos e os professores ao in­ do que será feito um Café com Ideias com rias de seu cotidiano, subsi­ assessoria do Centro de Filosofia Ensino Fundamental. todos os diretores das escolas estaduais dos diados pelas leituras da novela A Escola de Período Inte­ teresse pela investigação, pelo para a realização de nosso proje­ municípios de Barra Mansa, Volta Redon- filosófica “O menino e a cabo­ gral, como projeto piloto em Rio raciocínio e pela pesquisa. da, Resende, Rio Claro e Piraí. No início do to no estado de São Paulo. ré”, desenvolvida pelo Centro do Sul, funciona desde o ano de A proposta da disciplina mês de abril, acertaremos a data. A equipe está em elaboração para pas­ pedagógica demonstrou grande interesse de Filosofia Educação para o Prof. Aparecido 2005, oferecendo aos alunos do pelo ensino de Filosofia. Ensino Fundamental de dois sar pelo Conselho Municipal de Prof.ª Teresa Borges, de Barra Mansa/RJ centros educacionais do mu­ Educação. nicípio (cerca de 810 alunos) A partir de agosto deste Quero manter contatos e trocar experiên- cias com professores da área de outros es- atividades diversificadas, como ano, mais cinco centros edu­ tados e, principalmente, ter o fornecimento a inserção para o primeiro em­ cacionais (cerca de 1.300 alu­ de material didático. O nosso município prego, o empreendedorismo, a nos) serão contemplados com implantou a Filosofia na 5ª e 6ª séries e a Sociologia na 7ª e 8ª séries, mas temos di- informática aplicada, o xadrez, a Escola de Período Integral, ficuldades com material didático. Só tenho o tênis, as línguas estrangeiras juntamente com a disciplina a parabenizar o Centro de Filosofia Educa- espanhol, italiano e inglês, en­ de Filosofia. ção para o Pensar por toda essa conquista. tre outras atividades esportivas Sabemos hoje como é importante ensinar Prof. Raul Rocha Neto reflexivamente. Adoro as proposta de pro- e de raciocínio lógico. Chefe de Divisão das jetos e o jornal Corujinha. A Prefeitura Municipal e a Unidades Descentralizadas Prof.ª Eliete Miranda, de Tucuruí/PA Secretaria Municipal de Edu­ das Escolas­Modelo w w w.por taldafilosofia.com.br 7
  8. 8. Realizações FILOSOFIA VIVA NA EDUC AÇ ÃO INFANTIL Filosofia com crianças no maternal Centro Educacional Miraflores, do Rio de Janeiro/RJ D esenvolver um trabalho de Filosofia em turmas de Educação Infantil é uma respeito por pensamentos di­ ferentes do seu, respeito à opi­ nião de outras pessoas, melhor novidade para muitas pessoas. argumentação, além de outras Desenvolver os assuntos com habilidades. uma turma de maternal (2 e 3 Acredito que o trabalho de anos) parece uma coisa impos­ Filosofia na Educação Infantil sível de acontecer, pelo menos aconteça de acordo com a postu­ à primeira vista. ra do professor investigador que O objetivo principal no tra­ acompanha a turma. As crianças balho de Filosofia com crian­ são naturalmente curiosas, e, se ças é buscar uma participação o professor estiver atento aos mais efetiva no processo de comportamentos e souber valo­ criação dos indivíduos. Acostu­ rizar a cultura de cada aluno, as mados com o ensino tradicional atividades de reflexão acontece­ em que o aluno é impedido de rão naturalmente. criar e refletir sobre suas atitu­ Não existe aula de Filoso­ des, pensamentos e até mesmo fia na Educação Infantil, o que comportamento, foi imprescin­ existe é uma mudança de pos­ dível rever a postura da prática tura do educador na construção em sala de aula para mudar­ de uma postura pedagógica ca­ mos o panorama inicial. paz de desenvolver nos educan­ Há de se aceitar a diver­ dos habilidades para o pensar e sidade de opiniões, soluções exemplos, modelos, dicas, ção, reflexões e investigação jogos e brincadeiras, o que o agir, tornando­se autônomos e métodos. Por que não criar ideias para que refletindo sobre estiveram presentes em ações considero as melhores estraté­ e com esperanças de construir novas formas de relação entre sua prática diária possa desen­ ligadas a seu cotidiano. gias para despertar o potencial um mundo melhor. as pessoas? Por que não refletir volver um trabalho prazeroso, A criatividade não é alcan­ criativo das crianças dessa A implementação de uma sobre a instituição, seus mem­ significativo para os alunos e, çada facilmente, por isso, além faixa etária. educação para o pensar nas bros e seus porquês? acima de tudo, eficaz. de motivação, o professor ne­ Assim, a Filosofia é VIVA, práticas escolares, por meio da É fundamental repensar Utilizando como material de cessita de apoio da Coordena­ colocamos o ato de filosofar em formação dos professores, pode a práxis pedagógica, e o pro­ apoio o livro “O meu quintal”, ção para que o trabalho se de­ prática, e esse passou a fazer facilitar o atendimento das no­ fessor necessita de materiais da Editora Sophos, desenvolvi senvolva de maneira integrada parte da realidade das crianças. vas transformações de época e de apoio, não com o intuito com meus alunos atividades com a realidade escolar. Com o tempo, observamos que o exercício da cidadania. de fazer chegar às suas mãos lúdicas nas quais as habilida­ Adotei como metodologia os alunos adquiriram maior “receitas mágicas”, mas sim des de pensamento, imagina­ aulas baseadas em dinâmicas, autonomia de pensamento, Prof.ª Cíntia Borher Soares Desafiados a perguntar Colégio JK, de Asa Norte, Brasília/DF D urante nossos estudos de Filosofia com o livro “O meu quintal”, tivemos a oportunidade Para encerrar o trabalho em nosso livro, realizamos um in­ tersérie com os alunos do grupo de refletir sobre a importância 5, da professora Luisa. Nessa do perguntar. Nesse trabalho, ocasião, os alunos falaram so­ os alunos foram convidados a bre o trabalho realizado em Fi­ também imaginar coisas sobre a losofia e apresentaram a nossa vida no quintal, no grande quin­ No quintal da história nas­ ninhada de pintinhos. Os alu­ tal da vida. As participações fo­ ce uma ninhada de pintinhos nos do 1º ano fizeram perguntas ram tantas e tão entusiasmadas e, claro, em nossa sala de aula sobre o quintal e seus animais que nem víamos o tempo passar. também nasceu. Por meio de e também sobre os projetos dos Todos queriam responder e fazer um trabalho em equipe, cada quais participarão. perguntas sobre as mudanças um confeccionou seu próprio que ocorrem em tudo a nossa pintinho de lã e criou uma his­ Prof.ª Edileusa, volta e em nós mesmos. tória de vida para ele. do 1º ano matutino 8 w w w.por talser.net
  9. 9. Realizações FILOSOFIA VIVA NO ENSINO FUNDAMENTAL I Filosofia Viva: Aula inaugural – O Dia D... A Aula D... encontro filosófico Colégio Jayme Camargo, de Barra Mansa/RJ Colégio Evolução, de Apucarana/PR N o dia 21 de março foi reali­ zado, numa chácara perto da cidade, o encontro filosófico cado por reflexão e dinâmicas desenvolvidas pelas professo­ ras e pela apresentação sobre o com os alunos do 2º ano à 5ª sé­ pensamento de alguns filósofos rie. Além dos alunos, que gosta­ pela 5ª série. Além disso, ainda ram muito do desenvolvimento tivemos o momento de conver­ do evento, estavam presentes a sas entre os alunos e o Prof. Prof.ª Marilda (coordenadora), Carlos, que enfatizou a diferen­ as Prof.ªs e o Prof. Carlos, as­ ça entre o “simples pensar” e o sessor filosófico­pedagógico do “pensar filosófico”. Centro de Filosofia, na região O encontro filosófico mos­ Norte do Paraná. tra uma Filosofia Viva sendo O encontro teve como tema feita com e pelos alunos do En­ “O pensamento para o homem: sino Fundamental. fazendo a diferença” e foi mar­ C omeçamos o ano com boas notícias e algumas reali­ zações. No dia 5 de fevereiro, dirigirem a sua sala, foram aplaudidos pela equipe de professores “O que mais chamou a minha atenção foi o tra- balho dos alunos com relação aos sonhos, pois muitas vezes parecia que eles não sonhavam devido à realidade deles. No entanto, a empolga- a Prof.ª Ângela do NUFEP/RJ e funcionários. ção deles foi tão grande que a maioria falou com participou dos trabalhos de Na sala de aula, entusiasmo sobre seus sonhos. Pretendo, no de- Filosofia abertura do ano letivo do Colé­ cada professor deu aos correr do ano, recordar com eles a primeira aula gio Jayme Camargo. Na ocasião, alunos um papel com para ver o que mudou em suas vidas. Eu também fiz o trabalho sobre ‘os sonhos de minha vida’ e Ângela emocionou os professo­ a mensagem “Viver com um deles já se realizou”. res com suas palavras sobre a com equilíbrio” (das arte do fazer na educação. páginas 26 a 29 do Depoimento da Prof.ª de Matemática Beatriz Cobra sentido: No dia 9 de fevereiro, o livro) sobre a qual dis­ Colégio promoveu uma aula cutiram. Após as discussões, reção e os organizadores dessa inaugural nos seus três tur­ os alunos ilustraram os conse­ aula, pois, segundo ela, foi uma uma ideia nos. Para a aula inaugural, escolhemos o livro “O Dia D... lhos e colaram­nos na primeira página de seu caderno. atividade excelente. Na opinião dos alunos, alguns ficaram um puxa outra Em seguida, foi servido um pouco envergonhados quando A Aula D...”; utilizamos as ce­ lanche de confraternização. Al­ viram os professores aplaudin­ nas 3, 4 e 5; e confeccionamos guns professores se surpreen­ do sua passagem, outros, no uma faixa com a frase “Sonhar deram com a boa participação entanto, acharam muito legal. um sonho...”, de Raul Seixas, Colégio JK, de Asa Norte, Brasília/DF de todos. A Prof.ª Beatriz, por Finalmente, todos adoraram que ficou pendurada no pré­ exemplo, cumprimentou a Di­ esse primeiro dia de aula. A pós a leitura do livro de as confusas, as iluminadas, as dio principal do Colégio. Filosofia “Uma ideia puxa apaixonadas e a importância Os alunos foram recebidos outra”, de Silvio Wonsovicz, do de pensar por si mesmo. no portão pelos disciplinários e capítulo IX de “Uma grande he­ Para finalizar esse momen­ professores, que entregaram a eles rança” e do livro de literatura to, os alunos, usando sucata, um cartão com os votos de boas­ “Ideias que contam histórias: tiveram ideias brilhantes e vindas igual ao da cena 4 do livro. histórias das ideias do Zé”, de criaram os mais diversos brin­ Logo após, os alunos foram Silvia Carmossa, a 3ª série, quedos e objetos. para o pátio ouvir as boas­ coordenada pela Prof.ª Mônica vindas do diretor, que discu­ com a orientação da coordena­ tiu com eles a mensagem da dora de Filosofia, Prof.ª Maria faixa e do cartão. Em seguida, Marta Bergamaschi, fez uma os professores se perfilaram rica investigação sobre nossas formando um túnel na rampa ideias: as novas, as engraçadas, de entrada e os alunos, ao se w w w.por taldafilosofia.com.br 9

×