Redação: Texto dissertivo-argumentativo

17,366
-1

Published on

Published in: Education
1 Comment
11 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
17,366
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
378
Comments
1
Likes
11
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Redação: Texto dissertivo-argumentativo

  1. 1. Ensino Médio
  2. 2. DISSERTAR é um ato que desenvolvemos todos os dias, quando: procuramos justificativas:para a elevação dos preços;para o aumento da violência;para os descasos com a Amazônia; estamos preocupados com:os descasos com a Amazônia;as guerras;a AIDS;a natureza: a poluição, os desmatamentos, o aquecimento global
  3. 3.  defendemos nossos pontos de vista em relação:à nossa liberdade;ao futebol;à música;ao aborto;às injustiças sociais;ao avanço da tecnologia;à genética.
  4. 4.  Em suma, dissertação implica em discussão de ideias, argumentação, raciocínio, organização de pensamento, defesa de pontos de vista, descoberta de soluções. Significa refletir sobre nós mesmos ou sobre o mundo que nos cerca.O TEXTO DISSERTATIVO é aquele que expressa uma TESE (um ponto de vista) sobre determinado ASSUNTO, apoiada em dados, fatos (exemplos), fundamentações; enfim, em ARGUMENTOS (informações que comprovem sua tese).
  5. 5. TEXTOS DISSERTATIVOS Expositivo Argumentativo Explicativo  Objetiva expor um ponto Objetiva expor, explicar ou de vista, opinando ou interpretar ideias. persuadindo.  Gêneros predominantes: Gêneros predominantes:  Editorial Capítulos de livros didáticos  Artigo Verbetes de dicionários  Crítica Enciclopédias  Monografia  Tese
  6. 6. Tipos de argumentos aos quais podemos recorrer:Argumento com base em citação – citar uma frase oupensamento de uma autoridade ou especialista no assunto. Dá credibilidade ao texto. Fornece informações a respeito dos trabalhos desenvolvidosna área de pesquisa. Fornece exemplos de pontos de vista semelhantes oudivergentes sobre o assunto objeto de sua pesquisa.
  7. 7.  citação direta Ao identificar o conceito de atividade, Leontiev, Especialista em Psicopedagogia, afirma que “por esse termo designamos apenas aqueles processos que, realizando as relações do homem com o mundo, satisfazem uma necessidade especial correspondente a ele”. citação indireta Ao identificar o conceito de atividade, Leontiev, Especialista em Psicopedagogia, afirma que “pelo termo mencionado é possível designar apenas aqueles processos que realizam as relações do homem com o mundo, e satisfazem uma necessidade especial correspondente ao mesmo”.
  8. 8.  Argumento com base no senso comumFundamentar as ideias voltadas para princípios e valores que são reconhecidamente partilhados pela maioria das pessoas de uma sociedade.Refere-se a conceitos considerados irrefutáveis, partilhados.
  9. 9. Argumento com base em evidências são aqueles fatos que comprovam a tese e confirmam crédito ao texto (dados, estatísticas, pesquisas, informações comprovadamente científicas).
  10. 10. Argumento com base no raciocínio lógicoEstabelece uma relação de causa e consequência, para que não se prejudiquem a sequência ordenada dos parágrafos nem o sentido geral do texto. Mantém a coesão e coerência entre palavras e entre parágrafos.
  11. 11. Vamos partir do princípio de que escrever écomunicar, é transmitir uma mensagem aoleitor. Portanto, quem quer comunicar e serbem compreendido precisa ser claro, bemorganizado nos seus atos de comunicação.
  12. 12. ESTRUTURA Um texto dissertativo precisa ter uma estrutura bem organizada. Por isso, os maiores problemas de um texto dissertativo são:- jogar as ideias desordenadas no papel;- falta de uma linha de raciocínio (coerência);- não relacionar uma ideia com outra (coesão);- não provar (fundamentar) absolutamente nada.
  13. 13. Então, como seria um texto bem organizado?  Organiza-se em três partes: INTRODUÇÃO –normalmente apresenta a ideia central que vai ser discutida, de modo que o leitor saiba de que o texto vai tratar, além de abordar a tese do autor. Corresponde, geralmente, a um parágrafo.
  14. 14. DESENVOLVIMENTOÉ a parte encarregada pelo desdobramento da ideia central. Corresponde à exposição dos argumentos que comprovam o ponto de vista contido na introdução. Pode haver mais de um parágrafo, dependendo da fundamentação e da disponibilidade de espaço.
  15. 15. CONCLUSÃO: É o acabamento do texto, parte que arremata as ideias. E não deve ser iniciada abruptamente, assim como, também não pode ser acabada de súbito.Pode funcionar de três maneiras:Retomada da tese inicial, a fim de confirmá-la;Resumo das ideias principais apresentadas e discutidas;Sugestão de soluções para a resolução da problemática abordada.
  16. 16. A linguagem do texto dissertativo A linguagem neste tipo de texto é denotativa, isto é, preocupada com a informação. Deve ser uma linguagem impessoal e objetiva, com emprego da forma culta e formal da língua. Isto não significa que não se pode usar recursos poéticos, históricos e recursos linguísticos. Todo enriquecimento do texto é importante.
  17. 17. Argumentação nos textos dissertativos O que se faz num texto dissertativo é explicar o assunto, é discorrer sobre ele, é fazer uma exposição do tema.Não se deve ter como única preocupação, persuadir o leitor e sim, passar as informações que se pretende - passar conhecimentos verdadeiros, e dessa forma se tornar convincente.
  18. 18. Argumentação nos textos dissertativos Diante do tema, o autor deve se posicionar acerca do assunto e, através dos seus argumentos, mostrar o seu conhecimento de mundo com clareza, apresentando domínio da língua; Os conteúdos devem ser selecionados pelos seus valores reais e organizando-os de forma coesa, mantendo coerência entre os assuntos, os quais serão fechados na conclusão, completando assim, o ponto de vista inicial.
  19. 19. LEMBRE-SE:Quem expõe suas ideias deve, acima de tudo, tentar produzir textos com:ClarezaConcisãoCoerência e coesãoElegância

×